Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Vereadores aprovam indicação que solicita análise técnica das pontes que ligam a região da Trizidela

IMG-20170206-WA0025Preocupados com o risco de acidentes graves que podem acontecer aos condutores de veículos e transeuntes que precisam entrar e sair da região da Trizidela, os vereadores aprovaram nesta segunda-feira (20) na Câmara Municipal de Codó, a indicação, de autoria dos vereadores Valdeck Frota e André Jansen, que solicita a realização de análise técnica, junto a um engenheiro civil, da ponte de concreto da Trizidela e da ponte de madeira que liga os bairros de Codó à região.
Apresentado como requerimento e retificado como indicação, a solicitação de análise técnica dos logradouros de acesso a Trizidela é um tema de grande interesse da população codoense. A ponte de concreto, cujo tráfego de veículos é intenso, está sobrecarregada e não passa por uma avaliação há bastante tempo. Por sua vez, a ponte de madeira, que liga a Rua Marco Rocha ao centro de Codó, encontra-se em avançado estado de deterioração.

Andre jansen

Andre jansen

“As pontes são os únicos caminhos que as pessoas têm para chagar a região da Trizidela. A população corre um risco muito grande ao atravessar, a pé ou de bicicleta, aquela ponte de madeira, que da acesso à nossa Igreja Matriz. Já a ponte de concreto é uma obra muito antiga e não passa por revisão técnica há muito tempo. Por isso solicitamos a presença urgente de um engenheiro que possa avaliar qual a real situação daquela estrutura”, comentou o vereador Waldeck Frota.
Problemas nos residenciais da cidade
Outra preocupação dos parlamentares foi com relação dos residenciais de Codó. Os edis, por meio de indicações, solicitaram recuperação de massa asfáltica, da iluminação pública. No entanto, a Indicação Nº25/17, de autoria do vereador Iltamar Muniz, que solicitava fiscalização do Ministério Público, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, das casas que permanecem fechadas nos três residenciais (Santa Rita, Trizidela e São Pedro), foi retirada para melhor análise das comissões.
“Achamos mais apropriado realizar uma visita aos três residenciais, fazer um melhor estudo por parte das comissões da Câmara Municipal e a realização de uma audiência pública, juntamente com representantes do Ministério Público, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, para analise dos casos das residências que ainda permanecem fechadas e possíveis irregularidades”, comentou o presidente Expedito Carneiro.
Ascom – CMC

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Local
Tag:

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*