Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Video:Chuva destrói cidade do Maranhão: ‘A gente está atordoado’, diz prefeita

Após as fortes chuvas que causaram destruição no sul da Bahia, outros três estados do Norte e Nordeste (Tocantins, Maranhão e Pará) sofrem com perdas e registram centenas de desabrigados em decorrência das cheias de rios.

Entre as cidades atingidas, Mirador, no sul do Maranhão, foi uma das mais afetadas. O nível das águas do rio Itapecuru subiu tanto que causou inundação e destruição inéditas na área central. A prefeitura decretou estado de calamidade pública na segunda-feira (3) e afirma que essa é a maior enchente que se tem notícia na cidade.

“A preocupação não é só com o exato momento. A gente está dando assistência à população carente, mas o principal aqui foi o centro comercial atingido, onde muitos comerciantes perderam os seus pertences, seu modo de viver”, afirmou a prefeita Domingas Cabral ao site da prefeitura.

A cidade, que fica a 485 km de São Luís, tem 21 mil habitantes. Até o momento, não foi informado o número de desabrigados.

Minha preocupação é no decorrer do inverno que a gente não sabe até onde vai e também como é que a gente vai reconstruir o nosso município; ele é o quarto em extensão territorial [no estado, com 8.521 km²]; então, para começar, a gente está meio que atordoado. A gente pede ajuda de quem puder ajudar, porque não vai ser fácil consertar nosso município” Domingas Cabral, prefeita de Mirador (MA)

Outras cidades Em Imperatriz (MA), segundo a Defesa Civil municipal, 823 pessoas foram afetadas pelas cheias —229 famílias desabrigadas ou desalojadas. “Atualmente temos 439 pessoas nos abrigos. É um número consideravelmente grande, e muitas dessas pessoas perderam tudo”, explica Josiano Galvão, superintendente da Defesa Civil.

A Prefeitura de Marabá (PA) decretou estado de emergência. Até o momento, as cheias dos rios Tocantins e Itacaiúnas desabrigaram cerca de 350 famílias. Ontem, o nível do rio Tocantins atingiu 11,5 m acima do normal, maior nível em 18 anos.

Segundo boletim informativo de vazões do rio Tocantins, divulgado ontem pela Eletronorte, o nível dele deve atingir a a marca dos 13,25 m até a sexta-feira (7). Com a previsão, foi suspensa a construção de abrigos na região conhecida como Marabá Pioneira.

 

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.
Categoria: Estado