Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Em campanha, Bolsonaro monta em cavalo e é ovacionado na Festa de Barretos

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) foi ovacionado na noite deste sábado (25) ao entrar na arena da Festa do Peão de Barretos (SP) montado em um cavalo.

A aparição encerrou uma série de campanha do deputado federal no interior paulista, iniciada na última quarta (22), em Presidente Prudente.

Bolsonaro não discursou durante a passagem pela tradicional festa de Barretos, como fez no ano passado, quando recebeu aplausos e vaias. O evento começou no último dia 16 e se encerra neste domingo (26).

O candidato do PSL chegou por volta das 21h ao Parque do Peão e logo subiu ao palco armado na arena. Inicialmente, quando ainda não havia aparecido no telão, a reação do público foi fria.

Ele então decidiu descer do palco e subir em um cavalo, na garupa de outro cavaleiro, e recebeu aplausos e gritos de grande parte dos presentes.

Durante o trajeto, ele acenou aos apoiadores e chegou a fazer gestos com os dedos das mãos como se estivesse atirando com uma arma.

Depois de uma “volta olímpica” pela arena, ele desceu do animal e subiu novamente, desta vez sozinho. O início foi brusco, o cavalo pegou velocidade e o chapéu de Bolsonaro caiu no chão.

Aliados do candidato comemoraram efusivamente o desempenho dele e a reação do público. Em seguida, ele percorreu o parque passando pelas milhares de pessoas que circulavam pela área, cercado por seguranças.

Entre surpresa e excitação, muitos abordaram o deputado e tiraram fotos com ele. Poucos manifestaram rejeição à presença de Bolsonaro.

Na saída do evento, ele agradeceu o “calor humano e o carinho de todo o povo que gosta e tem o rodeio como uma cultura que tem que ser preservada”.

Instado a comentar se ficou impressionado com alguma coisa, ele disse que os jornalistas podiam falar melhor do que ele como o povo o tratou. “É sinal de que eles confiam em mim, e eu acredito no povo brasileiro”, declarou.

Durante os cerca de 20 minutos em que ele andou no meio dos peões e peoas, a reportagem presenciou apenas um homem gritando “Lula livre”, grito de guerra em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e “fascista”, contra Bolsonaro.

Mais cedo, ele almoçou a tradicional Queima do Alho, comida típica protagonista de concurso realizado pela Festa do Peão, participou da cerimônia de aniversário de Barretos, que completou 163 anos neste sábado, e visitou o Hospital do Amor (antigo Hospital do Câncer).

UOL

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Política