Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

A convite de Roberto Rocha presidente do BNB mostra resultados recordistas em investimentos no Maranhão

O presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, esteve em São Luís, nesta quinta-feira, para um Encontro Empresarial, a convite do senador Roberto Rocha (PSDB-MA), para uma explanação das aplicações da instituição financeira no Maranhão. O evento aconteceu no Hotel Luzeiros e reuniu a classe empresarial e a imprensa. Também estiveram presentes o diretor de Negócios do BNB, Antônio Rosendo Junior e o superintendente estadual do BNB no Maranhão, Expedito Neiva.

No Maranhão, o Banco do Nordeste apresentou uma aplicação de recursos ainda não registrada nos últimos anos. Foram aplicados, em 2018, mais de quatro bilhões, do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e 1,5 bilhões dos Programas Crediamigo e Agroamigo. De acordo com o superintendente do BNB no Maranhão, Expedito Neiva, o total de 5,5 bilhões de aplicações em 2018 foi o maior dos últimos anos, sendo que, em relação a 2017, o crescimento foi 154, 37%.    

Segundo o Presidente do BNB, Romildo Rolim, o crescimento das aplicações no Maranhão reflete uma expectativa maior ainda para 2019. “A superintendência já está com demandas superiores ao valor de aplicações do ano passado, então, para 2019 a expectativa é de que se chegue a fazer aplicação de em torno de seis bilhões. O BNB está muito satisfeito com o destaque do Maranhão, que agora se equipara a estados como a Bahia, Pernambuco e Ceará em termo de demandas de crédito”.

O Senador Roberto Rocha evidenciou os resultados apresentados pelos representantes do BNB no Maranhão como de máxima importância. “É sinal de que o maranhense está acreditando nos pequenos negócios, em mudança de vida, o que pode dar dinamismo à economia do estado. E o BNB, o único banco de fomento que o nosso estado tem, está acreditando nessa mudança”, disse o senador maranhense.

Roberto Rocha deu destaque, em sua fala, para um projeto de sua autoria, a Zona de Exportação do Maranhão (ZEMA), que cria uma zona de livre comércio com o exterior na chamada Grande Ilha, que abriga São Luís e cidades da zona metropolitana. O projeto tem perspectiva de melhorar a vida da população maranhense, pela entrada de insumos, escoamento de produção para o exterior via Porto Itaqui e a transformação de produtos primários e semielaborados em produtos a serem comercializados no exterior, gerando emprego e renda para os maranhenses. “Com a instalação da ZEMA e a possibilidade de aplicação do BNB nos pequenos negócios, a economia do nosso estado vai ter um grande crescimento”, constatou o senador.

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Estado