Assassino de Décio Sá se envolve em briga e mata líder do bonde dos 40 em Presidio

Jhonatan de Souza Silva responderá agora por assassinato de Alan Kardec dentro do Presídio São Luís 4

O detento Jhonatan de Souza Silva, condenado a 25 anos de prisão pelo homicídio do jornalista de O Estado Décio Sá, em abril de 2012, assassinou, ontem, um preso identificado como Alan Kardec Dias Mota, no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. O crime aconteceu na Unidade Prisional de Ressocialização de São Luís 4 (UPSL 4), também conhecida como Presídio São Luís 4, durante o banho de sol.

Em nota, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou que, por volta das 7h30 desse domingo (7), durante o ‘banho de sol’, Jhonatan feriu o peito de Alan Kardec com um pedaço de ferro, que revelou ter retirado do banheiro.

O detento ferido ainda foi socorrido e levado ao Hospital Municipal Dr. Clementino Moura (Socorrão 2). O acusado foi encaminhado ao Plantão Central da Vila Embratel para prestar depoimento sobre sua motivação para o delito praticado.

Facção

Alan Kardec era apontado como fundador da facção criminosa Bonde dos 40 e era um criminoso considerado de altíssima periculosidade. Assim como Jhonatan, ele era custodiado em cela individual, na UPSL 4.

Em xeque

O homicídio do detento colocou em xeque a suposta pacificação no sistema prisional do Maranhão, alardeada pelo governo Flávio Dino (PCdoB).

A Polícia Civil abriu inquérito para apuração dos fatos.

Sobre Jeferson Abreu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *