Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Vereador Pastor Max preconiza atendimento humanizado para a saúde de Codó

O vereador Pastor Max, em sua pauta semanal, ponderou sobre os últimos acontecimentos no HGM. O edil iniciou suas palavras lamentando os falecimentos ocorridos. “Primeiro compartilhando do mesmo sentimento de indignação e revolta de vários irmãos evangélicos e familiares pela morte irreparável da irmã Ednalda Alves da Silva Cunha, ocorrida de forma trágica e irresponsável. Falo irresponsável, porque pelos relatos obtidos por meio da mídia social, uma série de fatores levou a esta terrível situação. A falta de humanização de vários profissionais do serviço de saúde que atenderam o caso foi decisiva para que este mal acontecesse”.

Max relatou que já fora vítima do mau atendimento e da falta de humanização, principalmente por alguns médicos. “Se queremos uma saúde pública de qualidade é preciso compromisso de quem está diretamente lidando com as patologias do nosso povo. Precisamos urgentemente de melhores condições? Sim, é claro, mas precisamos urgentemente também de uma política pública de humanização, que deve ser iniciada pelos gestores do sistema de saúde em todos os níveis, pois eles são os principais responsáveis pela qualidade do atendimento. Humanização significa elevado senso ético, respeito pela Pessoa Humana, pela Vida Humana, pela Vida com Dignidade, isto é o que consolida a Cidadania”.

Mudanças no HGM

O parlamentar citou a Constituição de 1988, na qual a saúde pública é tratada como direito fundamental, derivando do direito mais básico do ser humano: a vida. “É inadmissível que um médico, ou seja lá quem for, ao observar uma paciente grávida de gêmeos, com 42 anos de idade, mandar que a mesma retorne para sua residência porque não está no momento de parir. Tenho certeza que o Prefeito Francisco Nagib que não estava em Codó quando esse fato aconteceu, tomará as providências imediatas para que outras tragédias como esta não venham a se repetir”. (Nesta quarta-feira, dia 29, o prefeito mudou a direção administrativa do HGM).

Luta pelas comunidades rurais

Encerrando, o vereador Pastor Max falou de sua luta e do colega de parlamento, vereador Valdekc Frota, em prol de várias comunidades rurais de Codó, que ocuparam a Secretaria de Agricultura Familiar em São Luís em busca dos seus direitos e de respostas para MA-026. “Daquela ocupação ficou acertado que os secretários responsáveis pelas pastas estariam aqui em Codó na última quarta-feira e assim aconteceu. Mas uma vez eu e o Vereador Valdekc Frota estivemos ali juntamente com as comunidades cobrando este benefício que vai muito além de uma simples estrada, ali passa direitos inalienáveis de parte do nosso povo, como saúde, educação, etc.”

Em 60 dias, os parlamentares terão encontro com a equipe do governo para uma definição da solução do problema. Durante o período será feito um paliativo para que as comunidades não sejam prejudicadas no seu direito de ir e vir.

ASCOM

Categoria: Local
Tag:

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*