Quatro crianças são achadas mortas em casa; pai está preso

Quatro crianças foram encontradas mortas dentro de uma casa na cidade de Alvorada, no Rio Grande do Sul, na noite desta terça-feira (13). De acordo com a polícia, o principal suspeito pelas mortes seria o pai, David da Silva Lemos, de 28 anos, que foi preso na madrugada desta quarta (14) em um hotel em Porto Alegre. As vítimas tinham 3, 6, 8 e 11 anos de idade.

Três das crianças foram encontradas com marcas de facadas e uma com asfixia. A polícia informou que o homem deu calmante para os filhos e depois os matou. Na delegacia, durante o depoimento, David ficou em silêncio e não deu detalhes da ação. As quatro crianças são filhas dele com a mesma mãe, uma mulher de 24 anos. O casal estava separado.

As crianças moravam atualmente com a mãe, mas estavam na casa da avó paterna, onde vivia o pai. De acordo com o delegado Edimar Machado, o pai levou as crianças para a residência dele no final de semana, mas teria se recusado a deixar os quatro retornarem para a casa da ex-companheira na segunda (12). Foi só ao buscar os filhos nesta terça que a mãe se deparou com as mortes.

O delegado Augusto Zenon, responsável pelo caso, disse que David chegou a mandar mensagens para a mãe das crianças com ameaças. O homem possui histórico de agressões. A perícia informou que a suspeita é de que as mortes tenham acontecido de 12 a 24 horas antes de a polícia chegar. A avó materna das vítimas disse que o homem já tinha agredido a mãe das crianças.

– Ele já agrediu minha filha. Já tinha acabado o relacionamento, não tinha nada mais a ver, mas ele fez pra atingir minha filha, com certeza, da pior forma que tem. Ele é um covarde – disse Idenise Martins da Silva.

Na manhã desta quarta-feira (14), ao dar novos detalhes do caso, a Polícia Civil disse que o homem narrou informalmente aos policiais como se deu o crime. De acordo com o delegado do caso, David alegou que as mortes foram motivadas por vingança.

– A motivação decorreu em razão de desavenças com a ex-companheira. Como forma de causar mal, vingança – afirma o delegado.

O homem contou ainda aos policiais, segundo o delegado, que teria usado um chá para dopar os filhos antes do crime. No entanto, somente a perícia poderá confirmar se as crianças foram mesmo dopadas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *