Codó Notícias | O melhor e mais completo site da Região dos Cocais - Blog do Jeferson Abreu, Notícias de Codó e Região.

Vereador é executado a tiros no Maranhão

O vereador João Pereira Serra (PSD), também conhecido como “Jango”, foi executado a tiros no início da manhã desta terça-feira (23), no município de Santa Luzia do Paruá, a 370 km de São Luís. Ele tinha 46 anos e era vereador da cidade de Maranhãozinho, a 232 km da capital.

Segundo a polícia, o vereador foi executado por dois homens, que ainda não foram identificados, por volta das 6h, quando saía da fazenda do pai dele em sua caminhonete por uma estrada de terra rumo à BR-316, situada na zona rural de Santa Luzia do Paruá.

Corpo do vereador João Pereira Serra (PSD) foi encontrado em sua caminhonete em Santa Luzia do Paruá — Foto: Divulgação/Polícia

De acordo com a polícia, o vereador do PSD foi atacado por suspeitos que disparam vários tiros de revólver calibre 38 e também de escopeta. Após o crime, os assassinos de João Pereira Serra fugiram em direção a uma área de mato na região da cidade de Santa Luzia do Paruá e ainda não foram capturados pelos policiais.

Segundo informações da polícia, um homem que estava com o vereador também foi atingido por um tiro, mas está fora de perigo.

Video: Homem passa nota falsa para comprar coxinhas no centro de Codó

Hoje pela manhã um homem comprou 10 reais de coxinha nas mão de um vendedor ambulante no centro de Codó,

O pedido foi pago com uma nota de R$ 100, que somente alguns instantes depois do suspeito sair do local o proprietário identificou que ela seria falsa. Quando a Polícia Militar chegou ao local, o vendedor entregou a nota falsa para a guarnição, e o homem já teria sumido.

 

Papagaio é apreendido ao tentar impedir prisão de traficantes na Zona Sul de Teresina

Um homem foi preso e uma menor apreendida nessa segunda-feira (22/04), suspeitos de comandarem uma boca de fumo na Vila Irmã Dulce, Zona Sul de Teresina. Os donos do estabelecimento usavam um papagaio treinado que servia como alarme para avisar sempre que a polícia se aproximava.

Segundo reportagem do jornalista Joselito Andrade, policiais do 7º Batalhão da Policia Militar do Piauí abordaram um homem em atitude suspeita, após revista foi constatado que ele era usuário de drogas e que tinha acabado de comprar entorpecentes.

A equipe se deslocou até o local que servia como ponto de vendas, e ao adentrarem, ficaram surpresos ao verem um papagaio aos gritos dizendo “mamãe, polícia”. O homem e a menor foram detidos em flagrante e encaminhados à Central de Flagrante.

A mãe e dona da casa está com o fêmur quebrado e não pode ser conduzida, porém, a senhora já tem passagens pela polícia pelo crime de tráfico de drogas.

O papagaio foi apreendido e levado pela Polícia Ambiental para ser solto posteriormente em seu habitat natural.

Coroatá :Morre idosa de 81 anos espancada por ladrões na zona rural

Quase uma semana após ser brutalmente espancada por dois ladrões, a idosa Raimunda Ferreira Lima, de 81 anos, não resistiu aos ferimentos falecendo no início da noite desta segunda-feira (22) no hospital Macrorregional de Coroatá.

A idosa e o marido, Raimundo Alves, de 64 anos (que está fora de perigo), tiveram sua residência, localizada no povoado Macaúba, invadida por dois criminosos na madrugada do dia 15 deste mês. Os ladrões buscavam dinheiro e quando não encontraram partiram para agressão. Os idosos foram espancados principalmente com socos no rosto. A violência só acabou depois que vizinhos ouviram os gritos e foram até a casa, afugentando os criminosos.

Após tomar conhecimento do caso, a polícia montou uma força tarefa para prender os dois acusados, e em poucas horas a dupla acabou presa. Os elementos foram localizados ainda no povoado Macaúba e confessaram a autoria do crime.

Por Coroatá online

Homem fora de controle tenta matar familiares e é morto pela polícia

Na tarde dessa segunda-feira, 22, a Polícia Militar de Água Doce/Tutoia foi chamada para uma ação a qual aconteceu no povoado Piranhas próxima a Cana Brava.

Com informações exclusivas adquirida através do Tenente Sérgio de Tutoia; a guarnição foi acionada para uma ocorrência onde envolvia brigas familiar. O homem, Edebrando Coelho da Silva, mais conhecido como Mel, filho do senhor Feitosa, com um facão na mão, ameaçava matar os parentes onde o mesmo residia. Segundo o tenente, o homem estava totalmente descontrolado e fora de si, foi chamado o reforço e mesmo assim, não tiveram êxito. Edebrando, partiu pra cima dos policiais, momento em que foi preciso utilizar do poder de fogo para conte-lo. Mel, não resistiu os ferimentos e veio a óbito a caminho do hospital.

Ainda com informações do Tenente, foi informado por familiares que, Mel, agia sempre assim, era recorrente a ação onde ele queria matar os pais.

O homem foi levado para o hospital municipal de Tutoia, e chamou a atenção de populares. Muitos curiosos se agromeraram em frente centro médico em busca de informações.

PM conduz menor autor de tentativas de homicídio em Vargem Grande MA

Durante este final de semana a polícia militar de Vargem Grande localizou e capturou um adolescente de 14 anos identificado pelo Blog como “De Menor”. A ação policial aconteceu no bairro Rosalina, quando o acusado ainda tentou fugir de bicicleta, mas os policiais fizeram o acompanhamento tático e efetuaram a apreensão.

Apesar da pouca idade, De Menor possui uma ficha extensa e é apontado como autor de dois atos infracionais análogos a tentativa de homicídio. O primeiro aconteceu no dia 24 de março, nas proximidades do Ginásio Poliesportivo Gastão Dias Vieira, tento como vítima Anderson Moreira Silva, conhecido como Chicãozinho . De Menor confessou o ato.

Já a segunda tentativa de homicídio, acontecida no dia 13 de abril, tendo como vítima uma adolescente de 14 anos, baleada durante tentativa de assalto, foi negada por De Menor, que afirmou apenas conhecer os autores, mas que não foi ele (reveja).

Em seguida o adolescente foi entregue ao conselho tutelar e liberado.
Vargem Grande: Adolescente de 13 anos é apreendido por envolvimento em assalto a mototaxista

Informações via watsap

Comando emite nota após PMs agredirem policial civil lotado em Caxias

O policial civil Antônio Edson, lotado na delegacia do município de Caxias, foi agredido por policiais militares na última quinta-feira (18). O caso aconteceu na cidade de Poção de Pedras, no interior do estado.

Segundo informações do policial civil, ele, a esposa e a filha foram passar o feriado no município na casa de amigos, e na noite de quinta resolveram passear pela cidade quando foram abordados por uma guarnição da PM.

Ainda segundo Antônio Edson, os PMs informaram que eles deveriam deixar a cidade, pois estariam provocando transtornos. Antônio Edson alega que se identificou como policial civil, mas os militares teriam mantido a ordem de retirada.

Ele resolveu, então, ir a delegacia de Polícia Civil para falar com o delegado, mas foi informado pelo carcereiro que o mesmo não estava no distrito. Antônio Edson diz que ao sair da delegacia, que fica localizada em frente ao quartel da Polícia Militar de Poção de Pedras, foi abordado e agredido por um policial militar.

Após a agressão, Antônio Edson foi preso, colocado na viatura e levado pelos PMs para Delegacia Regional de Pedreiras. O policial civil prestou depoimento e foi liberado em seguida.

Em nota, o Comando Geral da Polícia Militar do Maranhão (PMMA) pediu desculpas a sociedade marenhense, a Polícia Civil, e afirmou que medidas já foram tomadas para esclarecer o fato ocorrido em Poção de Pedras.

Veja nota na íntegra:

O Comando Geral da Polícia Militar do Maranhão (PMMA) lamenta o fato ocorrido na última quinta-feira (18), no município de Poção de Pedras, envolvendo um agente da Polícia Civil e a guarnição da PM, e afirma que já foram tomadas todas as medidas cabíveis para que as circunstâncias sejam esclarecidas.

Registra, ainda, os sinceros pedidos de desculpas pelo triste acontecimento a sociedade Maranhense e em especial a Coirmã Polícia Civil, e reitera que as duas instituições são compostas de profissionais vocacionados em defesa da sociedade, mesmo com o risco da própria vida; representando, portanto, um caso isolado dentro da Corporação.

Esclarece, por fim, a toda sociedade que tal acontecimento não reflete no comportamento da tropa, de modo que o Comando não coaduna e nem coadunará com atitudes desta natureza, sejam em quaisquer situações, tendo em vista a missão do policial militar de proteger, garantir a segurança e manter a ordem, seja em serviço ou mesmo fora dele.

Portal:Noca

Em vídeo, Policial Civil e esposa aparecem sendo agredidos por PM’s no MA

As imagens viralizaram nas redes sociais e são chocantes. Um policial civil é agredido por policiais militares e jogado no camburão, bem na porta da delegacia de Poção de Pedras (MA).

A mulher do policial civil, que filmava tudo, também foi agredida. São cenas de barbárie, truculência e despreparo, incompatíveis com o que a sociedade espera de uma polícia. Claro que não se deve generalizar, este não costuma ser o padrão de abordagens da PM/MA. De modo que espera-se do Comando e da Secretaria de Segurança que tudo seja devidamente apurado de forma isenta e os responsáveis punidos,

O fato ocorreu por volta das 22h da última quinta-feira (18). Mas a reportagem somente apenas ontem soube do fato, e hoje de manhã falou com o policial civil Antônio Edson, o Júnior, lotado em Caxias há cerca de 30 anos, onde mantém uma conduta ilibada, sendo benquisto por pessoas dos mais diversos segmentos sociais – Júnior é, inclusive, membro da maçonaria já há muito tempo

De acordo com Júnior, ele e a família foram passar o feriado em Poção de Pedras, na casa de um amigo. O dia teria transcorrido normalmente. À noite, Júnior, a mulher, a filha e um casal de amigos foram dar uma volta de carro e resolveram estacionar numa praça de pouco movimento.

Foi quando o policial civil percebeu quando uma viatura da PM estacionou a cerca de 10 metros. Depois de uns 10 minutos, ainda segundo Júnior, os pm’s se dirigiram ao grupo de amigos e falaram que eles deveriam deixar a cidade, pois estavam dando cavalo de pau e incomodando com som alto.

O policial civil conta que se identificou, porém os militares mantiveram-se irredutíveis, Júnior, a família e os amigos teriam de deixar a cidade

Então, o policial civil dirigiu-se à delegacia de Polícia Civil de Poção de Pedras, quando fora informado pelo carcereiro que o delegado não estava. Ele conta que quando deixava a delegacia foi novamente abordado pela mesma equipe de pm’s – que estava no quartel que fica em frente à delegacia. Foi quando ocorreram os atos de violência mostrados nas filmagens feitas pelo celular da mulher do policial Júnior

Levado algemado e no camburão para a Delegacia Regionaal de Pedreiras, o policial civil prestou depoimento e foi liberado em seguida.
NAMORADA
Júnior contou a este redator que não sabe o porquê de os pm’s terem agido daquela maneira, pois em momento algum foi dado cavalo de pau ou ligado som em volume exagerado.

Entretanto, o policial civil disse ter ficado sabendo depois que o amigo dele de Poção de Pedras, que acompanhava o grupo naquela noite, estaria namorando uma ex-namorada do sargento que comandava a guarnição militar, o que pode ter gerado toda a ira

Blog do Lucão/R10

Criança é abusada com o consentimento da família, no Pará

Um indivíduo, conhecido como Eraldo Balieiro de Carvalho, de 37 anos, foi preso na última sexta-feira (19), acusado de abusar sexualmente de uma criança de 11 anos, na região do Rio Tajapuru, no município de Breves, no Marajó. Uma denúncia anônima levou a polícia foi até o local e descobriu que a menina estaria vivendo uma relação permanente com o abusador. Eraldo Carvalho estava morando, há três meses na casa da família da criança.

A gravidade do caso levou uma equipe policial a efetuar uma investigação, identificou a criança e constatou que ela estava sendo violentada sexualmente. Explicou a delegada Vanessa Macedo, Superintendente Regional de Polícia Civil que está acompanhando o caso. Ainda segundo a delegada, a família tinha conhecimento da violência. A investigação apontou ainda, que essa não foi a primeira vez. A criança também já teria sido abusada por um tio em outro momento.
Segundo a Polícia Civil, a criança informou que houve uma tentativa de abuso e que o acusado teria feito um ato libidinoso, sexual. Diante dos fatos, Eraldo Carvalho foi detido. A vítima foi encaminhada para exame sexológico forense. A delegada afirmou que, em virtude da violação da própria família, da conivência com a violação, sendo que a menina ainda é uma criança de 11 anos, ela foi encaminhada para um abrigo”.

#KAVEIRA💀

Homem baleado ‘posa’ para selfie antes de morrer em hospital na cidade de Santa Inês

Na madrugada desta sexta-feira (19), dois homens foram atingidos por tiros, na Cidade de Santa Inês, a 246 km de São Luís.

Um deles foi identificado como William, conhecido como “Ieiê”, que terminou morrendo no hospital. Momentos antes de morrer no leito, sem ter sido submetido a cirurgia, ele ‘posou’ para uma selfie feita por um amigo.

A outra vítima não identificada também foi levada para o Hospital Tomaz Martins, e seu estado é grave.

Os tiros foram disparados por bandidos ainda não identificados pela polícia.

Segundo informações de populares, foram disparados três tiros, que atingiram o tórax e o pescoço de Willian, chegando a atravessar seu maxilar.

Ele já tinha várias passagens pela polícia, era bastante conhecido na comunidade e vinha tirando o sossego dos moradores da redondeza da cidade.

O corpo está sendo velado na rua do cajueiro ao lado do posto de lavagem cajueiro, próximo igreja Peniel, na cidade de Santa Inês.

A Polícia Civil segue investigando o caso, para identificar os autores do crime.

Uma pergunta que não quer calar: por que uma pessoa baleada, correndo risco de ter hemorragia, é levada para um leito? Não seria caso de levar para a emergência e de lá, imediatamente, para o centro cirúrgico? Muito estranho.