Tubarão fisgado por pescadores é devorado por peixe gigantesco

Era questão de tempo para que a tripulação de um barco pesqueiro na costa de Goodland, na Flórida (EUA), conseguisse dominar um tubarão-de-focinho-negro recém-fisgado. No entanto, faltou combinar o esquema com outro predador faminto, gigante e à espreita de uma refeição com o mínimo de esforço.

Em depoimento à agência de conteúdo PEN News, o capitão da embarcação, John Brossard, disse que todos perceberam a aproximação de “duas ou três garoupas-gigantes” do animal capturado, que tinha aproximadamente 1 metro de comprimento.

“Estávamos pensando: ‘Uau, inacreditável! Algo vai comer um tubarão e é maior que um tubarão'”, contou Brossard.

Ele acredita que a garoupa-gigante pesava aproximadamente 230 quilos — a linha usada no momento do ataque suportava apenas 10% desse peso.

O capitão também atribui a cena chocante ao local extremamente selvagem escolhido para a pescaria. Perigoso até mesmo para os predadores mais temíveis.

“Existem tubarões, jacarés, crocodilos, pítons, golfinhos e peixes-boi em um só lugar”, explica Brossard. “Tudo que existe tenta comer tudo.”

O encontro entre o tubarão e a garoupa-gigante também fez o comandante refletir sobre a reputação dos tubarões de criaturas marinhas temíveis. “Eles merecem todo esse hype? Acho que às vezes sim, mas na maioria das vezes não”, pondera.

“Claro, se você entrar no caminho deles, no território deles, e a água estiver suja, sim, eles vão  prová-lo para ver se você está se alimentando bem”, brinca