Faça seu Consorcio na Multimarca com a Luana Safira em Codó

Qual tipo de consórcio você procura?

Na Multimarcas você encontra todos os tipos de consórcios para adquirir imóveis, veículos e serviços. Consulte também condições especiais para caminhões e máquinas.

Tire suas dúvidas sobre o consórcio

Aqui você encontra as principais informações sobre consórcios. Tire suas dúvidas agora mesmo.

1 – O que é Consórcio?

É um agrupamento de um determinado número de pessoas, físicas e/ou jurídicas, que aderem a um regulamento coletivo, multilateral, e assumem os mesmos direitos e obrigações. É administrado por empresa prestadora de serviços, legalmente autorizada a funcionar pelo Poder Público (Banco Central do Brasil). Seu objetivo exclusivo é angariar recursos financeiros dos consorciados, para formar poupança, mediante esforço comum, objetivando a aquisição de bens móveis, imóveis, serviços e créditos para reforma de imóveis e aquisição de veículos novos e usados.

2 – O que é Consorciado?

Pessoa física ou jurídica que adere a consórcio.

3 – O que é Administradora?

Empresa prestadora de serviços, autorizada a funcionar pelo Poder Público (Banco Central do Brasil), cujo objetivo social é exclusivo de formar e administrar grupos de consórcios de bens móveis, imóveis, serviços e créditos para reforma de imóveis e aquisição de veículos novos e usados.

4 – O que é Grupo?

Conjunto de pessoas físicas e/ou jurídicas, reunidas pela administradora de consórcios, em número determinado e com identificação própria, durante um determinado prazo, objetivando a constituição de fundos, objetivando a aquisição de bens móveis, imóveis, serviços e créditos para reforma de imóveis e aquisição de veículos novos e usados, por meio de autofinanciamento.

5 – O que é Cota/pedra?

Número identificador do consorciado no grupo de consórcio.

6 – O que é Plano?

Embora todos os consorciados participem de um mesmo grupo, os planos são diferentes. Eles variam em função do bem que se pretende adquirir e dos prazos de duração, pois muitos consorciados aderem aos grupos já em andamento.

7 – O que é Bem?

É o objeto do plano de consórcio, ou seja, o produto ou serviço que será adquirido pelo consorciado através do consórcio.

8 – O que é Taxa de Adesão?

É o valor pago pelo consorciado à administradora no ato de sua adesão ao grupo de consórcio, sendo que esse valor representa parte da taxa de administração, que é recebida antecipadamente.

9 – O que é Taxa de Administração?

É o valor percentual mensal cobrado pela Administradora dos consorciados participantes do grupo, como sua remuneração pela formação e administração do grupo de consórcio.

10 – O que é Fundo de Reserva?

É o valor percentual mensal cobrado dos consorciados participantes do grupo pela Administradora, objetivando a constituição de um fundo para suprir eventual déficit financeiro do grupo. Após o encerramento das operações do grupo, a eventual parte não utilizada do Fundo de Reserva terá de ser restituída proporcionalmente às contribuições de cada um dos consorciados ativos do grupo.

11 – O que é Fundo Comum?

O Fundo Financeiro Comum é constituído pela Administradora com recursos coletados dos consorciados, através das contribuições mensais, objetivando a formação de poupança para aquisição dos bens contemplados nas Assembleias mensais.

12 – O que é Contribuição Mensal?

É o valor percentual do preço do crédito (bem) pago pelo consorciado ao grupo consorcial para a formação do Fundo Comum (caixa) do grupo e para fazer face aos pagamentos dos créditos (bens) contemplados nas assembleias mensais do grupo. O valor dessa contribuição mensal é encontrado em percentual ou em espécie ao se dividir 100% do preço do crédito (bem) pelo prazo de duração do grupo.

13 – O que é Seguro Prestamista?

Seguro de vida e de invalidez permanente, por acidente, pago pelos consorciados à Companhia Seguradora, através da Administradora de consórcios, com a finalidade de quitar o saldo devedor do consórcio e restituir os valores já pagos aos beneficiários do consorciado, em caso de falecimento do consorciado, ou ao próprio, em caso de invalidez permanente por acidente.

14 – O que é Seguro de Quebra de Garantia?

É aquele pago pelos consorciados à Companhia Seguradora, através da Administradora de consórcio, visando assumir os pagamentos do consorciado contemplado e na posse do bem, em caso de inadimplência deste.

15 – O que é Assembleia Ordinária?

A reunião mensal dos consorciados, objetivando a realização das contemplações e prestação de informações aos consorciados pela Administradora.

16 – O que é Assembleia Extraordinária?

A reunião eventual dos consorciados, objetivando a discussão e aprovação de outros assuntos que não possam ser deliberados nas Assembleias Ordinárias.

17 – O que é Contemplação?

Ato pelo qual o consorciado adquire o direito de adquirir o bem objeto do plano. Existem três formas de contemplações: sorteio, lance e encerramento do grupo.

18 – Como é realizado o Sorteio?

Pelo sistema de bingo, ao vivo, na presença dos interessados e durante as Assembleias Gerais Ordinárias, e entre os consorciados em dia com os seus pagamentos. Ou por intermédio da extração da Loteria Federal, ou, ainda, por outros meios que permitam a participação efetiva dos consorciados.

19 – O que é Lance?

É a antecipação de pagamento das prestações mensais, ofertado pelos consorciados nas Assembleias Gerais Ordinárias ou encaminhado através de diversos meios de comunicação (fax, e-mail, telefone, correio, etc.). Por lance, o vencedor é o consorciado que ofertar o maior valor percentual do preço do bem ou quantidade de prestações vincendas, e cujo pagamento serve para amortizar as prestações vincendas do consorciado.

20 – O que é Lance Embutido?

Trata-se de pagamento de lance realizado com parte do valor do crédito (bem) que o consorciado receberá ao ser contemplado em razão desta modalidade.

21 – O que é contemplação por encerramento?

Quando o consorciado não é contemplado por sorteio ou lance durante o transcorrer do plano, ocorrerá a contemplação por encerramento na última assembleia do grupo.

22 – O que é Autorização de Faturamento/Carta de Crédito? 

Esse documento é emitido pela Administradora e dirigido ao consorciado e ao fornecedor do bem. Por ele, o consorciado é autorizado a adquirir o bem e a administradora fica compromissada a pagar o crédito, depois de providenciada a documentação obrigatória.

23 – O que é Diferença de Prestação / Mensalidade / Parcela? 

É a diferença resultante do pagamento de prestação, a menor ou a maior, feito pelo consorciado, e que deve ser acertada nos meses subsequentes, por intermédio de pagamento ou de crédito na conta-corrente do consorciado.

24 – O que é Rateio do Reajuste do Saldo de Caixa? 

Trata-se da diferença cobrada dos consorciados ativos do grupo, pela Administradora, objetivando a recomposição do saldo de caixa do mesmo grupo, em caso de aumento do preço do crédito (bem) objeto do plano, em caso de existência de saldo de caixa no Fundo Comum do grupo e que passar de uma para outra assembleia.

25 – O que são Juros Moratórios?

É o valor percentual de até 1% (um por cento) mensal, cobrado dos consorciados inadimplentes pela Administradora, pelo atraso nos pagamentos dos débitos do consórcio.

26 – O que é Multa Moratória?

Valor percentual de até 2% (dois por cento), cobrado pela Administradora, dos consorciados inadimplentes, pelo atraso nos pagamentos dos débitos do consórcio.

27 – O que é Multa Penal?

É o valor percentual de livre fixação pelas partes, no contrato, e cobrado da parte que quebrá-lo ou rescindi-lo..

28- O que é Ata da Assembleia?

Documento próprio, lavrado no ato de realização das assembleias, e no qual são lançados todos os fatos ocorridos nas mesmas, inclusive o resultado das contemplações.

29 – Quem são os Representantes/Fiscais do Grupo?

São três consorciados eleitos obrigatoriamente na primeira assembleia ordinária do grupo, cujas funções são as de representar os demais perante o grupo e a administradora, sendo substituídos quando forem contemplados.

30 – O que é Fiança / Fiador?

Uma garantia pessoal e adicional, que pode ser exigida pela Administradora por ocasião da entrega do crédito (bem) ao consorciado contemplado, de pessoa reconhecidamente idônea, possuidora de bens e rendimentos compatíveis com o valor do débito garantido, no sentido de garantir os pagamentos dos débitos assumidos pelo consorciado perante o grupo e a Administradora.

31 – O que é Contrato de Adesão?

Instrumento jurídico elaborado pela Administradora, firmado por esta e pelo consorciado nos termos exigidos pelos normativos oficiais, no qual são previstos os direitos e obrigações de ambas as partes contratantes, e pelo qual o consorciado formaliza seu ingresso no grupo consorcial.

32 – O que é Contrato de Alienação Fiduciária em Garantia?

Instrumento jurídico firmado pela Administradora e pelo consorciado por ocasião da aquisição do bem, através do qual o consorciado oferece à Administradora, em garantia do saldo devedor do consórcio, o bem adquirido com o crédito dele recebido.

33 – O que é Substituição de Garantia?

Mecanismo por intermédio do qual o consorciado substitui por outro, o bem dado em garantia e que deverá ser da mesma espécie e de valor igual ou superior ao substituído.

34 – O que é Termo de Transferência?

Instrumento jurídico elaborado pela Administradora, que deverá ser firmado pelo consorciado cedente, pelo cessionário e pela Administradora, através do qual o consorciado transfere seus direitos e obrigações a outro consorciado.

35 – O que é Bem Retirado de Linha de Produção?

Isso ocorre quando o fabricante do bem, objeto do plano do consorcio, deixa de produzi-lo. Nesse caso a Administradora terá de convocar os consorciados não contemplados do grupo, para se reunir em Assembleia Geral Extraordinária, objetivando a escolha de outro bem da mesma espécie e de valor aproximado, para substituir o que fora retirado de linha de produção pelo fabricante. Quando isso ocorrer, implicará em recálculo das prestações pagas, podendo haver diferença a favor ou contra o consorciado. Se a escolha recair sobre um bem de valor inferior, os consorciados terão créditos em todas as prestações pagas e, caso contrário, terão débitos a saldar.

36 – O que é Melhoria Tecnológica no Bem?

Ocorre quando o bem, objeto do plano de consórcio, recebe melhoria tecnológica e, consequentemente, tem aumento de preço, embora não seja retirado de linha de produção. Nesse caso, não será realizada assembleia, devendo a Administradora repassar o referido aumento de preço para todos os consorciados integrantes do grupo, tenham sido contemplados ou não.

37 – O que é Reopção de Bem?

Mecanismo pelo qual o consorciado não contemplado substitui o bem objeto de seu plano por outro da mesma espécie. As condições da reopção são fixadas pela Administradora no contrato de adesão. Geralmente as exigências são as de que o novo bem escolhido esteja incluído no grupo em que participa o consorciado solicitante, não esteja escasso no mercado e tenha valor superior ou inferior de, no máximo, 50% (cinquenta por cento) do bem objeto do plano do consorciado requerente.

38 – Como ocorre a Aquisição do Bem?

Nos termos dos normativos oficiais vigentes, o consorciado contemplado poderá adquirir o bem em fornecedor de sua escolha, inclusive de particular, respeitada as condições previstas no contrato de adesão.

39 – Quando ocorre Exclusão/Cancelamento do Consorciado?

Poderá ocorrer quando o consorciado não contemplado atrasar o pagamento das prestações mensais por prazo superior ao previsto no contrato de adesão. Geralmente o tempo determinado para o cancelamento da cota é de duas prestações em atraso ou de uma, por prazo superior a 60 (sessenta) dias. Ocorrendo o cancelamento, o consorciado irá receber os valores pagos, descontados os percentuais de taxa de adesão, taxa de administração, fundo de reserva, seguros e multa penal, O saldo remanescente será restituído ao consorciado excluído ou desistente mediante sorteio entre todos os demais desistentes ou excluídos. E não sendo sorteado, receberá 60 (sessenta) dias após o término do grupo, nos termos do contrato.

40 – Pode ocorrer Desistência do Consorciado?

O consorciado não contemplado poderá solicitar formalmente o cancelamento de sua participação no consórcio ou simplesmente deixar de pagar as prestações mensais. Nesse caso, ele irá receber os valores pagos, descontados os percentuais de taxa de adesão, taxa de administração, fundo de reserva, seguros e multa penal, O saldo remanescente será restituído ao consorciado excluído ou desistente mediante sorteio entre todos os demais desistentes ou excluídos. E não sendo sorteado, receberá 60 (sessenta) dias após o término do grupo, nos termos do contrato.

Vídeo: Bombeiros vão resgatar corpo em rio, mas “morto” acorda

Um caso chamou atenção na Bahia neste final de semana, quando o suposto corpo de um homem foi encontrado boiando à beira do Rio Cachoeira na cidade de Itabuna, no sul da Bahia. Por causa disso, populares chamaram o Corpo de Bombeiros, que foram fazer a retirada do corpo. No entanto, nesse momento algo inusitado aconteceu.

Após informação de populares de que havia um corpo boiando na beira do rio, policiais militares acionaram o Departamento de Polícia Técnica (DPT) para fazer o levantamento cadavérico, assim como o Corpo de Bombeiros para resgatar o corpo.

O vídeo do momento circula nas redes sociais. As imagens mostram dois bombeiros retirando o suposto corpo na beira do rio. No entanto, após ser puxado para a margem, o homem se moveu, e os profissionais perceberam que ele estava vivo.

Acontece agora dia 11 de Março a grande inauguração da nova loja da Regional Telecom em Codó

A inauguração da mais nova loja Regional Telecom em Codó já tem data marcada! Dia 11 de março, a partir das 08h, estaremos de portas abertas na Avenida Cristovão Colombo com um ambiente amplo, moderno e muito mais confortável, que se tornará a nova matriz Regional.

No dia 11 de março, segunda-feira, teremos novidade:
🛜 Promoção “Brinde ou desconto misterioso”! Os clientes ativos da Regional presentes na loja participarão da ação e poderão ganhar descontos de 5% a 50% de 1 mensalidade ou até brindes disponíveis na loja.

E durante toda a semana de inauguração:
🛜 Assinando ou reativando um plano de internet, você só paga a primeira mensalidade com 60 dias (válido para todas as lojas de Codó, Timbiras e Coroatá).

Você é nosso convidado especial!
Vem de Regional 💙

Menino que sofreu traumatismo craniano volta à vida após oração da mãe

Miguel, de 5 anos, escorregou enquanto brincava com um primo, no aniversário da avó, em Manaus. Com a queda, ele ficou em estado grave, mas através de orações sobreviveu.

Em julho de 2023, Priscila [mãe], Wagner [pai], Mariana [irmã] e Miguel Santos estavam reunidos com outros familiares para a comemoração de aniversário de Anízia, mãe de Wagner.

Enquanto a família celebrava, Miguel escorregou no piso molhado e bateu com a cabeça no chão.

Segundo o Notícias Adventistas, o menino precisou ser socorrido, depois de chorar e vomitar muito.

Miguel ficou com um hematoma na cabeça, e ao chegar no hospital, os pais foram informados de que ele havia sofrido um traumatismo craniano, edema cerebral e uma grave hemorragia interna.

Devido a falta de equipamentos especializados, Miguel foi transferido para o Hospital Infantil Joãozinho, referência em trauma infantil.

Lá, ele começou a apresentar sinais de morte encefálica. Então, a equipe médica precisou ser rápida.

Duas neurologistas de plantão o avaliaram, uma delas afirmou que a cirurgia não iria mais resolver o quadro do menino, pois ele já estava morto. No entanto, a outra médica insistiu em realizar o procedimento cirúrgico.

“Uma das médicas que fez a cirurgia sentou do meu lado e falou que o caso dele era muito grave e só um milagre poderia salvá-lo”, contou o pai.

“Eu me ajoelhei na porta do centro cirúrgico e eu falei para Deus: ‘Senhor, eu só vou levantar quando o Senhor levantar o meu filho”, disse a mãe.


Miguel e família. (Foto: Reprodução/Notícias Adventistas)

Durante a cirurgia, a família clamou pela vida de Miguel. Cerca de três horas depois, os médicos informaram: “Miguel está vivo”.

As 72 horas depois da cirurgia eram decisivas. Naquele momento, Miguel era o paciente mais grave do hospital.

Corrente de oração

Amigos e familiares fizeram uma corrente de oração pela vida de Miguel clamando a Deus por um milagre.

Pessoas de perto e de longe se uniram em oração e apoiaram os pais durante esse momento difícil.

“Tomamos a iniciativa de compartilhar em todos os cultos a informação do caso e a intercessão em prol do Miguel”, explicou Daniel Castro, pastor da igreja da família.

No dia 28 de julho, os pastores Tiago Ferreira e Maria Luiza organizaram um círculo de oração em frente ao Hospital Joãozinho, para interceder pela vida do menino e de todas as crianças que estavam internadas.

Danielle Albuquerque, irmã de Priscila, contou que ela tinha fé de que Deus responderia às orações.

“Eu disse a ela que nós teríamos uma boa notícia sobre o Miguelzinho”, declarou ela.

Eles jejuaram e oraram pela vida do Miguel e, por volta de 19h de sábado, ele não estava mais entubado e seguia sem febre.

A recuperação da criança surpreendeu os médicos. Então, alguns dias depois, Miguel foi transferido para o Hospital Adventista de Manaus (HAM).

‘Jeová Jireh’

A equipe do HAM contava com neurologista, pediatra, fisioterapeutas, nutricionistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, equipe do laboratório e capelania que lutaram pela recuperação do menino.

Miguel passou pela segunda cirurgia neurológica para reparar os danos do acidente e mais uma vez, teve sucesso.


Miguel com a equipe médica. (Foto: Reprodução/Notícias Adventistas)

Após 38 dias internado, Miguel Castro Santos teve alta. Quando saiu do hospital ele estava andando, falando, brincando e até conseguia correr.

Agora, a família compartilha o milagre de Deus em sua vida: “Ele nos devolveu o Miguel e fortaleceu ainda mais nossa fé, pois estamos certos de que o Senhor ouve nossas orações, mesmo sendo tão indignos de seu amor. Ele é nosso Jeová Jireh. Aquele que provê, hoje e sempre”, concluiu Danielle.

Carpinteiro morto aos 96 anos é velado sentado em poltrona

O carpinteiro aposentado Quirino da Silva Souza morreu aos 96 anos e teve um velório bastante inusitado. Ele foi velado sentado em uma poltrona, com camisa social e gravata, como se estivesse em uma reunião.

Meu pai ficou 10 anos acamado, em decorrência de um Alzheimer severo, então é muito gratificante fazer a última homenagem com ele sentado, pois gostava de sentar e conversar com as pessoas. Quis dar a oportunidade aos nossos familiares de ter esse último momento ao lado dele”, declarou a filha do carpinteiro, Flávia Silva.

O velório de Quirino aconteceu na Funerária Paz Universal, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital de Goiás. O carpinteiro faleceu no dia 1º de março e foi sepultado no sábado (2/ 3), no Cemitério Jardim da Esperança.

Tornamos possível a oportunidade de a família prestar a última homenagem de uma forma que reflete a singularidade do falecido”, explicou o diretor-executivo do Grupo Paz Universal, Wanderley Rodrigues.

Velório diferente

Wanderley pontuou que há relatos de velórios dessa mesma maneira em países como Costa Rica, México e Estados Unidos, mas que o caso do carpinteiro é o primeiro velório no Brasil nesses moldes que ele tem conhecimento.

Apesar de o velório ter sido feito com o corpo sentado, no momento do enterro, ele foi acomodado de maneira tradicional, na posição deitada no caixão. “O cemitério não aceita o enterro sem ser na urna”, explicou Wanderley.

Os técnicos da funerária utilizam substâncias para conseguir alterar a posição do cadáver.

FONTE/CRÉDITOS: Metropoles

Viagens internacionais de Lula já somam mais de 7 voltas ao mundo

Ao finalizar o tour por São Vicente e Granadinas, onde cumpriu agendas com gente do tipo do ditador Nicolas Maduro (Venezuela) dias atrás, o presidente Lula se aproxima de completar o equivalente a sete voltas ao mundo em quilometragem internacional. Tudo, claro, bancado pelo pagador de impostos. Só nos primeiros meses deste ano, já são 29,8 mil km percorridos, considerando a linha reta, entre os aeroportos em que Lula, Janja e suas sempre numerosas comitivas desembarcam.

Tour de 62 dias

No primeiro ano de governo, Lula passou tanto tempo fora do país que a ausência desgastou a imagem do petista, foram impressionantes 62 dias.

Fortuna

Carrões, hotéis de luxo… o custo da gastança do “casal esbanja” foi de pelo menos R$70 milhões só com viagens internacionais em 2023.

Gastança generalizada

Se o chefe não dá a mínima pela gastança, os funcionários muito menos. Viagens de servidores federais já somam R$60 milhões neste ano.

Viajar é bom

Não corre o risco de Lula acabar com o bem-bom neste ano. Uruguai, Paraguai, Estados Unidos, Rússia e Azerbaijão estão na lista do petista.

Presidente do STF marca data para retomar liberação das drogas

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luís Roberto Barroso, agendou para o próximo dia 6 a retomada do julgamento do recurso que questiona se o porte de drogas para consumo próprio deve ser considerado crime. Iniciado em 2015, o julgamento foi interrompido em agosto do ano passado devido a um pedido de vista do ministro André Mendonça.

Até o momento, há cinco votos que consideram ser inconstitucional enquadrar como crime o porte de maconha para uso pessoal e um voto que considera válida a criminalização prevista no artigo 28 da Lei de Drogas. Esse artigo estabelece que é crime, punível com penas alternativas, comprar, portar ou transportar drogas para consumo pessoal, assim como semear, cultivar ou colher plantas destinadas à preparação de pequenas quantidades.

O ministro Luís Roberto Barroso, relator do recurso, propôs anteriormente estabelecer um critério objetivo para distinguir a quantidade de maconha que caracteriza tráfico do porte. No entanto, a lei atual não faz essa distinção, deixando a decisão sobre o que é porte e o que é tráfico nas mãos da polícia durante a abordagem ou de cada juiz.

O relator, ministro Gilmar Mendes, inicialmente votou pela descriminalização de todas as drogas para consumo próprio, mas posteriormente restringiu sua posição à maconha. Ele se uniu à proposta de Alexandre de Moraes, que sugere que pessoas flagradas com 25 a 60 gramas de maconha ou que tenham seis plantas fêmeas sejam consideradas usuárias.

Informe SENAR/FAEMA e SINCODÓ: turmas iniciarão cursos gratuitos do mês de março (Hortaliças, Cerca Elétrica e Pilotagem de Drone)

A Federação de Agricultura e Pecuária do Estado do Maranhão (FAEMA), o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais de Codó (SINCODÓ) proporcionando melhorias para o produtor e trabalhador rural, oferecerá diversos cursos em 2024, nas áreas de: Agricultura e Horticultura, Pecuária, Agroindústria, Aquicultura, Prestação de Serviço (Turismo), Silvicultura, cursos de atividades de apoio AGROSSILVIPASTORIL e Promoção Social em Codó.
¬¬¬
Confira as turmas que iniciarão os cursos gratuitos do mês de março (Hortaliças, Cerca Elétrica e Pilotagem de Drone)

1 – Cultivo de Hortaliças Folhosas – Dia 6 a 8/03 a partir das 8h, na Associação Quebradeiras de Coco, Travessa do Sol, 1734 – Santa Terezinha

2 – Pilotagem de Drone – Dia: 6 a 8/03 a partir das 8h, na Av. Dr. José Anselmo, 1947, bairro São Benedito.

3 – Construções Rurais de Cerca Elétrica – Dia 25 a 27/03, à partir das 8h, na Fazenda São Domingos, Ma-026, estrada que liga Codó a Timbiras

Chegou a sua chance de conhecer os melhores cursos gratuitos de Agro. Matricule-se já em um dos cursos do Sistema Faema/Senar. O Senar é especialista na geração de conhecimento e multidisciplinaridade.

Qualquer informação sobre os cursos o fone de contato (98) 98704-4153

CONFIRA A RELAÇÃO DE TREINAMENTOS OFERTADOS PELO SENAR-MA 2024 FORMAÇÃO PROFISSIONAL RURAL – FPR PELO LINK

RELAÇÃO DE TREINAMENTOS SENAR-MA 2024.pdf

Informe SENAR FAEMA e SINCODÓ turmas iniciarão cursos gratuitos do mês de março

Eleições 2024: Com apoio de César Pires, Yuri Corrêa e Nonato Sampaio assumem comando do PSD em Codó

Após articulação em São Luís, junto ao membro da Executiva Estadual do PSD, deputado estadual César Pires, os pré-candidatos a prefeito de Codó Yuri Corrêa e Nonato Sampaio assumiram o comando do Partido Social Democrático (PSD) no município de Codó. O encontro ainda contou com a presença do deputado estadual Ricardo Seidel, empossado pela chefe do Parlamento Estadual, deputada Iracema Vale, na Assembleia Legislativa do Maranhão, na última terça-feira (20).

O PSD em Codó será presidido pelo empresário e pré-candidato a prefeito Nonato Sampaio, e terá a advogada Dra. Suany Corrêa como vice no comando do partido. A chegada da legenda fortalece o projeto de formação da Frente Ampla para uma pré-candidatura alternativa no município e mostra o enfraquecimento do atual prefeito na esfera estadual, uma vez que o PSD fora o partido pelo qual o mesmo se elegeu em 2020 e que o filho Pedro Neres concorreu nas últimas eleições. A informação foi confirmada nesta sexta-feira (1).

Confira toda a programação da 3ª edição do Superpedal Adventure

Está chegando o tão esperado dia da 3ª edição do SuperPedal Adventure Codó. Confira agora a programação.

1ª Etapa Maranhense de Estrada e 1ª Corrida da Alegria

Programação do evento

Dia 02 de março/2024
14h às 21h- confirmação da inscrição e retirada do kit do ciclismo e da Corrida da Alegria;
14h às 17h- liberação do circuito para reconhecimento;
17h- atividades aeróbicas;
18h- show musical

Dia 03 de março/2024

05h- abertura Secretaria;
05h49- alinhamento das categorias da Corrida da Alegria;
06h- largada da Corrida da Alegria;
08h40- alinhamento das categorias do ciclismo de estrada;
09h- largada da 1ª bateria do ciclismo de estrada;
12h- início premiação do ciclismo de estrada;

Todos os atletas inscritos devem apresentar obrigatoriamente o certificado médico ou termo de responsabilidade.

Os atletas interessados em hospedagem em alojamento (Escola João Ribeiro) favor entrar em contato para reserva (99) 99978-2773.

Largada das baterias ciclismo de estrada por categorias:

1ª Bateria
Masculino: Master B1, Master B2, Master C1, Master C2, Master D;
Feminino: Master A, Master B, Master C;

2ª Bateria
Masculino: Infanto-juvenil, Juvenil, Júnior, Open, PNE;
Feminino: Open, PNE

3ª Bateria
Masculino: Elite-Sub30, Master A1, Master A2;
Feminino: Elite

Percurso Ciclismo de Estrada

Etapa (03/03/2024)

Masculino
Elite- 2,5 (1 hora + 1 volta)
Master A, B,C – 2,5 km (50 min + 1 volta).