Morre aos 84 anos o apresentador e humorista Jô Soares

Morreu nesta sexta-feira (5), por volta de 2h da manhã, aos 84 anos, o apresentador, ator, humorista, escritor e diretor Jô Soares. Ele estava internado desde o fim de julho deste ano no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. A causa da morte não foi divulgada pela assessoria de imprensa dele. O velório e o enterro serão reservados para familiares e amigos.

De acordo com a Globo, Jô Soares foi internado para tratar uma pneumonia. A ex-mulher dele, Flavia Pedras Soares, foi a primeira a publicar nas redes sociais sobre a morte dele.

José Eugênio Soares nasceu em 1º de janeiro de 1938, no Rio de Janeiro. Aos 12 anos, se mudou com a família para a Europa, onde cogitou seguir carreira como diplomata. Mas se interessou pelas Artes Cênicas na Suíça e voltou ao Brasil para se tornar artista.

Seu primeiro papel foi no filme O Homem de Sputnik (1958). Três anos depois, estreou na TV, na Record, onde atuou em programas como A Família Trapo e Jô Show. Em 1970, estreou na Globo com Faça Amor, Não Faça a Guerra. Também se destacou como ator e redator de Planeta dos Homens (1981) e criou seu próprio programa humorístico, Viva o Gordo.

Em 1987, Jô Soares foi para o SBT para estrear seu próprio programa de entrevistas,  Jô Soares Onze e Meia. A atração foi ao ar entre 1988 e 1989, com mais de seis mil entrevistas com personalidades brasileiras e internacionais.

Em 2000, Jô voltou à Globo, dessa vez também como entrevistador, no Programa do Jô. A atração fez grande sucesso com entrevistas com famosos e anônimos e alçou Jô Soares ao posto de principal apresentador de talk show do país. O Programa do Jô foi encerrado em 2016, por decisão do próprio apresentador. Desde então, aposentado da TV, ele havia se dedicado à escrita de livros.

redacaonoticiasdatv