Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Eleições 2018

Fizemos uma parceria com a NET TV por Assinatura e chegamos a uma breve conclusão referente às Eleições 2018 e o que se esperar dela. Em 2018, os cidadãos brasileiros elegerão os novos presidente, senadores e deputados. Com a turbulência política enfrentada desde as eleições de 2014, todas as atenções estão voltadas para a escolha do novo chefe do Poder Executivo. E, embora as eleições presidenciais de 2018 possam sofrer grandes variações, alguns cenários e tendências já surgem no horizonte.
É considerável analisar a situação desde já, a fim de ter cada vez mais consciência sobre o assunto.
Talvez a eleição de 2018 seja uma das mais imprevisíveis desde a redemocratização. Para começar, essa será a primeira eleição presidencial em que as empresas estão proibidas de fazer doações para campanhas. Isso fará com que os partidos e candidatos tenham muito menos dinheiro. Além disso, a crise política que se desenrolou nos últimos anos também deve ter reflexos no pleito. Esquerda, direita e centro estão pulverizados, e os grandes partidos como PSDB e PT não têm ainda candidatos claramente definidos.
Todas as projeções apostam na economia rodando acima de 3% ao ano na eleição. Mesmo que não leve às nuvens um candidato do governismo, isso enfraqueceria o apelo para mudanças radicais, tanto pelo PT como pelo novo. O desejo de continuidade é diretamente proporcional ao risco de perda. Foi assim que o PT ganhou as últimas eleições. E tem o imprevisível. Uma característica do imprevisível é a dificuldade de prever quando ou como vem. Mas é sempre bom contar com ele na hora de fazer projeções.
Há alguns nomes mais cotados para disputar o cargo. Dentre eles, estão: Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Marina Silva (REDE), Geraldo Alckmin (PSDB), Aécio Neves (PSDB), Jair Messias Bolsonaro (PSC) e Ciro Gomes (PDT). Além disso, o PMDB, partido que atualmente comanda o Executivo e o Senado, ainda não definiu o posicionamento — não se sabe se apoiará outro candidato, como em 2014, ou se lançará o seu próprio.
Contudo, há dúvidas se Lula poderá se candidatar. Tendo sido transformado em réu na Operação Lava Jato, ainda não é possível afirmar que sua candidatura será realmente viável.
As eleições presidenciais de 2018 prometem ser muito disputadas e surpreendentes. Então, vale a pena ficar de olho nas transformações que vêm por aí! “
 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Nacional
Tag: