Megatraficante foge da PF em helicóptero no MS

Na sexta-feira 30), a Polícia Federal (PF), em conjunto com autoridades paraguaias, fizeram uma operação para prender o megatraficante de drogas Antônio Joaquim Mota, conhecido como Motinha ou Dom, que fugiu de helicóptero.

O criminoso estava em uma propriedade rural que se estende entre Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, e Pedro Juan Caballero, no Paraguai. A PF acredita que o criminoso tenha recido informações sobre a operação.

O traficante conseguiu fugir do local um dia antes da operação ser deflagrada. Um helicóptero pousou no lado paraguaio da fazenda, por isso, acredita-se que algum informante do país vizinho tenha revelado os planos para prendê-lo.

Motinha é o líder do chamado “clã Mota”, uma família que opera o tráfico de drogas na região desde anos de 1970. O megratraficante está na terceira geração da organização criminosa que já trabalhou com contrabando de café, de cigarros, de eletrônicos e que agora é especializada no tráfico internacional de drogas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *