Codó Notícias | O melhor e mais completo site da Região dos Cocais - Blog do Jeferson Abreu, Notícias de Codó e Região.

Idosa é baleada na porta de casa e antes de morrer entrega assassino

Uma idosa de 65 anos morreu na noite dessa quarta-feira (20) ao ser baleada na porta da casa dela, no Bairro São José, em Nobres (125 km de Cuiabá). Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos. Antes, porém, ela conseguiu dizer a testemunhas quem seria o mandante e o executor do crime: seu vizinho, de 19 anos.

Quando a Polícia Militar chegou ao local, encontrou a idosa no chão, ainda com vida, e uma testemunha de 30 anos ao lado dela. Conforme o boletim de ocorrência, foi para essa testemunha que a idosa conseguiu dizer quem havia mandado matá-la e quem tinha efetuado os disparos. Seria seu vizinho da casa da frente.

Outra testemunha, de 39 anos, disse que estava andando de motocicleta quando ouviu os tiros e viu a vítima caindo na rua. Pouco depois, ela também ouviu a vítima dizer quem tinha sido o mandante e o executor do assassinato.

Uma ambulância foi acionada e encaminhou a idosa ao Hospital Laura Vicuña, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu.

Depois, o suspeito de ser o executor da idosa foi encontrado em frente à casa da mãe dele e preso imediatamente. O caso foi registrado como homicídio doloso. O suposto mandante do crime está foragido.

Fonte: O LIVRE

Irmãos gêmeos morrem no mesmo dia com poucas horas de diferença

Dois irmãos gêmeos que estavam internados em hospitais diferentes morreram com poucos minutos de diferença, em Umuarama. As mortes aconteceram na tarde desta terça-feira (19), em um intervalo de tempo de apenas 3h25 e pelo mesmo motivo: parada cardíaca.

Adão Natal de Lima e Natal Aparecido de Lima eram gêmeos univitelinos – derivados da mesma placenta. Eles nasceram em 25 de dezembro de 1965 e tinham 53 anos. No nascimento, em Nova Esperança, Natal foi o primeiro que nasceu. E por coincidência foi o primeiro a morrer.

Segundo o irmão dos gêmeos, Luís de Lima, os dois possuíam hipertrofia muscular e estavam com o coração inchado. Os irmãos também foram diagnosticados com diabetes, na mesma época.

No sábado (16), Adão foi internado em um hospital de Umuarama. Dois dias depois, foi a vez de Natal. “Tudo indicava que o Adão morreria primeiro, mas ele foi reanimado e somente depois que o Natal morreu, foi que o Adão veio a óbito também”, contou Luís.

Os dois moravam juntos em um lar de idosos, no Recanto da Amizade, em Alto Piquiri. “Eles sempre viveram juntos e tinham um amor muito grande um pelo outro. O que um fazia o outro também realizava. Gostavam das mesmas coisas, tinham os mesmos hábitos”, lembrou Luís.

Para o irmão dos gêmeos, o sofrimento da família é grande pela morte dos dois, mas, ao mesmo tempo, há um conforto em saber que eles não ficarão um sem o outro. “Eu acredito que a dor seria maior se somente um morresse, porque eles eram muito ligados. Nasceram juntos e morreram juntos. Creio que essa era a vontade de Deus”, finalizou.

Colaboração O Bemdito

IV MARAPET discute os desafios do ensino superior no Maranhão

SÃO LUÍS – “Educação, inclusão e inovação: desafios contemporâneos para o ensino superior no Maranhão”. Este foi o tema do IV Encontro Maranhense dos Grupos de Educação Tutorial (Marapet) realizado entre os dias 20 e 22 de março, na Universidade Federal do Maranhão, câmpus de São Luís, e organizado por nove grupos PETs (interdisciplinares e cursos) da capital.

A tutora do PET de Biologia, Mayara Ingrid Sousa Lima, destacou que o Marapet é um principal espaço político de discussão de demandas externas e internas dos grupos PETs na UFMA. “Nesta edição do Marapet, apresentou-se diversas questões de enfretamento e resistência frente ao cenário político atual. O programa sofre sérias ameaças, e a principal delas é uma interrupção, por isso estamos aqui reunidos para lutarmos no sentido de que isso não ocorra”, frisou.

Já para Matheus Aquino, representante estadual dos PETs UFMA e membro do PET Conexões de Saberes em Imperatriz, enfatiza que o evento é uma forma de interlocução entre os grupos e um espaço de discussão de problemáticas que surgem anualmente. “Eu, como petiano, preciso participar deste tipo de evento, pois ajuda a trocar experiências e informações entre outros grupos e trazer melhorias para a instituição, para a minha comunidade e para o meu estado”.

Para discutir a temática desta 4ª edição foi realizada uma mesa-redonda, com a participação do professor da rede municipal de Educação de Paço do Lumiar e ex-petiano, Diego Marinho Pereira, do professor do departamento de Sociologia e Antropologia da UFMA, John Kennedy Ferreira, e da professora do departamento de Educação II, também da Universidade, Cacilda Rodrigues Cavalcanti.

O professor Diego Marinho falou das contribuições que o programa trouxe para sua vida profissional. “No período que estive no PET, desenvolvi pesquisas que hoje me auxiliam a elaborar o plano de aula que utilizo nas escolas em que trabalho, daí a importância de mantermos sempre ativo o programa, porque eles nos ajuda em nossa formação profissional”, disse.

Durante a programação também foi realizada a oficina “Tecnologia Ambientalmente Saudável e de Baixo Custo (Produção de Tinta de Terra)”, ministrada pelo tutor do PET de Ciências Naturais do câmpus de Bacabal, Meubles Borges Junior. Ele informou que essa oficina está dentro de um projeto de extensão aprovado em 2016 pela Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema). “Essas tecnologias resgatam questões de sustentabilidade ambiental, econômica e social de uma comunidade. Trazer esta oficina para o evento é mostrar aos petianos que é possível trabalhar com temas interdisciplinares em sala de aula e que contextualiza o ensino”, destacou.

O evento ainda contou com a apresentação de curtas e documentários, grupos de discussão e trabalho, encontro de tutores e discentes, manifestações culturais e rodas de apresentação de trabalhos com foco em inovação e inclusão com experiências políticas, socioculturais, acadêmicas, administrativas, educativas, tecnológicas, desenvolvimento sustentável e saúde coletiva.

Para encerrar as atividades, foi realizada uma marcha petiana que se deslocou do Centro de Ciências Sociais (CSSo) em direção à reitoria. Os tutores e petianos entregaram à reitora Nair Portela uma carta produzida por eles, contendo demandas dos grupos PETs e pedidos de incentivo da instituição junto aos projetos desenvolvidos pelos grupos. A reitoria disse que vai analisar o conteúdo da carta e discutir com os centros e pró-reitorias soluções para as demandas.

ASCOM

Suspeitos de feminicídio são mortos em confronto com a polícia

Dois suspeitos de feminicídio foram mortos durante cerco policial no município de Oriximiná, oeste do Pará, na madrugada desta quinta-feira (21).

Ângelo Almeida da Cruz, conhecido como “Meteoro”, e Josué dos Santos Costa, conhecido como “Juquinha”, foram apontados por testemunhas como autores do homicídio de Reany Farias Rodrigues, 18 anos, ocorrido por volta das 22h30, de quarta-feira (20), em uma residência na rua 15 de Novembro.

Segundo informações da polícia, dois homens armados com revólveres bateram na casa de Reany passando-se por vizinhos. Ao se aproximar da porta, a vítima foi alvejava com dois tiros, que atingiram o ombro e o pescoço, de raspão. Reany correu para o fundo da casa, sendo perseguida em seguida pelos suspeitos que fizeram mais um disparo acertando a cabeça da jovem. O Samu foi acionado, mas Reany não resistiu aos ferimentos e faleceu no local.

Ainda segundo a polícia, Reany vinha sendo ameaçada de morte pelo seu ex-companheiro, Bruno Santos Sobral, que não aceitava o fim do relacionamento. Eles estavam juntos desde o ano de 2014 e tinham um filho de 4 anos de idade.

Após o crime, a Polícia Civil fez diligências em ação conjunta com a Polícia Militar. Uma denúncia anônima indicou que “Meteoro” e “Juquinha” estavam escondidos na casa de Lileide Leite Castro, conhecido pelo apelido “Dona Leide”, traficante de drogas da cidade de Oriximiná.

Por volta de 3h, os policiais cercaram o imóvel onde os suspeitos estavam, e ao entrarem na casa foram recebidos a tiros. Os policiais civis e militares trocaram tiros com os suspeitos que foram atingidos, e apesar de terem sido socorridos, chegaram sem vida ao hospital.

Na casa onde os suspeitos estavam escondidos foram apreendidas duas armas de fogo, sendo um revólver calibre 38 e um calibre 32, estojos, munições, 280 gramas de pedra de Oxi, 75 petecas de brita, uma balança de precisão, uma motocicleta utilizada na fuga após o feminicídio. De acordo com a polícia, “Meteoro” e “Juquinha” também eram suspeitos de vários roubos registrados na cidade.

Fonte: G1- SANTARÉM-PA

Idoso de 72 anos é preso suspeito de abusar de uma criança de 4 anos

Um homem de 72 Anos foi conduzido até a delegacia de Anápolis suspeito de abuso sexual, a vítima seria uma criança de 4 anos de idade.

O caso foi registrado no bairro Santos Dumont, a polícia foi acionada até o local, e se deparou com o acusado todo machucado com sangramento devido ter sido espancado na cabeça no rosto, segundo o radialista Márcio Gomes o senhor de idade tem dificuldade de locomoção anda com bengalas e encherga pouco.

O que chama a atenção da polícia é que o idoso assume o crime e afirma que a culpa seria ra criança, que foi ela quem incentivou ele a fazer isso, que a criança era custosa e que isso fez com que ele cometesse o ato de abuso.

O idoso foi encaminhado para a delegacia geral da polícia civil e acabou sendo autuado pelo artigo 217 *A*, ou seja estupro devulneravel.

Materia: Rota Policial Anápolis.

https://instagram.com/rota_policial_anapolis

Em Codó, mulher invade Escola Pública de Ensino Médio e agride aluna dentro do banheiro

Um fato preocupante aconteceu nesta quinta-feira em Codó. Não bastando o exemplo do caso de Suzano-SP, onde dois homens invadiram uma escola pública, matando 8 estudantes, em Codó uma mulher invadiu a escola de Ensino Médio “Luzenir Matta Roma” e utilizando de meios violentos agrediu uma estudante sem ao menos ter sido abordada pela segurança na portaria.

Mas que segurança?

Ainda durante as agressões, funcionários acionaram a polícia que ao chegar ao local, ainda encontrou a agressora e a conduziu para a delegacia. A menor T.A.L.F de 17 anos (vítima), teria sido agredida após mandar mensagens em uma rede social ameaçando a agressora e ter tido relação amorosa com um suposto ex namorado da agressora..

Na verdade a escola Luzenir Matta Roma, não conta com vigilância especializada, o que há é o revezamento de funcionários que acompanham a entrada dos estudantes, infelizmente é uma realidade de todas as escolas estaduais de Codó.

Acompanhamos ao longo dos últimos anos o desrespeito do governo com os estudantes, onde vigilantes capacitados que trabalhavam na segurança e vigilância das escolas estaduais ficaram até seis meses com salários atrasados, pois a empresa que ganhara a licitação para oferecer o serviço não recebera do governo estadual os repasses devidos e aos poucos os próprios vigilantes foram abandonando os postos de serviço.

Mesmo depois do ocorrido em São Paulo, nenhuma medida foi tomada para melhorar as condições de segurança dos alunos do interior, deixando a entender que, escolas seguras só devem existir na capital. Isso é uma vergonha.

Fonte:Blog do Bezerra

Mãe é presa suspeita de enterrar viva a filha recém-nascida no litoral do Ceará

Uma mulher foi presa na noite desta quarta-feira (20) suspeita de enterrar viva a própria filha recém-nascida em uma mata na cidade de Camocim, litoral do Ceará. Conforme a polícia, moradores da região ouviram o choro da bebê, foram à procura e localizaram a criança, já sem vida.

A polícia informou que os populares localizaram a bebê com diversos ferimentos pelo corpo. A suspeita dos policiais é que animais tenham atacado a criança após ela ser enterrada em uma cova rasa pela mãe.

A Polícia Civil e a Perícia Forense do Estado do Ceará foram acionadas e recolheram o corpo da recém-nascida do local. Uma perícia será realizada no Instituto Médico Legal para comprovar as causas das morte.

Após o ocorrido, equipes da Polícia Militar realizaram buscas pela região e localizaram a suspeita em uma mata, próximo ao local onde a criança foi deixada. Denúncias anônimas ajudaram a polícia a encontrar a mulher, que foi presa em flagrante.

Ela foi encaminhada para a Delegacia de Jericoacoara, onde foi atuada pelo crime. A polícia não divulgou a identificação da mulher presa.

Fonte:G1

“Se esta guerra não fosse para a glória de Deus eu já tinha desistido”, diz Ludmila Ferber

Ludmila Ferber luta contra um câncer no pulmão. (Foto: Reprodução/Facebook)

Desde que revelou o tratamento contra um câncer no pulmão, em maio de 2018, a cantora Ludmila Ferber se tornou um exemplo de fé e superação.

Ela conta que chegou a passar pelo “vale da sombra e da morte” por duas vezes, mas continuou vivendo um milagre diário.

“Se esta guerra não fosse para a glória de Deus eu já tinha desistido”, disse Ludmila à jornalista Ana Paula Arantes, do jornal Voz da Metrópole. “Só quem passa por isso sabe o quão difícil é”.

A cantora disse que muitos se assustam ao ver sua boa aparência apesar da doença, mas só quem está perto sabe que ela enfrentou a morte pelo menos duas vezes desde o ano passado.

“Mas eu não mostro isso”, destacou. “Quando você está lutando por sua vida, sentindo dor e sem forças, você não tem disposição para postar nada. Eu escolho as minhas guerras e entendo que eu preciso continuar lutando porque essa guerra não é só minha, essa guerra é para a glória de Deus”.

Ela contou ainda que Deus a ajudou a confiar no milagre mesmo sem ver o resultado no laudo médico. “Porque para mim, na tomografia da palavra de Deus, eu estou curada. Quando você pega e assume isso por revelação, as circunstâncias mudam depois, mas o primeiro mover acontece dentro de você”, afirma.

Hoje, Ludmila quer ser uma voz profética para as pessoas que estão morrendo em diversas áreas da vida, seja a nível físico, emocional, financeiro ou familiar.

“Deus falou comigo, no meu particular. Eu sei que eu preciso profetizar, eu preciso ser esse arauto”, revelou. “Nós precisamos contagiar as pessoas com a glória de Deus, com o poder de Deus, com fé, com esperança. Porque maior é o que está em nós do que do que aquilo que quer nos paralisar”.

Ela ainda trouxe uma mensagem de esperança: “Seja qual for a situação, sempre haverá aquela voz maligna dizendo: ‘Acabou, você não está vendo que não vai dar certo?’ Não importa como estão as circunstâncias, importa o quão Deus está dentro de nós para nos libertar de ficar esperando que as coisas mudem para a gente ficar bem”.

Fonte: Guia-me

Vereador Pastor Max critica aumentos abusivos na tarifa de energia e destaca avanços do município

Em entrevista a mídia digital, o vereador Pastor Max falou sobre os principais assuntos abordados por ele na última sessão da Câmara Municipal. Inicialmente, da mesma forma como fez na tribuna, o vereador criticou duramente os aumentos abusivos que a CEMAR vem aplicando na tarifa de energia elétrica da população de Codó. “Falo pelas pessoas que nos fazem denúncias desses aumentos, além do péssimo atendimento e serviços realizados por essa empresa que deixam muito a desejar. Para se ter ideia, tivemos visitando várias comunidades da região da Trizidela, e seus moradores nos denunciaram que quando falta energia passam muitas vezes mais de 24 horas para voltar, trazendo prejuízos à população. Sem se contar aquelas comunidades que, em pleno século 21, nem esse direito tem. Isso é um verdadeiro absurdo”, comentou o edil.

Max ainda salientou que os serviços não estão sendo realizados como deveriam e prejudicam o crescimento da cidade. “O aumento tem sido motivo de inúmeras reclamações junto aos órgãos de defesa do consumidor do nosso município. Infelizmente pagamos uma das tarifas mais caras do nosso país. Sem contar o péssimo atendimento praticado, a intolerância dos que vão realizar o corte, enfim, verdadeiros absurdos que inclusive refletem nos diversos setores da administração. Essa situação dificulta o crescimento da nossa cidade. Prejudica a iluminação pública que tem que repassar para a companhia quase a totalidade do que arrecada, inviabilizando muitas vezes o atendimento a nossa população, prejudica e encarece o fornecimento de água, que precisa da energia, escolas são prejudicadas porque não conseguem ligar um ar condicionado, um computador”.

Conquistas do povo codoense

O parlamentar destacou as ações positivas e políticas públicas do governo municipal que estão beneficiando uma boa parcela da população, principalmente as camadas mais carentes, como por exemplo, o Programa Mais Água, que em sua conclusão irá beneficiar três mil famílias em Codó. “O governo continua trabalhando firme, mesmo diante de muitas dificuldades existentes, primeiro para solucionar os problemas que nos afligem, bem como para levar a população do nosso município. Somando às 270 famílias que, no lançamento do programa foram cadastradas ou migraram do antigo programa Água Para Todos, já são 370 famílias contempladas. No último sábado aconteceu mais etapa em que 100 famílias receberam o certificado de quitação e terão seus respectivos talões quitados pelo governo municipal.Os beneficiários são selecionados pelos técnicos da Secretaria de Assistência Social que fazem a visita técnica de comprovação das informações, justamente para evitar algum apadrinhamento como infelizmente acontecia em gestões anteriores. É um programa sério que as famílias terão a segurança e a comprovação da quitação da tarifa mensal”.

Avanços na Educação

O líder do governo na Câmara ponderou sobre o atraso do início do ano letivo, mas afirmou que as dificuldades estão sendo superadas. “O que é importante ressaltar é que todas essas dificuldades estão sendo enfrentadas pelo governo municipal, especialmente pela secretaria municipal de educação, através de uma equipe comprometida e responsável. Para atender a demanda de carteiras em nossas escolas o município já adquiriu 9.700 (nove mil e setecentas) carteiras através da Ata de adesão do FNDE. E por se tratar de uma licitação nacional teve que obedecer todo rito do FNDE. O município fez a compra em dezembro do ano passado e o fornecedor tem até 120 dias para entregar o produto, prazo que vence em abril. Mas as nossas escolas já começaram a receber essas carteiras”.

O Vereador ainda pontuou sobre os avanços na educação de Codó, como a entrega de 12 escolas totalmente climatizadas e reestruturadas para, como por exemplo, a Escola João Ribeiro, a Escola João Batista Machado, entregues esse ano dentro do padrão que o MEC exige, além e a Escola Demerval Sales

na localidade Lagoa dos Sales, e a nova frota de transporte escolar, como ônibus modernos e cumprindo as rotas de atendimento dos alunos da zona rural. “Muitas conquistas foram alcançadas. Tem muita coisa para ser feita? Tem, disso não temos dúvida, mas também não temos dúvidas dos esforços e do compromisso do governo em resolver dentro do possível cada uma delas.A educação é o maior desafio estratégico de qualquer sociedade que deseje garantir os avanços sociais e a cada jovem o passaporte para o futuro”.

Luta na câmara e Projetos de Lei

Encerrando entrevista, Max falou sobre sua luta na câmara com projetos que irão ajudar no bom desenvolvimento da educação, como o Projeto de Lei que autoriza a prorrogação do seletivo para os professores contratados, o no Projeto de Lei que cria a Semana Municipal de Ciências e Tecnologia, assim como foi feito com a FLIC, tornando uma política pública municipal instituída no calendário de eventos. E o Projeto de Lei que pela unificação de matrículas dos professores que possuem mais de duas matrículas.

Ascom

Dia Mundial da Água é marcado com lançamento do 2º Relatório Anual de Potabilidade (RAP) do SAAE

De acordo com a Lei Federal 11.445 de 2007 todo órgão responsável pelo fornecimento de água para a população deve demonstrar anualmente a qualidade dá água distribuída no ano anterior. Cumprindo esta determinação o SAAE/Codó, aproveitando o Dia Mundial da Água, torna público os parâmetros de potabilidade da água fornecida aos codoenses no Relatório Anual de Potabilidade (RAP) 2019. O documento vai ser divulgado nos meios de comunicação, nas redes sociais e em palestras voltadas para os estudantes da rede pública municipal ou a quem possa interessar. Serão entregues também no setor de atendimento ao público da autarquia. Este ano o relatório conta com a palavra do prefeito Francisco Nagib que faz um balanço dos avanços conseguidos em sua gestão, com relação a autarquia municipal SAAE.

Dia Mundial da Água

O Dia da Água é comemorado em todo o mundo no dia 22 de março e foi criado pela ONU (Organização das Nações Unidas) em 1992. A data serve como marco de discussões e debates sobre diversos temas relacionados à manutenção deste essencial líquido para a sobrevivência da humanidade em nosso planeta. Na mesma época foi criada a Declaração Universal dos Direitos da Água que em seu primeiro artigo diz o seguinte:

‘Declaração Universal dos Direitos da Água

Art. 1º – A água faz parte do patrimônio do planeta.

Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão é plenamente responsável aos olhos de todos.’

Juntamente com as planilhas contendo os índices de qualidade físico-química e bacteriológica da água consumida pelo codoense, estamos levando até a população informações de utilidade pública. De como está sendo administrado o patrimônio público

do SAAE, com gestão transparente, valorização das pessoas e investimentos futuros como a implantação da primeira estação de tratamento de água (ETA) do município. Programas sociais como o Mais Água, que vai beneficiar 3 mil famílias de baixa renda ou cerca de 12 mil pessoas e dicas quanto ao uso racional e sustentável da água, também serão repassadas em nossa edição.

Segundo o diretor da autarquia Saae/Codó, eng. Evimar Jean Costa Barbosa, “a nova administração do SAAE, seguindo a determinação do prefeito está tornando público os parâmetros do abastecimento de água para a população codoense. Estamos cumprindo, há dois anos, o que rege a Lei Federal 11.445/07. Democratizar todas as informações relacionadas aos serviços essenciais a população é de direito de todos, na administração do prefeito Francisco Nagib serão cumpridas as exigências legais. Além de contribuirmos para uma melhor educação no que diz respeito ao uso racional da água”, ressaltou o diretor.

Ascom – SAAE Codó