Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Leda Torres intensifica visitas em bairros de Codó e ganha apoio dos moradores

A campanha da candidata a vereadora, Leda Torres (DEM) está cada vez mais presente nos bairros da cidade. Sempre unida a seus, apoiadores a candidata prioriza agenda diária com visitas e reuniões temáticas.

Leda pontua que a sua campanha será nas ruas, com o pé no chão e contato com os eleitores e com as pessoas. “ É desta forma, dialogando sobre os vários assuntos que envolvem a nossa cidade. Agradeço muito o apoio e carinho que tenho encontrado nos bairros de nossa cidade.  O que sempre digo é que temos que firmar o compromisso. É necessário ouvir as demandas e necessidades dos moradores”.

O morador que é comerciante e pediu para não ser identificado ressaltou que confia no trabalho de Leda pelo seu permanente compromisso com a comunidade local.

Os moradores da Rua Paraguai ressaltam em linhas gerais que os moradores está apoiando Leda por ser uma mulher compromissada, séria e trabalhadora.

Lima Campos – Inauguração do novo espaço do PROJETO CRIANÇA SHALOM

Na ultima quarta-feira, (14), o prefeito de Lima Campos, Jailson Fausto (PL) participou da inauguração do novo espaço (PROJETO CRIANÇA SHALOM).

O prefeito lembrou do inicio, a onde a Prefeitura fez uma doação de um terreno para a construção da Igreja Batista Shalom e futuramente seria construído o espaço CRIANÇA SHALOM

estiveram presentes:

Bispo Antonio Alves (Pres. Shalom no estado do Maranhão), Pr. Valdenir (Pres. Do conselho de pastores), Emílio Sampaio (supervisor da Compassion), Shirliane Sampaio (Sec. Mun. Educação de Igarapé Grande).

 Também estiveram na inauguração alguns pais e mães com seus filhos. Por causa da pandemia não foi possível convidar todas as famílias e crianças do projeto.

O intuito do Projeto Criança Shalom, é ensinar a criança no caminho que ela deve andar e ainda quando estiver velho não se desviará dele, baseado em Provérbios 22; 6

 “O Projeto Criança Shalom, visa libertar a criança da pobreza em o nome de Jesus quando falamos de pobreza estamos falando em quatro áreas básica a primeira a cognitiva que é área do conhecimento da educação onde damos aulas de reforço escolar Aonde instruímos a criança de acordo com a escola ela estuda na escola regular em um período e no outro período ela vai a ao projeto para receber aula de reforço e assim melhorar a sua parte cognitiva a segunda etapa é a parte física na aonde a trabalhamos com alimentação com orientação de nutricionista onde tem uma equipe voluntária para preparar todas as alimentação para fazer com que essas crianças cresçam bem alimentadas com saúde e desenvolva fisicamente a terceira área é a área socioemocional aonde nós vamos trabalhar no comportamento, fazendo ela ser uma pessoa mais social, a onde vale as palavras de desculpa, por favor, Bom dia, respeitando os mais velhos, respeitando as pessoas e tendo um comportamento adequado um comportamento realmente de um cidadão de bem. E o quarto e último objetivo é também trabalhar parte espiritual a parte da cidadania aonde nós trabalhamos com ensinamento da Poderosa palavra de Deus e ensinando um pouco a Bíblia Sagrada, para todas essas crianças“. falou Bispo Claudio Sampaio que continuou.

 “Diante de tudo isso nós temos vários voluntários que trabalham para fazer a melhor obra possível na cidade de Lima Campos todas as crianças são apadrinhados de com pessoas de outros países que colaboram financeiramente para a realização desse trabalho é óbvio que também temos participação de empresários temos participação de homens e mulheres que acreditam nesse projeto e investe financeiramente em cada criança assim como a Prefeitura Municipal tem ajudado esse projeto. E hoje na inaugura na sua sede própria e tudo para glória do Senhor Jesus“. disse Bp. Cláudio Sampaio.

Fonte:Marcos Lima

Realizada a solenidade de posse do 2° Conselho Comunitário pela Paz – CCP de Codó

Ocorreu na tarde do dia 14.10.2020, solenidade de posse da presidente e conselheiros do 2º CCP, no auditório do 17º BPM, a solenidade foi presidida pelo Ten. Cel. Maurício Carvalho, Coordenador Regional do Programa Pacto Pela Paz, sendo a Senhora Maria Francisca Silva empossada como presidente do 2º CCP, na cidade de Codó.
O evento contou com a ilustre presença de autoridades da Segurança Pública do Estado do Maranhão, sociedade civil, conselheiros comunitários e convidados. Na cerimônia também foram entregues carteirinhas aos membros e certificados aos representantes que contribuíram com o trabalho de combate à violência desempenhado pelo Conselho Comunitário, sendo agraciados na oportunidade o Ten Cel. J. Alves e o Maj Benilton.
Os CCP’s tem objetivo de aproximar a sociedade dos órgãos que compõem a segurança pública, visando a redução da violência, propagação da cultura da paz e respeito às leis e Direitos Humanos.

*”17º BPM, sua segurança é nossa missão!*

Cadeirante é brutalmente assassinado dentro de banheiro de balneário


O cadeirante Neudimar Sousa Maciel, residente na rua Presidente Médici, em Tuntum, foi brutalmente assassinado na noite de segunda-feira (12/10), por volta das 22h, no Balneário da Tiúba, o “Piscinão”, quando estava em um quiosque, localizado às margens da orla do balneário. As informações são do Blog do Lobão.
Conforme relatos da Polícia Militar, que se fez presente após o ocorrido, Neude, como era mais conhecido, fora encontrado já morto, banhado de sangue, dentro do banheiro do quiosque.

O proprietário do estabelecimento relatou a guarnição, que o suspeito é um indivíduo desconhecido, de cor branca, e que estava conduzindo uma moto Bross, cor laranja, que pós o cometimento do assassinato, ele se evadiu imediatamente do local.

A vítima sofreu várias perfurações pelo corpo, provavelmente de arma branca (faca). Depois de constatado o fato criminoso, a Polícia Civil foi acionada e esteve no local fazendo os procedimentos de praxe para iniciar o trabalho investigativo.

Ainda não há informações concretas sobre as causas do assassinato, logo porque a vítima tinha uma vida comum e mostrava-se inofensiva e sem forças para qualquer reação física, já que era cadeirante.

Não há também informações, ainda, sobre a linha de investigação que será tomada para desvendar o misterioso assassinado, com requintes de crueldade, que vem chocando a cidade de Tuntum

Salve o 15 de Outubro uma homenagem do Professor Carlos Gomes a todos os professores pelo seu dia

Caros professores, todos os profissionais têm seu dia festejado. O nosso é o dia 15 de outubro, que há bastante tempo vem sendo comemorado.

Na condição de exercer esta profissão por vários anos, mesmo não estando em sala de aula, mas continuo de quando em quando, proporcionando a aqueles que me procuram no sentido de elaborarem seus trabalhos finais nas faculdades onde estudam. Atualmente, sou um octogenário e mais, mesmo assim sigo ajudando aos que me procuram.

Neste dia tão auspicioso para nossa categoria profissional, não poderia deixá-la passar em branco, sem almejar a todos nós, um Feliz Dia do Professor.

Parabéns a todos os Professores!

Professor Carlos Gomes.

Codó, 15 de outubro de 2020.

Você sabe o que é o Certificado de Operações Estruturadas


Muitas são as chances de investimentos e diversas são as siglas no mundo financeiro. Se você está explorando possibilidades que se encaixem em seu perfil é natural que encontre sobre coe o que é e como funciona esse tipo de ação.
Para te ajudar a entender mais sobre esse tipo de operação, reunimos alguns detalhes importantes. Confira!
O que é COE?
O COE é o Certificado de Operações Estruturadas e ele é um investimento que combina a segurança das aplicações em renda fixa com a rentabilidade de investimentos na Bolsa de Valores, como ações, moedas, índices, commodities e outros.
Comparado a outros investimentos o COE ainda é um investimento novo no Brasil, iniciou suas operações em 2015, e por isso, ainda gera diversas dúvidas nos novos investidores.
O título é uma espécie de versão brasileiras das Notas Estruturadas que são muito comuns nos Estados Unidos e Europa e é uma forma interessante de diversificar uma carteira de investimentos sem grandes riscos.
Esse certificado pode ser emitido por bancos múltiplos, comerciais, bancos de investimento, caixas econômicas e pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
O COE busca prever o comportamento do mercado nacional e internacional e, ao “acertar” a previsão, o COE paga ao investidor a parcela da renda fixa e variável. Por outro lado, se houver erro, o investidor recebe apenas a parcela da renda fixa.
Dessa forma, quando se investe em um COE, o indivíduo compra um título emitido por bancos, que aplica grande parte do seu capital em um título de renda fixa e uma pequena parcela em investimento de renda variável, com maior risco, mas retorno mais agressivo.
Para investir no COE não há um valor mínimo definido, isso depende do banco emissor e das opções que o distribuidor do título oferece. Assim como o valor, o prazo de vencimento depende da estrutura e, normalmente, são ofertados títulos com prazo entre 6 meses a 3 anos.
Essa forma de investimento promete garantia contra perdas, afinal, se o resultado for positivo, o investidor recebe o capital e os lucros e o se for negativo, recebe o capital investido de volta, livre de prejuízos. Existem duas modalidades de COE, o Capital Protegido e o Capital de Risco.
Valor Nominal Protegido
O COE da espécie Valor Nominal Protegido (VNP), assim como seu nome sugere, garante que o investidor receba, pelo menos, 100% do valor principal que investiu. Nessa modalidade, em qualquer que seja o cenário, no fim do prazo do investimento, o indivíduo resgata pelo menos o seu capital aplicado.
Valor Nominal em Risco
Já o COE de Valor Nominal em Risco (VNR) é aquele em que não há garantias do total aplicado pelo investidor, sendo possível que ele perca parte do capital investido no prazo de investimento. Mesmo que seja possível perder todo o capital investido, não corre risco de perder mais do que tem, então não há chances de contrair dívidas.
A grande maioria dos Certificados de Operações Estruturadas emitidos são do tipo protegido, porém, ao investir nessa modalidade é preciso ter atenção ao DIE, o Documento de Informações Essenciais.
Nele, o distribuidor do COE, seja corretora ou banco, fornece informações principais do seu investimento, como modalidade e garantia, emissor, rentabilidade, prazo, regras de ganhos e perdas, entre outros.
Tributos do COE
O COE, assim como os investimentos de renda fixa, sofrem tributação do Imposto de Renda de forma regressiva, de acordo com o tempo de aplicação. Dessa forma, quanto mais tempo durar o investimento, menor será a alíquota paga do IR.
Para investimentos de até 180 dias, a alíquota deduzida é de 22,5%. De 181 a 360 dias, a tributação é de 20%. De 361 a 720 dias, a porcentagem se dá em 17,5% e, acima desse prazo, a alíquota cobrada é de 15%.
Caso o resgate aconteça em um período menor do que 30 dias, é cobrado também o IOF, Imposto sobre Operações Financeiras, que varia de 96% a 3% a depender do dia. Lembrando que só haverá imposto a pagar se a rentabilidade final do COE for positiva.
O COE é uma opção de baixo risco, mas que oferece formas rentáveis para a carteira de investimento. Ele é uma grande oportunidade de diversificar seu portfólio de investimentos, permite o investimento no mercado estrangeiro, câmbios, não tem taxas e tributação é simplificada.
Por outro lado, ele possui baixa liquidez e não é garantido pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC), o que significa que o dinheiro não é devolvido em caso de falência do banco em que você realizou seu investimento.
Assim como qualquer investimento, é importante entender sobre ele para buscar opções que se encaixem em seu perfil e em seu bolso. Agora que você sabe mais sobre o COE, o que você acha sobre essa possibilidade? Aproveite suas novas informações e amplie sua cartela de investimentos!

Saiba quais são os tipos de cultura organizacional mais comuns dentro de uma empresa


A cultura organizacional é um ponto de extrema importância nas empresas e deve ser olhada com grande atenção pelos gestores e empresários. Construir sólidas culturas faz toda diferença para resultados e pela forma como a empresa é vista no mercado.
Muito se fala sobre esse tema, mas você sabia que existem diferentes tipos de cultura organizacional? Reunimos informações sobre algumas delas para você ficar ainda mais por dentro desse importante assunto empresarial, confira!
O que é cultura organizacional?
Antes de entender quais os tipos, é importante se situar sobre o que é cultura organizacional. Essa importante questão do mundo empresarial refere-se ao conjunto de hábitos, crenças e valores compartilhados dentro da empresa e que mostram ao público interno e externo o que é pregado naquele ambiente.
A cultura organizacional tem grande influência do comportamento e desempenho e molda atitudes dos componentes de tal espaço.
Essa cultura envolve as atitudes no ambiente de trabalho, as regras formais e informais, missão, visão e valores, costumes, crenças, hábitos, linguagens, estrutura e outros elementos que fazem a empresa o que ela é.
Ter uma definição e uma estratégia de cultura organizacional é essencial para auxiliar processos, direcionar relações e criar laços e caminhos para os objetivos comuns de um negócio.
Quais são os tipos de cultura organizacional?
A cultura organizacional não é um objeto fechado e sem mutações e, de acordo com estudiosos, existem quatro principais tipos de cultura organizacional que se diferenciam em seus objetivos e aspectos.
Cultura de poder
Essa cultura é sobre aqueles locais que concentram a liderança em uma única pessoa, geralmente, o dono ou gerente da organização. Nesse espaço, os colaboradores são orientados a resultados, o que pode levar a climas de competição, o que nem sempre é saudável para as equipes.
Nessa cultura, há forte centralização das estratégias e definições e é comum encontrar esse tipo de gestão em empresas pequenas.
Cultura de papéis
Na cultura de papéis o foco se dá nas funções desempenhadas por cada um dos colaboradores. Nesse caso, os níveis hierárquicos são bem estabelecidos e há menor flexibilidade na execução das tarefas, já que cada um só realiza o que é determinado para si.
Os procedimentos aqui são bem definidos, mas podem ser muito engessados, dando pouco espaço para novas ideias e melhorias.
Cultura de tarefas
A cultura de tarefas são aquelas organizações em que existem profissionais específicos para realizar os diferentes tipos de tarefas, agregando diferentes conhecimentos à organização e fomentando o crescimento.
Nessa cultura, o foco está na resolução dos problemas, admitindo pessoas preparadas para os mais diferentes tipos de situação. A flexibilidade e o ritmo de trabalho ditado pelos acontecimentos é o grande motivador desse ambiente.
Por aqui, há maior liberdade para inovação e soluções, aumentando motivação e comprometimento para realização das tarefas e de problemas.
Cultura de pessoas
Como o nome sugere, essa cultura é focada nas pessoas que fazem parte do cenário organizacional. Ou seja, empresas que adotam esse posicionamento valorizam o trabalho dos funcionários, a integração das equipes e o crescimento individual de cada um de seus componentes.
Nesse espaço, o colaborador é colocado em primeiro plano e são incentivados a criar e darem ideias e soluções para seu cenário.
Aqui também há maiores cuidados com planos de carreira, retenção de talentos, formação de lideranças e desenvolvimento das pessoas para garantir o crescimento do público interno e da companhia.
Independentemente de qual seja a cultura utilizada e pregada em sua empresa, é importante compartilhar missão, visão e valores, objetivos e ter regras expressas para que todos os colaboradores saibam como se portar dentro desse ambiente.
Mais do que isso, é essencial buscar por pessoas que tenham o famoso “fit cultural” e compartilhem dos mesmos valores pregados pela organização. Recrutar as pessoas certas é preciso para que os indivíduos vistam de fato a camisa da empresa.
Seja qual for a cultura seguida em seu negócio, é importante que ele tenha uma cultura definida com regras e conjuntos de ações para guiar os componentes de seu negócio.
Agora que você sabe mais sobre os tipos de cultura organizacional, você conseguiu identificar em qual delas a sua empresa se encaixa? Aproveite que você sabe mais sobre elas e reveja os seus conceitos organizacionais!