Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Vereadores de Codó emite nota de esclarecimento sobre inúmeras irregularidades do vereador Expedito Carneiro

Nós Vereadores do Município de Codó em respeito à nossa população, vimos esclarecer o que segue;

Nota de esclarecimento corrigida contra o ver Expedito

1. O Vereador Expedito Marcos Cavalcante eleitos por nós para presidir a Câmara de Vereadores não vem cumprindo com suas atribuições, deveres e obrigações com responsabilidade e transparência há muito tempo, qualidades essenciais àquele que administra recursos públicos;

2. Após diversas conversas e reuniões decidimos por maioria quase unânime, que o vereador Expedito deveria se afastar da presidência da Câmara Municipal de Codó, até para melhor puder se dedicar a sua defesa dos atos ilegais gravíssimos que lhe são atribuídos;

3. Em reunião realizada no dia 30 de outubro deste ano, 10 vereadores destes decidiram o seu afastamento da administração da Câmara Municipal, por serem muito fortes os indícios de irregularidades praticados por ele durante a sua gestão, como por exemplo:

– Deixar de pagar o IRRF em mais de R$ 35.000,00

– Deixar de pagar o INSS dos Servidores em mais de R$ 150.000,00

– Não ter Prestado Contas de mais de R$ 3.600.000,00 de janeiro até outubro

– Ter realizado inúmeras despesas sem processo de Licitação

– Ter se utilizado dos bens da Câmara em proveito Próprio

4. Mas sem o espírito democrático que deve nortear as ações de todo gestor público, principalmente a de nós Vereadores a quem a população confiou a missão de representá-la, o vereador se recusa por todos os meios deixar a Presidência da Câmara e até de receber notificações, confiando que assim poderá continuar praticando suas condutas contrárias ao interesse público para não dizer ilegais e criminosas, além do fato de querer permanecer no Poder para obstruir as ações da Comissão Processante e quaisquer investigações, para isto, coagindo até servidores a assinar documentos na tentativa de sanar suas irregularidades encobrindo seus atos praticados de improbidade;

5. Diante dessa situação e ainda com Ver. Expedito estando ao que tudo indica se esforçando para politizar este grave caso, incentivando a proliferação de notícias inverídicas e politiqueiras em mídias parciais, na tentativa desesperada em vão de se vitimar e esconder a verdadeira realidade dos fatos a nosso povo.

6. Temos certeza que a Justiça será feita, assim comunicamos a nossa decisão de não participar da última Sessão Ordinária e também da nossa intenção de não participar de nenhuma Sessão da Câmara Municipal enquanto o Vereador Expedito Marcos Cavalcante estiver a frente dos trabalhos, ou seja na Presidência da Câmara Municipal de nossa cidade, pois consideramos ilegal e imoral isto estar acontecendo na casa do nosso povo.

Câmara Municipal de Codó-MA., 15 de novembro de 2017, gabinete dos Vereadores (as): Cleane Maria Brandão Pinho, Domingos Soares dos Reis, Francisco André Jansen, Francisco das Chagas Salazar de Sousa, Iltamar Muniz, Ivaldo Ramos Sousa de Oliveira Júnior, Maria da Conceição M. de S. Paz, Max Tony Oliveira de Sousa, Milson Sousa da Silva, Pedro da Silva Santos, Raimundo Ivan Araújo dos Santos, Raimundo Leonel M. A. Filho, Raimundo Nonato Sampaio Pimenta, Rômulo de Souza Vasconcelos e Valdeco da Silva Frota.

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Local
Tag:

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*