Autor visa arrecadar dinheiro para comprar 100 mil Bíblias para a Igreja Perseguida

Um autor cristão está usando seus próprios livros e obras digitais de domínio público, vendendo-os para arrecadar dinheiro e comprar Bíblias para a Igreja Perseguida.

Através da Amazon e de seu próprio site, o holandês Jan Blonk, deu início ao projeto “A Causa de Cristo”, em 2017. Ele é autor de 16 livros cristãos.

Blonk disse à CBN News que vai trabalhar em parceria com a Portas Abertas e que se inspirou no texto bíblico de Marcos 9.41: “Quem lhes der um copo de água em meu nome, por vocês pertencerem a Cristo, de modo nenhum perderá a sua recompensa”.

PUBLICIDADE

Em suas contas, a cada 14 livros vendidos, uma Bíblia pode ser comprada: “Não importa o quão pequeno o gesto possa parecer. Quem comprar um livro por menos de 1 dólar para ajudar na arrecadação de fundos para a Igreja Perseguida, terá acumulado um valor eterno”, observou.

‘Um plano de negócios’

Em entrevista, Blonk contou como iniciou esse “negócio de livros” para a compra de Bíblias e disse que pretende, em dezembro, comprar 100 mil Bíblias: “Quem comprar 1 livro por 10 dólares, estará presenteando alguém com uma Bíblia”.

No momento, a livraria online conta com 17 categorias de livros com temas variados de Estudos Bíblicos e Teologia.

Há também uma categoria gratuita com 43 livros sobre todos os tipos de assuntos cristãos — sobre Jesus, como ganhar almas ou lutar contra tentações e pecados sexuais, discipulado, santidade, Deus, Espírito Santo, profetas antigos, evangelismo e comentários.

‘Abracei Jesus pela fé’

Blonk explicou à CBN News que, embora tenha sido criado em uma igreja tradicional na Holanda, considerava Deus um “bicho-papão” e que só depois de adulto que teve os olhos abertos por meio das Escrituras.

“Por cerca de dez anos fui muito legalista, para dizer o mínimo, tentando ganhar o favor e a aceitação de Deus”, disse.

“Em meus vinte e poucos anos, o Senhor abriu meus olhos por meio de um versículo em João 5.39, onde diz que examinamos as Escrituras porque pensamos que nelas teremos a vida eterna. Então, entendi que as Escrituras testemunham sobre a pessoa e a obra de Jesus Cristo, por isso o abracei pela fé”, revelou ao concluir.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *