Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

CODÓ/TIMBIRAS: Serviço mal feito na MA-026 deixa rodovia toda esburacada de novo

Impossível trafegar pela MA-026, entre as cidades de Codó e Timbiras, sem reclamar da buraqueira que cresce mês após mês. Quem transporta pessoas como o taxista Raimundo Nonato de Sousa sofre neste vai e vem diário.

“Prejuízo, suspensão pneu de seis em seis meses tem que trocar, né (…) Na verdade isso aqui não é só um tapa-buraco tem que fazer tudo…NÃO RESOLVE MAIS? Foi tapado outro dia já tá desse jeito, do mesmo jeito”, disse.

A qualidade do serviço tem sido questionada e com razão. Tem pedaço intacto, palmos depois você observa outro buraco que foi tapado no mesmo dia mas completamente aberto e profundo e se você continuar andando ao longo dos 25 kms da rodovia é isso que você vai encontrar – mais buracos.

Seu Moacir  de Andrade há muito tempo enfrenta o problema da rodovia e sabe como ninguém sobre o resultado do trabalho que fazem nestas operações.

“Isso aqui foi feito não tem 4 meses que deram um check up aqui olha a situação que tá, aí deixa pra fazer logo no inverno pra ter aquela desculpa – não, é por causa da chuva, entendeu?, e fica sempre desse jeito, toda vez esta situação. Tampa o buraco aqui já deixa alguns setores já rachados, quebra de novo, poucos dias tá do mesmo jeito”, reclamou o mecânico

E tem mais problemas no trecho. Não dá mais pra se ver a sinalização e o motivo é simples de entender, falta até de acostamento.  Tanto mato, como vemos no acostamento, virou até esconderijo dos assaltantes que atacam, principalmente, mulheres que usam motocicletas. A lavradora Lauriane da Silva

“A gente não arrisca porque eles toma moto, fica dentro do mato pra tomar a moto da gente e a gente é mulher não tem como…E AQUI NÃO DÁ PRA ANDAR RÁPIDO? Nunca no Brasil (…) muita cautela…SE APRESSAR, O QUE ACONTECE? Tombo, a gente cai, fura o pneu da moto, do carro”

Os caminhoneiros andam à base do zig-zag e todos ainda precisam tomar cuidado com a cabeceira de algumas pontes onde só galhos de árvores avisam do perigo.

“Tem que fazer malabarismo no automóvel e a gente ver a qualquer momento se envolver num acidente, né, sem contar esses buracos também, animais na estrada e é viável que o setor público tome alguma atitude em relação a este episódio”, reclamou Ivan Machado, funcionário público.

Por Acelio Trindade

Categoria: Local
Tag:

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*