Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Caos no atendimento bancário e crise na câmara de Codó são temas destacados pelo vereador Gracinaldo

IMG_20160302_062212Na sessão do dia 29 da Câmara Municipal de Codó, o vereador Gracinaldo abordou temas que continuam a preocupar a população da cidade, como o atendimento nas agencias bancarias, e ainda ponderou sobre a crise que parece pairar sobre o legislativo municipal. Em seus minutos na tribuna do parlamento, Gracinaldo iniciou sua fala elogiando a equipe organizadora do evento em alusão ao dia Internacional da Mulher. “Quero parabenizar a comissão organizadora do dia 8 de março, o Dia Internacional da Mulher. Recebemos o convite, que trata de uma programação bem extensa e variada e muito importante para o calendário de nossa cidade. E digo que não só eu, mas todos os colegas estarão presentes nesse evento tão importante, dando toda a justa atenção”.
Agências não mudam atendimento
O vereador aproveitou o ensejo e a presença de um advogado na galaria da câmara para ponderar sobre o mau atendimento nas agências bancárias, reclamação de dez entre dez codoenses. “Continuamos ouvindo da população, testemunhado na rua e até nas redes sociais as reclamações da população em relação ao atendimento dos bancos em Codó. Continuamos a assistir o desrespeito das instituições bancárias para com a nossa população. Para fazer um pequeno serviço precisamos levar horas, ou então chegar ao banco e não ter dinheiro. Isso é um desrespeito sem igual, por todos aqueles que precisam dos serviços. Enquanto isso os lucros dos bancos continuam a bater recordes”, comentou.
O edil também lembrou o drama dos idosos, aposentados e pensionistas no período do fim do mês, onde as agencias permanecem abarrotadas e com funcionários sem dar conta de tanta gente. “Fica o meu lamento e sugiro que em nosso município os bancos abram mais agências e não correspondentes bancários, que ajudam, mas não resolvem os problemas e a enorme demanda de nossa população. Tem que abrir novas agências”.
Caso de desvio de verba na Câmara Municipal
Finalizando seu discurso, o parlamentar propôs previdências para a crise de desvio de verbas públicas que se instalou na casa legislativa, solicitando a presidência da Câmara Municipal que promova uma alteração no Regimento Interno e crie um conselho fiscal. A ideia do vereador foi a mais plausível e deve ser discutida. Gracinaldo entende que a criação do conselho, composto por uma equipe de vereadores, é uma das formas de evitar que novos desvios ocorram. De acordo com o vereador, o conselho iria acompanhar as finanças da Câmara e, se voltar a existir, identificar condutas criminosas na sede do Parlamento Municipal de Codó.
A proposta foi em decorrência da matéria publicada na mídia digital, na qual denunciava o desvio de mais de 200 mil reais na Câmara Municipal de Codó. De acordo com o edil, o nome do autor ainda não foi divulgado, mas as providências já estariam sendo tomadas pela presidência da Casa.
Ascom

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Local
Tag:

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*