Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Vereador Pastor Max explica sobre estudo e planejamento para educação para zona rural

Esta semana na câmara Municipal, o vereador Pastor Max, em seu aparte, relatou sobre a situação da educação no pólo Boi não Berra e dos projetos de reorganização e renucleação das escolas da zona rural. De acordo com o parlamentar, os problemas de acesso e distribuição nas escolas do pólo Boi não berra estão sendo resolvidos.

“Foi um dos primeiros pólos visitados pelo Ministério Público e pela imprensa. Eu também já tinha ido ao pólo, fiz o registro em áudio e vídeo e inclusive fiz as Indicações necessárias para levar as melhorias para a região. Nesse período a situação do pólo foi bastante discutida na secretaria de educação, pois é de interesse da equipe do campo ver qualquer deficiência ou problemas resolvidos”, disse o edil.

Pólo Boi não Berra

O vereador explicou sobre o atual quadro no pólo e o que foi feito provisoriamente. “Tivemos um período invernoso muito abundante de chuvas, fato que castiga e provoca danos nas estradas vicinais, prejudicando a mobilidade dos estudantes. das dez escolas que existiam, oito funcionam efetivamente: Recreio, com cerca de 60 alunos; Penha com quase 100 alunos; Felicidade cerca de 20 alunos; Boi não Berra, escola pólo, mais de cinqüenta alunos, mais as escolas da Lagoa do Sales, Poço do Boi, Vidal, São Benedito do Mozart e santo Antonio dos Alves. Os estudantes das duas últimas citadas foram direcionados para a escola do Centro dos Britos, para o Recreio e Boi não Berra até que todos os reparos nas estradas fossem feitos”

Trabalho continua

Pastor Max ainda informou que a escola do Centro dos Britos já está no planejamento para reforma e ampliação, inclusa no programa Escola digna, e sobre o projeto da Escola da Lagoa do Sales, que já está pronto. A unidade será ampliada e reformada e atendera alunos das comunidades Felicidade, Centro dos Britos e Santo Antônio dos Alves, proporcionando uma escola de qualidade, conforto, dignidade e respeito a todos.

Erradicação das unidades de Taipa e renucleação

Por fim, o parlamentar afirmou que o planejamento e trabalho para erradicação das escolas de taipa continuam e falou sobre a necessidade de se replanejar o ensino para a zona rural. “O que se discute hoje na educação é a solucionar de vez o problema das escolas de taipa. Já avançamos bastante, pois Codó tinha um número grande dessas escolas, problema histórico. Desde o governo anterior, já há um planejamento em parceria com governo federal através do (PAR) Plano de Ações articuladas, e do governo do Estado de se erradicar com as escolas de taipa. Com o plano do governo do estado atual, por meio do Escola Digna daremos continuidade ao trabalho. Já estamos trabalhando em seis unidades e iremos continuar. Não temos como esperar “.

Sobre a renuclação do ensino na zona rural Max explicou: “Possuímos um espaça geográfico muito grande e uma zona rural extensa, mais de 4 mil km de extensão territorial. Por motivos políticos e erros históricos foram criados mais de duzentas escolas e lugares diversos. Muitas delas dentro de condições inadequadas, sem se pensar na qualidade, nas condições de conforto

e acesso dos estudantes. Replanejar e renuclear a zona rural e a comunidade o pólo Boi não Berra é necessário e está inclusa em nosso cronograma. A Solução hoje, por enquanto, é realocar os estudantes das oito escolas que funcionam de fato, com transporte eficiente, e redirecioná-los para as unidades mais estruturadas”.

Ascom

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Local
Tag:

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*