Informe FAEMA/SENAR e SINCODÓ: garanta a sua inscrição nos cursos gratuitos durante o período da Expocodó 2024

A Federação de Agricultura e Pecuária do Estado do Maranhão (FAEMA), o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais de Codó (SINCODÓ) e a ACRIVI estão ofertando cursos, vitrines e palestras durante a 50ª edição da Expocodó, que será realizada no Parque de Exposição Walter Zaidan, entre os dias 27 de julho a 04 de agosto de 2024, no município de Codó-MA.

Os cursos, palestras e Vitrines serão promovidos pelo Sistema FAEMA/SENAR e SINCODÓ, em parceria com a ACRIVI durante os dias de realização dos 50 ANOS DE EXPOCODÓ. Todos os cursos palestras e Vitrines serão realizados de forma presencial e totalmente gratuitos. Garanta a sua vaga! Contato para mais informações e inscrições pelo telefone (98) 8704-4153, falar com Elias Araujo, mobilizador do SINCODÓ.

Confira os dias, carga horária e os horários dos cursos e escolha o seu.

Cursos EXPOCODÓ 2024
1 – Operação e Manutenção de Tratores Agrícolas. Dia: 29/07 a 02/08, carga horária 40h, a partir de 18 anos, 10 vagas.
2 – Pilotagem de Drone. Dia: 31/07 a 02/08, carga horária 24h, a partir de 18 anos, 12 vagas
3 – Análise e Classificação de Grãos de Soja e Milho. Dia: 29/07 a 01/08, carga horária 32h, a partir de 18 anos, 10 vagas.
4 – Aproveitamento Integral de Produtos de Origem Vegetal – babaçu. Dia: 29/07 a 01/08, carga horária 32h, a partir de 18 anos, 15 vagas.
5 – Artesanato de Fibras Naturais- Babaçu. Dia: 29/07 a 02/08, carga horária 40h, a partir de 14 anos, 15 vagas

Obs: Todos cursos começam 8hs da manhã no Parque de Exposição Walter Zaidan

Além dos cursos, durante a Expocodó 2024 serão realizadas vitrines sobre Silagem, Piscicultura e Hidroponia e palestras sobre Suplementação Estratégica de Bovino, Regularização Fundiária, Importância da Gestão no atual cenário da agropecuária, Resultado da Rede ATEC e ENCONTRO DE PRODUTORES.

Pré-candidato a prefeito Arlindo Salazar fala sobre geração de empregos, concurso público e contratação de servidores

O pré-candidato a prefeito de Codó, Arlindo Salazar, em sua participação no Podcast do jornalista Jonas Filho, falou sobre sua visão em relação a administração pública, além de apresentar seus projetos e ideias para as áreas de geração de emprego e renda e sobre a questão de concurso público e contratação de servidores. Salazar argumentou sobre uma parcela da população codoense, com faixa etária entre de 25 a 45 anos, que precisa trabalhar, que essa mão de obra produtiva pode ser melhor aproveitada e absorvida pelo funcionalismo público.

“Nós precisamos trabalhar a geração de emprego e renda. Nós temos uma faixa de 25 a 45 anos, pessoas que são qualificadas e precisando trabalhar. O município pode gerar empregos públicos, investindo em várias áreas, como na agricultura, sem esquecer o agricultor familiar, na nossa infraestrutura, enfim em todas as áreas. É importante também fazer as licitações, beneficiando as empresas locais, baseadas no município, assim promovendo o desenvolvimento local. O município precisa ser mais forte, mais condutor desse processo, ser um parceiro dos empresários, produtores rurais, comerciantes e dos microempreendedores individuais”, afirmou Salazar

Concurso público e regulamentação das contratações

O entrevistado também discorreu sobre temas como a realização de concurso público e a necessidade de um Projeto de Lei para regulamentação das contratações de servidores. “Defendemos a realização concurso público e também de um processo de contratação, bem regulamentado, além do processo seletivo de provas e títulos. Precisamos de uma lei regulamentando toda a contratação no município, para preservar os direitos dos funcionários e também preservar a administração de eventuais demandas trabalhistas. Essa regulamentação irá proteger tanto o servidor contratado, quanto a própria administração, e com o processo desse a gente vai captar em Codó os melhores quadros para atender muito melhor ainda a sociedade”.

Sobre a contratação de professores e profissionais da saúde

O pré-candidato também comentou sobre corrigir a distorção contratual para os servidores da educação e da saúde. “Existem muitos profissionais da educação e da saúde ganhando apenas um salário mínimo. O professor contratado precisa ter seus direitos também e ser tratado com dignidade, com paridade ao salário inicial do professor concursado, de acordo com a tabela de remuneração deles. O professor contratado ganha um salário mínimo, é humilhado. Isso é um desrespeito ao cidadão. Você tem que ter uma lei que defina um salário, pelo menos, de R$2.500 para o professor contratado, que é a taxa inicial do concursado. Também é preciso remunerar de forma adequada e digna os profissionais contratados da saúde”. Concluiu.
Assista a entrevista na íntegra por meio do canal no Youtube do Podcast Sai da Lama Codó

Lúcia do Bairro Novo (MDB) prestigia Festa das Mães

Na noite desse domingo,  12 de Maio, data de celebração do Dia das Mães, em programação especial realizada pela Igreja Batista Shalom em Codó, Lúcia do Bairro Novo (MDB), prestigiou o culto festivo.

Durante o culto houve apresentações, com Dança,Louvores com as Crianças e os jovens e finalizou com a explanação da Palavra de Deus pregada pelo Pastor David Paz.

Logo após o culto aconteceu sorteio de vários presentes para as Mães que estavam presentes .

Lúcia do Bairro Novo ressaltou a importância das mães no meio  social, principalmente no seio do lar. “A base de nossas famílias são as mães, mulheres que tem o papel principal na estrutura familiar e merecem todo nosso respeito, carinho e amor. Dessa forma , desejo , no dia de hoje, em especial as nossas mães locais, como um  todo,  muitas alegrias e realizações” – disse Lucia.

Mical Damasceno denuncia proibição de evangelização nos presídios

A deputada estadual Mical Damasceno (PSD) fez uma denúncia contra uma resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP) que proíbe o proselitismo religioso em presídios. A parlamentar, conservadora e defensora dos princípios cristãos, criticou veementemente essa medida, que classificou como um retrocesso e uma perseguição religiosa.

Segundo Mical Damasceno, a resolução nº 34 do CNPCP representa uma tentativa de calar o povo cristão no Brasil e cercear suas liberdades fundamentais. Ela ressaltou o importante papel desempenhado pelas igrejas, especialmente as evangélicas, na ressocialização dos detentos no país. Como exemplo, a deputada mencionou a intervenção de um pastor evangélico durante a rebelião no presídio de Pedrinhas, em 2014, que ajudou a controlar a situação e a libertar reféns.

A parlamentar, que já propôs projetos de lei para beneficiar os detentos por meio da leitura da Bíblia, também destacou sua participação em um grupo evangélico que prega nos presídios da cidade de Viana há duas décadas. Para a deputada, a fé tem um papel fundamental na transformação das pessoas, inclusive daquelas que possuem um histórico criminoso.

A resolução do CNPCP proíbe o proselitismo religioso nas prisões. “Isso é uma afronta à liberdade religiosa e vai contra os princípios cristãos e de outras religiões. Vou protocolar um Projeto de Lei para proteger a assistência religiosa nos presídios do Maranhão e garantir o livre exercício da fé. É fundamental resistir a essas investidas e lutar pelos valores que sustentam a sociedade brasileira”, destacou a deputada.

Mical Damasceno também fez um apelo à união dos cristãos e de todos aqueles que defendem a liberdade de expressão religiosa, alertando para as tentativas de cerceamento das liberdades individuais.

Blog Jorge Aragão

Receita Federal vai usar Pix para cobrar imposto direto em todas as transações digitais; entenda

Além do imposto de 22,5% para operações com Bitcoin e criptomoedas no Brasil, a Receita Federal, em colaboração com o Banco Central, está desenvolvendo um novo sistema de cobrança de impostos em todas as transações digitais. Este novo sistema visa melhorar a arrecadação de impostos e será integrado diretamente em todas as transações digitais.

A proposta faz parte da reforma tributária de consumo, aprovada pela Emenda Constitucional 132/2023, e prevê a unificação do ICMS e do ISS no Imposto sobre Bens e Serviços (IBS) e Contribuição Social sobre Bens e Serviços (CBS). Os impostos das transações digitais serão transferidos ao governo usando o Pix (e posteriormente o Drex) no momento da transação.

Daniel Loria, diretor da Secretaria da Reforma Tributária do Ministério da Fazenda, afirmou: “Estive no Banco Central conversando com o pessoal. O Pix e o Drex já estão sendo programados pensando nisso”. Com essa medida, o imposto será repassado diretamente para a Receita Federal no momento da compra, sem a necessidade de recolhimento posterior por parte da plataforma ou do vendedor.

Rodrigo Frota, auditor fiscal de São Paulo, destacou que o recolhimento antecipado de impostos pode ter um impacto significativo, especialmente para empresas que operam em vários estados. Por isso, o governo pretende implementar um sistema de split payment, no qual cada ator identificado na transação receberá sua parcela diretamente dentro do total do pagamento.

Além disso, o governo brasileiro planeja mudanças na tributação das criptomoedas para combater a evasão fiscal e garantir mais transparência nas operações. A proposta inclui um aumento na alíquota de imposto para todas as criptomoedas, fixada em 22,5%, considerando-as como uma forma de aplicação financeira. As exchanges já são obrigadas a reportar todas as operações dos usuários para a Receita Federal, e o governo pretende cruzar esses dados com outras informações para inserir a cobrança do imposto na declaração pré-preenchida do Imposto de Renda.

O governo está determinado a encaminhar o Projeto de Lei ao Congresso Nacional ainda no primeiro semestre, demonstrando urgência na aprovação dessas mudanças.

Vereador Araújo Neto e Família prestam uma linda e especial homenagem ao Dia das Mães

A data do Dia das Mães é do tamanho da importância das mães em cada lar. É quem carrega, é quem pare, é quem cria, é quem cuida, é quem dá a sustentabilidade nas nossas famílias para que possamos continuar seguindo em frente. E em nome da Merínes e da minha mãe, Auristela, eu quero desejar a todas as mães codoenses, maranhenses e brasileiras um Feliz Dia das Mães, repleto de muita alegria, de muitas comemorações e de muita esperança, de dias melhores a todos os codoenses. Felicidades!

12 de maio especial: Homenagem de Chiquinho do SAAE a todas as Mães codoenses

Mãe, mulher que carrega nos ombros a força e coragem de amar incondicionalmente aos queridos filhos, serena, guerreira, símbolo de amor e dedicação, guardiã do lar e dos princípios morais, sábia em suas palavras e doce nos seus afagos e perseverante na condução da vida humana.
A todas essas qualidades somadas, nós homenageamos e parabenizamos todas as mães de Nossa querida Codó. Que vocês sempre sejam a continuação da frutificação da Paz e harmonia em nossos lares.

Corrida em homenagem as Mães de Codó
Em dia de ‘Céu de Brigadeiro’ foi realizada uma corrida rústica em homenagem ao Dia das Mães. Como é de tradição, o servidor Chiquinho do SAAE fez questão de participar da prova.
“Estamos aqui finalizando mais uma corrida de 6 km. E dessa vez uma corrida especial, corrida em homenagem ao Dia das Mães. Quero aqui parabenizar todas as mães e em especial as mães de Codó. Feliz Dia das Mães”

FELICIDADES A TODAS AS MÃES!!! É o que deseja o amigo Chiquinho do SAAE e Família.