Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Bandido que participou de assalto e sequestro de gerente do Banco do Brasil em Codó é preso no Ceará

A Polícia Civil do Maranhão, com apoio da Polícia Civil do Ceará, localizou e prendeu, na sexta-feira (24/09), na área metropolitana de Fortaleza, um integrante de facção criminosa que participou de assalto e sequestro de gerente do Banco do Brasil na cidade de Codó, em novembro de 2020.

Nessa ação criminosa, a quadrilha amarrou explosivos ao corpo do gerente, Antônio Miranda, ameaçando detoná-los, caso não fossem satisfeitas suas exigências.

Com o avanço das investigações, foi possível identificar o grupo que cometeu o crime, passando o Departamento de Combate ao Roubo a Instituições Financeiras (DCRIF), da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), a localizar e prender seus integrantes em diferentes nas cidades, como São Luís, Teresina/PI e agora em Fortaleza/CE. O preso foi trazido para o Maranhão onde responde pelo crime.

A ação criminosa

O assalto aconteceu na manhã do dia 17 de novembro de 2020. A quadrilha obrigou o gerente da agência do BB, que não teve a identidade revelada, a usar um colete com explosivos para impedir a ação da polícia.

A ação criminosa foi iniciada por volta das 18h do dia 16. A quadrilha adentrou a casa do gerente e fez a família de refém, incluindo a esposa, duas filhas e a funcionária.

As cinco vítimas passaram a madrugada em poder dos sequestradores e, na manhã do dia 17, o gerente foi levado até a agência bancária utilizando um colete com explosivos para fazer o saque de valores.

Uma equipe do Esquadrão Antibombas da Polícia Militar de São Luís foi acionada e se dirigiu até Codó para fazer a retirada dos explosivos do corpo do gerente.

O explosivo era metade de uma banana de dinamite, com nitropenta, usada em mineração. Baterias com fios estavam ligadas ao explosivo.

Os familiares do gerente liberados próximo ao distrito Km-17, na zona rural de Codó, sem ferimentos.

A suspeita é de que os criminosos estivessem monitorando a família há alguns dias. Não se sabe o valor foi roubado pelos bandidos no assalto.

Perseguição e dois mortos

Dois suspeitos de sequestrar o gerente trocaram tiros com policiais militares do COSAR, ainda na manhã do dia 17, e acabaram sendo baleados.

Os criminosos estavam escondidos em uma região de matagal, a cerca de 15 km do posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), localizado na BR-316, no município de Caxias.

Os bandidos foram socorridos pelos próprios PMs e levados para um hospital na cidade de Caxias. Eles não resistiram aos ferimentos e morreram. Com a dupla, a polícia apreendeu dois revólveres.

Nenhum policial foi baleado durante a operação, que contou também com o apoio do Grupo de Operações Especiais (GOE) da PMMA.

Por Gilbeeto Lima

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Polícia