Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

O novo se apresenta com a cara do passado

dinogovO governador do Maranhão Flavio Dino (PC do B), foi eleito com o discurso de uma grande mudança de rumos na condução política do Estado, gerando, com isso, a expectativa de uma guinada efetiva na postura e de ganhos efetivos nos indicadores sociais. Mas o governador está chegando na metade do mandato, e os questionamentos sobre sua gestão tem sido muito mais contundentes que os elogios.

Alguns problemas são, inclusive, de natureza ética, com a cobrança da imprensa para que seja encerrado o contrato do governo com a empresa Dimensão Engenharia, do empreiteiro Antônio Barbosa, preso na operação Lilliput da Polícia Federal. A polícia afirma que milhões de reais foram repassados para o empresário, que é apontado como líder de uma organização criminosa com faturamento gigantesco na área da saúde. Com igual rigor, também há denúncias de um certo Instituto Cidadania e Natureza, alvo da operação Sermão dos Peixes da Polícia Federal, também motivo de denúncias de desvio de recursos públicos.

O dia-a-dia do governador parece que ainda titubeia com ações de pouca efetividade, como a vinda a Teresina, meses atrás, para a simples entrega da correção de um dos acessos da ponte da Amizade, que custaram R$ 400 mil, ou, como fez ontem, a entrega de duas ambulâncias para a cidade de Timon.

No plano financeiro, o governador está pedindo R$ 400 milhões a um banco da falida e tumultuada venezuelana, que se soma a outros R$ 55 milhões conseguidos junto à Caixa Econômica Federal. Ou seja, o governador, que reclamava não ter condições de pagar os vultosos empréstimos do governo passado, na ordem de R$ 3 bilhões, já acrescenta quase R$ 500 milhões em novas dívidas.

É dentro desse contexto que Dino não deve ter estranhado quando Instituto de pesquisas fez um levantamento recente, em que a principal pergunta foi a comparação direta entre a atual administração e da governadora que derrotou em 2014. Pelo andar da carruagem, o novo se apresenta com a cara do passado, muito combatido.

O texto acima foi retirado do Portal AZ de Teresina, um dos mais acessados no Piauí e é de autoria do colunista Arimatéia Azevedo (clique aqui). Pelo visto a imprensa nacional não tem uma imagem diferente do governador Flávio Dino do que a maioria dos jornalistas do Maranhão.

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Estado
Tag:

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*