Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Os sete pilares da política suja

stencil política sujaDo modo que o sistema político anda em  nosso país, surge uma pergunta na boca de todo o povo: é dessa política que essa  nação precisa? As vezes fica até difícil descobrir em quem confiar (se podemos confiar). Pelas praças, ruas, igrejas, mercados e muito mais , ouvimos as mesmas vozes de um povo cansado e angustiado, desanimado pelos políticos dessa nação. A desconfiança fica em alta e o confiar, é uma questão de indagação, de incertezas. Faço-me valer das palavras de Ruy Barbosa: De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e ter vergonha de ser honesto.
É certo que queremos governantes que nos representem, nos auxiliem, nos defendam e procurem fazer sempre o melhor em prol do seu povo, sem hipocrisia e fingimentos, mas de coração, sem esperar receber algo em troca. Homens que prezem a educação, saúde, esporte, cultura, lazer e muito mais que seja direcionado ao benefício de um povo. Um dos governantes da história que muito me fascina foi o Rei Salomão. Governou com força, fé, coragem e muita sabedoria que era sua característica suprema. Foi amado, respeitado e admirado até pelos seus maiores inimigos. Isso fez dele um político ficha bem limpa.
Uma certa vez ele escreveu algo de extrema importância: Aquilo que Deus Aborrece num ser humano. Tomo a liberdade de suas palavras e as aplico para o nosso século presente, como os  sete pilares da política suja (baseado em Provérbios 6;16-19)
1º Pilar – O olhar altivo. São os olhares arrogantes, cheios de orgulho e presunçosos. Em pré-campanha, não se percebe tanto esta característica, mas após nesse período, o político com olhar altivo, retoma sua personalidade natural e como muitas vezes acontece, ele passa de fininho e  finge que não te vê. Escolha alguém de boa índole e te olhe com singeleza  de espírito.
2º Pilar – A língua mentirosa. Eu prometo! Eu farei! Eu cumprirei! Eu transformarei! Promessas e mais promessas. Quem promete o que não pode, com certeza não poderá cumprir seu voto.  Tais políticos usam de má fama e enganam os mais simples que não tem muito conhecimento e por uma barganha, negociam seu cartão da democracia verdadeira. Esteja atento ao que falam.  O muito falar, leva ao descrédito. Ouça com atenção e analise com sabedoria cada proposta. Não deixe que mintam para você!
3º Pilar – Mãos que praticam a violência. Quem poderá acabar com a violência  em nossas cidades? Ficamos presos em nossas casas e os verdadeiros bandidos à solta. Enquanto uma senhora fica presa meses por roubar uma lata de leite para dar aos filhos, o outro, mesmo roubando milhões e escondendo na cueca, usufrui da liberdade. Queremos homens e mulheres que carreguem nas mãos, a paz, o amor, a honestidade. Conheça a vida de  seus candidatos e escolha aqueles que tem mãos e ficha  limpa.
4ª Pilar – Coração que trama projetos maldosos. Nosso dinheiro sucumbe a um mundo onde a ganância age de forma disfarçada e traiçoeira. Em tudo arranjam um jeito de tirar proveito, é  um tal de Deus por todos e eu por mim. Reveja os projetos de cada candidato e escolha aqueles que irão trazer benefícios à  comunidade como um todo.
5º Pilar – Pés que se apressam a correr para o mal. A corrida está em andamento. Todos andam de um  lado para o outro. Alguns apresentam suas ideias e propostas, outros se atém a difamar seu rival, como se isso lhe desse mais créditos. O que está em jogo? A defesa soberana de um povo ou o status social, o bom salário e um futuro recheado de coisas boas desviadas da boca do menino que tem fome e da educação da menina que quer ler e ser doutora? Converse com seu candidato. Pense no coletivo, não no favo do mel que pode lhe ser presenteado, caso ele seja vencedor. Vale ressaltar  o que disse Gilmar Mendes: Temos no Brasil um dicionário de abusos de autoridades que vai de A a Z.
6º Pilar – Testemunha falsa (mentira). É incrível como se pode observar a quantidade de falsidade existente nesse grande mundo de meu Deus. Homens com tanto poder e nenhum coração, gente que compra e que vende a moral da nação (João Alexandre). Não é a toa que câmeras escondidas gravam a obscuridade e a falsidade daqueles que se dizem nossos defensores, guardadores, protetores, homens e mulheres da lei, da  moral, da ética  e da verdade. Que verdade, que moral, que ética, que lei? Observe atentamente  as palavras ditas e as ações vividas por aqueles que querem te representar no poder.
7º Pilar –  O semeador  de contendas. A soberba é uma das fontes das contendas que mais dividem uma família, uma nação, um partido. “Da soberba só resulta a contenda, mas com os que se aconselham se acha a sabedoria.” (Salomão). A contenda é como uma pequena brasa, ela chega de mansinho e incendeia um bosque inteiro. Ouvir debates é diferente de ver o semear das brigas causadas por passado, presente e futuros partidários. Homens que não se respeitam, com certeza não respeitarão o seu povo. Falam sem pensar  e agem por si só. Penso no que Eça de Queirós queria dizer quando expressou: Os políticos e as fraldas devem ser mudadas pela mesma razão. Será que ele foi ofensivo?
Concluo da forma mais digna de um cidadão brasileiro. Queremos homens e mulheres que nos representem e ergam seus pilares políticos sobre a honra, o respeito a ética e a moralidade  e que mudem no mundo a nossa cara tida como país da corrupção. Vote consciente.

(*) Raimundo Soares de Andrade é um brasileiro amante do seu país e intercessor de seus governantes

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Política
Tag:

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*