Prefeitos do Nordeste estão revoltados com Lula, diz Estrela

O prefeito de Belo Jardim (PE), Gilvandro Estrela, do União Brasil – partido que compõe a base do governo – criticou o presidente Lula (PT), nesta quarta-feira (30), por prejudicar cidades no Nordeste com a redução dos recursos repassados aos municípios da região.

Em um vídeo publicado nas redes sociais é possível ver Estrela reivindicando que seja mantido o valor habitualmente repassado aos municípios nordestinos sob risco de ineficiência orçamentária para administrar as cidades afetadas pela medida, não somente Belo Jardim.

Por consequência da redução do Fundo de Participações dos Municípios (FPM), prefeitos de várias cidades do Nordeste declararam estar de greve, motivados por tamanha revolta. A paralização tem a adesão dos municípios de todos os estados nordestinos e, também, em cidades como Santa Catarina, Paraná, Tocantins, Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Além da redução no repasse do FPM, os prefeitos também pleiteiam a regularização das transferências do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) pelos estados e os atrasos nas entregas de recursos oriundos das emendas parlamentares.

– Só aqui ele [Lula] teve 69% dos votos. De cada 100 pessoas, 69 votaram em Lula. E eu não pedi para não votar não. Eu disse: meu partido está aliado a ele. Então ele tem que ter compromisso, principalmente, com o Nordeste porque ele é nordestino. (…) Aí os prefeitos que votaram nele, estão todos revoltados! – declarou o prefeito de Belo Jardim.

 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *