Vereador Pedro Santos recebe homenagens da classe estudantil durante Semana da Consciência Negra em Codó

Incluído no calendário oficial das atividades relativas à Semana da Consciência Negra em Codó, aconteceu na Escola Municipal Estevão Ângelo o projeto ‘Coisa de Negro’, que teve como tema ‘Tire o Seu Racismo do Caminho, que Eu Quero Passar Com a Minha Cor’. Na ocasião estavam presentes o prefeito de Codó, Francisco Nagib, o Presidente do Conselho e Cultura e Igualdade Racial, Augusto Serra, o vereador Pedro Santos, homenageado do dia, além de alunos do ensino fundamental e educadores.

“É muito importante estarmos atento para a temática dos direitos civis e a questão do racimo em nosso país e nossa cidade, que é majoritariamente negra. A união entre o poder público e sociedade civil é fundamental para a conscientização de igualdade de direitos. Tivemos uma semana da Consciência Negra muito produtiva, com atividades marcantes, como foi o caso da 13ª Marcha de Zumbi dos Palmares, com a participação de estudantes, professores, artistas e toda nossa sociedade”, disse o prefeito Francisco Nagib.

Homenagens da classe estudantil

Momento marcante do evento na escola foi a homenagem feita por alunos e educadores ao vereador Pedro Santos, que ministrou palestra sobre A Afirmação de Ser Negro no Brasil. O parlamentar ainda relatou um pouco sobre sua trajetória profissional e de como conquistou seu espaço na sociedade.“Achamos muito válido assistir uma palestra que mostrasse uma pessoa simples, negra e que conseguiu seu lugar na sociedade, crescer intelectualmente e profissionalmente com seus próprios esforços. Alguém que não fosse só do meio esportivo ou do meio artístico, mas sim alguém que estivesse próximo a nós e que nos inspirasse com sua historia. Agradecemos o vereador Pedro Santos por nos dar essa motivação”, declarou um aluno.

O vereador Pedro Santos agradeceu a todos a honra e oportunidade de estar contribuindo para as ações da Semana da Consciência Negra e poder motivar a tantos jovens. “Como representante do povo temos muito a fazer, pois somos um país com 500 anos de lutas por igualdade e ainda precisamos discutir políticas públicas para combater o preconceito racial que ainda assolam brasileiros e codoenses. Agradeço a toda coordenação da escola e do projeto na pessoa da professora Josy Cantanhede, por poder expressar nesse grande evento as minhas convicções sobre o racismo”.

Em suas considerações finais, o parlamentar codoense ainda declarou: “Se o caminho da intolerância racial ainda é longo, é pela educação que iremos desenvolver o senso crítico de nossos alunos, juntamente com a sociedade civil e os movimentos sociais, em defesa das classes. Dessa forma teremos um consciência humana e erradicaremos o preconceito em nossa sociedade”.

Asco

Sobre Jeferson Abreu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *