Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

PM apreende tratores e faz buscas por jagunços de empresários da soja que ameaçam a comunidade Tanque da Rodagem, em Matões

A Polícia Militar realizou, no início da noite dessa terça-feira (14/09), a apreensão de tratores usados para desmatar área da comunidade Tanque da Rodagem, em Matões, a 478 km de São Luís.

Os jagunços de empresários da soja conseguiram fugir e estão sendo procurados.

A Sedihpop informou que, sem licença ambiental, os responsáveis responderão por crime ambiental.

Mais cedo, os moradores fizeram uma barreira na estrada como forma de protesto para reivindicar a apreensão dos tratores e fiscalização ambiental na área.

Uma equipe da Secretaria de Igualdade Racial (Seir) foi até o território, ao encontro da barreira montada pela própria comunidade. Ao passar pela barreira, um dos veículos que estava parado decidiu tentar passar e houve princípio de tumulto. A Seir no local para dialogar com as comunidades.

 

A tensão e a violência no território quilombola Tanque da Rodagem, em Matões, já duram quatro dias. Na manhã desta terça-feira (14/09), representantes da Secretaria de Igualdade Racial do Maranhão foram impedidos pelos jagunços de terem acesso à cidade.

Desde o sábado (11/09), os quilombolas de Tanque da Rodagem e São João montaram um acampamento em protesto ao desmatamento do Cerrado maranhense, onde vivem há mais de 40 anos, por parte dos agricultores de soja. Já são quatro dias impedindo que os jagunços se apropriem novamente dos tratores que devastaram a região.

De um lado da MA-262, que corta a o território, a comunidade interdita a via em protesto ao desmatamento do bioma ocorrido no sábado, realizado com a técnica devastadora dos “correntões”. Eles impedem também que os jagunços se apropriem novamente dos tratores responsáveis pela devastação. Do outro lado da estrada, um grupo de jagunços armados inviabilizam a passagem dos moradores até as suas casas e a sede do município.

Ontem (13), representantes da Defensoria Pública do Estado e da Promotoria, Keoma Celestino e Renato Ighor, estiveram no território e dialogaram com a comunidade. Desde o dia 3 deste mês, a DPE oficiou as Secretarias de Estado de Segurança e Meio Ambiente sobre o estado de tensão presente no território.

As lideranças comunitárias exigem a apreensão dos tratores que destruíram o Cerrado na região, a titulação do território quilombola e proteção das famílias que estão sofrendo ameaças.

A comunidade exige também a presença dos representantes das Secretarias de Segurança Pública e Meio Ambiente para averiguação dos crimes ambientais e outros crimes. Os representantes da DPE e do Promotoria informaram que vão aguardar o posicionamento da Justiça.

Para a coordenadora da CPT-MA, Lenora Rodrigues, que encontra-se no território em conflito, a situação é insustentável.

“Os jagunços estão armados e provocam os quilombolas a todo momento. É necessário juntar forças pra cobrar do Governo do Estado a apreensão dos tratores que destruíram o território. Eles tentaram fugir com as máquinas porque estavam fazendo um desmatamento na reserva dos quilombolas sem nenhum licenciamento ambiental ou autorização judicial e se tivesse a permissão ainda assim seria crime ambiental porque eles destruíram uma reserva”, afirmou.

 

A Comissão Pastoral da Terra no Maranhão, que acompanha a comunidade Tanque da Rodagem, ingressou, no plantão de domingo (12), com pedido de liminar para ação de Reintegração e Manutenção de Posse. A peça judicial contempla 12 solicitações em prol da comunidade (os três apresentados acima estão inclusos), que luta pela titulação da terra, por meio de processo no Incra desde 2013. São mais de 50 famílias que residem no território há mais de 40 anos.

De acordo com informações da CPT/MA, a situação das comunidades e povos tradicionais no Maranhão e país, é agravada pela expansão das fronteiras agrícolas do Agronegócio pra monocultura de exportação.

A destruição do bioma cerrado em Tanque da Rodagem tem no comando dois produtores de soja oriundos do Paraná, Eliberto Stein e Silvano Oliveira. De acordo com denúncias da comunidade, os dois patrocinam a invasão no território.

Sequência do caso Tanque da Rodagem

— 10/09 – Três tratores e homens contratados por um ruralista do Paraná invadiram o território e derrubavam mata nativa, arvores frutíferas, roças usando o “correntão” para arrasto da vegetação;

— 11/09 – A comunidade em resistência bloqueia a MA 262, em Matões, no Leste Maranhense;

— 11/09 – Os quilombolas impedem os jagunços de se apropriarem dos tratores para continuar com a destruição do Cerrado;

— Homens armados ameaçam a comunidade na noite de sábado e bloqueiam a estrada. Alguns guardas municipais estão envolvidos na ameaça e parecem estar trabalhando para o ruralista;

— Três quilombolas sofrem ameaças claras e diretas;

— 13/09 – A comunidade ainda aguarda a presença de representantes das Secretaria de Segurança Pública e de Meio Ambiente, avisados desde sexta e pedidos reiterados pela CPT e DPE;

—14/09 – Presença da Promotoria e da Defensoria Pública no território.

—14/09 – PM apreende tratores e faz buscas para prender os jagunços dos empresários da soja

Em Urbano Santos MA👮‍♂️🚔 homem é golpeado com uma foice na cabeça

Durante a noite desta última terça-feira (14/09), por volta das 19h25, no povoado Joaninha, Zona Rural de Urbano Santos, a Sra da inicial V. de S.S. compareceu no quartel solicitando ajuda, pois os acusados teriam invadido sua residência para matar seu companheiro, Sr da iniciais M. dos S. D. 52 anos.

 

No primeiro momento o acusado, da inicial K.do S.D. 24 anos, utilizando uma foice, quebrou a TV, seguidamente tentou contra a vida do Sr. M., momento em que houve a intervenção dos filhos, J. S. D e E.S.D., O outro acusado, das iniciais M. C. R. M., atingiu a cabeça de E.S.D. com uma garrafa. Já, K. do S.D., esfaqueou J.S.D., na região das costas, ambos foram socorridos e levados ao hospital por parentes. Quando a GU chegou no local da ocorrência encontrou K. nas proximidades, caído em uma área de vegetação com uma lesão na região da cabeça, que segundo as vítimas, foi no momento em que se defenderam; a GU solicitou apoio do serviço de saúde (ambulância) que se fez presente. Seguiram-se as buscas pelo outro acusado, M. que foi capturado e apresentado na Delegacia após receber atendimento médico, pois apresentava lesão na cabeça em razão da luta corporal com as vítimas. K. foi encaminhado para São Luís em razão da gravidade da lesão na cabeça.

MATERIAL APRESENTADO NA DP

•02 foices;

•01 facão.

A ocorrência foi atendida pela polícia militar.

Vereador Evimar Barbosa fala sobre tramitação das CPI´s na Câmara de Codó

Durante a 21ª Sessão Ordinária da Câmara Codó, realizada na última terça-feira (14), o vereador Evimar Barbosa falou a mídia digital sobre a situação das três CPIs que podem tramitar simultaneamente no Legislativo. De acordo com o vereador, dos três requerimentos encaminhados, o de numero 3, para abrir investigação dos gastos com o Programa Nacional de Alimentação, foi votado e rejeitado pela maioria da situação em plenário.

“O que estamos encaminhado são Requerimentos para abertura de CPIs que possam informar ao povo codoense o que está sendo feito com os recursos públicos, em diversas áreas. Não temos transparência e nem informações suficientes para saber o que foi feito dos 120 milhões pela prefeitura municipal nos últimos sete meses, contrato de aproximadamente 27 milhões de reais realizado entre a Prefeitura Municipal e a empresa União de Serviços, para locação de mão de obra temporária, entre outros gastos do governo”, pontuou o parlamentar.

O vereador ainda informou que o Requerimento 1, que corresponde à CPI da saúde, recebeu parecer jurídico da Casa contrário, mas será decidido pelo presidente Domingos Reis na próxima Sessão Ordinária.

Paciente morre amarrado em leito do HGM e deixa família revoltada

Um paciente identificado como Joacir da Silva Nascimento Filho, de 42 anos, morreu após passar vários dias internado no Hospital Geral Municipal (HGM). Um vídeo gravado por familiares mostra o cidadão amarrado em um dos leitos da unidade de saúde. Assista no final da matéria

O paciente foi levado para HGM após sofrer um acidente de moto. Familiares informaram que a equipe médica amarrou o cidadão no leito no último sábado (11/09). Joacir da Silva morreu na última segunda-feira (13/09) após quase três dias preso na cama.

“As enfermeiras que decidiram amarrar ele e ainda pediram pra mim não gravar o vídeo pra não viralizar e não mostrar pra ninguém. Eu tenho certeza que foi negligência médica, porque ninguém tomou atitude de fazer nada, simplesmente ele tava amarrado e diziam que era normal. Então, eu tenho certeza que foi falta de atendimento médico”, lamentou uma filha da vítima.

A família também afirma que solicitou que a transferência do paciente, mas o pedido não foi atendido pela direção do hospital.

Procurado por nossa equipe de reportagem, o diretor do HGM, Emílio Matos, explicou que a conduta em amarrar o paciente é de responsabilidade do médico e disse que não poderia se manifestar sobre o atendimento do paciente.

O prefeito Zé Francisco e a secretária de Saúde, Thaynara Lima, foram procurados, mas não responderam nossas mensagens até o fechamento desta matéria.

Fonte:boog do Marcos Silva

 

Equatorial Maranhão traz de volta campanha para negociação de dívidas

A Equatorial Energia Maranhão iniciou esta semana, mais uma edição da campanha de negociação de dívidas, que oferece condições especiais de pagamento aos clientes em todo o estado. A campanha conta com ações exclusivas para facilitar a quitação de dívidas, à vista ou parcelada, aos consumidores que estão com dificuldades para manter as contas de energia em dia. As regras de negociação são válidas até o dia 30 de outubro para os consumidores da classe residencial.

A campanha de negociação chega em um momento especial. Setembro é o mês em que se comemora o dia do cliente (15/09), por isso foi escolhido para levar essas facilidades, que permitirão aos clientes pagarem os débitos acumulados à vista ou parcelar no cartão de crédito, com redução de juros, multas, correção monetária, entre outras alternativas. Em caso de parcelamento, o cliente poderá ter opção de dar entrada a partir de 10% do valor do débito, a depender do total da dívida e do tipo da negociação que o cliente escolher.

As novas condições para pagamento, ofertadas pela Equatorial, têm como objetivo auxiliar o cliente que ainda sofre com os impactos econômicos, em decorrência do período da pandemia e acabou acumulando as contas de energia. “Sabemos que não é um momento fácil, pois desde o início da pandemia, no ano passado, muitas pessoas tiveram sua renda atingida. Por isso, nós da Equatorial Maranhão trouxemos de volta esta grande oportunidade de negociação de débitos aos clientes residenciais. São condições facilitadas de parcelamento para que todos possam ficar em dia e continuar usufruindo de um fornecimento de energia regular”, destacou Mirelly Carvalho, Gerente de Relacionamento com o Cliente da Equatorial Maranhão.

Como aderir às negociações facilitadas

cliente residencial poderá parcelar seus débitos acumulados conforme a quantidade de faturas em aberto e a faixa de consumo de cada unidade consumidora. As negociações podem ser feitas até o dia 30 de outubro, por meio dos seguintes canais:

1.    Site: acessando o www.equatorialenergia.com.br o cliente tem duas opções:

Pagar com cartão” – modalidade que permite parcelar débitos no cartão de crédito, com isenção de juros, multas e correção (haverá cobrança da taxa do cartão) e a opção Parcelar débitos” –  onde o cliente poderá negociar na própria conta de energia, com redução de juros, multas e correção;

2.    Central de Atendimento Exclusivo: o titular da conta pode ligar no 0800 098 2997, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h e, aos sábados, das 8h às 14h, e solicitar a negociação com um dos atendentes;

3.    Presencialmente: o titular da conta pode buscar um dos pontos de atendimento presencial da Equatorial Maranhão para realizar a negociação. Basta levar seus documentos pessoais, a conta de energia e o cartão de crédito/débito caso queria utilizar essa modalidade de pagamento.

Além dessas opções, a Equatorial Maranhão também está presente na campanha Dívida Zero do Procon, com atendimento presencial nos Shoppings da Ilha e Pátio Norte, em São Luís, de Segunda a Sexta-feira das 12h às 20h, durante todo o mês de setembro.

Assessoria de Imprensa da Equatorial Maranhão

Lahesio Bonfim ganha força e alavanca sua pré-candidatura ao governo do Maranhão

O pré-candidato ao governo do Maranhão, Lahesio Bonfim (Sem Partido), vem recebendo a cada dia, um número maior de adesões ao seu projeto rumo ao Palácio dos Leões.

O Blog Codo Noticias obteve uma informação de que Lahesio esteve dia (10) em Tutoia na conpanhia da pré-candidata a deputada estadual Marlene Mascarenhas onde se reuniram com amigos e depois visitou o Parque Eólico, que para transitar em meio aos 172 aerogeradores, é possível trafegar de carro ou quadriculo, de preferência que tenham tração nas quatro rodas.

Ja no sábado (11) Lahesio esteve em Barrerinhas onde recebido pelo empresário Jose Filho, proprietário da Pousada Vasto Horizonte que declarou apoio a pré-candidatura de Lahesio Bonfim.

Programa Maranhão Quilombola e prefeito Dr. Júnior entregam campo agrícola em Peritoró

O prefeito de Peritoró Dr. Júnior e o secretário de Estado da Igualdade Racial, Gerson Pinheiro, entregaram cinco hectares de culturas irrigadas para comunidades da zona rural através do Programa Maranhão Quilombola. O campo agrícola irá contemplar as comunidades quilombolas de Lago Grande, Santa Maria e Sossego.

Na oportunidade também estavam presentes o secretário municipal de agricultura, Sandro Montenegro, secretário municipal de Igualdade Racial, Neto Barros, o coordenador do programa Maranhão Quilombola (PMQ), Mauro Marques, secretários de governo, vereadores e agricultores locais.

De acordo com o secretário municipal de agricultura, Sandro Montenegro, o programa será fundamental para o desenvolvimento da agricultura e inclusão social dentro das comunidades quilombolas de Peritoró. “É um programa essencial para o desenvolvimento da agricultura familiar dentro das comunidades quilombolas. E é com muita satisfação que estamos vendo o projeto se tornando realidade em Peritoró. Um resultado fruto do empenho do prefeito Dr. Júnior e o Governo do Maranhão”.

“Programa Maranhão Quilombola é mais uma grande parceria entre a Prefeitura de Peritoró e o Governo do Maranhão. E hoje, com a presença do secretário de Igualdade Racial Gerson Pinheiro, estamos entregando para comunidades quilombolas de nosso município cinco hectares de culturas irrigadas, o que será fundamental para fortalecimento da produção comunitária e da agricultura familiar. Agradeço ao secretário, ao governador Flávio Dino e a toda a equipe que tornou esse sonho possível. Parabéns a todos”, agradeceu o prefeito Dr. Júnior.

Asscom – PMP

Superpedal Adventure e Rotary Clube de Codó formalizam parceria para Campanha Natal Sem Fome

Na ocasião da visita oficial do governador do Distrito 4490, Antônio Alderi de Sousa Pereira, realizada na última quinta-feira (9), o Rotary Clube de Codó e a direção do Superpedal Adventure formalizam importante parceria para a realização da Campanha Natal Sem Fome no município. O encontro aconteceu na sede social do clube, onde também estiveram presentes o presidente do Rotary Club de Codó, Elias Araújo Neto, o coordenador do Superpedal Adventure, Ataliba Júnior, membros rotarianos e convidados.

De acordo com o presidente do Rotary Club de Codó, Elias Araújo Neto, a pandemia da Covid-19 prejudicou muito a realização da campanha Natal Sem Fome e a arrecadação de alimentos. “Assim como aconteceu em todos os setores da sociedade e da vida dos brasileiros e cidadãos do mundo inteiro, a pandemia nos prejudicou muito na realização das ações de solidariedade do Rotary. No entanto precisamos retomar o trabalho, nos mobilizar e resgatar a força do Natal Sem Fome. E poder contar com a parceria de um grande evento como o Superpedal Adventure foi uma feliz surpresa para todos nós”, destacou o presidente.

O Natal Sem Fome no Superpedal Adventure

O coordenador do Superpedal Adventure, Ataliba Júnior, explicou que a realização da campanha Natal Sem Fome será feita de duas formas durante a realização do evento esportivo, que acontecerá entre os dias 05 e 07 de novembro de 2021. “Primeiramente, cada atleta irá fazer a doação de dois quilos de alimentos não perecível no ato de confirmação da inscrição e inspeção, que já consta em nosso regulamento. Além disso, durante todos os três dias do Superpedal Adventure, iremos disponibilizar ao Rotary Club de Codó um estande para a arrecadação de alimentos. Temos a certeza que dessa forma o Superpedal Adventure irá cumprir com sua missão social e contribuir de forma significativa para o reforço de alimentos na campanha Natal Sem Fome”, disse o coordenador.

“A parceria do Superpedal Adventure e Rotary Club de Codó é de grande importância para o resgate e o sucesso da campanha Natal Sem Fome, juntando o esporte e as ações de solidariedade do Rotary. É uma iniciativa de grande valor, que dará grande visibilidade para a campanha. É a prova que a união de todos sempre será fundamental para o sucesso das ações humanitárias e de companheirismo, e para intensificar campanhas, como é o caso do Natal Sem Fome”, destacou o governador distrital do Rotary, Alderi Pereira.

Prefeito Dr. Zé Francisco entrega chave da cidade para o novo “BEBÊ PREFEITO” de Codó

A Prefeitura de Codó através da Articulação do Selo UNICEF e Secretarias de Saúde, Assistência Social e Educação iniciaram neste domingo (12), a 10ª Semana Municipal do Bebê. A programação iniciou com o nascimento do novo “Bebê Prefeito 2021”.

Na manhã desta segunda-feira (13), Lucas Isaque que nasceu de parto normal no Hospital Geral Municipal (HGM) recebeu das mãos do prefeito Zé Francisco, a chave simbólica da cidade e um diploma de “Bebê Prefeito”.

O bebê prefeito simboliza o compromisso do poder público com a garantia dos direitos de todas as crianças de Codó.

Estiveram presentes no ato simbólico, a secretária de Saúde, Taynara Lima, secretária de Assistência Social, Irene Neres, articulador do Selo UNICEF, Leonardo Alves, representante do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e equipes das secretarias de Saúde e Assistência Social. Na ocasião, esteve presente também o vereador André Jansen.

A Semana do Bebê é uma estratégia de mobilização social do UNICEF e uma das metas obrigatórias para o Município de Codó receber a certificação internacional do Selo UNICEF e tem como objetivo tornar a primeira infância prioridade na agenda dos municípios brasileiros.

Texto: Leonardo Alves
Fotos: Clemente Filho