Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Audiência pública para aumentar energia no Maranhão é cancelada após denúncia de Rubens Junior

“Tivemos uma importante vitória na Justiça Federal, que adiou a Audiência Pública, convocada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), para definir o ajuste de tarifa da energia elétrica do Maranhão. Com isso, o estado passaria a ter a conta mais cara do Brasil”, comemorou o deputado federal Rubens Junior (PCdoB/MA).

A audiência seria nesta quarta-feira (14), em São Luís, mas segundo a decisão da Justiça, não foi divulgada com a antecedência exigida pelo Artigo 18 Parágrafo Primeiro da Resolução Normativa nº 483/2012 da Aneel. Procon/MA e Defensoria Pública do Estado (DPE) acompanham o processo.

Na última semana, o deputado Rubens Junior, denunciou, no plenário da Câmara dos Deputados, os prováveis aumentos de energia por parte da Companhia Energética do Maranhão (Cemar).

“Segundo a proposta a ser apresentada, o aumento chegaria a 21% na conta dos consumidores residenciais da Cemar, sobre as tarifas já fixadas em abril. Para as indústrias, a proposta de reajuste é um pouco menor, e ainda abusiva”, detalhou Rubens Junior.

Ainda de acordo com a proposta, as novas tarifas entrariam em vigor no dia 28 de agosto, e tornaria a tarifa residencial da Cemar a mais cara entre as concessionárias de todo o país (R$ 0,561/KWh).

Embora possua metodologia própria, essa revisão terminará por onerar a sociedade maranhense e amplia os já elevados lucros da concessionária. “Somente em 2016 a Cemar lucrou R$ 399 milhões, obtidos sobre uma receita de R$ 3,06 bilhões. Nos últimos cinco anos o lucro líquido da empresa acumula R$ 1,67 bilhão”, detalhou o parlamentar na tribuna.

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Estado
Tag:

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*