Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Simone Biles leva ouro no individual geral da ginástica; Rebeca Andrade fica em 11º

Como vai participar de mais três finais, e já ganhou o ouro na final por equipes e na individual, a americana pode voltar aos Estados Unidos com cinco medalhas de ouro.
Nos últimos três anos, a americana de apenas 19 anos ganhou todos os títulos importantes. Ela somou 14 medalhas em campeonatos mundiais nesse período.
A prata ficou com a também americana Alexandra Raisman, que havia levado o ouro por equipe e no solo em Londres-2012, com a nota total de 60.098. Mais de dois pontos atrás da colega Biles, que fez 62.198, uma diferença enorme no mundo da ginástica.
O bronze ficou com a elegante ginasta russa, Aliya Mustafina, que somou 58.665.
A brasileira Rebeca Andrade, 17, depois de ter ficado na terceira colocação nas provas de classificação, no sábado (7), cometeu falhas na trave durante a final. Fez, novamente, uma apresentação segura no solo, ao som de Beyoncé, mas longe da perfeição. Somou 56.965 e terminou na 11ª posição.
A melhor colocação de uma atleta brasileira em uma final olímpica da ginástica continua sendo de Jade Barbosa, 25.
Há quatro anos, nos Jogos de Pequim, ela terminou a final na 10ª colocação geral.

Simone Biles leva ouro no individual geral da ginástica; Rebeca Andrade fica em 11º

EDUARDO GERAQUE
MARIANA LAJOLO
ENVIADOS ESPECIAIS AO RIO

A americana Simone Biles, considerada a melhor ginasta do mundo, confirmou seu favoritismo levou o ouro na final individual da ginástica feminina, prova que mostra quem é a atleta mais completa da modalidade.
Como vai participar de mais três finais, e já ganhou o ouro na final por equipes e na individual, a americana pode voltar aos Estados Unidos com cinco medalhas de ouro.
Nos últimos três anos, a americana de apenas 19 anos ganhou todos os títulos importantes. Ela somou 14 medalhas em campeonatos mundiais nesse período.

Clique aqui para reproduzir

A prata ficou com a também americana Alexandra Raisman, que havia levado o ouro por equipe e no solo em Londres-2012, com a nota total de 60.098. Mais de dois pontos atrás da colega Biles, que fez 62.198, uma diferença enorme no mundo da ginástica.
O bronze ficou com a elegante ginasta russa, Aliya Mustafina, que somou 58.665.
A brasileira Rebeca Andrade, 17, depois de ter ficado na terceira colocação nas provas de classificação, no sábado (7), cometeu falhas na trave durante a final. Fez, novamente, uma apresentação segura no solo, ao som de Beyoncé, mas longe da perfeição. Somou 56.965 e terminou na 11ª posição.
A melhor colocação de uma atleta brasileira em uma final olímpica da ginástica continua sendo de Jade Barbosa, 25.
Há quatro anos, nos Jogos de Pequim, ela terminou a final na 10ª colocação geral.
“Saio um pouco triste em comparação com o que eu fiz na classificação. Mas não me apresentei bem e as notas dadas foram certas”, afirmou Rebeca logo após a final.
Os maiores erros da ginasta paulista, de Guarulhos, foram na trave, onde ela teve dois desequilíbrios importantes.
Jade Barbosa, que também participou da final, não completou a competição realizada na Arena Olímpica do Rio. Ela se machucou após uma queda no solo.
No feminino, a Olimpíada agora só continua para Flavia Andrade, 16. A jovem ginasta vai disputar a final por aparelhos na trave, no domingo (14), à tarde. Com algumas chances de brigar pelo bronze.

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Esporte
Tag:

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*