Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Após intimação, Lula apresenta certidão criminal da Justiça de SP ao TSE

Após ser intimada, a equipe de campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva apresentou na noite desta terça-feira, às 19h51, uma certidão de antecedentescriminais do petista emitida pela primeira instância da Justiça Estadual de São Paulo na data de hoje. O petista havia sido intimado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) às 18h30 para apresentar o documento, que é obrigatório para o registro, em até três dias.

Lula já foi condenado em duas intâncias por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, mas as condenações fora em Curitiba e em Porto Alegre e, por isso, não constam do documento de São Paulo.

Isso é comum, pois a legislação eleitoral prevê que sejam entregues apenas certificados das justiças estadual e federal em primeira e segunda instâncias da região onde o interessado em se candidatar possui domicilio eleitoral.

Nestes casos, porém, cabe ao Ministério Público Eleitoral (MPE) ou a qualquer cidadão apresentar as informações sobre uma eventual condenação que tenha ocorrido em instâncias fora do domicílio eleitoral.

Os advogados do petista não haviam apresentado a certidão no dia em que foi realizado o ato de registro do ex-presidente, na semana passada, pois não conseguiram obter a certidão a tempo no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).

Agora, mesmo com Lula condenado, o seu registro precisa ser julgado pelo TSE. O relator do caso do ex-presidente é o ministro Luís Roberto Barroso. Ele tem sinalizado que vai seguir os prazos previsto no trâmite do processo de registro: cinco dias para apresentação dos pedidos de impugnação e depois mais sete dias para o interessado em se candidatar apresentar sua defesa.

No caso de Lula, o prazo final para as impugnações termina nesta quarta-feira. Com isso, o TSE deve notificar o ex-presidente na quinta-feira e, a partir daí, começa a contar o prazo de sete dias para sua defesa se manifestar.

Fonte: O Globo

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Política
Tag: