Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Quatro homens são presos pela Policia Civil por receptação ilegal de combustível

SUSPEITOSA Polícia Civil do Estado do Maranhão por intermédio da Delegacia Regional de Itapecuru Mirim autuou em flagrante nas primeiras horas desta quarta-feira (03), um homem identificado por Halisson Ribeiro de Lemos, pelo crime de receptação ilegal de combustível, produto no qual foi furtado dos trens da Vale.

Segundo as primeiras informações da Policia durante a prisão de Halisson de Lemos, foram conduzidos pela Policia militar até a delegacia daquele município para serem verificadas suas situações Luís Campos Verde, Isaias Pereira Rodrigues Filho e Carlos Michel Sena Barbosa. Todos suspeitos do mesmo crime de receptação de combustível.

Ainda de acordo com o delegado regional Samuel Morita, a prisão dos envolvidos é resultado de um trabalho integrado entre as policias civil e militar naquele município e que após denuncias anomias, uma equipe de policiais se deslocou para as residências dos suspeitos por volta das 00h30 e encontrou vários galões de combustível de 60 litros cheiros, além de um reservatório de 2.000 litros de diesel vazio.HALISON RIBEIRO LEMOS

Os quatro presos foram conduzidos até a delegacia naquela cidade para prestar esclarecimentos, onde foram ouvidos e autuados pelo crime de receptação ilegal de combustível, associação criminosa e crime ambiental. Eles estão presos na Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) de Itapecuru, onde ficarão a disposição da Justiça.

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.

Mulher mata marido após ler mensagem no Facebook

Uma mulher foi presa após matar o próprio marido, na casa da família, no bairro Palmital, em Paranaguá, no Paraná, na madrugada da ultima sexta-feira ’29’. De acordo com informações da Polícia Civil, Hellen Eiglmeier Mendes, de 26 anos, confessou o crime. Ela conta que pegou o smartphone do companheiro, Abner Dubiela, também de 26, e desconfiou de uma conversa dele com outra pessoa por meio do Facebook. Houve uma discussão que terminou no assassinato.[UNSET]
O casal havia passado o dia consumindo bebidas alcoólicas. Era por volta das 4 horas, quando a mulher pegou o celular do marido e teve acesso ao perfil dele no Facebook. Eles começaram a discutir e trocaram agressões. Segundo Hellen, o marido tentou esganá-la.
O crime aconteceu depois que a mulher pegou uma faca, na cozinha da residência, e atacou o marido perto do coração.
Ele morreu em questão de minutos — contou a delegada Maria Nysa Moreira Nanni, que acompanha o caso. — Ela alega que foi acidental. E vai ficar presa acrescentou a investigadora. Segundo Maria, a mulher estava “normal” e não aparentava arrependimento.
Hellen responde em flagrante por homicídio doloso. Ela tem um filho de um ano com a vítima. O pequeno estava na casa do momento do crime e agora encontra-se aos cuidados de parentes.

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.

Câmara aprova pela primeira vez emenda de Jair Bolsonaro

bolsonaro-11“Alguns projetos eu dou para (outro) deputado apresentar porque, se pintar meu nome, não vai para frente”, alega o deputado

Jair Bolsonaro (PP-RJ) acaba de completar 25 anos ininterruptos como deputado federal em Brasília. O experiente parlamentar, na noite de terça-feira (16), comemorou pela primeira vez na vida a aprovação preliminar de uma proposta emenda constitucional (PEC) de sua autoria.

“Já é muita coisa. Foi um gol aos 45 do segundo tempo”, argumenta o deputado, rindo, por telefone. Ele justifica a aparente baixa produtividade: “Mais importante que aprovar um projeto é evitar que um péssimo seja aprovado”.

“Sou completamente discriminado porque eu sou um homem de direita”, afirma. “Alguns projetos eu dou para (outro) deputado apresentar porque, se pintar meu nome, não vai para frente” – ele não informou quais teriam sido estes projetos.

Por 433 votos a favor e 7 contra, a Câmara dos Deputados aprovou ontem uma PEC que prevê emissão de “recibos” junto ao voto nas urnas eletrônicas.

Bolsonaro, autor do texto que precisa passar novamente pela Câmara e depois pelo Senado para ser promulgado, diz que a proposta permite que “qualquer presidente de partido” possa “requerer a recontagem manual” dos votos.

Forte oposicionista do governo, Bolsonaro diz que as urnas eletrônicas não oferecem segurança ou transparência para o eleitor.

“(Com a nova emenda) A chance de fraude é zero”, afirma.

‘Sou temido’
Recordista de votos (464,5 mil) no Rio de Janeiro nas últimas eleições, Bolsonaro fala alto, não gosta de ser interrompido e recorre mais de uma vez a metáforas esportivas durante o bate-papo com a BBC Brasil.

“Tão importante quanto fazer uma cesta de três pontos é dar um toco lá atrás e evitar que o adversário faça uma cesta”, diz.

“Eu sou muito mais da defesa aqui do que do ataque. E sou temido.”

Ele ilustra a importância de sua atuação com a campanha que realizou contra a aprovação de um kit didático contra a homofobia que seria distribuído em 6 mil escolas de Ensino Médio, há quatro anos.
Após pressão de Bolsonaro – “católico fervoroso” – e da bancada evangélica, com quem costuma votar em bloco, a presidente Dilma Rousseff cedeu e vetou o programa que havia sido idealizado pelo Ministério da Educação.

“Eu segurei aqui na Câmara e consegui dar uma guinada pela não aprovação”, diz. “O kit gay é um material escolar homoafetivo, com crianças se beijando, estimulando crianças a serem homossexuais.”

‘Vítima’
Segundo o deputado, a produção anual de emendas constitucionais no Congresso se resume a “meia dúzia”.

“Algumas são inócuas. Você sabia que no Brasil está garantido na Constituição a sua felicidade? Isso é uma piada. Também tomamos a cultura como bem social. Cultura como bem social? Pelo amor de Deus!”
Popular nas redes sociais – tem mais de um milhão de seguidores no Facebook – Bolsonaro costuma curtir os próprios posts.
Ele se refere à “PEC da Felicidade”, criada por Cristovam Buarque em 2010. O texto, que previa “incluir o direito à busca da Felicidade por cada indivíduo e pela sociedade”, foi arquivado em dezembro passado. A proposta não é inédita, e aparece de forma similar na declaração de independência dos Estados Unidos.

Já a cultura como direito social dos brasileiros está em um projeto de emenda proposto em 2007 pelo deputado Iran Barbosa (PT-SE). A pauta também foi arquivada – em janeiro deste ano.

Afirmando ser alvo de perseguição, Bolsonaro diz que a maioria dos congressistas não vota de acordo com a pauta, mas “pelo autor do projeto”.

“Eu muitas vezes represento sozinho uma oposição maior que a de todos os outros partidos que se dizem oposição aqui dentro”, diz. Ele promete se candidatar à Presidência em 2018 e dá exemplos de sua plataforma:

“Sou a favor de um currículo escolar voltado para Física, Química e Biologia. Não para socialismo, para direitos humanos, para homossexualidade.”

“Sou a favor de explorarmos com países de primeiro mundo o que nós temos nas reservas indígenas. Eles (o governo) são contra.”

‘Mariposa’
Envolvido em polêmicas recorrentes, principalmente relacionadas à Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, o deputado diz que não é “um deputado mariposa”.

Ele explica: “Não fico buscando holofote”.

À BBC Brasil, ele criticou a Comissão da Verdade que, após dois anos e sete meses de pesquisas, fez 29 recomendações sobre a punição de autores de crimes no regime militar, a prevenção de abusos de natureza semelhante e a abolição de práticas e estruturas remanescentes da época.

“Criaram uma Comissão da Verdade aqui para caluniar as Forças Armadas. Que país faz isso? As Forças Armadas são importantíssimas para o progresso econômico e democrático de uma nação.”

O deputado, que se diz alvo de boicote na imprensa brasileira, lamenta não ter sido citado “em nenhum jornal impresso” como autor da emenda que prevê recibos de votação nas urnas eletrônicas.

Para ele, o “boicote” não reflete o interesse da população em suas posições. “Estou muito bem perante a opinião pública”.

Para a divulgação de suas ideias, ele afirma depender em grande parte da internet. Nas redes sociais, ele costuma curtir os próprios posts.

“Tive 10 milhões de visualizações em uma só postagem no Facebook. Pedi para o pessoal ajudar a divulgar (o projeto de emenda constitucional)”.

Ele afirma participar de “uns 200 grupos” no Whatsapp, popular aplicativo de mensagens instantâneas para celulares. “A gente divulga e alcança praticamente todo mundo no Brasil e até fora.”

Fonte: G1

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.

Pecuarista acusado de agiotagem em Barra da Corda é apresentado na Secretaria de Segurança Pública

PECUARISTA1Durante a tarde desta segunda-feira (01), foi apresentado pela cúpula do Sistema de Segurança Publica o pecuarista Raimar Costa suspeito de praticar empréstimo de dinheiro a juros altos, o que segundo a policia caracteriza crime de agiotagem.

De acordo com informações do delegado regional de Barra do Corda, Renilton Ferreira, uma das testemunhas, após receber ameaças do pecuarista, solicitou ajuda a policia judiciaria para entrar em sua residência. Foi constatada que dentro da casa foi encontrada uma mala com o animal de estimação da vitima morto, deixado por Raimar Costa sobre a cama.

Durante a operação da regional de Barra da Corda, foram encontrados no cofre da casa do pecuarista Raimar diversos documentos, além de anotações e notas promissórias relacionadas a empréstimos com  juros determinados  por ele para empresários e políticos daquele município. Documentos, armas e munições também foram apreendidos.

O pecuarista, durante o seu translado à delegacia, chegou ameaçar os servidores do Estado em pleno exercício de suas funções. “No Maranhão tem sistema de segurança. O Maranhão tem Policia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros que agem de forma integrada contra qualquer criminoso, desde o comum ao organizado. Para nós, não faz diferença se estão imponderados pelo patrimônio. Para nós não há distancia entre a Polícia e o criminoso. Onde ele estiver, a polícia o alcançará, seja ele quem for”, ponderou, Portela Secretario de Segurança.

Durante a coletiva, o delegado geral de Polícia Civil, Lawrence Melo, afirmou que o Estado será firme contra qualquer força criminosa que venha agir contra o sistema de segurança. “Que cada criminoso que aspire em atentar contra um policial tenha a convicção que ele não estará enfrentando um só policial, mas o Sistema de Segurança como um todo”, afirmou o delegado-geral.

Após apresentação na coletiva, Raimar Costa foi encaminhado ao Centro de Triagem de Pedrinhas onde cumprirá o mandado de prisão preventiva de trinta dias.

Participaram da coletiva, o Superintendente de Polícia Civil do Interior (SPCI), Dicival Gonçalves, o superintendente de Polícia Técnico-Cientifica, Miguel Alves e o presidente da Associação de Policia Civil, Marcone Chaves.

 

ISADORA FONSECA
 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.

Os sete pilares da política suja

stencil política sujaDo modo que o sistema político anda em  nosso país, surge uma pergunta na boca de todo o povo: é dessa política que essa  nação precisa? As vezes fica até difícil descobrir em quem confiar (se podemos confiar). Pelas praças, ruas, igrejas, mercados e muito mais , ouvimos as mesmas vozes de um povo cansado e angustiado, desanimado pelos políticos dessa nação. A desconfiança fica em alta e o confiar, é uma questão de indagação, de incertezas. Faço-me valer das palavras de Ruy Barbosa: De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e ter vergonha de ser honesto.
É certo que queremos governantes que nos representem, nos auxiliem, nos defendam e procurem fazer sempre o melhor em prol do seu povo, sem hipocrisia e fingimentos, mas de coração, sem esperar receber algo em troca. Homens que prezem a educação, saúde, esporte, cultura, lazer e muito mais que seja direcionado ao benefício de um povo. Um dos governantes da história que muito me fascina foi o Rei Salomão. Governou com força, fé, coragem e muita sabedoria que era sua característica suprema. Foi amado, respeitado e admirado até pelos seus maiores inimigos. Isso fez dele um político ficha bem limpa.
Uma certa vez ele escreveu algo de extrema importância: Aquilo que Deus Aborrece num ser humano. Tomo a liberdade de suas palavras e as aplico para o nosso século presente, como os  sete pilares da política suja (baseado em Provérbios 6;16-19)
1º Pilar – O olhar altivo. São os olhares arrogantes, cheios de orgulho e presunçosos. Em pré-campanha, não se percebe tanto esta característica, mas após nesse período, o político com olhar altivo, retoma sua personalidade natural e como muitas vezes acontece, ele passa de fininho e  finge que não te vê. Escolha alguém de boa índole e te olhe com singeleza  de espírito.
2º Pilar – A língua mentirosa. Eu prometo! Eu farei! Eu cumprirei! Eu transformarei! Promessas e mais promessas. Quem promete o que não pode, com certeza não poderá cumprir seu voto.  Tais políticos usam de má fama e enganam os mais simples que não tem muito conhecimento e por uma barganha, negociam seu cartão da democracia verdadeira. Esteja atento ao que falam.  O muito falar, leva ao descrédito. Ouça com atenção e analise com sabedoria cada proposta. Não deixe que mintam para você!
3º Pilar – Mãos que praticam a violência. Quem poderá acabar com a violência  em nossas cidades? Ficamos presos em nossas casas e os verdadeiros bandidos à solta. Enquanto uma senhora fica presa meses por roubar uma lata de leite para dar aos filhos, o outro, mesmo roubando milhões e escondendo na cueca, usufrui da liberdade. Queremos homens e mulheres que carreguem nas mãos, a paz, o amor, a honestidade. Conheça a vida de  seus candidatos e escolha aqueles que tem mãos e ficha  limpa.
4ª Pilar – Coração que trama projetos maldosos. Nosso dinheiro sucumbe a um mundo onde a ganância age de forma disfarçada e traiçoeira. Em tudo arranjam um jeito de tirar proveito, é  um tal de Deus por todos e eu por mim. Reveja os projetos de cada candidato e escolha aqueles que irão trazer benefícios à  comunidade como um todo.
5º Pilar – Pés que se apressam a correr para o mal. A corrida está em andamento. Todos andam de um  lado para o outro. Alguns apresentam suas ideias e propostas, outros se atém a difamar seu rival, como se isso lhe desse mais créditos. O que está em jogo? A defesa soberana de um povo ou o status social, o bom salário e um futuro recheado de coisas boas desviadas da boca do menino que tem fome e da educação da menina que quer ler e ser doutora? Converse com seu candidato. Pense no coletivo, não no favo do mel que pode lhe ser presenteado, caso ele seja vencedor. Vale ressaltar  o que disse Gilmar Mendes: Temos no Brasil um dicionário de abusos de autoridades que vai de A a Z.
6º Pilar – Testemunha falsa (mentira). É incrível como se pode observar a quantidade de falsidade existente nesse grande mundo de meu Deus. Homens com tanto poder e nenhum coração, gente que compra e que vende a moral da nação (João Alexandre). Não é a toa que câmeras escondidas gravam a obscuridade e a falsidade daqueles que se dizem nossos defensores, guardadores, protetores, homens e mulheres da lei, da  moral, da ética  e da verdade. Que verdade, que moral, que ética, que lei? Observe atentamente  as palavras ditas e as ações vividas por aqueles que querem te representar no poder.
7º Pilar –  O semeador  de contendas. A soberba é uma das fontes das contendas que mais dividem uma família, uma nação, um partido. “Da soberba só resulta a contenda, mas com os que se aconselham se acha a sabedoria.” (Salomão). A contenda é como uma pequena brasa, ela chega de mansinho e incendeia um bosque inteiro. Ouvir debates é diferente de ver o semear das brigas causadas por passado, presente e futuros partidários. Homens que não se respeitam, com certeza não respeitarão o seu povo. Falam sem pensar  e agem por si só. Penso no que Eça de Queirós queria dizer quando expressou: Os políticos e as fraldas devem ser mudadas pela mesma razão. Será que ele foi ofensivo?
Concluo da forma mais digna de um cidadão brasileiro. Queremos homens e mulheres que nos representem e ergam seus pilares políticos sobre a honra, o respeito a ética e a moralidade  e que mudem no mundo a nossa cara tida como país da corrupção. Vote consciente.

(*) Raimundo Soares de Andrade é um brasileiro amante do seu país e intercessor de seus governantes

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.

A força de Soliney Silva em Coelho Neto

solineyO prefeito Soliney Silva (PMDB), mostrou mais uma vez sua força e seu prestígio político ao realizar uma mega convenção para seus candidatos. O Ginásio de Esportes Uiran Sousa ficou pequeno para a convenção que homologou as candidaturas de Jademil Gedeon e Raimundão como candidatos a prefeito e vice, respectivamente.
A Coligação “Por Amor a Coelho Neto” além do PMDB, reúne os partidos PROS, PV, PR, PTB, PRB e Rede. O evento iniciou com o chamamento de representantes dos partidos e dos pré-candidatos a vereadores que formam a maior coligação proporcional destas eleições.
Ao fazer uso da palavra o prefeito Soliney Silva destacou as ações do seu governo, criticou os ataques dos adversários, enalteceu o perfil dos seus candidatos e destacou a união do seu grupo político.soliney1
“Apresentamos aqui um resumo das ações que foram feitas na certeza de que nenhuma administração trouxe tantas obras estruturantes para Coelho Neto como a nossa, graças ao compromisso que assumimos desde o primeiro dia de governo. Todas as críticas dos adversários tornam-se sem efeitos pois uma parte deles se tornaram fichas sujas por má-versação dos recursos públicos e a outra parte não tem nada a apresentar de conquistas para a cidade. O Jademil e o Raimundão possuem um legado de serviço prestado por nossa cidade e por isso merecem o nosso voto de confiança na certeza de que saberão honrar a oportunidade de trabalhar ainda mais por nossa gente. Vamos para a eleição mais uma vez unidos, na certeza da vitória”, disse ele.
Ovacionado pela multidão quando teve seu nome citado, o candidato a prefeito Jademil Gedeon agradeceu a família, o apoio do grupo e reafirmou seu compromisso com Coelho Neto.
“Agradeço a família, aos amigos e a todos os nossos apoiadores que nos acompanharam durante nossa pré-campanha e seguirão conosco nessa nova etapa. Essa é a realização de um sonho pessoal que acalentei ao longo dos anos e que hoje torna-se realidade. Agradeço ao prefeito Soliney Silva pela confiança e assumo com o Raimundão o compromisso de realizar um governo com mais realizações, pois assumiremos um município estruturado e com chances de crescer ainda mais. Vamos aumentar esse time, conquistar mais apoios e junto com o povo vencer as eleições” destacou ele.
Estiveram presentes diversas lideranças dentre as quais os pré-candidatos a prefeito Arquimedes Bacelar (Afonso Cunha), Aldyr Júnior (Chapadinha), além de lideranças religiosas, comunitárias e a população em geral.

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.

O novo se apresenta com a cara do passado

dinogovO governador do Maranhão Flavio Dino (PC do B), foi eleito com o discurso de uma grande mudança de rumos na condução política do Estado, gerando, com isso, a expectativa de uma guinada efetiva na postura e de ganhos efetivos nos indicadores sociais. Mas o governador está chegando na metade do mandato, e os questionamentos sobre sua gestão tem sido muito mais contundentes que os elogios.

Alguns problemas são, inclusive, de natureza ética, com a cobrança da imprensa para que seja encerrado o contrato do governo com a empresa Dimensão Engenharia, do empreiteiro Antônio Barbosa, preso na operação Lilliput da Polícia Federal. A polícia afirma que milhões de reais foram repassados para o empresário, que é apontado como líder de uma organização criminosa com faturamento gigantesco na área da saúde. Com igual rigor, também há denúncias de um certo Instituto Cidadania e Natureza, alvo da operação Sermão dos Peixes da Polícia Federal, também motivo de denúncias de desvio de recursos públicos.

O dia-a-dia do governador parece que ainda titubeia com ações de pouca efetividade, como a vinda a Teresina, meses atrás, para a simples entrega da correção de um dos acessos da ponte da Amizade, que custaram R$ 400 mil, ou, como fez ontem, a entrega de duas ambulâncias para a cidade de Timon.

No plano financeiro, o governador está pedindo R$ 400 milhões a um banco da falida e tumultuada venezuelana, que se soma a outros R$ 55 milhões conseguidos junto à Caixa Econômica Federal. Ou seja, o governador, que reclamava não ter condições de pagar os vultosos empréstimos do governo passado, na ordem de R$ 3 bilhões, já acrescenta quase R$ 500 milhões em novas dívidas.

É dentro desse contexto que Dino não deve ter estranhado quando Instituto de pesquisas fez um levantamento recente, em que a principal pergunta foi a comparação direta entre a atual administração e da governadora que derrotou em 2014. Pelo andar da carruagem, o novo se apresenta com a cara do passado, muito combatido.

O texto acima foi retirado do Portal AZ de Teresina, um dos mais acessados no Piauí e é de autoria do colunista Arimatéia Azevedo (clique aqui). Pelo visto a imprensa nacional não tem uma imagem diferente do governador Flávio Dino do que a maioria dos jornalistas do Maranhão.

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.

Maranhão lança ‘Plataforma Agroecológica’ projeto pioneiro no Nordeste

44Para democratizar o acesso à informação, o Governo do Estado, por meio da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) lançaram a ‘Plataforma Agroecológica’. A iniciativa de ter, em um ambiente virtual, todo um acervo bibliográfico e informativo em agroecologia é pioneira no Nordeste.

A rede de conhecimento dispõe, para pesquisas, mais de 200 publicações, dentre livros em versões digitais, artigos, documentos, cartilhas, áudios e vídeos relacionados com agroecologia, área que estuda a agricultura na perspectiva ecológica.

O Maranhão, que vem acompanhando gradativamente a revolução digital, agora apresenta ao Nordeste uma ferramenta de pesquisa na internet que representa um avanço para difusão de conhecimento aos técnicos e extensionistas rurais, estudantes e instrutores de Casas Familiares Rurais e Escolas Agrícolas, e também, pesquisadores e professores universitários.

O projeto foi desenvolvido pela Embrapa Cocais em parceria com a Agerp, Casas Familiares Rurais, Escolas Agrícolas, Universidade Estadual do Maranhão (Uema), Associação em Áreas de Assentamento no Estado do Maranhão (Assema). O patrocinador é o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O acesso é pelo endereço http://plataforma.cpacp.embrapa.br/ ou por meio do site da Agerp www.agerp.ma.gov.br, que disponibilizará um link direcionando à plataforma.

O presidente da Agerp, Júlio César Mendonça disse que a Plataforma cumpre a premissa do Governo Flávio Dino de desenvolver a agricultura familiar por meio do conhecimento. “Democratiza o acesso de técnicos ao conhecimento que será repassado ao agricultor e é de livre acesso, todos podem acessar e adquirir conhecimento mais aprofundado sobre agroecologia, que tem como base uma agricultura sustentável”.

Os técnicos e extensionistas da Agerp, que atuam pelo estado levando assistência técnica aos agricultores familiares, contarão nessa rede virtual um apoio para gerar mais conhecimento a serem aplicados no acompanhamento do cotidiano ao agricultor no campo.

O conhecimento vai chegar ao agricultor por meio dos técnicos e o próprio agricultor pode acessar se tiver internet. “Iremos disponibilizar para escolas rurais um kit de informática para que, nesse ambiente, os alunos façam consultas e assim, sejam incluídos no mundo digital” informou o pesquisador da Embrapa, Carlos Freitas. Segundo o pesquisador da Embrapa, serão promovidos cursos sobre agroecologia para os técnicos da Agerp.

Agroecologia

O diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Agerp, José Malheiros, destaca que agroecologia é um tema pouco discutido. Para ele, a Plataforma dará suporte para as pessoas interessadas aprofundarem seus conhecimentos sobre o tema.

“Essa ferramenta é um instrumento para popularizar o tema agroecologia, servindo tanto ao produtor quanto ao consumidor e técnicos. Um dos objetivos é fazer com que a população conheça quais os procedimentos e metodologias adotadas para produção de alimentos saudáveis por meio da agroecologia”.

O pesquisador da Embrapa Cocais, Carlos Freitas explicou que a ideia da plataforma é dispor, em único local, amplas informações sobre o tema. Ele explica que o grande volume de informação na internet dificulta uma busca direcionada sobre o tema. “A plataforma vem justamente preencher essa lacuna disponibilizando publicações especializadas em agroecologia”.

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.

Relações Publicas e Política: A Junção de Dois Universos Complexos

downloadNós, RPs, sabemos que grande parte das pessoas não tem ideia do que faz um relações-públicas. Quem de nós nunca foi indagado com: o que você faz, na verdade? E não é fácil de explicar em apenas uma resposta, afinal, a profissão de relações-públicas é relativamente nova no Brasil.

Quem trabalha com política passa por quase a mesma coisa, porém, com a diferença de que a política existe desde a antiguidade e, então, pensamos saber tudo sobre ela. Na maioria das vezes, estamos enganados.

A comunicação na política

Antigamente, os políticos usavam apenas dos espaços cedidos em jornais de grande circulação para atingir a maior parte de seus públicos, lembrando que, alguns políticos têm menos dificuldades de comunicação por estarem em cidades ou bairros pequenos; outros, precisam atingir o país inteiro. Mas, atualmente, temos acesso irrestrito à informação, portanto, todos têm espaço para divulgar seu trabalho. Temos o privilegio de acessar tudo sobre a pessoa em que vamos votar, o que não acontecia até pouco tempo atrás.

Percebeu-se, então, que ter um relações-públicas em um órgão público como prefeituras, câmaras e assembleias ou um personal PR, como é conhecido e bastante usado nos Estados Unidos, mudaria, completamente, o relacionamento entre os políticos e a população. O relações-públicas usa todas as ferramentas que tem em mãos e adapta para o cenário político. Pesquisas são nossos principais aliados, além disso, a ouvidoria também é muito importante para atingir os públicos que queremos. As dificuldades começam quando lembramos que, cada político, tem apenas quatro anos para demonstrar tudo o que fez, estudar seus públicos estratégicos e quais meios de comunicação deve utilizar, gerenciar as crises existentes, criar uma identidade visual, dar feedback aos eleitores e acompanhar o cenário em que está inserido; trabalho que em outras organizações pode levar até 10 anos para estar concluído.

Desta forma, o RP, que está acostumado a estudar todo o processo comunicacional da organização, tem que estar preparado para executar, antes mesmo de analisar. E, então, vai-se aprendendo a melhor forma de passar a informação e quais ações geram resultados positivos na prática.

Alguns autores tratam desta comunicação entre políticos e população como marketing político, mas creio que, basear-se somente no marketing é deixar de fora ferramentas importantíssimas que um relações-públicas possui. Com o tempo, o reconhecimento do profissional de RP no meio político deverá aumentar, assim como aumentou nas outras organizações do Brasil.

Autora: Nicolle Bressane

 
Acompanhe o Codó Notícias também pelo Facebook , YouTube e Instagram.