Cadê os mais de 5 milhões: vereador Araújo Neto denuncia a falta de merenda nas escolas da Rede Municipal de Codó

Durante a 20ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Codó, na última terça-feira (04), o vereador Araújo Neto fez uso da tribuna para denunciar a falta de merenda nas escolas municipais. A lamentável situação, que tem acontecido em todas as escolas da sede e zona rural do município de Codó, chegou até o vereador por meio de denúncias de alunos nas redes sociais, especificamente de alunos de duas das maiores e mais tradicionais da Rede Municipal.

O parlamentar relatou que as alunas abordaram um repórter ao saírem da escola e concederam entrevista. “Eu estava em viagem na quinta-feira passada quando eu vi um vídeo circulando nas redes sociais das alunas que saiam da Escola Modelo Remy Archer e encontraram com o repórter e pediram a ele pra dar uma entrevista sobre a falta da merenda escolar. Elas estariam saindo antes do horário, pois não tinha merenda na escola pra que elas possam continuar os seus estudos até o horário previsto do meio dia. As alunas da Escola João Ribeiro, com a mesma dificuldade, falta de merenda escolar na escola. Duas das escolas mais tradicionais do município de Codó, uma o nome já diz, Escola Modelo Remy Archer e quando você me diz que lá nas Cajazeiras tá faltando merenda é porque isso tá acontecendo em todo município, nas quase cem escolas da zona rural e nas quase cinquenta que tem na cidade incluindo os CMEI’s”, alertou o parlamentar.

5 Milhões Reais destinados para merenda em dois anos e meio

De acordo com o vereador, a verba destinada à merenda escolar de Codó, nos últimos dois anos e meio, foram mais de 5 milhões de Reais, recurso que, segundo as várias e constantes denúncias da comunidade escolar, não tem chegado para a merenda dos alunos do município. O vereador afirmou que irá cobrar uma providência por parte da gestão municipal, caso não seja resolvido, além levar a demanda ao conhecimento de órgãos de fiscalização.

“Eu pedi pro companheiro Nelson, que rapidamente com sua competência me informou: nós já recebemos nesses dois anos e meio para a merenda escolar R$ 5.500.000,00 só esse ano até junho foi 1 milhão e meio. E eu pergunto: por que que a merenda não chega nas escolas?”, questionou.

Conselho da Alimentação Escolar pode suspender o repasse da merenda para Codó

O vereador encerrou seu discurso alertando sobre um fato extremamente grave: de que Conselho da Alimentação Escolar (CAE), diante da atual situação, poderá suspender o repasse para a merenda escolar de Codó.

“Eu cheguei a essa casa hoje e me deparo com um documento protocolado pelo CAE (Conselho da Alimentação Escolar), que foi encaminhado para câmara, protocolou hoje nesta casa, esse documento é muito grave. Só o CAE tem o poder de suspender o repasse da merenda escolar no município de Codó, para você ver a força desse Conselho. Então, nós precisamos ter cuidado pra que o prejuízo não seja maior, pra que não venha uma Força Tarefa de Brasília pra cá saber o que é que está acontecendo. Isso é muito grave e nós precisamos apurar”, concluiu o vereador Araújo Neto.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *