Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Luciano Hang irá processar portal UOL e jornalista por fake news

O empresário, Luciano Hang, irá representar judicialmente o portal de notícias UOL e o jornalista, Lucas Valença, por publicação de reportagem mentirosa nesta terça-feira, 22 de junho, no referido portal de notícias.

A publicação foi embasada em um suposto relatório produzido pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin), cujo o UOL afirmou que teria tido acesso. Entretanto, o documento não existe, caracterizando assim a produção de fake news, cujo único objetivo é prejudicar a imagem do empresário e, principalmente, do presidente Jair Messias Bolsonaro.

Ainda no fim da manhã, a própria Abin divulgou uma nota esclarecendo não ser autora de suposto relatório.

Veja a nota completa:

A Agência Brasileira de Inteligência informa não ter produzido, recebido ou difundido relatório ou qualquer outro documento como mencionado pelo portal UOL em reportagem desta terça-feira – 22 de junho.

 

A Agência esclarece ainda que compete à ABIN executar a Política Nacional de Inteligência (Decreto n⁰ 8.793, de 29 de junho de 2016) com estrita observância dos direitos e garantias individuais, da fidelidade às instituições, dos princípios éticos e da segurança do Estado.

Acesse a nota da Abin

Perseguição

Não é a primeira que o empresário é vítima do jornalismo questionável do Portal UOL/Folha de São Paulo. Ano passado, a Folha e a repórter, Patrícia Campos Mello, foram condenados a pagar indenização para Luciano Hang, pela publicação de reportagem que ligava o empresário a disparos em massa de mensagens contrárias ao PT nas eleições de 2018. Nunca houve qualquer comprovação que Hang tivesse envolvimento com o caso, não se passando de mais uma fake news.

Policia Federal deflagra operação contra desvios de recursos para combate à covid-19 em São Luís, Bacurituba e Bom Jesus das Selvas MA

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (22/06) nas cidades de São Luís, Bacurituba e Bom Jesus das Selvas, a Operação Inter Pares, com a finalidade de desarticular grupo criminoso estruturado para promover fraudes licitatórias e irregularidades contratuais envolvendo verbas federais que seriam utilizadas no combate à pandemia COVID-19.

Inicialmente, foi constatada a falta de capacidade econômica da empresa investigada, restando demonstrado que o custo dos produtos vendidos é incompatível com a receita auferida nos 12 meses anteriores ao período demonitoramento.  Afinal, enquanto adquiriu apenas R$ 33.356,25 dos itens de contratos públicos no período investigado, vendeu mais de meio milhão de reais para os Municípios de Bom Jesus das Selvas e Bacurituba.

Além disso, revelou-se que o principal investigado utilizava “laranjas” para figurarem como proprietários da empresa que supostamente fornecia os produtos, sendo que, simultaneamente, concorria nessas licitações assinando propostas em nome de outra empresa.

Diante desses fatos, a Polícia Federal cumpriu 6 (seis) Mandados de Busca e Apreensão e 05 (cinco) Mandados de Constrição Patrimonial.

Ao todo 30 (trinta) policiais federais cumpriram as determinações judiciais expedidas pela 1ª Vara Federal de São Luís/MA, que decorreram de uma representação elaborada pela Polícia Federal.

Se confirmadas as suspeitas, os investigados poderão responder por fraude à licitação (Art. 90, Lei 8.666/93), simulação de compra e venda (Art. 96, V, Lei 8.666/93), lavagem de capitais (Art. 1º, caput, Lei 9.613/84) e associação criminosa (Art. 288, Código Penal). Somadas, as penas podem chegar a 23 anos de prisão.

A denominação “Inter Pares”, que significa “Entre Iguais”, faz referência ao modus operandi adotado pelo esquema criminoso em que o principal investigado fazia propostas com maior preço por meio de sua empresa oficial, com o fim de que uma outra empresa, também controlada por ele, se consagrasse vencedora das licitações.

Prefeitura de Codó já recebeu R$ 1.334.233,20 do PNAE e os alunos continuam sem receber merenda escolar

Mais uma grave denúncia chega a redação do Codó Notícias. A prefeitura de Codó, desde o início do ano, já recebeu mais de um milhão de reais do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação FNDE, para a merenda escolar. No entanto, até hoje, mês seis, a prefeitura só entregou apenas duas vezes o kit da merenda escolar para as famílias dos alunos. Os leitores estão perguntando que esta sendo feito com esse dinheiro, pois até os agricultores de Codó, que fornecem alimentos via PNAE estão sem receber.

Mesmo com aula de forma online, os alunos têm direito a alimentação escolar, que deve ser retirada pelos pais dos alunos na escola onde as crianças estão matriculadas.

A alimentação escolar é um direito garantido na Constituição. Inclusive, com recurso garantido para isso. Na Lei Orçamentária Anual de 2020.

Em Coso os produtores começaram a entregar produtos para o PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR (PNAE 30%) em março deste ano, após chamada pública, mas desde então nunca receberam um centavo da prefeitura e o dinheiro, segundo eles, está na conta do município enviado pelo governo Federal.

Abertura de empresas cresce 17,9% em março, aponta Serasa Experian

Indicador de Nascimento de Empresas da Serasa Experian revelou a abertura de 351.714 novos negócios em março deste ano. Um crescimento de 17,9% na comparação com o mesmo período de 2020. De acordo com o índice o setor do Comércio foi o que mais cresceu (28,4%), impulsionando a alta geral. A Indústria e o segmento de Serviços também marcaram altas. Confira nos gráficos abaixo as informações ano a ano completas.

Para o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, embora a confiança financeira dos empresários não tenha sido restaurada ao nível pré-pandemia e a alta geral tenha desacelerado em março, a criação do próprio negócio ainda oferta melhores oportunidades em meio ao cenário de saúde no país. “As pessoas seguem optando por investir na abertura de empresas para geração de renda, já que o desemprego continua em alta”.

O comparativo por natureza jurídica revelou que, embora representem apenas 12,8% das empresas criadas, as Sociedades Limitadas tiveram o maior crescimento do mês, marcando 67,3%. “O aumento desse tipo de empresa pode indicar que os empreendedores estão preferindo trabalhar em sociedade para garantir, principalmente, apoio financeiro em meio à crise econômica, já que o investimento inicial costuma ser decisivo para garantir a saúde e o sucesso do novo negócio”, explica Rabi. Os microempreendedores individuais (MEIs), que significam a maior fatia da abertura de negócios (80,2%), tiveram crescimento de 19,3%, enquanto as empresas individuais caíram. Veja no gráfico dados na íntegra.

A análise interanual por região apontou expansões em todo o país, com destaque para o Sul, que marcou a alta mais expressiva, de 26,6%. O Nordeste vem em sequência com 21,0%, seguido pelo Norte (20,6%), Centro-Oeste (17,8%) e Sudeste (13,9%).

Clique aqui e veja a série histórica do indicador na íntegra

Após mais de 60 anos de espera moradores da comunidade Remédios receberão energia elétrica

Enfim, os moradores do povoado Remédios, na zona rural da Trizidela, em Codó, poderão comemorar. Após mais de 60 anos de espera, o moradores foram contemplados com a instalação da rede elétrica para a comunidade. Caminhões e equipamentos já começaram a chegar a região na última segunda-feira.

A conquista é fruto de uma luta encapada pelo vereador Pastor Max, que em visita a região, identificou a demanda conseguiu um projeto da Eletrobrás para que a comunidade fosse, enfim, beneficiada com a tão sonhada energia elétrica e a iluminação pública.

“Finalmente será instalada a energia elétrica da localidade Remédio. É com muita alegria que compartilhamos com todos os moradores esta conquista da tão sonhada rede de energia para a dignidade, comodidade e conforto de todos os moradores, que há mais de 60 anos esperam pelos benefícios e comodidades da eletricidade. Parabéns a todos”, declarou o vereador Pastor Max.

Mapeamento iniciado em 2019

Conhecendo bem as demandas e dificuldades dos moradores daquela comunidade, o vereador pastor Max, acompanhado com engenheiro da Eletrobrás, ainda em 2019, realizou visitas a região e mapeou as comunidades que ainda não tinham energia elétrica.

“Naquela época fizemos visitas para ver as demandas e levamos o engenheiro para mapear os lugares que já havíamos pedido para a companhia elétrica responsável. Como resultado, o projeto da Eletrobrás para levar energia à comunidade foi aprovado e nós tivemos a alegria de hoje comemorar com os moradores a chegada da energia, tão sonhada pela comunidade. Essas ações e lutas fazem parte de nosso trabalho como parlamentar. Estar junto as comunidades, identificar suas demandas e necessidades, levar as autoridades competentes e conseguir que as comunidades sejam beneficiadas com obras e políticas públicas.”, concluiu o parlamentar.

Homem dá perda total em Ferrari alugada em primeira saída do carro

A Royalty, locadora de carros de luxo de Las Vegas, registrou em vídeo o processo de recuperação de uma Ferrari F8 Tributo batida por um cliente. O carro havia sido recém-adquirido pelo empreendimento e fazia apenas sua primeira viagem, tendo menos de 500 km rodados ao todo.

Entretanto, o modelo exige capacidades do motorista para domar seus 710 cv de potência, algo que certamente o homem – que não quis ser gravado pelas câmeras – descobriu. Na verdade, ele alega que acabou batendo o carro em uma pedra que estava no meio da rua a cerca de 70 km/h. Depois do impacto, ele diz que acabou saindo com o carro sem controle para o canteiro central, antes de parar a Ferrari danificada.

No entanto, o time chega ao local e começa a duvidar da história do cliente. O airbag da porta do lado do motorista foi acionado e as duas rodas do lado esquerdo estavam quebradas. Depois de examinarem a estrada, a teoria de que o homem perdeu o controle do carro em alta velocidade e bateu nas guias do canteiro central ganha força. Nenhuma avaria é vista na parte dianteira do veículo.

No fim, depois de levar a Ferrari para a oficina, a locadora descobre que a Ferrari sofreu perda total, já que o chassi de fibra de carbono logo atrás da roda dianteira esquerda havia se partido logo na junção com a suspensão.

Confira (vídeo em inglês):

 

 

Mulher é surpreendida ao descobrir saldo de R$ 5 bilhões em conta bancária

Durante uma ida de rotina até o caixa eletrônico, a norte-americana Julia Yonkowski se surpreendeu ao conferir o saldo bancário e encontrar quase US$ 1 bilhão em sua conta, o que equivale a pouco mais de R$ 5 bilhões na cotação atual.

O incidente inusitado ocorreu no sábado (19), na cidade de Largo, no da Flórida. A intenção era sacar apenas US$ 20, ou cerca de R$ 100, em um caixa do banco Chase Bank.

Yonkowski relatou todo o ocorrido à estação WFLA, afirmando que, ao contrário do que se pode pensar, não ficou feliz com a descoberta.

“Meu Deus, eu fiquei horrorizada. Sei que a maioria das pessoas pensaria que ganhou na loteria, mas fiquei horrorizada”, garantiu ela, ao veículo de notícias.

“Quando eu solicitei os US$ 20, a máquina voltou e disse: ‘nós daremos a você os US$ 20, mas isso será um saque a descoberto e você será cobrado’ e eu disse: ‘Ah, esqueça'”, recordou Yonkowski, deixando claro que, inicialmente, o banco indicou que ela queria sacar mais do que tinha de saldo.

Foi nesse momento que ela tirou o extrato e descobriu o valor bilionário, incompatível com a mensagem. Desde a surpresa, a norte-americana disse que não mais movimentou sua conta.

“Eu li histórias sobre pessoas que pegaram o dinheiro ou tiraram dinheiro, e então tiveram que reembolsar, e eu não faria isso de qualquer maneira porque não é meu dinheiro”, explicou ela.

A norte-americana contou ainda que tentou contatar o Chase Bank várias vezes, mas não conseguiu ajuda no sistema automatizado da instituição bancária e não teve acesso a nenhum atendente para ajudar com a situação.

Ela disse que pretende voltar a uma agência física do banco ainda essa semana, mas que teme perder dinheiro com a confusão do sistema bancário. “Isso me assusta porque você conhece as ameaças cibernéticas. Sabe, não sei o que pensar”, lamentou Yonkowski.

Plenário delibera sobre ZPEs e tributação de instituições financeiras nesta terça

Os senadores devem deliberar em Plenário nesta terça-feira (22), a partir das 16h, sobre o Projeto de Lei de Conversão (PLV) 13/2021 proveniente da medida provisória que dispensa limite de exportação para empresas de oxigênio, a MP 1.033/2021.
Com a relatoria do senador Roberto Rocha (PSDB-MA), o PLV 13/2021 altera a Lei 11.508, de 2007, ao permitir que, em 2021, empresas produtoras de oxigênio medicinal localizadas em zonas de processamento de exportação (ZPEs) não tenham mais de destinar pelo menos 80% de seu faturamento com vendas ao mercado externo.
A MP foi editada para incentivar a produção e o comércio locais após a falta de oxigênio medicinal no Amazonas em janeiro deste ano, o que teria colaborado para o aumento do número de mortes por covid-19 no estado. O oxigênio é imprescindível no tratamento, principalmente, dos casos graves da doença.
Apreciada pela Câmara no início de junho, a matéria transformou-se num novo marco regulatório para as ZPEs, definidas como áreas de livre comércio com o exterior, destinadas à instalação de empresas direcionadas para a produção de bens, a prestação de serviços vinculados à industrialização das mercadorias ou a prestação de serviços a serem comercializados ou destinados exclusivamente para fora do país.
Pelo PLV, o Poder Executivo está autorizado a criar as ZPEs nas regiões menos desenvolvidas. A proposta é desenvolver a cultura exportadora, fortalecer o balanço de pagamentos e promover a difusão tecnológica, a redução de desequilíbrios regionais e o desenvolvimento econômico e social.
A matéria disciplina ainda que as compras no mercado interno ou importações de máquinas e equipamentos por empresa autorizada a operar em ZPE, assim como aquisição de matéria-prima, produtos intermediários e materiais de embalagem, estarão suspensas de vários tributos, como as alíquotas da contribuição para o PIS/Pasep e Cofins.
Exportações e importações das empresas localizadas em ZPEs estarão liberadas de licenças ou autorizações de órgãos federais, à exceção de controles de ordem sanitária, da segurança nacional e da proteção ao meio ambiente.

*Com informações da Agência Senado

Motocicleta com registro de roubo/furto é recuperada por policiais do 17° BPM de Codó

Por volta das 23h30 de segunda-feira (22), os policiais militares do 17º BPM realizavam uma barreira policial na Av. Vitorino Freire quando um indivíduo foi abordado e foi constatado que a motocicleta HONDA XR 250, que ele conduzia, possuía registro de roubo/furto.

O homem foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Codó junto aos materiais apreendidos, para que as providências cabíveis sejam adotadas.

* MATERIAL APREENDIDO*
– 01 MOTOCICLETA HONDA XR 250 TORNAD.
– 01 APARELHO CELULAR LG K8.
– CARTÕES DE BANCO.

*17°BPM, SUA SEGURANÇA É NOSSA MISSÃO.*
*⚠️☎️ DISQUE DENÚNCIA: 98857-2397*