Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Vereador Pastor Max alerta população codoense sobre a luta contra a violência sobre a mulher e o feminicídio

Em seu pronunciamento na tribuna da Câmara durante a Sessão Ordinária desta semana, o vereador Pastor Max dedicou seus minutos para falar a população codoense sobre o aumento da violência contra mulher e o feminicídio no Maranhão e principalmente na cidade de Codó. O edil alertou sobre a gravidade sobre a escalada desenfreada da violência contra as mulheres em todo país. “Temos visto acontecer em esses crimes absurdos em nossa cidade, e o tema que precisa ser discutido e combatido por todos nós. Falo do dia 25 de novembro, data que serve como marco da luta contra a violência sobre a mulher e para todos refletirem sobre o tema, pois precisamos ampliar nosso entendimento sobre essa mazela, concluindo que essa grave situação social não pode ser naturalizada em nosso meio, como infelizmente temos vista em tantos outros lugares”.

A importância de denunciar

O edil preconizou que é preciso aumentar a luta de conscientização contra a violência e aumentar o rigor da lei para os que cometem os crimes hediondos. “Apesar dos avanços importantes da Lei Maria da Penha, já está provado que, apenas a criação de mecanismos legais não é suficiente para a redução dos índices de violência contra a mulher, por se tratar de um problema bem mais complexo, que exige de todos nós medidas e esforços conjuntos. Atualmente, temas como feminicídio, assédio sexual e violência contra as mulheres se popularizam, cada vez mais. O bom é que o silêncio sobre o tema foi rompido pelas vozes de milhares de mulheres que sofreram ou sofrem abusos, violências, bem como daquelas que conseguiram escapar dos seus algozes e superaram esse trauma até hoje, servindo de exemplo para outras mulheres”.

O parlamentar traçou um panorama sobre o problema e apontou dados que mostram que as maiores vítimas são as mulheres com idade entre 24 e 29 anos que sofrem, além da violência física, violência psicológica, muitas vezes fato que não é levado em conta pela própria família e até mesmo pela sociedade. “Esses dados têm que mudar e essa reflexão nos faz entender isso. Precisamos usar a prevenção como nossa maior arma, e para prevenir a violência é necessário haver conscientização e a conscientização está diretamente relacionada à educação. Embora a violência seja uma questão social e aconteça em todas as classes sociais, mas quanto mais educação formal, menos violência”.

União de todos

Devido ao aumento de casos em Codó, como os publicados em blogs locais, o vereador pediu pela união de entidades e a sociedade em geral. “Precisamos, como parlamentares e representantes da nossa comunidade, lutar e ajudar para que haja essa a conscientização contra mais esse tipo de violência. Devemos elevar as nossas vozes também, para que as mulheres agredidas tenham representação. Mas é necessário de outro lado aparelhar o Estado com condições adequadas que possa garantir o direito dessas mulheres como: juizados, delegacias estruturadas e abrigos para que as vítimas de agressão se sintam seguras em denunciar seus algozes que, na maioria das vezes, têm um relacionamento com elas. Ressalto mais uma vez que infelizmente ainda observamos em nossa cidade a precariedade desses instrumentos. Uma cidade do tamanho de Codó com apenas 03 delegadas que se desdobram com muita valentia para dar conta da cidade, zona rural e outros municípios. É necessário cobrar mais condições. E continuaremos fazendo essa fala”.

Destaques do governo
O Vereador Pastor Max concluiu sua participação pontuando as principais ações do governo municipal e eventos importantes ocorridos em Codó, como lançamento do livro “Pequenos Autores, lindas histórias”, uma obra coletiva de 226 crianças da Educação Infantil da rede municipal de ensino, a continuação de obras de reforma e ampliação de escolas, inauguração do novo sistema de abastecimento do KM 17 e, finalizando a Cruzada da Fé, evento evangélico que será realizado na Praça São Sebastião entre os dias 28 e 30 de novembro.
Ascom

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Local