Pai de estudante saca arma de fogo e agride alunos dentro de escola durante Jogos Estudantis

Dados de testemunhas dão conta que a partida acontecia na segunda-feira, 13, entre atletas da Escola Théo Brandão e uma escola particular de Maceió quando um dos estudantes da unidade de ensino estadual passou a provocar o filho do acusado, que supostamente é policial.

O pai do atleta não teria gostado das provocações e segurou o adolescente pela gola da camisa. Com a situação, os colegas de time foram tomar satisfação com o homem, que acabou sacando a arma de fogo. Além disso, o homem teria agredido dois estudantes, causando confusão no local.

Por meio de nota, a Secretaria de estado da Educação (Seduc) informou que durante a confusão, adotou todas as providências no sentido de garantir a integridade física dos presentes no evento, acionando as polícias Militar e Civil – que já apuram as circunstâncias do fato e possuem imagens do sistema de videomonitoramento da unidade.

A Polícia Civil abriu inquérito para apurar o caso. O homem deve responder por ameaça e tentativa de lesão corporal dolosa.

Nota Seduc

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informa que a gestão da Escola Estadual Theotônio Vilela Brandão, localizada no bairro do Poço, em Maceió, adotou todas as providências no sentido de garantir a integridade física não só de estudantes e servidores, mas também dos visitantes, acionando as polícias Militar e Civil – que, por sua vez, já apuram as circunstâncias do fato, dispondo, inclusive, de imagens do sistema de videomonitoramento da unidade.

A Seduc reforça que o episódio não trouxe prejuízo à sequência dos Jogos Estudantis de Alagoas (JEAL), cuja realização conta com o permanente apoio do Batalhão de Polícia Escolar (BPEsc), reafirmando, em tempo, seu compromisso com a segurança e bem-estar de toda a comunidade escolar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *