Governo Lula bate novo recorde em emendas do relator: R$ 5,3 bilhões

O governo Lula superou o próprio recorde um dia após o recorde anterior, que foi a liberação de R$ 2,1 bilhões via emendas parlamentares em um único dia. Nesta quarta-feira (5), foram reservados R$ 5,3 bilhões para as chamadas emendas Pix, modalidade na qual a verba cai diretamente na conta de estados e municípios.

Outro nome dado às referidas emendas é “emendas cheque em branco”, devido à dificuldade de rastrear a finalidade do dinheiro. Após a transferência da emenda, prefeitos e governadores podem empregar o valor no que eles quiserem, sem a necessidade de estar vinculado a algum projeto. O repasse astronômico ocorre na iminência da votação da reforma tributária, defendida por governistas.

De acordo com o deputado federal José Guimarães (PT-CE), líder do governo na Câmara, a atual prioridade do Planalto é obter vitória nas votações do PL do Carf, do marco fiscal e da reforma tributária.

Somente nesta semana, o governo destravou repasses que já chegam a cerca de R$ 7,5 bilhões. Conforme dados do Sistema Integrado de Planejamento e Orçamento (Siop).

Os partidos mais beneficiados com as emendas foram o PSD, PL, PP, PT e MDB. Entre os estados, levaram a maior fatia do bolo aqueles com o maior número de congressistas. O tamanho da população também foi levado em conta. São Paulo está no topo da lista, com R$ 515 milhões, seguido por Bahia (R$ 493 milhões), Minas Gerais (R$ 456 milhões), Rio Grande do Sul (R$ 337 milhões) e Paraná (R$ 307 milhões). Demais estados receberam emendas abaixo dos R$ 300 milhões.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *