Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Tecnologia 5G promete mais velocidade no acesso à internet

O 4G é uma tecnologia de dados móveis que já está presente em boa parte do Brasil, mas ainda é um tipo de conexão nem sempre constante. Enquanto as operadoras ainda implementam e aperfeiçoam o sistema por aqui, outros países já pensam no sucessor 5G.

A banda larga móvel de quinta geração deve chegar lá fora a partir de 2019, tendo 5G com velocidade de download acima de 1Gbps, ou seja, 1 gigabits por segundo, segundo informações do G1. A mudança beneficia não apenas o consumidor comum, usuário de smartphones e tablets, mas também grandes corporações.

A expectativa é de que a rede tenha impacto de 12,3 trilhões de dólares na economia mundial, auxiliando também na criação de empresas. É um grande avanço, já que o 2G implementou a transmissão de voz, enquanto o 3G popularizou a internet móvel. Já o 4G atuou no aumento da velocidade. Por sua vez, o 5G deve:

● Oferecer alta velocidade de download

● Ter conexão menos demorada

● Mais fluidez na transferência de dados entre aparelhos

Atualmente, a média de velocidade mundial é de 7,2 Mbps, mas o limite será 140 vezes maior com o 5G. O Brasil está na 79ª posição do ranking de velocidade de conexão, com 6,8 Mbps. No setor de serviços conectados , isso faz toda a diferença. Um exemplo seria a área de carros autônomos. Para que eles operam com segurança, um veículo deve “conversar” com o outro diretamente, para evitar rotas de colisão. Se os dados tiverem de ser enviados à torre de telefonia, o processo demoraria demais. Mas, com a banda larga, a transmissão é feita entre os aparelhos, sem intermediários.

A infraestrutura deve ajudar até mesmo na agricultura de alta precisão, assim como na armazenagem de informações na nuvem. Para os usuários comuns, ela deve ajuda no uso de maquininhas de cartão e também em atividades de lazer. Quem gosta de jogar pelo celular sabe que é essencial ter uma boa conexão para evitar lags e engasgos dos aplicativos. Jogos multiplayer, caça-níqueis online para brasileiros, streaming de vídeos e aplicativos de chamada ao vivo costumam consumir mais dados do que outros programas simples. É por isso que as pessoas preferem o Wi-Fi, quando ele está disponível. Para todos estes casos, o 5G deixará o acesso mais ágil.

5G no Brasil: qual é a previsão?

Ainda é preciso que a União Internacional das Telecomunicações defina padrões e certos atributos para que uma rede seja considerada 5G. Em 2019, os primeiros países a contarem com a tecnologia devem ser Estados Unidos e Coreia do Sul. Nos anos seguintes, e Regiões como Europa, China, Japão e Oriente Médio.

Como o Brasil não tem a intenção de ser um líder de tecnologia, a implementação pode demorar bem mais. É claro que o país deve acompanhar a tendência mundial, mas a passos curtos.

Segundo a Anatel, a prioridade hoje em dia é preencher lacunas de cobertura para os consumidores, e nesse ponto, o 3G e 4G se mostram mais plausíveis. O 5G não seria a melhor solução para tal problema no momento.

Não há uma definição de quando a tecnologia de quinta geração comece a surgir no país. Por enquanto, deve haver apenas melhorias nas faixas de transmissão usadas pelo 4G. Em setembro de 2017, noticiamos a ativação de 4G com 700Mhz em cidades do interior do MA. A Anatel ainda planeja uma regulamentação para uso de 3.5 Ghz no Brasil. Somente após a consolidação da banda larga de quarta geração que o 5G pode aparecer nos grandes centros urbanos.

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Nacional
Tag:

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*