Dono da Amazon é a 1ª pessoa a alcançar fortuna superior a US$ 200 bilhões

Jeff Bezos: participação de cerca de 11% de Bezos na Amazon representa mais de 90% de sua fortuna (Mario Tama/Getty Images)

O empresário bilionário Jeff Bezos, que já é o homem mais rico do mundo, teve seu patrimônio avaliado em mais de 200 bilhões de dólares nesta quarta-feira, algo inédito no ranking de bilionários da revista americana Forbes. O valor da fortuna foi alcançado com a valorização das ações da Amazon, empresa da qual ele é CEO e fundador.

As ações subiram mais de 2% nesta tarde, levando a fortunda de Bezos, de 56 anos, para 204,6 bilhões de dólares, um ganho de 4,9 bilhões. O montante é cerca de 90 bilhões mais alto que o do filantropo Bill Gates, fundador da Microsof, e segundo homem mais rico do mundo. Gates, durante muito tempo, esteve na primeira posição.

Com a bolha da internet, nos anos 90, Bill Gates chegou a alcançar uma fortuna de 158 bilhões de dólares, em valores corrigidos, um valor que ainda seria 40 bilhões abaixo do que Bezos alcançou nesta quarta.

Estimuladas pelas mudanças nos hábitos de consumo como resultado da pandemia do novo coronavírus, as ações da Amazon aumentaram quase 80% desde o início de 2020, e o patrimônio líquido de Bezos, que era de cerca de US$ 115 bilhões em 1º de janeiro, acompanhou.

De acordo com a Forbes, a participação de cerca de 11% de Bezos na Amazon representa mais de 90% de sua fortuna. O empresário também é dono do jornal Washington Post e da empresa aeroespacial Blue Origin.

Bezos seria ainda mais rico se não tivesse feito o acordo de divórcio mais caro da história no ano passado. Quando ele se separou de MacKenzie Scott, concordou em dar a ela 25% de sua participação na Amazon, um naco de ações que agora vale 63 bilhões de dólares.

Mesmo depois de doar 1,7 bilhão em presentes de caridade no início deste ano, Scott é atualmente a 14ª pessoa e a segunda mulher mais rica do mundo, atrás da herdeira da L’Oréal Françoise Bettencourt Meyers, graças às ações da companhia.

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Internacional