Video: Míssil atinge shopping com mais de mil pessoas na Ucrânia

Um shopping na cidade de Kremenchuk, no centro da Ucrânia, foi atingido por um míssil nesta segunda-feira (27). Era quase noite no horário local. O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, responsabiliza a Rússia pelo atentado e destaca que o edifício estava lotado na hora do ataque, com mais de mil pessoas, o que torna “impossível de imaginar” o número de vítimas fatais.

De acordo com o gabinete presidencial, há ao menos duas pessoas mortas e mais de 20 feridos por enquanto. Em uma mensagem compartilhada em seu Telegram, o mandatário ucraniano disse que o prédio “não representava nenhum risco para o Exército russo. Nenhum valor estratégico. Apenas a tentativa do povo viver uma vida normal”.

Os ocupantes dispararam um míssil contra um shopping onde havia mais de mil civis. O shopping está em chamas e as equipes de resgate combatem o fogo. O número de vítimas é impossível de imaginar – publicou o presidente.

O chefe de Estado ucraniano acompanhou sua mensagem com um vídeo que mostra o centro comercial pegando fogo, com grandes colunas de fumaça e caminhões dos bombeiros.

– O tiro de míssil em Kremenchuk atingiu um local muito movimentado sem qualquer relação com as hostilidades – denunciou no Facebook, Vitali Maletsky, prefeito desta cidade que tinha cerca de 220 mil habitantes antes da guerra.

O governador regional, Dmytro Lunin, denunciou um “crime de guerra” e um “crime contra a humanidade”, bem como um “ato de terror não dissimulado e cínico contra a população civil”.

 

Donos de convênio poupado na CPI da Covid doam quantia ao PT

O diretório nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) recebeu uma doação de R$ 250 mil da família Koren, proprietária da operadora de saúde Hapvida, sediada em Fortaleza, no Ceará. A empresa foi uma das três do ramo que entraram na mira da CPI da Covid no ano passado.

Jorge Pinheiro Koren de Lima, CEO da Hapvida, e representantes da Unimed e da Prevent Senior foram convocados a prestar esclarecimentos na CPI da Covid, sendo a iniciativa de dois parlamentares petistas: os senadores Humberto Costa (PE) e Rogério Carvalho (SE). O motivo da convocação eram as denúncias envolvendo a prescrição de cloroquina aos pacientes.

A Hapvida foi multada em R$ 468 mil pelo Ministério Público do Ceará, porque teria imposto aos médicos da rede que prescrevessem cloroquina aos pacientes com Covid-19. No entanto, o presidente da Hapvida não chegou a ser ouvido pela Comissão em nenhum momento, pois a mesma manteve o foco na operadora Prevent Senior.

De acordo com Rodrigo Rangel, colunista do Metrópoles, quatro membros da família fizeram a doação para o PT em abril, conforme declarado à Justiça Eleitoral.

Familia procura por jovem que saiu de casa para tomar vacina e nunca mas retornou

José Adail dos Santos de 43 anos de idade
Última vez q ele foi visto. Terça feira a noite as 11:30 da noite.

Adail estava vestido em uma bermuda Tactel e camisa azul claro.
Pediu o documento pra tomar vacina e nunca mais voltou.
Ele nunca viajou pra outra cidade e nunca ficou sem da da notícia por muitos dias.

A família informou à nossa equipe que o jovem toma remédio controlado.

Qualquer informação ligue para dona Marcelina que é Mãe.  98169-2415

Manter a cidade limpa é dever de todos!

Manter a cidade limpa é dever de todos: governo municipal e cidadão. Para que assim possamos conviver em ambientes agradáveis, seguros, que não ofereçam nenhum tipo de risco às pessoas.

No papel da gestão municipal, fazemos o recolhimento do lixo doméstico todos os dias, em todas as ruas da cidade. Também fazemos a retirada de entulhos nos bairros, que acontece num período estimado de 15 dias, pois é aproximadamente esse tempo que a equipe leva para limpar toda a cidade e voltar no bairro do início do cronograma.

É referente a esse cronograma que precisamos mais da colaboração dos cidadãos.

Se o caminhão e trator de retirada de entulhos passou no seu bairro essa semana, considere que ele pode levar mais duas para voltar. Assim, se planeje quanto ao descarte de materiais e objetivos de médio/grande porte/volume.

Mas vale lembrar: nem tudo precisa ser entulho!

Se você puder ensacar o lixo para que a equipe de garis recolham, então não há a necessidade de empilhar esse lixo.

Se é possível desmontar, quebrar, cortar, e assim poder ser embalado, esse lixo não precisa ser descartado de forma avulsa e ficar esperando o recolhimento por 15 dias.

Fez a poda da árvore? compre grandes sacos em qualquer loja de construção civil e embale o que será descartado.

E lembre-se sempre: todo lixo, principalmente o cortante, deve ser muito bem embalado para a proteção dos trabalhadores.

Vamos cuidar um dos outros?

Contamos com cada um de vocês!

Codo Noticias

Vereador Pastor Max agenda reunião com Equatorial para resolução da energia dos fateiros de Codó

Na última sexta-feira (24) o vereador Pastor Max esteve em Teresina, para reunião com a diretoria da Equatorial Maranhão. No encontro, o parlamentar tratou da situação da falta energia elétrica nos boxs do fateiros, no mercado em Codó. De acordo com o vereador, ficou definida para próxima quinta-feira (30) uma reunião entre a gerência da Equatorial Maranhão, representantes dos fateiros, do governo municipal e vereadores, durante a reunião das Comissões Permanentes da Câmara de Codó.

O vereador Pastor Max também levou para a diretoria da Equatorial a demanda para a retomada e conclusão do projeto de eletrificação em comunidades ruais de Codó, como as localidades Monta Barro e Três Irmãos. “Conseguimos este encontro e alinhar esta reunião para quinta, nas Comissões da Câmara, com a gerência da empresa, com representantes de classe e buscar a melhor solução para o problema do fornecimento de energia dos fateiros de Codó, que precisam trabalhar com tranquilidade, bem como retomar os projetos de eletrificação em povoados de nossa zona rural”, explicou o parlamentar.

TRE aprova envio de força federal para 97 municípios maranhenses

A Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão aprovou por unanimidade, o pedido de força federal a 97 municípios maranhenses para o primeiro turno das eleições de 2022. O pedido foi apresentado pelo corregedor eleitoral José Luiz Almeida, relator do processo.

No seu voto, o desembargador, após consulta às zonas eleitorais e análise da Seção de Segurança Institucional e Inteligência do TRE-MA, definiu o quantitativo de 97 municípios, distribuídos em 58 zonas eleitorais.

Foram considerados como critérios o histórico de emprego da Força Federal de Segurança Pública nos municípios maranhenses em eleições anteriores, as justificativas registradas pelos juízes eleitorais, a concentração das tropas nas sedes das zonas eleitorais, o emprego das tropas nos municípios mais afastados das sedes das zonas eleitorais, e a presença de área de reserva indígena ou remanescente de quilombo no município.

A decisão do Tribunal Regional Eleitoral será encaminhada ao governador do estado do Maranhão, para ciência e manifestação quanto ao presente reforço na segurança pública, e em seguida encaminhada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

PRF apreende 96 kg de maconha em Picos/PI

Policiais Rodoviários Federais prenderam, no início da tarde de hoje (26), um homem de 31 anos, natural de São Gabriel do Oeste/MS,  acusado do crime de Tráfico de Drogas. O flagrante aconteceu na cidade de Picos, na BR 316.

Durante fiscalização de rotina, os policiais abordaram um veículo de passeio que saiu de Cuiabá/MT com destino a Natal/RN, portanto, teria o Piauí como rota.

Ao proceder a vistoria no veículo, os policiais identificaram um odor característico de maconha e, no porta-malas, dentro de caixas e malas, a equipe PRF encontrou 118 tabletes da droga que somam 96,3 Kg. Com esta apreensão, estima-se que o crime organizado deixou de lucrar R$ 208.816,92.

O condutor alegou que pegou a droga com um desconhecido em um hotel em Cuiabá/MT e que a levaria até a capital potiguar.

Diante dos fatos, a equipe deu voz de prisão ao condutor. Ele, a droga e o veículo foram encaminhados à Polícia Civil de Picos para os procedimentos necessários.

O plano de José Dirceu para ‘estender a mão ao povo cubano’

Há pouco mais de um ano, José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), condenado e preso nos escândalos do mensalão e petrolão, revelou a meta para um eventual terceiro mandato de Lula na Presidência da República: ajudar Cuba, que vive uma ditadura socialista desde 1959, quando Fidel Castro e seus partidários derrubaram Fulgêncio Batista.

Em um vídeo que circula pelas redes sociais, Dirceu demonstra solidariedade ao governo cubano. Para ele, a partir de 2023, caso os petistas voltem a comandar o Palácio do Planalto, o governo deve “estender a mão ao povo cubano”. Anteriormente, o PT financiou projetos e obras milionárias na ilha caribenha por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.

“Espero podermos a partir de 23 estender, de novo, a mão para o povo cubano, que foi tão solidário conosco na luta contra ditadura e o Mais Médicos é o maior exemplo”, disse um dos líderes do PT.

Dirceu, à época da gravação, afirmou que os protestos na Colômbia e Chile mostravam que havia potencial de integração da América Latina em torno de partidos de esquerda. Um ano depois, os dois países citados pelo ex-ministro elegeram governos socialistas. Há também confrontos no Equador, comandado por um governo à direita. Para Dirceu, o país tem potencial para voltar a ser governado por esquerdistas.

No final da década de 1960, José Dirceu foi morar em Cuba, país em que recebeu treinamento como guerrilheiro. Voltou ao Brasil em 1974, depois de realizar cirurgias plásticas para não ser reconhecido. Em 1979, Dirceu foi beneficiado por uma anistia ampla.

O discurso farsante do MST

ex-presidente Lula já garantiu, entre as múltiplas promessas que está fazendo na campanha eleitoral para a Presidência da República, que o MST vai ter uma posição importante no seu governo. É um dos seus piores projetos, caso isso seja mesmo um projeto, e não uma peça de conversa fiada para tapear a esquerda mais primitiva que viaja no seu bonde — e para atender as neuroses da porção do público urbano que se assusta com os “pecados mortais” da produção rural brasileira. Essa gente tem certeza de que a soja e o milho estão destruindo a Floresta Amazônica. Acha que o agronegócio “envenena a comida” dos brasileiros, com a utilização de “agrotóxicos” e outros horrores da química. Está convencida de que os fazendeiros perseguem os índios. Suas terras são muito grandes, mecanizadas e consumidoras de tecnologia avançada — coisas que o “pequeno proprietário” e a “agricultura familiar” não podem ter. Na verdade, o agronegócio é o oposto do que os padres, os centros acadêmicos e os artistas de novela querem para o Brasil rural: um País de “pequenas propriedades”, dedicado à produção de coisas “orgânicas”, aos métodos naturais de cultivo e capaz de obter a aprovação da menina Greta e do ator Leonardo DiCaprio. O MST finge que está nessa balada.

Tudo isso é uma falsificação completa. O agronegócio é o setor mais bem-sucedido da economia brasileira, e não precisa das ideias de Lula e do PT — chegou aonde está sem eles, e só prospera com eles de longe. Quanto ao MST, pode-se dizer com segurança que a última coisa que passa pela cabeça dos seus proprietários é fazer uma reforma agrária no Brasil. O MST quer, hoje, o que sempre quis: invadir terra para receber verba do governo, diretamente ou por meio de ONGs, em nome da solução do “problema social no campo”. Esse problema tem de existir sempre — sem ele, os dirigentes do MST não vivem. Eles não querem terra para o pequeno agricultor que não tem dinheiro, nem condições, para comprar um pedaço de chão. Querem se entender com o Banco do Brasil. Nada poderia provar isso com mais clareza do que a sua posição contrária à distribuição de títulos de propriedade que vem sendo feita pelo governo. Como assim? O objetivo do MST não é fornecer aos sem-terra justamente isso — terra para cultivar e legalização da sua propriedade? Não: o MST acha que a terra tem de ser “coletiva”.

No governo Dilma houve 1.000 invasões. No de Lula foram 2.000. No de Fernando Henrique foram 2.500 – inclusive a fazenda do próprio presidente. Em 2021, foram 11 e, ao todo, de 2018 para cá, apenas 24. Não é preciso dizer mais muita coisa.

(J. R. Guzzo, publicado no jornal O Estado de S. Paulo em 26 de junho de 2022)

Bolsonaro confirma general Braga Netto como candidato a vice-presidente

O presidente Jair Bolsonaro confirmou o nome do general Walter Braga Netto como seu candidato a vice-presidente na chapa pela reeleição. A informação foi dada na noite deste domingo, durante entrevista ao programa 4 por 4, no YouTube.

Militar da reserva, Braga Netto foi chefe da Casa Civil de Bolsonaro de fevereiro de 2020 a março de 2021, quando deixou o cargo para assumir o Ministério da Defesa.