Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Para manter emprego de jovens, governo propõe mudança em contrato verde amarelo

Uma mudança na medida provisória do contrato verde amarelo, que tramita no Congresso, ganhou a chancela do Ministério da Economia na tentativa de manter empregos de jovens entre 18 e 29 anos.

A medida provisória modifica a legislação trabalhista, reduzindo encargos de empregadores ao contratar de jovens em seu primeiro emprego. Com a crise causada pela pandemia do coronavirus, e a perspectiva de o número de desempregados crescer, a ideia é adaptar o texto para abarcar os contratos de jovens na mesma faixa etária que chegaram há pouco no mercado de trabalho.

O secretário do Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Dalcolmo, disse que o governo irá apoiar uma mudança na medida provisória, que precisa ser aprovada nos plenários da Câmara dos Deputados e do Senado antes de 20 de abril, ou perderá a validade.

“Essa medida foi elaborada em novembro, quando a perspectiva para a economia em 2020 era outra, de crescimento dos empregos e ampliação do mercado de trabalho. O coronavirus mudou esse quadro”, diz Dalcolmo.

A ideia será manter a mesma redução de encargos trabalhistas. A MP incentiva o empregador a contratar pessoas entre 18 e 29 anos de idade, com rendimento limitado a 1,5 salário mínimo por mês.

Nos contratos dentro desta modalidade, fica reduzida a alíquota de contribuição para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de 8% para 2%, a a multa do FGTS em caso de demissão cai de 40% para 20% ficam isentos os pagamentos da contribuição previdenciária patronal, do salário-educação e da contribuição social para as entidades do “Sistema S”.

Mais vagas em Barão de Cocais

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Nacional