Sistema Arara Azul – Codó Notícias | O melhor e mais completo site da Região dos Cocais - Blog do Jeferson Abreu, Notícias de Codó e Região.

Heineken está oferecendo vagas de emprego para o Maranhão

A Cervejaria Heineken está oferecendo 149 vagas de emprego em todo o país. As vagas são destinadas a candidatos de nível médio, técnico e superior.

Além do Maranhão, a empresa está oferecendo emprego nos estados de Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Tocantins e Distrito Federal.

As vagas são destinadas aos cargos de:

  • Ajudante de Entrega;
  • Ajudante Interno de Armazenagem;
  • Analista Administrativo Júnior;
  • Analista de Business Analytics Sênior;
  • Analista de Customer Service Júnior;
  • Analista de Desenvolvimento Logístico Sênior;
  • Analista de Informações de Vendas Pleno;
  • Analista de Logística Sênior;
  • Analista de Marketing (Júnior e Pleno);
  • Analista de Planejamento Logístico Júnior;
  • Analista de Qualidade Assegurada Júnior;
  • Analista de Recursos Humanos (Business Partner);
  • Analista de Recursos Humanos (Pleno)
  • Analista de Serviço ao Cliente Júnior;
  • Analista de Trade Marketing (Júnior e Pleno);
  • Analista de Transportes e Logística (Júnior, Pleno e Sênior);
  • Analista Financeiro (Júnior e Sênior);
  • Analista SHE Júnior;
  • Assistente Administrativo;
  • Assistente de Logística;
  • Assistente Executivo Júnior;
  • Auxiliar de Veículos;
  • Brand Ambassador Premium & Craft Pleno;
  • Comprador Pleno;
  • Coordenador on Premise Premium & Craft;
  • Coordenador Tributário;
  • Eletricista;
  • Especialista de Business Analytics (Finanças);
  • Especialista de Eficiência Comercial;
  • Especialista de Planejamento Financeiro;
  • Executivo Comercial de Chope;
  • Executivo de Inteligência Comercial;
  • Executivo de Trade;
  • Executivo Regional Vendas Pleno;
  • Gerente de Vendas e Execução;
  • Inspetor Técnico Pleno;
  • Instrumentista;
  • Mecânico de Manutenção;
  • Motorista de Entrega;
  • Operador de Logística;
  • Operador de Produção;
  • Operador de Utilidades;
  • Promotor de Trade Execução;
  • Promotor de Vendas;
  • Supervisor de Logística;
  • Supervisor de Trade Execução;
  • Técnico de Automação Industrial;
  • Técnico de Processo;
  • Técnico de Segurança no Trabalho (Pleno e Sênior);
  • Vendedor

Inscrições

Os interessados devem cadastrar seu currículo na oportunidade desejada pelo site da Heineken. O candidato também pode conferir os requisitos e a descrição das responsabilidades de cada função.

O candidato deve enviar seu currículo o quanto antes para garantir sua candidatura. Haverá reserva de vagas para pessoas com deficiência (PCD). Além dos salários, os selecionados receberão plano de saúde e odontológico, vale-transporte, vale-refeição, previdência privada e gympass.

A Heineken, foi fundada na Holanda em 1863 e conta com cerca de 140 cervejarias em mais de 70 países, produzindo anualmente 121 milhões de hectolitros de cerveja.

Estes são os senadores que não abriram mão de sua aposentadoria especial de até R$ 33,7 mil

reforma da Previdência Socialproposta pelo governo Bolsonaro e que tramita no Congresso Nacional acaba com a aposentadoria especial para deputados federais, senadores, deputados estaduais e vereadores.

Os políticos da próxima legislatura passarão a seguir as mesmas regras dos trabalhadores do setor privado, cujo teto de aposentadoria do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) é de R$ 5.839,45. Para isso, no entanto, o texto precisa ser aprovado sem alterações. Dessa forma, mesmo que um parlamentar consiga ser reeleito várias vezes, ele não poderá contribuir com o regime especial atual dos congressistas e terá de se aposentar seguindo as regras do INSS.

As normas atuais, contudo, são bem diferentes. Há um plano especial para os políticos, chamado Plano de Seguridade Social dos Congressistas (PSSC). Parlamentares que pretendem se beneficiar desse regime especial contribuem mensalmente com R$ 3.713,93. O valor corresponde a 11% do salário dos parlamentares, que atualmente é de R$ 33.763,00.

Apesar do valor maior, há muitas vantagens nesse regime. Para cada ano de contribuição, o parlamentar tem direito a 1/35 (um trinta e cinco avos) do salário total. Se ele passar 35 anos contribuindo para o PSSC no Congresso, quando se aposentar receberá mensalmente R$ 33.763,00.

Ou seja, cada ano adicional de contribuição nesse regime rende R$ 964,65 a mais de aposentadoria. Assim, com apenas seis anos de mandato contribuindo com o PSSC, os senadores já conseguem se aposentar com valores superiores ao teto do INSS.

Derrotados nas urnas também recebem aposentadorias privilegiadas

Alguns ex-senadores que não conseguiram se reeleger 2018 solicitaram aposentadoria pelo regime especial com o qual contribuíram e pelo qual garantiram aposentadorias generosas.

Depois de 23 anos como senador, por exemplo, Romero Jucá (MDB-RR) passou a receber a quantia de R$ 23.151,77. Já Agripino Maia (DEM-RN) tem benefícios no valor de R$ 32.894,80. Armando Monteiro (PTB), com R$19.293,14, José Pimentel (PT-CE), com R$ 23.151,77, e Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), com 24.212,89, foram outros dos contemplados neste ano. Os montantes a que eles têm direito chegam a cinco vezes e meia o valor máximo do regime geral da Previdência Social.

A relação de todos os 65 ex-senadores que já se aposentaram pelo regime e seus respectivos proventos é pública e pode ser acessada neste link.

Adesão ao privilégio é opcional

Vale ressaltar que a adesão ao PSSC é opcional. Em caso de o parlamentar não ingressar no plano, ele contribuirá para o INSS ou para o regime próprio de previdência, caso seja servidor público ocupante de cargo efetivo.

Embora os políticos que atualmente exercem mandato legislativo e que optam pelo Plano de Seguridade Social dos Congressistas possam continuar no regime privilegiado, eles também serão afetados pela reforma. Isso porque, caso aprovada, a alíquota de contribuição dos parlamentares aumentará para 16,79% e o valor mensal subirá para R$ 5.668,80. Isto é, eles teriam de contribuir com R$ 23.458,44 a mais por ano se quisessem permanecer no PSSC.

Informações obtidas a partir da Lei de Acesso à Informação mostram que, até o dia 14 de maio de 2019, há 41 senadores que não abriram mão desse privilégio. A lista inclui tanto senadores favoráveis quanto contrários à reforma da previdência. Em abril havia quase 200 deputados federais optantes pelo mesmo regime.

Vale salientar que a opção de sistema dos senadores que atualmente exercem mandato também pode ser verificada no site do Senado. Basta selecionar o político desejado. Ao final da página, clique em “Consulte” e depois em “Subsídios e Aposentadoria”. Selecione o mês referente e digite o código de segurança. Pronto: o sistema informará todos os valores do subsídio do parlamentar naquele período. Assim, na aba “Descontos Obrigatórios”, haverá a opção do regime de aposentadoria feito pelo parlamentar (INSS ou PSSC) e a contribuição correspondente.

Os senadores do regime especial

1. Acir Gurgacz (PDT – RO)

2. Álvaro Dias (Podemos – PR)

3. Angelo Coronel (PSD – BA)

4. Antônio Anastasia (PSDB – MG)

5. Chico Rodrigues (DEM – RR)

6. Ciro Nogueira (PP – PI)

7. Dário Berger (MDB – SC)

8. Eduardo Braga (MDB – AM)

9. Eliziane Gama (Cidadania – MA)

10. Esperidião Amin (PP – SC)

11. Fernando Bezerra Coelho (MDB – PE)

12. Fernando Collor (PROS – AL)

13. Flavio Arns (Rede – PR)

14. Humberto Costa (PT – PE)

15. Irajá (PSD – TO)

16. Izalci Lucas (PSDB – DF)

17. Jader Barbalho (MDB – PA)

18. Jaques Wagner (PT – BA)

19. Jarbas Vasconcelos (MDB – PE)

20. José Maranhão (MDB – PB)

21. Kátia Abreu (PDT – TO)

22. Lucas Barreto (PSD – AP)

23. Luis Carlos Heinze (PP – RS)

24. Mara Gabrilli (PSDB – SP)

25. Márcio Bittar (MDB – AC)

26. Marcos do Val (Cidadania – ES)

27. Maria do Carmo Alves (DEM – ES)

28. Mecias de Jesus (PRB – RR)

29. Nelsinho Trad (PSD – MS)

30. Paulo Paim (PT – RS)

31. Paulo Rocha (PT – PA)

32. Plinio Valerio (PSDB – AM)

33. Rogério Carvalho (PT – SE)

34. Romário (Podemos – RJ)

35. Rose de Freitas (Podemos – ES)

36. Sérgio Petecão (PSD – AC)

37. Soraya Thronicke (PSL – MS)

38. Tasso Jereissati (PSDB – CE)

39. Telmário Mota (PROS – RR)

40. Wellington Fagundes (PR – MT)

41. Weverton (PDT – MA)

Outro lado

Gazeta do Povo entrou em contato com todos os gabinetes dos senadores listados. A única exceção foi Fernando Collor, porque ele está licenciado do cargo por 120 dias e sua assessoria não foi encontrada para comentar a adesão ao PSSC. A maioria dos senadores preferiu não comentar, exceto os seguintes parlamentares:

O senador Angelo Coronel nos enviou um email no qual afirma: “Optei porque é meu direito e, acima de tudo, está dentro da lei”.

O senador Paulo Paim, por contato telefônico, informou que contribui para o PSSC desde 1987, quando se elegeu deputado constituinte, tendo contribuído anteriormente para o INSS também. Informou ainda que, aos 69 anos, poderia se aposentar, mas prefere continuar trabalhando sem receber o benefício.

Por meio da assessoria, o Senador Marcio Bittar esclareceu que é a favor da  aprovação da reforma da previdência em seu texto original, o que acabaria com o PSSC.

O senador Plínio Valério informou que recolhe para o sistema desde o mandato de deputado federal que assumiu como suplente em 2013. Segundo seus cálculos, ele se aposentará ao final do mandato, com mais de 35 anos de trabalho ao longo da vida e, aos 72 anos, receberá cerca de R$ 7.800.

Já o senador Nelsinho Trad afirmou, por meio de sua assessoria, que fez a opção pela adesão de pagamento mensal do plano de previdência dos congressistas e que, “assim como todos os brasileiros, poderá se aposentar somente após cumprir os 35 anos de contribuição”.

Por meio da assessoria, o senador Luis Carlos Heinze esclareceu que, “com 68 anos de idade e após 5 mandatos como deputado federal”, ainda terá oito anos de mandato. “Portanto, ainda estou longe de pensar em aposentadoria”, disse.

Por meio de assessoria, o senador Jacques Wagner afirmou que “possui apenas a remuneração de senador e os descontos são aqueles feitos em folha”.

A assessoria do senador Chico Rodrigues informou, por contato telefônico, que ele contribuiu para o sistema especial durante toda a vida parlamentar e que, portanto, acha justo usufruir da aposentadoria pelo SPSC quando concluir o mandato, aos seus 76 anos. Ele foi deputado federal entre 1991 e 2011 por Roraima e, depois de um mandato como governador, voltou ao Congresso como senador nesta legislatura.

Por e-mail, a assessoria da senadora Soraya Thronicke informou que “Não há que se falar em ‘aposentadoria especial’ para senadores” e que “os parlamentares contribuem com a previdência no período em que estão trabalhando para o país e, por isso, fazem jus à previdência, com regras até mais rígidas que de outros regimes, uma vez que não há distinção entre homens e mulheres”.

Homem mata filha e enteada para se vingar de suposta traição da esposa

Um homem foi preso nessa quarta-feira (15/05/2019) suspeito de matar a filha de 3 anos e a enteada de 8 para se vingar de uma suposta traição da esposa. O crime aconteceu no apartamento da família, em Guarulhos, região metropolitana de São Paulo. O açougueiro Clayton Almeida de Jesus, de 34 anos, tentou fugir, mas foi encontrado pela polícia em uma igreja de Santos, no litoral paulista. As informações são do G1.

Antes de assassinar a filha, Priscila Beatriz Tavares Almeida, e a enteada, Edmilly Geovana Tavares, Clayton teria enviado um áudio à família para contar que teria descoberto a traição.

“O domingo foi um dia especial, o [dia] das mães, porque foi o dia que a minha esposa se batizou na igreja. Mas no fim do dia ela confessou que me traía com o encarregado dela. Mas eles vão se lembrar pelo resto da vida do que fizeram”, disse na mensagem.

A mãe das crianças ainda não prestou depoimento à polícia por estar muito abalada com a morte das duas.

3ª Etapa do Programa Mais Água será lançada no próximo sábado (18)

Será lançada pelo prefeito Francisco Nagib, através do SAAE, a 3ª Etapa do Programa Mais Água que ao final vai beneficiar 3 mil famílias. O Lançamento vai ocorrer na sede da Associação dos Servidores do SAAE (ASSAAE) localizada na Av. Marechal Castelo Branco no próximo sábado (18) às 9 horas da manhã. Estão sendo convocados mais 200 famílias de beneficiários. Desde o lançamento já são 570 famílias que terão, dentro do que especifica a lei, suas contas de águas quitadas.

A idealização do projeto foi do prefeito Francisco Nagib e se transformou em Lei Municipal 1.826/18. O projeto prevê beneficiar 3 mil famílias de baixa renda e vulnerabilidade social. A lei em seu primeiro artigo trata do objetivo: “dar garantia às ações sociais, com preservação da saúde pública e o atendimento aos usuários de baixa renda”.

ENTENDA MAIS SOBRE A NOVA LEI – Quem poderá participar do Programa Mais Água

– O requerente deve possuir ligação, através do SAAE, consumir até 15 mil litros de água mês (15m³/mês);

– Não ter débitos com o SAAE, até o dia do cadastramento no programa;

– Estar inscrito no cadastro único mantido pelo Ministério do Desenvolvimento Social;

– Comprovar renda familiar de até 1 salário mínimo;

– Residir no município de Codó há pelo menos 1 ano;

– Ser proprietário de apenas 1 imóvel, destinado exclusivamente à moradia;

– A cada 1 ano, será realizado um recadastramento para comprovação que o beneficiário continua dentro dos requisitos exigidos pela lei de criação do programa;

– Os usuários, no teto máximo de 3 mil famílias, que atenderem todas as exigências da lei, terão sua fatura de água, relacionada ao consumo de água de no máximo 15 mil litros de água mês, integralmente quitada;

– Os beneficiários são selecionados pelos técnicos da Secretaria de Assistência Social que fazem a visita técnica de comprovação das informações;

SAAE/Codó – Mais avanço, mais conquistas no Saneamento Básico.

Igualdade inaugura nova sede nacional

No coração de Brasília, o partido que defende as Pessoas  com Deficiência  e pessoas com Câncer, dá início a uma nova era de Inclusão Social e Acessibilidade.

O Partido Igualdade inaugurou na tarde do ontem (15), sua nova sede, que fica no coração de Brasília, o partido dá início à reformulação da sigla e marca mudanças significativas, no projeto nacional, tendo como principais bandeiras:  as Pessoas com Deficiência, as pessoas com Câncer, e em defesa dos animais doentes ou com algum tipo de deficiência. Parlamentares, prefeitos, presidentes estaduais, municipais, empreendedores, ativistas sociais e simpatizantes,de todo o país ocuparam todo o espaço dedicado à cerimônia de inauguração. Na ocasião, o Presidente Nacional, Claudio Martins, destacou “que o  Igualdade é o único partido político, em formação  no Brasil, que tem em sua direção Pessoas com Deficiência,  utilizando as ferramentas de Inclusão, tais como: Braille( Sistema de leitura e escrita dos Deficientes Visuais), Libras( Língua Brasileira de Sinais), Tecnologias Assistivas, para que as PcDs sejam incluídas de fato e direito”, afirmou.

De acordo com Claudio Martins, “ o Igualdade  é diferenciado dos demais, pois reune em seu staf, pessoas de fato compromissadas, com as causas principais de trabalho do partido, pois convivem com pessoas com Câncer, com PcDs e sabem se colocar no lugar do outro”, informou. “ Trabalhamos em todos os Estados brasileiros, coletando assinaturas, para a efetivação e homologação do partido, junto ao Tribunal Superior Eleitoral, TSE, pois sabemos que somos o única agremiação partidária, a dar voz e vez, para as minorias, as quais representantes. Esta tarde do dia 15 de maio, o início de um novo marco para o Brasil e todo o povo brasileiro”, acrescentou.

O prefeito de Alexânia, Alysson Lima, afirmou  “que está profundamente feliz, em fazer parte de um partido político, cuja  responsabilidade vem de encontro ao amor ao próximo, em colocar-se no lugar do outro, em respeitar as diferenças, em dar voz, vez e representatividade as minorias, bem como,  se comprometer com as principais bandeiras do partido, dentre elas: as Pessoas com Deficiência, que somados no Brasil inteiro, são mais de 45 milhões de brasileiros, nós gestores públicos, temos a obrigação  de aplicar com afinco a   Lei Brasileira de Inclusão, promovendo assim, a Inclusão Social e Acessibilidade”, argumentou.

 

Partido Igualdade
Vamos mudar o Brasil com Igualdade O Partido Igualdade nasceu com o sonho de ver um Brasil mais igualitário,onde todas as pessoas possam viver com dignidade, com todos os direitos respeitados, exercendo seus deveres e com políticas públicas de qualidade aplicadas a todos os brasileiros sem distinção, sem divisão. As principais bandeiras do Partido Igualdade são: em defesa das Pessoas com Deficiência, Combate ao Câncer e pelo tratamento humanizado, em defesa dos animais doentes e com deficiência e combate aos maus tratos.
De acordo com o Censo 2010, no Brasil existe 45 milhões de Pessoas com Deficiência, que inclui todo e qualquer tipo de deficiência, em vários municípios, a acessibilidade ainda é um sonho, em sua maioria, as calçadas, calçamentos estão desobstruídos( estragados, o que leva os PcDs se machucarem ou não terem acesso aos espaços públicos ou privados), nas salas de recursos das escolas públicas falta professores e monitores qualificados e materiais de trabalho, para ensinar os PcDs).

O Brasil se tornou Estado Parte( País Signatário), em 30 de março de 2007, na
sede da ONU- Organização das Nações Unidas, quando foi aprovado a Convenção Internacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência, na ocasião centenas de países se comprometeram em aprovar uma lei nacional em defesa das Pessoas com Deficiência. A Carta de Nova York diz : Reconhecendo a importância dos princípios e das diretrizes de política, contidos no Programa de Ação Mundial para as Pessoas Deficientes e nas Normas sobre a Equiparação de Oportunidades para Pessoas com Deficiência, para influenciar a promoção, a formulação e a avaliação de políticas, planos, programas e ações em niveis nacional, regional e internacional para possibilitar maior igualdade de oportunidades para pessoas com deficiência.
O Congresso Nacional, depois de vários anos em 2015, aprovou a Lei Brasileira de Inclusão, Lei 13.146/15, que ampara as Pessoas com Deficiência, em seu capítulo IV artigo 76 diz: O Pode público deve garantir à pessoa com deficiência
todos os direitos políticos e a oportunidade de exercê-la em igualdade de condições com as demais pessoas.
O Partido Igualdade tem representantes em todas as unidades federativas, compromissadas com o bem comum, com a verdadeira aplicação de Políticas
Públicas para todos e com o respeito as minorias de nosso país, que tanto almeja um Brasil mais igualitário.

SAAE/Codó homenageia as mães servidoras da autarquia com café da manhã ao som de saxofone e sorteio de brindes

Na manhã desta quarta-feira (15), com a presença do prefeito Francisco Nagib, do secretário de governo João dos Plásticos, do chefe de gabinete Douglas, do diretor geral da autarquia eng. Evimar Jean Barbosa, diretor administrativo financeiro Ramon Zaidan, do diretor de operações Kadson Kós, foi ofertado pelo 3º ano consecutivo um delicioso café da manhã para as mães servidoras da autarquia. Este ano, as mães tiveram uma grata surpresa. O solo de saxofone do Niltinho Sax, além de sorteio de brindes.

Várias ações dentro da gestão de recursos humanos são realizadas pela atual direção do SAAE com foco na valorização dos servidores que fazem a autarquia. Dentre elas temos: Convênio plano de saúde corporativo; Cartão Cred Vip; comemorações sazonais, Dia do Trabalhador, Dia das Mães, das Mulheres; distribuição de cestas de Páscoa, dentre outras.

O prefeito Francisco Nagib fez questão de agradecer pelo excelente e humanizado trabalho realizado pelas mães do SAAE/Codó. “Nós em nossas vidas aprendemos com nossas mães a receber carinho, dar carinho e ter carinho pelas pessoas. É o que vocês fazem aqui. Transmitir com carinho a sabedoria das mães e atender bem nossa gente. Então, nós só poderíamos responder dessa forma. Dando carinho para todas vocês mães do SAAE”. Disse o prefeito.

A política de valorização das pessoas que fazem o SAAE, foi implantada pela nova direção da autarquia e pelo prefeito Francisco Nagib.

O diretor geral da autarquia, eng. Evimar Jean Barbosa reforçou o belíssimo trabalho realizado pelas mães servidoras. “Pelo 3º ano consecutivo homenageamos aquelas que com sensibilidade e dedicação fazem um belíssimo trabalho no SAAE. Nossa gestão à frente do SAAE/Codó é voltada para o reconhecimento e valorização de nossos servidores. Pois são vocês que nos ajudam a reconstruir esta autarquia municipal. ” Ressaltou Evimar.

SAAE/Codó – Mais avanço, mais conquistas no Saneamento Básico.

Marcinho é preso por Tráfico de drogas em Codó

Na noite desta quarta-feira (15/05) durante rondas de rotina e patrulhamento ostensivo, policiais da Força Tatica do 17º BPM, prenderam um homem de 34 anos identificado por Marcio Danilo Salazar Brandão por trafico de entorpecentes.

A guarnição ciente da prática comum de comercialização de drogas e produtos ilícitos em alguns pontos específicos do bairro São Francisco, e ao fazer rondas pela Rua Santana um elemento foi avistado em atitude suspeita próximo a um bar conhecido por “Fundo de quintal”, que ao perceber a presença da viatura colocou algo na boca para despistar os policiais, que após abordagem foi encontrado duas porções de uma substancia análoga a “crack”, sendo que durante o procedimento de revista pessoal o suspeito conseguiu fugir da guarnição adentrando numa residência próxima onde tivemos informações que reside o conduzido. Com autorização da proprietária da residência foi realizada busca pela casa, não obtendo êxito inicialmente, pois, o suspeito se evadiu pelos fundos tomando direção ignorada.

Posteriormente, após informações repassadas por um policial militar de folga, tivemos o conhecimento que o conduzido havia subido no muro do quintal de sua residência, que dá acesso ao bar “fundo de quintal” e jogado para dentro do referido bar um saco plástico contendo 21 porções da mesma substância encontrada com o primeiro abordado, totalizando 23 porções de produto entorpecente que foi entregue pelo policial a equipe.

Em razão dos fatos a guarnição iniciou buscas pelas imediações do local na captura do acusado não sendo localizado em via pública, e ao retornar na residência e novamente com autorização da proprietária a guarnição fez buscas nos cômodos da residência obtendo êxito na localização do acusado que recebeu voz de prisão e foi detido. Com ele foram encontrados R$ 67,00 (sessenta e sete reais) em cédulas fracionadas caracterizando tráfico, 1 relogio dourado, 1 boné e 1 celular da marca Samsung.

Todo o material foi apreendido e o acusado conduzido para a delegacia sendo autuado por trafico de entorpecentes.

A equipe já soma a 4 apreensão de drogas em volume considerável somente neste mês, sendo a maioria maconha, cocaína e crack, bem como armas de fogo. A Policia Militar tem buscado diminuir a incidência dos crimes relacionados a comercialização de drogas que afetam diretamente no aumento significativo da criminalidade envolvendo jovens de 13 a 18 anos, bem como na destruição das bases familiares e dos demais problemas advindos do trafico de drogas.

MATERIAL APREENDIDO:
23 porçoes de substancia análoga ao crack;
R$ 67,00;
1 Celular Samgung;
1 boné;
1 relógio dourado.

GUARNIÇÃO:
SD PM Almeida
SD PM Genésio
SD PM Frazão

ASSCOM 17º BPM

Mandatos de prefeitos e vereadores podem ser prorrogados até 2022

O deputado federal Rogério Peninha Mendonça (MDB/SC) protocolou no dia 10 de abril a proposta de Emenda Constitucional 49/2019, “para prorrogar os mandatos dos atuais Prefeitos, Vice-Prefeitos e Vereadores, unificando as eleições gerais e as eleições municipais”. Pela proposta, as próximas eleições seriam unificadas, de vereador a presidente da República, e aconteceriam apenas em 2022.

Pelo calendário atual, os mandatos se encerram no final do ano que vem e, se houver a mudança, os cargos seriam ocupados pelos atuais políticos até 2022. Com base na redação da PEC 56/2019, em 2022 haveria uma eleição unificada para os cargos de presidente, governador, senador, deputados, prefeito e vereadores.

Peninha afirma que a medida, se aprovada, garantiria uma economia de R$ 1 bilhão em 2020, apenas em relação ao primeiro turno. O texto da PEC cita que os valores economizados “poderão ser usados em serviços essenciais à população, tais como ensino, saúde e segurança pública”, mas não especifica um fim para a verba que não seria utilizada.

Após receber parecer favorável em duas comissões, a PEC ainda aguarda para ser colocada em pauta pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Casal é morto a tiros na cidade de Chapadinha

Um duplo Homicídio foi registrado na manhã dessa quarta-feira, 15, na Rua 31 de Março no Bairro Recanto dos Pássaros em Chapadinha. Dois motoqueiros efetuaram vários disparos de arma de fogo contra um homem até o momento identificado como Silbane, e uma mulher conhecida como Paula Andreia “Paula do Kaká”. Os dois foram surpreendidos quando transitavam em uma moto BROS de cor vermelha e não resistiram a gravidade dos ferimentos, vindo a óbito ainda no local.

Segundo informações, o crime que tem características de acertos de contas, foi feito por encomenda, Paula já teve passagens por tráfico de drogas, e recentemente era apontada como possível mandante de um assassinato ocorrido no município.

Em conversa com os Policiais que atenderam a ocorrência, foi informado que após cometerem o duplo homicídio os assassinos evadiram-se do local, tomando rumo ignorado.

Muitos Curiosos estão no local do crime. Os corpos já foram removidos ao HAPA para as providências cabíveis

Buscas e diligências com várias equipes das Policiais Civis e Militar estão sendo realizadas no intuito da identificação e prisão dos autores do crime.