Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Atlético-GO surpreende e bate o Corinthians na estreia do técnico Sylvinho

Na estreia do técnico Sylvinho no comando do Corinthians, quem brilhou foi o Atlético-GO. Na noite deste domingo (30), em confronto válido pela 1ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Dragão foi até a Neo Química Arena e bateu os donos da casa, por 1 a 0, com um gol de Zé Roberto. Na segunda metade do jogo, o Alvinegro teve a chance do empate em cobrança de pênalti, mas Mateus Vital parou nas mãos do goleiro Fernando Miguel.

A partida em Itaquera foi marcada pelo equilíbrio técnico entre as duas equipes. Motivado pela estreia de seu treinador, o Corinthians tentou adotar um estilo de jogo mais ofensivo, apostando na força de seu lado esquerdo com Mateus Vital e Lucas Piton, mas acabou sofrendo com os contra-ataques. Em um lance de velocidade, o sistema ofensivo do Atlético-GO conseguiu vencer o goleiro Cássio e garantir a vitória na abertura do Brasileirão.

O melhor: Fernando Miguel

Brilhou a estrela do goleiro do Atlético-GO na Neo Química Arena. Além de defender o pênalti, e também o rebote, de Mateus Vital, o jogador fez pelo menos três defesas importantes ao longo da partida.

O pior: Roni

Substituto do lesionado Gabriel, o volante do Corinthians sofreu para marcar João Paulo no meio de campo e, muito próximo de Camacho, não conseguiu dar dinâmica na saída de bola. Foi substituído no início do segundo tempo para a entrada do chileno Araos.

Perde-pressiona de Sylvinho

Novo técnico do Corinthians, Sylvinho adiantou as linhas de marcação da equipe, apostou no ‘perde-pressiona’ no campo ofensivo e na saída de bola organizada — duas novidades em relação ao que vinha sendo feito com Vagner Mancini. A tática apresentou algumas falhas, fruto do pouco tempo de treinamento, sobretudo na troca de passes no campo defensivo, e o Atlético-GO soube aproveitar.

Dragão na frente

O disputado primeiro tempo na Neo Química Arena terminou com vantagem do Atlético-GO. Já nos minutos finais da etapa inicial, o Dragão conseguiu encaixar uma rápida movimentação pelo lado direito com Natanael e Zé Roberto. Os volantes do Corinthians não acompanharam a movimentação da dupla, a tabela deu certo e Zé Roberto apareceu livre na pequena área para finalizar e estufar a rede defendida por Cássio.

Fernando Miguel defende pênalti e rebote de Vital

O Corinthians teve a chance do empate na primeira metade da etapa final. O atacante Gustavo Mosquito avançou pela direita, driblou um defensor e Igor Cariús o derrubou dentro da área. Sem Fábio Santos (batedor oficial) em campo, a responsabilidade ficou com Mateus Vital. Na batida, o meia parou nas mãos de Fernando Miguel. O jogador do Timão ainda pegou o rebote, dominou a bola e finalizou pela segunda vez, parando novamente nas mãos do goleiro do Atlético.

Corinthians pressiona no fim, mas não evita derrota

Em desvantagem no marcador, o técnico Sylvinho mandou o Corinthians ao ataque no segundo tempo, com as entradas de Araos, Adson, Cantillo e Jô. Apesar da pressão exercida em cima do adversário, o Alvinegro não conseguiu furar a forte marcação do Atlético-GO no segundo tempo e saiu de campo derrotado.

Reencontro

Na próxima quarta (2), às 21h30, Corinthians e Atlético-GO voltam a se enfrentar na Neo Química Arena. Desta vez, no entanto, a partida acontece pela terceira fase da Copa do Brasil. O jogo de volta será disputado no dia 9 (quarta-feira) e quem avançar para as oitavas de final garante uma premiação de R$ 2,7 milhões.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 0x1 ATLÉTICO-GO

Competição: Campeonato Brasileiro (1ª rodada)

Local: Neo Química Arena, em São Paulo

Data: 30/5/2021

Horário: 18h15 (de Brasília)

Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)

Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Frederico Soares Vilarinho (MG)

VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

Cartões amarelos: Roni, Ramiro, Luan, Araos e Camacho (Corinthians); Willian Maranhão, Nathan Silva e Marlon Freitas (Atlético-GO)

Cartões vermelhos: 

 

Gols: Zé Roberto, aos 44′ do 1º tempo (0-1)

 

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Raul Gustavo e Lucas Piton; Roni (Araos) e Camacho (Adson); Ramiro, Luan (Jô) e Mateus Vital (Cantillo); Gustavo Mosquito. Técnico: Sylvinho.

ATLÉTICO-GO: Fernando Miguel; Dudu, Nathan, Éder e Igor Cariús; Willian Maranhão, Marlon Freitas, Ronald (Arnaldo) e João Paulo (Baralhas); Natanael e Zé Roberto (Lucão). Técnico: Eduardo Barroca.

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Esporte