Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

10 razões pelas quais o aborto nunca é a saída

O debate sobre a questão do aborto se desenrola entre dois polos que se autodenominam “pró-vida” e “pró-escolha”. Boa parte dos defensores dessa última posição costumam dizer que o aborto é sempre um mal, mas que mesmo assim deve-se ter o direito de optar por ele – é um mal menor. Mas o fato é que o aborto não é apenas uma “escolha” entre outras: os prejuízos que ele traz são de diversas ordens e nada têm de “empoderadores”. Confira 10 razões pelas quais o aborto nunca é a resposta.

  1. É sempre uma tragédia

Às vezes, as circunstâncias que envolvem uma gestação são trágicas. Talvez tenha ocorrido um estupro ou o bebê tenha recebido um diagnóstico complicado. Porém, uma tragédia não deve ser respondida com outra. Não dá para apagar um estupro eliminando uma criança. Mulheres violadas, pais que enfrentam um diagnóstico pré-natal difícil ou mulheres com gravidez de risco precisam ser acompanhadas com profissionalismo, carinho e atenção – e não ser pressionados a escolher o quanto antes pelo aborto.

  1. Elimina uma vida

Cientificamente, está claro: um nascituro é um ser vivo, único, humano. A partir da fertilização, aparece uma nova vida humana. Eliminá-la, portanto, não é apenas eliminar um potencial de vida humana, mas uma vida em si mesma.

  1. Viola os direitos humanos

Os direitos humanos são violados quando alguém é privado de seus direitos básicos, geralmente em um contexto de viés discriminatório. No aborto, nascituros são privados de seu direito mais básico – à vida – simplesmente com base em seu estágio de desenvolvimento. Isso é discriminatório, desumano e cruel.

  1. Pune quem é inocente

Uma criança não merece morrer por causa dos crimes de seu progenitor. Se uma criança de 4 anos não pode ser morta por seu pai ser estuprador, o mesmo se aplica a um bebê de 4 meses de gestação. Tampouco uma criança merece morrer porque seu pai, sua mãe ou ambos foram irresponsáveis. Ela não deve pagar por esse erro.

  1. Faz mal às mulheres

Histórias de quem passou pelo aborto demonstram que o aborto prejudica as mulheres, de formas muito variadas – mental, emocional, relacional, física. Em alguns casos, as mulheres perdem a própria vida. Não raro, perdem a fertilidade ou aumentam as chances de terem abortos espontâneos.

  1. Danifica relacionamentos e famílias

Toda vez que morre um membro da família, todos os familiares são afetados. Isso é verdade também para o aborto. Uma criança viva, real e insubstituível foi morta e isso machuca seus pais e seus irmãos. Não é raro que mulheres que abortam por pressão do parceiro, para que continuem com ele, se vejam novamente sozinhas depois de pouco tempo. O aborto nunca é a solução para fortalecer os vínculos de um relacionamento.

  1. Nunca se esquece

Por mais que se tente, não dá para apagar o rastro de um aborto na própria biografia. O tempo não torna mais fácil aceitar o fato de que se tirou uma vida. Ainda assim, por mais que o fato não se apague, recuperação, cura e esperança podem acontecer.

  1. Cria novos problemas

A curto prazo, parece que um aborto soluciona um problema. Não será preciso deixar o trabalho ou a faculdade para cuidar de uma criança, um caso de adultério permanece confidencial, os pais nunca vão ficar sabendo que sua filha engravidou e por aí vai. Mas o aborto não resolve o problema: apenas os esconde – geralmente, não para sempre. Por outro lado, muitas pessoas terminam a faculdade mesmo cuidando de um bebê – e muitos pais podem ser bem mais acolhedores e amorosos do que seus filhos pensam.

  1. Propaga a irresponsabilidade

Quando dois adultos decidem livremente participar de uma atividade que tem a possibilidade de gerar um bebê, eles aceitam essa responsabilidade. A contracepção pode até falhar, mas não se deve evadir à responsabilidade, às custas da morte de um bebê. Pessoas responsáveis precisam fazer escolhas difíceis às vezes. Pode não ser o melhor momento para ter um filho, as circunstâncias podem ser complicadas, mas nada disso justifica a eliminação de outra vida humana. Escolher ter o filho e criá-lo e responsável, escolher direcioná-lo à adoção é responsável, mas escolher o aborto é irresponsavelmente e irreparavelmente errado.

  1. Não é empoderador, nem libertador

É assustador que o aborto seja considerado por parte do movimento feminista como um “direito” da mulher. Ninguém tem o direito de tirar a vida de ninguém. Não há nada de empoderador em permitir que um bebê morra através de sucção, desmembramento, asfixia ou envenenamento. Essas não são “escolhas”. São tragédias que qualquer nação civilizada deveria proibir.

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.

Bulgária une-se à Hungria e Polônia e põe a ideologia de gênero para fora do país

O Leste Europeu está definitivamente chutando para fora daquela região o modismo da ideologia de gênero. Depois de Polônia e Hungria, é a vez da Bulgária dizer não às pressões da União Europeia (UE) pela aceitação do conceito de “gênero” como mera construção social.

O Tribunal Constitucional do país – equivalente ao nosso STF – decidiu por oito votos a quatro que a adesão da Bulgária a um documento da UE relacionado ao combate à violência contra a mulher, assinado em 2011, é inconstitucional. O rechaço não tem nada a ver com um suposto machismo, mas sim com a definição de “gênero” que consta no texto. Aliás, todas as quatro mulheres do tribunal se posicionaram contra o documento da UE.

Diz a decisão dos juízes búlgaros: “a definição de gênero como conceito social questiona os limites entre os dois sexos biologicamente determinados, o homem e a mulher”. O tribunal foi acionado por uma aliança entre um grupo de muçulmanos, a Igreja Ortodoxa e parlamentares apoiadores do atual presidente, o conservador Boyko Borisov.

Outro trecho que merece destaque no texto dos juízes – e denuncia o quão prejudicial é a ideologia de gênero para as mulheres – diz que “se a sociedade já não diferencia o homem da mulher, a luta contra a violência às mulheres se torna impossível”.

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.

Conheça o Deputado Federal de Maura Jorge e Bolsonaro no Maranhão

Natural de São Luís, Luís Vannucci é advogado e pai de uma filha. Desde adolescente, conheceu de perto as dificuldades da vida quando, aos 14 anos, começou a trabalhar como balconista na loja de seu pai, na rua de Santana. Em seguida, trabalhou como instalador de telefones na Telemar. Sempre buscando vencer na vida por meio de esforço e dedicação, foi para Brasília aos 22 anos de idade na busca por melhores oportunidades.
Lá, Luís Vannucci iniciou a carreira profissional como assessor na Câmara dos Deputados. Sempre atuando nos bastidores, já foi assessor da Diretoria de Relações Institucionais da Secretaria de Governo da Presidência da República e chefe da Assessoria Parlamentar do Ministério do Turismo (MTur), onde ajudou na destinação de diversos projetos para o desenvolvimento do turismo no Maranhão.

Com o sonho de ver o Maranhão Forte e Desenvolvido, Luís Vannucci se coloca à disposição dos maranhenses como candidato a deputado federal pelo PSL nestas eleições. Com sua experiência em Brasília, Vannucci segue pronto para trabalhar e preparado para servir o Maranhão, sob um novo jeito de fazer política e representando uma renovação qualificada de verdade.

Para o Governo do Maranhão, Luís Vannucci escolheu caminhar com Maura Jorge por enxergar nela um potencial de uma nova forma de fazer política. Mesmo com sua vasta experiência enquanto prefeita e deputada, Maura traz consigo as necessidades, a bravura e a força do povo interiorano. Além disso, é a candidata que tem percorrido o Maranhão com o desejo de representar verdadeiramente os anseios do nosso povo, sempre se colocando à disposição de conhecer a realidade dos maranhenses e dos legisladores municipais, que ainda enfrentam grandes dificuldades impostas pelo atual sistema político. Para presidente, Luís Vannucci escolheu apoiar Jair Bolsonaro, por entender que o atual momento político exige um presidente de pulso firme para combater a corrupção e a violência implantadas no Brasil, restaurando a ordem e a decência tão desejadas pela família brasileira

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.

Alunos da Escola Adventista de Codó realizam desfile com o tema “Quebrando Silencio”

Estudantes e educadores de 870 Escolas Adventistas na América do Sul estão envolvidos com o projeto Quebrando o Silêncio, que neste ano enfatiza o combate à violência sexual. Cada uma das unidades escolares está desenvolvendo atividades com objetivo de disseminar e discutir o assunto. Entre as ações está a realização de palestras, passeatas e a distribuição de revistas e panfletos.

De acordo com estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), 70% das vítimas de crime sexual são crianças e adolescentes. Dos agressores, 24% são pais ou padrastos e 32% são amigos ou conhecidos das vítimas. Quando se trata de vítimas adultas, em 60,5% dos casos, as agressões são praticadas por desconhecidos.

Desde 2002 a Igreja Adventista do Sétimo Dia realiza o projeto Quebrando o Silêncio e conta com o apoio ativo de sua rede de escolas. “Nosso trabalho educacional consiste em mobilizar nossa rede de igrejas, escolas e voluntários para ajudar a conscientizar pessoas sobre os riscos enormes que o estupro provoca na vida das pessoas. Sem falar que, evidentemente, trata-se de crime e precisa ser denunciado como tal. Nossa campanha é um permanente alerta para que as pessoas não sufoquem o grito de dor que sentem por conta de algum tipo de abuso sexual”, afirma a coordenadora sul-americana do Quebrando o Silêncio, Marli Peyerl.

 

Fonte: quebrandoosilencio.org
 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.

Empresário Codoense doa 20 cestas básicas ao Conselho Tutelar de Codó

O Conselho Tutelar de Codó, recebeu 20 cestas básicas que foram doadas por um empresário codoense.

O sargento Barbosa foi procurado pelo empresário codoense que disse o desejo de doar essas cestas, foi então que o sargento indicou o conselho tutelar para receber essa doação.

Os conselheiros Itamara Muniz, Arleia Cunha, Rosineude Moura e Frank Sousa agradeceram as doações e afirmaram que o órgão está de portas abertas para receber ajuda de outros empresários que desejam fazer doação.“Devido a nossa grande demanda de famílias de crianças e adolescentes humildes, que muitas vezes não tem nada para se alimentar” disse a conselheira Itamara.

O Conselho Tutelar de Codó realizou a doação de 20 cestas básicas para famílias em situação de risco.

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.

Portal de Informações Codó Notícias muda sua programação visual e se transforma em Blog

Após uma década funcionando como Portal de Informação, o pioneiro site Codó Noticias mudou sua programação visual e adotou a estética dos blogs. Após anos levando informações aos codoenses, maranhenses e brasileiros em todas as partes do mundo, a direção do site achou que era melhor se reciclar e se adaptar aos novos tempos, foi o que disse o criador e proprietário do Codó Notícias, o jornalista Jeferson Abreu.

“Para realizar essa reestruturação em nosso layout e decidir mudar nossa programação visual para a estética adotada nos blogs, levamos em conta fatores como a praticidade e visibilidade das informações dispostas aos leitores nos diversos blogs, a facilidade de acesso e a linguagem mais objetiva e direta dos blogs. Também levamos em conta a mudança no perfil dos leitores, que com o advento das informações resumidas das redes sociais, preferem a estética mais simples, fácil e rápida dos blogs”, explicou Jeferson Abreu, dono do atual blog Codó Notícias.

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.

Secretário Marcelo Coelho e Prefeito Nagib anunciam para o dia 10 de Setembro a inauguração do Parque Ambiental de Codó

Nesta quinta-feira (23) o Secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais, Marcelo Coelho, esteve em Codó. O secretário chegou às 9hs, juntamente com técnicos e engenheiros para uma visita técnica ao Parque Ambiental de Codó, localizado na região da Trizidela. Recebendo o secretário estavam o prefeito de Codó, Francisco Nagib, o secretário de governo João dos Plásticos, o empresário Francisco Carlos Oliveira, assessores e vereadores.

Ao lado do prefeito Nagib, o secretário vistoriou as obras e aproveitou para anunciar a data de inauguração da obra, que será no dia 10 de setembro. “Hoje nós viemos fazer uma verificação já pensando na agenda de entrega do Parque para a população codoense. Então depois de fazer essa vistoria aqui, acompanhado dos engenheiros, inclusive chamamos o prefeito para esta com a gente, conversar um pouco, e combinamos que também com o governador Flávio Dino a data do dia 10 de setembro. Então, no dia 10 de setembro, nós vamos fazer a entrega do tão esperado, do tão sonhado Parque Ambiental de Codó”, garantiu Marcelo Coelho.

O Parque Ambiental de Codó será o novo cartão-postal da cidade e um dos melhores espaços de lazer do Maranhão. O Complexo terá quadras poliesportivas, quadras de areia, pistas para caminhadas, pista de atletismo, playground e academias ao ar livre. O Parque Ambiental foi construído para garantir a preservação ambiental da vegetação nativa e ecossistema natural, possibilitando a realização de pesquisas científicas, desenvolvimento de educação e interpretação ambiental de recreação e contato com a natureza e turismo ecológico.

“Será uma obra histórica para nossa cidade, que contemplará nossa população com um gigantesco e majestoso espaço ecológico, de grande beleza paisagística, com área para uma infinidade de esportes e um espetacular espaço de lazer para as famílias codoenses, que irá gerar emprego e renda, movimentar a economia, revitalizar a região da Trizidela. É com muita alegria que no dia dez de setembro estaremos entregando mais esse magnífico parque para nossa população”, disse o prefeito Nagib.

Ascom – PMC

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.

O SAAE/Codó é parceiro da 2ª FLIC 2018 – Feira Literária de Codó

A 2ª FLIC foi aberta ontem (22.8) na praça de São Sebastião e contou com a presença do prefeito Francisco Nagib, do secretário de educação Paulo Buzar, secretários municipais, representantes do legislativo municipal e participação de grande público. A homenageada da noite foi a professora Luiza de Alencar Oliveira, autora do hino de Codó, que na oportunidade recebeu uma Placa e flores do prefeito Nagib.

Na FLIC 2018 estão montados dezenas de stands voltados para incentivo à leitura, cinema, artes e este ano conta com o Espaço do Saneamento. É o stand do SAAE/Codó que aborda os temas relacionados aos serviços prestados pela autarquia: abastecimento de água e esgotamento sanitário.

No Espaço do Saneamento foram montados banners informativos, demonstração dos equipamentos de proteção individual (EPI’S) utilizados pelos servidores da autarquia, equipamentos de cloração e medição, com explicação de seu funcionamento por técnicos do SAAE. Estão sendo distribuídos também o Relatório Anual de Potabilidade 2018. Informativo editado pela autarquia em cumprimento à Lei Federal 11.445/2007.

O SAAE/Codó abraçou a ideia da FLIC 2018 e seguindo orientação do prefeito Francisco Nagib passa a ser patrocinador da feira. Segundo o diretor geral do órgão, não poderia ser diferente. “O SAAE/Codó apoia as iniciativas voltadas à educação e formação dos jovens do município. Com isso, estamos construindo pessoas melhores, cidadãos conscientes e um município muito melhor”. Disse o diretor.

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.

Roberto Rocha ajuiza queixa-crime em desfavor do blogueiro Leandro Miranda do blog Marrapa

O candidato ao Governo do Maranhão, senador Roberto Rocha (PSDB), protocou nesta quinta-feira (23), queixa-crime contra o blogueiro Leandro Sousa Miranda, editor do blog “Marrapá”, por injúria e difamação. Os dois crimes estão previstos nos artigos 139 e 140 do Código Penal Brasileiro.

Esta já é a segunda ação penal privada que Leandro Miranda irá responder.

Segundo Roberto Rocha, nao se passa um dia sem a existência de ataques a sua honra, na tentativa de inculcar na sociedade notícias falsas e inexatas a seu respeito.

“A tentativa, quase que diária, de me intrigar, me desmerecer e me achincalhar perante o povo do Maranhão, utilizando este blog (Marrapá) como meio, todos sabem de onde parte e isso já é notório. Para cada lesão a honra que o titular do blog perpetrar, procurarei no Poder Judiciário Maranhense o reconhecimento dos meus direitos e a punição criminal do meu detrator. Já fiz isso e vou continuar fazendo quantas vezes for necessário. O meu núcleo jurídico está atento a estas ilegalidades”, afirmou o senador Maranhense.

Além desta última ação criminal que foi formalizada, Roberto Rocha informa ainda que vai exigir do blog o direito de resposta nos termos da Lei nº 13.188, de 11 de novembro de 2015 e que, se não concedido, vai ensejar o ajuizamento de nova ação em desfavor de Leandro Miranda, desta vez, na área cível.

“A ação, inclusive já está pronta”, pontuou Rocha.

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.

Bolsonaro diz que se for eleito a União nao repassará recursos para direito humanos pra ajudar bandidos

O candidato do PSL ao Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro, afirmou nesta quinta-feira (23), no interior de São Paulo, que, caso ele vença a disputa presidencial, deixará de repassar dinheiro da União para movimentos e organizações de direitos humanos, que ele classificou de “desserviço ao nosso Brasil”. Segundo o presidenciável, essa será uma de suas estratégias para reduzir a criminalidade no país.

Bolsonaro cumpre agenda eleitoral nesta quinta em Araçatuba, município do interior paulista que fica próximo a Glicério, cidade natal do candidato do PSL. Ele fez uma caminhada por ruas de Araçatuba, uma carreata na principal avenida da cidade e visitou a Associação de Cabos e Soldados da cidade.

“Conosco não haverá essa politicagem de direitos humanos, essa bandidagem vai morrer porque não enviaremos recursos da União para eles. Em vez de paz, essas ONGs prestam um desserviço ao nosso Brasil. Precisamos de alguém sentado na cadeira presidencial que respeite a tradicional família brasileira, que tenha Deus acima de tudo, como lema nosso”, discursou Bolsonaro em cima de um carro de som durante uma carreata por uma das avenidas de Araçatuba.

Venezuela

Em meio ao discurso, o presidenciável também disse aos eleitores que acompanhavam a carreata que, “ou colocamos gente como nós na política, ou não temos futuro”. Segundo ele, “gente como nós” é “gente honesta, que acredita em Deus e gente que é patriota”.

Jair Bolsonaro também declarou que “gente como nós” não quer o Brasil se aproximando cada vez mais do que acontece na Venezuela. Para ele, o país sul-americano, que há poucos tempo era um dos mais ricos do continente, se tornou uma nação “onde quase todos fogem da ditadura, fome, violência e miséria”. “Exemplo que tiramos de lá [Venezuela] é que não podemos brincar com a política”, enfatizou.

Infraestrutura

Após a carreata e a caminhada por Araçatuba, Bolsonaro concedeu uma entrevista coletiva à imprensa. Aos jornalistas, ele defendeu o agronegócio, segmento que, na avaliação dele, “é uma das poucas coisas na economia que está dando certo no Brasil”.

O candidato do PSL também voltou a dizer que, se eleito, vai propor a tipificação de invasões de terras como crime de “terrorismo” e prometeu fazer parcerias com a iniciativa privada para construir hidrovias e ferrovias para baratear o escoamento de safras agrícolas.

“[Hidrovia é o] transporte mais barato que temos. Devemos investir nessa área, como em outros modais, como o ferroviário. Pela ausência de recursos podemos conversar com iniciativa privada e oferecer todas as garantias para investir nessa área de transporte”, declarou.

G1

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.