Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Vídeo mostra tortura de mãe e filho antes de serem decapitados em Manaus

Um vídeo compartilhado nas redes sociais mostra Dulcinéia Ferreira Lima Ramos, de 51 anos, conhecida como “Baiana”, e o filho dela, Yuri Lima Ramos, de 19 anos, sendo interrogados por membros da facção criminosa Comando Vermelho (CV), antes de serem assassinados. Outro homem, identificado apenas como “Matheus”, foi decapitado juntamente com a mulher, apontada como líder comunitária e integrante da facção criminosa Família do Norte (FDN).

O trio foi encontrado morto, na manhã desta quinta-feira (17), na comunidade Itaporanga, no bairro Nova Cidade, na Zona Norte de Manaus.

Os criminosos questionam a mulher sobre o paradeiro de algumas armas. Um dos homens ameaça colocar uma granada dentro da boca de Dulcinéia. Outro diz: “Nós somos Comando Vermelho, c******, do ‘Mano G’, filha da p***. Um terceiro integrante comenta: “Chega logo”, dando entender que uma pessoa ligada ao grupo esteja indo para o local.

Com rosto machucado e sujo de barro, Dulcinéia afirma que os armamentos foram levados por policiais militares da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), por volta e 1h. Ao lado dela, o filho também é alvo de torturas.

“Mano G”

Gelson Carnaúba, que é citado no vídeo, é um dos líderes do Comando Vermelho (CV). Ele foi um dos criadores da Família do Norte (FDN), ao lado de João Pinto Carioca, o “João Branco”, e José Roberto Barbosa Fernandes, o “Zé Roberto da Compensa”.

Entretanto, ele saiu da FDN e se aliou ao CV após ser acusado de traição. Atualmente, os três narcotraficantes cumprem pena em regime fechado em unidades prisionais de segurança máxima do país.

Porém, ao que tudo indica, o muro dos presídios não os impedem de ordenar a morte de rivais nas ruas de Manaus. FDN e CV travam uma guerra pelo domínio do tráfico de drogas na capital amazonense.

Veja o vídeo:

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Polícia