VÍDEO: Mecânico pediu desculpas antes de assassinar ex-namorada: “Já matei o seu pai, agora é você”

Um vídeo de câmera de segurança mostra o momento em que o mecânico João Carlos, de 29 anos, matou a ex-namorada, Yasmin Santos de Queiroz, de 25 anos, em Miracatu, no interior de São Paulo.

Pouco antes, o rapaz já tinha assassinado a tiros o pai dela, o funcionário    público.Francisco Xavier Marques de Queiroz, de 60.

O rapaz chegou a pedir desculpas à jovem e na sequência a executou

O crime aconteceu na noite do último sábado (11), na Rua Joaquim Pedroso, no Centro da cidade. Conforme a polícia, Yasmin já tinha uma medida protetiva contra o ex-namorado, que estava proibido de se aproximar dela

Mesmo assim, o mecânico foi armado até a casa da família e arrombou a porta da cozinha. O pai da jovem ouviu o barulho e foi ver o que estava acontecendo, quando foi baleado por três tiros. A mãe dela estava no local e presenciou o crime, mas não foi ferida.

Na sequência, o ex-namorado foi até um quarto, onde Yasmin tentava se esconder, e a arrastou até o quintal. Lá, antes de atirar, ele pediu desculpas e disse para a jovem, que gritava implorando para que o homem parasse: “Já matei o seu pai, agora é você, tá”. Ele a assassinou em seguida e fugiu em um Volkswagen Gol.

O mecânico passou a ser procurado e foi preso em um sítio na madrugada de segunda-feira (13). Ele foi levado para a Delegacia de Miracatu, onde disse à polícia que não se lembra do momento do crime. O rapaz foi indiciado por feminicídio, homicídio qualificado e pelo descumprimento da medida protetiva.

A arma usada por João Carlos no crime ainda não foi encontrada. Ele foi levado a um presídio e a polícia já solicitou a prisão preventiva à Justiça.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *