Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

CODÓ 122 ANOS: Conheça um pouco da história do Clube Recreativo e Cultural Guarapary

O GUARAPARY: Poucos são as pessoas de Codó que conhecem a história do Clube Recreativo e Cultural Guarapary – O GUARAPARY. Resolvemos hoje, já que ainda estamos vivos, começar a contar a história deste importante Clube que esteve presente na vida social da nossa cidade durante muitos anos. Vou iniciar falando das fotos publicadas, uma delas fazendo menção ao grande amigo REINALDO ZAYDAN e ao meu pai JOSÉ MERVAL, ladeados pelo amigo Noraldo Bayma e a outra com ilustres figuras da nossa sociedade, fazendo menção ao ANTONIO NONATO, MURILO SALEM, LEONEL ARAÚJO, ANTONIO JOAQUIM ARAÚJO FILHO, ANTONIO JOAQUIM ARAÚJO (PAI) que fizeram parte de uma das Diretorias do Guarapary, ladeados pelos amigos Antônio Oséas e Aureliano Braga da Paz.


A ORIGEM DO GUARAPARY: Na década de 50 tivemos um time de basquebol, liderado por Reinaldo Zaydan, que se chamava Guarapary. Lembro de alguns componentes deste time. Reinaldo, Saul Costa, Cardoso, Chico Temístocles, Raimundo Gomes e outros cujos nomes não me vem à lembrança. Quando chegava o Carnaval, o grupo sempre alugava uma casa e nela fazia festas durante o Carnaval. Codó já tinha dois Clubes em atividades: União Artistica e o Centro Operário Codoense. O primeiro Carnaval foi alí próximo ao antigo Banco da Amazônia. O segundo carnaval foi na casa do Sr. Deolindo alí na Rua das Flores. No ano seguinte, com apoio de toda a sociedade de Codó, o Reinaldo juntamente com outras pessoas, tais como José Merval Cruz, José Bezerra de Moura, Renê Bayma, Biló Murad e outros resolveram fundar o Clube recreativo e Cultural Guarapary e numa reunião memorável no prédio da Associação Comercial .localizado alí no Raimundo Isaias na Av. Primeiro de Maio, deu-se a reunião onde foram arrecadados os primeiros recursos para o inicio da construção da sede social do Clube Recretarivo e Cultural Guarapary. Presente a esta reunião, o Coronel Sebastião Archer da Silva doou o terreno onde seria localizado o Clube. Foram criadas ações de sócios proprietários e os valores doados foram transformados em ações. Renê de Matos Bayma, mestre de obras reconhecido, foi encarregado de tocar a construção. Este é o inicio da história do Guarapary. Breve continuaremos a narrativa.

Por Artur Cruz

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Eventos
Tag: