Vereadores alteram Projeto de Lei dos Bombeiros Civis e se reúnem com professores

Os vereadores de Codó realizaram duas reuniões no Palácio Antonio Joaquim Araújo. As Comissões Permanentes da Câmara trataram de duas pautas que visam melhorar a vida dos trabalhadores codoenses. No primeiro encontro os edis se reuniram com representantes dos Bombeiros Civis e fizeram quatro emendas no Projeto de Lei que regulamenta a função dos bombeiros no município de Codó.
“Graças a Deus chegamos a um denominador comum, que eram essas quatro emendas que faltavam. Assim o projeto fica mais completo. Os vereadores concordaram com as alterações e saímos vitoriosos. Quem ganha com isso é a população codoense. Agradecemos ao trabalho dos parlamentares, que votaram com unanimidade, ao presidente da Câmara Expedito Carneiro e ao prefeito Nagib pela concretização desse sonho da nossa classe”, declarou o representante dos bombeiros civis, Leandro Viana.
Logo após votarem sobre o Projeto de Lei, os vereadores receberam professores e representantes do SINDSSERM para tratarem das demandas dos servidores e suas reivindicações ao Executivo Municipal. “Fomos bem recebidos pelos vereadores e apresentamos nossa pauta de demandas, que já tínhamos levado ao Executivo desde o inicio do ano. Reforçamos hoje essa pauta e priorizamos a principal, que é a implantação do calendário de pagamento. O legislativo se comprometeu em encaminhar essa reivindicação ao município e esperamos resposta em breve”, explicou Marcos Antonio da silva, presidente do SINDSSERM.
Para o presidente da Câmara, Expedito Carneiro, ambas as reuniões foram muito proveitosas e seus resultados levarão benefícios a sociedade. “Estamos muito satisfeitos com o resultado, pois aprovamos nas comissões as emendas no Projeto que regulariza a função do bombeiro civil de nosso município, agora será encaminhado ao plenário na próxima sessão. Também conversamos com os professores e demais servidores e iremos encaminhar o oficio desta reunião ao prefeito Francisco Nagib e acreditamos que as demandas serão atendidas”, concluiu.
Ascom – CMC

Sobre Jeferson Abreu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *