Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Petrobras (PETR3;PETR4) anuncia redução do preço da gasolina em 3% para distribuidoras a partir de quarta-feira

A Petrobras (PETR3;PETR4) anunciou nesta terça-feira (14) a redução do preço da gasolina, que valerá a partir da próxima quarta-feira (15).

O preço médio de venda da gasolina A (pura) da Petrobras, para as distribuidoras, passará de R$ 3,19 para R$ 3,09 por litro, refletindo redução média de R$ 0,10 por litro, ou de 3,13%.

Considerando a mistura obrigatória de 27% de etanol anidro e 73% de gasolina A para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço da gasolina na bomba passará a ser de R$ 2,26 a cada litro em média, uma redução de R$ 0,07, ou de 3%. Já o preço do diesel foi mantido.

“A Petrobras reitera seu compromisso com a prática de preços competitivos e em equilíbrio com o mercado, ao mesmo tempo em que evita o repasse imediato para os preços internos, das volatilidades externas e da taxa de câmbio causadas por eventos conjunturais. Esse ajuste reflete, em parte, a evolução dos preços internacionais e da taxa de câmbio, que se estabilizaram em patamar inferior para a gasolina”, afirmou em comunicado.

Nos postos, a gasolina fechou a semana passada com preço médio de R$ 6,708, queda de 0,5% em comparação com a semana anterior.

O Credit Suisse destacou o anúncio como neutro, já que os preços da gasolina e do diesel da Petrobras estão alinhados com a paridade de importação. “Em nossa visão, a gasolina agora está cerca de 3% abaixo da paridade, enquanto o diesel está com um desconto de 4%”, ressaltam os analistas.

Cabe ressaltar que, na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o preço dos combustíveis vai cair “mais de uma vez nas próximas semanas” em razão da perda de valor do barril de petróleo tipo Brent no exterior desde o pico, em outubro. O barril do Brent é referência para a formação de preços da Petrobras.

Ainda assim, Bolsonaro voltou a negar que tenha informação privilegiada da estatal petrolífera.

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) chegou a abrir um processo administrativo contra a Petrobras após o chefe do Executivo dizer que a empresa diminuiria o valor dos combustíveis. “A CVM entrou em polvorosa quando falei que brevemente vai cair o preço dos combustíveis”, disse o presidente.

(com Estadão Conteúdo)

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Nacional