Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Prefeito e vice de Coelho Neto permanecem nos cargos

Membros do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, reunidos na tarde desta terça-feira (26 de janeiro), decidiram, por 4 x 2, manter Soliney de Sousa e Silva e Sergio Ricardo Viana Bastos como prefeito e vice da cidade de Coelho Neto ao julgarem a Ação de Investigação Judicial Eleitoral 855/87-12, tal como já havia sentenciado o juízo da 28ª zona.
O relator do processo, juiz Sebastião Bonfim, votou pela cassação dos diplomas de ambos, sendo acompanhado pelo juiz federal Clodomir Reis, mas o desembargador Ricardo Duailibe (substituto), a juíza Alice de Sousa Rocha e os juristas Daniel Blume e Daniel Leite (em voto-vista) divergiram deste entendimento.
Em parecer, o Ministério Público Eleitoral reconheceu o abuso de poder político, opinando pela cassação de Silva e Bastos, além de pedir decretação da inelegibilidade deles por 8 anos. SOLINEY-01
Outros 5 processos constavam na pauta jurisdicional: a AIJE 368/92/12 e a AIME 527-35/12 de Governador Nunes Freire e a AIJE 323-40/12 de Viana, que foram adiados para a primeira sessão de fevereiro (a ser marcada) devido à ausência justificada do relator, jurista Eduardo Moreira; e as Prestações de Contas 404/50/12 (aprovadas) e 1373-93/14 (desaprovadas).
Na sessão administrativa, o desembargador Raimundo Barros (relator) deferiu os pedidos de propagandas partidárias feitas pelos PT do B (PP 101-30/15), PMN (PP 126-43/15), DEM (PP 134-20/15), PTB (PP 138-57/15), PRP (PP 157-63/15), PTN (PP 158-48/15), PHS (PP 159-33/15), PV (PP 161-03/15), PC do B (PP 164-55/15) e PR (PP 167-10/15), sendo acompanhado pelos demais membros.
ASCOM – Assessoria de Imprensa e Comunicação Social

Governos estaduais assinam acordo para promover a Rota das Emoções

Crédito: Gustavo Braga

Crédito: Gustavo Braga

Trabalhar de maneira integrada as ações de promoção e qualificação de mão de obra em 14 cidades que integram a Rota das Emoções nos estados do Maranhão, Piauí e Ceará. Essa é a proposta da Agência de Desenvolvimento Regional Sustentável (ADRS) da Rota das Emoções. A agência tornará possível que sejam realizados investimentos conjuntos dos três estados, além de apoiar a comercialização de produtos turísticos.

O acordo para a retomada da agência foi assinado nesta terça-feira (26), em São Luis (MA), e contou com a participação do secretário executivo do Ministério do Turismo, Alberto Alves, além dos governadores do Maranhão, Flávio Dino; do Ceará, Camilo Sobreiro; e do Piauí, Wellington Dias.

“A integração de destinos por meio de rotas bem definidas permite a otimização da estada dos nossos turistas, o aumento no faturamento do trade e a ampliação da experiência proporcionada aqueles que nos visitam”, afirmou Alberto Alves.

Com objetivo de fortalecer o turismo na região da Rota das Emoções, o Ministério do Turismo já celebrou 77 contratos de repasse para investimentos que somam cerca de R$ 53 milhões em infraestrutura turística nos municípios que fazem parte da Rota das Emoções. Desse montante, R$ 37 milhões já foram liberados.

“Nós somos um povo que sabe acolher o visitante. Precisamos promover a região para o mundo. Mas é preciso qualificação da mão de obra e infraestrutura para garantir a qualidade do atendimento ao turista”, afirmou o governador do Ceará, Camilo Sobreiro. O governo federal já investiu, até o momento, cerca de R$ 10,8 milhões em qualificação profissional nas cidades da Rota das Emoções por meio do Pronatec Turismo.

Para o governador do Maranhão, Flávio Dino, esta articulação mostra a capacidade dos três estados de superar diferenças e promover a região em conjunto. “Esse trabalho integrado entre governo federal e governos estaduais é fundamental para assegurar o desenvolvimento turísticos da região”, disse.

Segundo o governador do Piauí, Wellington Dias, o primeiro passo da agência deve ser a criação de grupos de trabalho como segurança e saúde. “Com o trabalho desses grupos iremos atuar para que os turistas sejam bem recebidos e possam voltar cada vez mais”, informou.

ROTA DAS EMOÇÕES – A Rota das Emoções envolve 14 municípios do Maranhão, Piauí e Ceará e é constituída por uma área de 10.477 km², com população de 495.658 habitantes. Abarca as áreas de três parques nacionais: Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses (MA), a Área de Proteção Ambiental do Delta do Parnaíba (PI) e o Parque Nacional de Jericoacoara (CE).

Flamengo vai em busca da primeira vitória no ano contra o Galo

56a7863224b9cSe é amistoso ou um jogo válido por um campeonato, de fato, ainda não se sabe. Independentemente disso, o time do Flamengo vai em busca da primeira vitória neste ano, hoje, às 21h45, contra o Atlético-MG, no Mineirão, na estreia pela Primeira Liga.
O Rubro-Negro ainda não venceu nesta temporada. No primeiro compromisso, o time comandado pelo técnico Muricy Ramalho foi derrotado nos pênaltis pelo Ceará, após empate no tempo normal, em 3 a 3. No duelo seguinte, o Flamengo amargou revés de 3 a 1 para o Santa Cruz, no último domingo.
Enquanto clubes, federações e CBF ainda discutem a validade e a longevidade da Primeira Liga, o time rubro-negro irá a campo. Os dirigentes debatem se o jogo será apenas um amistoso ou não. Contudo, o duelo entre Atlético-MG x Flamengo sempre mexe muito com as torcidas. Afinal, trata-se de um clássico nacional, com muita história. O meia Everton, por exemplo, deu a entender de que a equipe carioca vai entrar com “a faca entre os dentes”.
– Atlético-MG e Flamengo é sempre à vera. O time deles é difícil, entrosado e joga há muito tempo junto. Sabemos o quanto é difícil enfrentá-los – disse o jogador, que não se mostrou preocupado ou menos motivado com a possibilidade do duelo virar um mero amistoso.
– Isso não interfere. Isso é a diretoria que resolve. Como falei, pode ser amistoso, o que for, vamos sempre querer vencê-los – afirmou.
O volante Willian Arão também destaca o peso do duelo para o Flamengo entrar com muita vontade em busca do resultado positivo.
– É um grande clássico nacional, de dois grandes clubes e duas grandes torcidas. Sabemos da qualidade do adversário, mas também temos as nossas – comentou o atleta.
Flamengo e Atlético-MG já fizeram vários confrontos históricos. Nos anos 80, eles duelaram nas fases decisivas do Brasileiro e também na Libertadores. Nos últimos anos, a rivalidade voltou a ficar acirrada. Os times se enfrentaram, por exemplo, na semifinal da Copa do Brasil de 2014, quando o Galo levou a melhor.
Nos últimos dez confrontos entre os rivais, o Atlético-MG levou a melhor em cinco deles, com três goleadas. Foram outras quatro vitórias do Flamengo e um empate.

Sem reforços para o ataque, Vasco foca em melhorar problema de 2015

56a68713ef731Desde o segundo dia de trabalhos do Vasco nesta temporada, o técnico Jorginho escancarou a busca do clube por um camisa 9. A falta de um homem-gol foi algo que o treinador sentiu muito até quando o time fez sucesso, na reta final do Campeonato Brasileiro. Apesar da necessidade, a diretoria tem enfrentado dificuldades no mercado para encontrar um jogador com essas características e pelo menos para esse início de temporada, a aposta vai ser nos nomes que já fazem parte do elenco.
O próprio grupo tem ciência da cobrança neste sentido. Um dos atacantes do elenco, Jorge Henrique tem treinado ao lado do colombiano Riascos no time titular e admite que o setor ofensivo precisa melhorar em 2016.
– Precisamos fazer mais gols. Deixamos a desejar um pouquinho na parte ofensiva. Temos trabalhado bastante. O Jorginho também vem cobrando muito. Tenho certeza que esse ano nós vamos ajudar muito o Vasco. Estamos treinando muito, finalizando e vamos melhorar nesse quesito – disse.
E quem está no time titular também sabe que não tem lugar cativo. Visando aumentar a dedicação nos treinamentos, Jorginho tem promovido uma boa concorrência no setor, dando oportunidades para Éder Luis e Thalles no time titular em alguns treinamentos. E a dupla tem mostrado muita vontade de tomar a vaga no time principal. O ataque ainda conta com a colaboração do meia Nenê, que marcou nove gols mesmo atuando apenas nos últimos meses do ano.
No ano passado, os dois principais goleadores do time foram Gilberto e Rafael Silva. Para 2016, ambos estarão longe do Vasco e a torcida espera que os atuais nomes do elenco deêm conta do recado e façam ela vibrar muitas vezes.

Por falta de laudo em Moça Bonita, Bangu x Bota será em São Januário

56a7821b88bb9O Botafogo não vai jogar mais em Moça Bonita na estreia do Campeonato Carioca, contra o Bangu, no próximo sábado. A Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) decidiu nesta terça-feira mudar o local do jogo para São Januário.
O mando de jogo pertence ao Bangu. Porém, a partida não acontecerá mais na casa do alvirrubro por uma restrição do Corpo de Bombeiros. O estádio do clube estava sem o laudo do órgão, e isso fez a Ferj tomar a decisão de mudar o local do confronto.

Com o Maracanã e o Nilton Santos fechados para a Olimpíada de 2016, a questão de estádios para o Carioca deste ano é um problema. Segundo a tabela divulgada pela Ferj, o Alvinegro também joga em São Januário na segunda rodada. Nas outras, os locais ainda não estão confirmados, precisando de laudos de segurança ou aguardando a liberação dos administradores dos estádios.
O lateral-direito Luis Ricardo lamentou o fato da equipe alvinegra não jogar no estádio Nilton Santos no Campeonato Carioca.
– Uma coisa ruim é não jogar no Niltão. Mas o Botafogo em si, independentemente do local, tem que fazer bons jogos. Esperamos começar com pé direito – projetou o lateral alvinegro.

Com Fred, Fluminense inicia caminhada na Primeira Liga

56536d359ccbePróximo de se tornar o terceiro maior artilheiro da história do clube, Fred era uma das principais atrações do Fluminense nos Estados Unidos para a disputa da Florida Cup. Mas, dores na panturrilha direita tiraram o jogador dos dois compromissos pela competição internacional. Nesta quarta-feira, diante do Atlético-PR, às 19h30, em Volta Redonda, o artilheiro, enfim, terá a chance de colocar a primeira bola na rede em 2016. O duelo, válido pela rodada inicial da Liga Sul-Minas-Rio, é o último teste antes da estreia no Campeonato Carioca e tem transmissão em tempo real do LANCE!.
Apesar da baixa contra Shakhtar (UCR) e Inter, o técnico Eduardo Baptista está confiante quanto ao rendimento do atleta contra a equipe paranaense.
– O Fred está bem preparado, mas precisa do jogo. Contamos com ele 100%. Está num grande momento, mas vai atingir a forma ideal, pois batalhou na pré-temporada para ir bem durante o ano – comentou o treinador, pouco antes do confronto.
Rumo ao pódio
Somando 161 gols, o centroavante divide com Welfare a quinta colocação na lista dos maiores goleadores da história do clube. Ele está a três do quarto colocado, Telê Santana, e a quatro de Hércules, que ocupa a terceira posição.
Assim, seja via Primeira Liga ou Campeonato Carioca, nos próximos dias, o Tricolor pode ter um novo integrante no pódio de seus artilheiros. E, caso marque diante do Furacão, a conta continuará ganhando mais números e quebrando outros recordes.

São Paulo se arma para evitar que Calleri seja o ‘novo Ricardo Oliveira’

56a284e794598Em 2006, Ricardo Oliveira era a grande esperança do São Paulo para bater o Internacional na final e faturar o tetracampeonato da Copa Libertadores da América. Um vacilo burocrático, porém, evitou que o empréstimo do Bétis (ESP) fosse renovado e tirou o centroavante do time dias antes da decisão no Beira-Rio. Calejado pelo caso de uma década atrás, o Tricolor se armou para não perder Jonathan Calleri de forma inesperada neste ano.
Apesar do contrato com o São Paulo ter validade somente até o dia 30 de junho, o atacante argentino ainda pode defender o clube paulista por mais um mês. Isso porque os tricolores acertaram com o pai e empresário do atleta, Guillermo Calleri, que o vínculo será estendido caso os comandados de Edgardo Bauza cheguem às semifinais ou finais da Libertadores.
A cláusula, inclusive, foi um dos últimos detalhes fechados com Calleri, que foi emprestado pelo Deportivo Maldonado (URU) ainda na semana passada e que viajou ao Brasil na última segunda-feira. Os uruguaios compraram o atacante do Boca Juniors (ARG) e irão repassá-lo à Internazionale (ITA). O time de Milão apenas exigiu que o argentino se apresente antes do fim de julho.

Ao apostar em um jogador por apenas seis meses, o São Paulo repete fórmula de sucesso da década passada, quando quatro atacantes caíram nas graças da torcida com apenas um semestre no clube. O primeiro deles foi Luizão, que se tratou no Reffis e decidiu ficar no Morumbi, onde levantou as taças do Campeonato Paulista e da Libertadores de 2005.
A fórmula funcionou no mesmo ano com Amoroso, que se tornou ídolo tendo jogado apenas no segundo semestre. Adriano, o Imperador, foi outro que teve grande desempenho a curto prazo, mesmo sem ter conquistado títulos. E Ricardo Oliveira, o mesmo protagonista do trauma de 2006, conseguiu convencer com alta média de gols duas vezes – voltou por seis meses em 2010.
Relembre os números dos reforços de um semestre do Tricolor:
Luizão

Chegou em 2005 para tratar lesão no Reffis, estreou com gol em clássico contra o Palmeiras e faturou os títulos do Paulistão e da Libertadores. Fez oito gols em 19 partidas entre fevereiro e julho.
Amoroso
Contratado em junho para substituir Grafite nas semifinais da Libertadores, foi decisivo na conquista do título e permaneceu até dezembro, após o tri no Mundial. Anotou 16 gols em 29 jogos antes de sair para o Milan (ITA).

Ricardo Oliveira
Em 2006 e em 2010, Ricardo assinou contratos de meia temporada com o São Paulo. Na primeira passagem, foi vice da Libertadores com seis gols em 12 jogos. Na segunda, o time foi mal, mas ele marcou oito vezes em 17 partidas.
Adriano
O Tricolor do Imperador caiu nas quartas de final da Libertadores, mas os números individuais do astro entre janeiro e junho impressionaram: 17 gols marcados em 28 atuações.

Fonte:O lance

‘Hoje corintiano’, Guilherme realiza sonho de criança e pensa na Seleção

56a7f2b08383fO meia-atacante Guilherme foi apresentado nesta terça-feira no Corinthians. O jogador de 27 anos assinou com o Timão até dezembro de 2019 e falou das expectativas no novo clube. Ele disse que prefere jogar mais no meio de campo, na armação das jogadas, mas se colocou à disposição do técnico Tite para qualquer função.
– Eu tenho jogado mais no meio de campo, na armação, servindo aos atacantes, mas não vejo problema de jogar mais adiantado, é uma opção do treinador, mas tenho jogado nos últimos anos mais no meio – disse Guilherme.
– Só não dá para ser na zaga e no gol (risos). Do meio para frente a gente se ajusta – brincou o novo reforço corintiano, que treinou pela primeira vez com os companheiros na tarde desta terça-feira, no CT Joaquim Grava.
Guilherme disse que jogar pelo Corinthians é a realização de um sonho. O meia-atacante assumiu a responsabilidade e já vislumbra até mesmo chegar à Seleção Brasileira.
– É um sonho de criança, sou do Maranhão (da cidade de Imperatriz) e tenho familiares e pessoas que sempre sonharam com isso. Também tem outros sonhos, como ir para a Seleção Brasileira, ir para um grande centro europeu. Tenho qualidade para isso, e a partir de agora só depende de mim – analisou Guilherme, que desconversou sobre o clube de criança.
– Hoje eu sou corintiano, com muito orgulho. Sou mais um louco para esse bando, sempre quis falar isso. O time de criança é só um detalhe – afirmou.
O jogador afirmou que as lesões ficaram no passado e que já está pronto para atuar. No entanto, ele estará fora da estreia do Corinthians no Paulistão, no domingo, contra o XV de Piracicaba, porque as inscrições se encerraram no dia 22.
– Eu me sinto bem, porque já vinha fazendo trabalhos físicos. No dia a dia a gente pega rapidamente a parte com bola, a parte física que é a mais chata e eu estou bem – disse.
Fonte: jornal o Lance

Palmeiras aguarda a regularização de quarteto para a estreia do Paulista

56a02a6960c45Os times que disputam o Campeonato Paulista tinham até o dia 22 de janeiro, sexta passada, para entregar a lista de jogadores inscritos na primeira rodada do Estadual, e quatro atletas do Palmeiras ainda não apareceram nos registros da federação: Moisés, Jean, Erik e Rafael Marques. Mesmo assim, o quarteto tem chances de atuar no jogo de domingo, contra o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto, dependendo apenas dos processos internos da FPF.

O clube deu entrada na documentação de todos esses atletas antes do prazo, portanto entende-se que os nomes ainda não apareceram apenas por burocracia. A expectativa é de que isso aconteça no decorrer desta semana, antes da primeira rodada do Paulista.

Moisés e Erik foram contratados ainda no ano passado e chegaram a atuar como titulares na partida contra o Nacional (URU), sábado, pela Copa Antel. Caso regularizado a tempo, o volante poderá começar a partida diante do time de Ribeirão Preto como titular – ele disputa com Matheus Sales a vaga.

Jean e Rafael Marques, por outro lado, foram integrados ao elenco do Palmeiras há cerca de dez dias. O volante, que assinou até 2019, já teve a rescisão do Fluminense publicada no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF na última segunda-feira.

Rafael Marques, por sua vez, renovou por dois anos após uma longa negociação com o Henan Jianye (CHN). O novo contrato ainda não apareceu no BID, também. Mesmo que regularizados a tempo, os dois devem ficar, no máximo, no banco de reservas.

Fonte: jornal O Lance

Aneel reduz valor extra na conta de luz a partir de fevereiro

1_m_17082015_1257-101806Em reunião ordinária realizada hoje, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou a redução nas bandeiras tarifárias amarela e vermelha, que aumentam a conta de luz do consumidor quando fica mais caro produzir energia no país.
A partir de fevereiro, o valor da bandeira amarela vai cair de R$ 2,50 para R$ 1,50 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos, redução de 40%.
Já a bandeira vermelha terá um patamar intermediário, mais barato, de R$ 3,50 para cada 100 kWh. O patamar mais caro foi mantido em R$ 4,50 para cada 100 kWh.
As bandeiras tarifárias coloridas – verde, amarela e vermelha – foram criadas como uma maneira de informar ao consumidor os custos que são repassados para a conta de luz com o acionamento de usinas termelétricas, que geram uma energia mais cara e são ligadas quando as hidrelétricas produzem menos por causa do baixo nível de seus reservatórios.
A Aneel divulga no próximo dia 29 de janeiro qual será a bandeira tarifária que vai incidir sobre as contas de luz de fevereiro. A bandeira vermelha encontra-se vigente, onerando a conta do consumidor, pelo menos desde março de 2015.
A decisão desta terça foi baseada em estudos da Superintendência de Gestão Tarifária da Aneel.