Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Dr. Wellington é recebido com festa pelos moradores de Cajazeiras

Neste último fim de semana o candidato a vereador Dr. Wellington (PCdoB) esteve na Zona Rural do município de Codó, fazendo uma grande confraternização com os amigos e moradores das Localidades da  região de Cajazeiras.
“É desta maneira que precisamos trabalhar. Manter o contato constante com as famílias da zona rural, saber de suas demandas e necessidades mais urgentes e levar os problemas ao poder executivo, por meio de indicações e requerimentos. É nosso dever estar atento a isso tudo e levar ideias e soluções para melhorar a vida do povo” disse Dr. Wellington. img-20160926-wa0034 img-20160926-wa0037 img-20160926-wa0039 img-20160926-wa0040 img-20160926-wa0043 img-20160926-wa0044

8 Passos para escolher bem seu candidato a Prefeito

escolher-seu-candidato-checklistNo período das eleições, todos nós ouvimos falar sobre o quanto é importante escolher bem os candidatos em quem pretendemos confiar nosso voto, afinal, são eles os principais responsáveis pelo futuro da nossa cidade nos próximos anos.

Mas como fazer essa escolha? Como decidir entre tantos candidatos e partidos? Sabemos que não é um processo tão simples. Por isso selecionamos alguns critérios que devem ser levados em conta na hora em que você escolher o seu voto. Veja que questões são essenciais para você decidir quais as pessoas mais indicadas para assumir uma tarefa tão importante.

1) PESQUISE O HISTÓRICO PESSOAL

A primeira coisa a se fazer é obter o maior número de informações sobre o seu possível candidato. Para isso, basta um simples serviço de busca, como o Google, que já é um meio muito prático de se obter as informações necessárias.

Mas é preciso saber escolher boas fontes, que tragam informações confiáveis. Dê preferência para os sites oficiais da Justiça Eleitoral, ou paginas de meios de comunicação mais conhecidos.

Procure se informar sobre o histórico pessoal e profissional do candidato, sua postura ética e a forma com que ele se relaciona com a sociedade. Este é um caminho que vai lhe ajudar a descobrir se o discurso enunciado realmente condiz com a atuação dele em outros momentos da vida, fora do período eleitoral.

Observe também a situação do candidato perante a justiça. Pela internet é possível identificar se há algum processo criminal contra ele. É importante que ele não tenha um histórico de mau uso do dinheiro público ou outras práticas ilegais. Um bom candidato é aquele que respeita a nossa legislação, especialmente aqueles concorrendo a cargos legislativos, uma vez que eles trabalharão diretamente na manutenção das nossas leis.

2) PESQUISE O HISTÓRICO POLÍTICO

Em muitos casos, o candidato nestas eleições ocupa ou já ocupou alguma função parlamentar. Este é um segundo ponto muito importante, já que para saber se o seu candidato irá desenvolver bem esse trabalho, nada melhor do que descobrir como ele desempenhou a função anteriormente.

Caso seu candidato tenha ocupado um cargo legislativo, veja se ele foi um parlamentar ausente, faltando a muitas sessões, que projetos ele apresentou, como ele votou em outros projetos, especialmente aqueles mais polêmicos. O eleitor pode acompanhar estas informações nos portais de transparência das câmaras e assembleias legislativas. O projeto Excelências, desenvolvido pelo Portal Transparência também reúne informações sobre os parlamentares do Congresso Nacional.

Se o candidato exerceu um cargo no poder executivo, analise quais investimentos ele realizou, se foram bem executados, como foi usado o dinheiro público em sua gestão e como as pesquisas de opinião o avaliaram, se com alto ou baixo índice de aprovação. Estas informações também são fornecidas nos portais de transparência, das prefeituras e dos governos estaduais.

Se o candidato está concorrendo a um primeiro mandato parlamentar, veja quais temas ele trata em sua vida profissional. Se ele é médico, que tipo de serviço presta? Se é advogado, atua para quais organizações? A forma com que ele exerce sua profissão é um bom indicador de como ele desempenhará o cargo ao qual está concorrendo.

3) Busque afinidade de pensamento

Outro fator importante é que os seus candidatos possuam os mesmos valores que você, que eles compartilhem do seu ponto de vista ideológico. Lembre-se que ele será o seu representante, portanto, é indispensável que vocês defendam as mesmas causas. Por isso, antes de votar, reflita sobre o que você gostaria de ver ser colocado em prática, e escolha alguém que possua as mesmas prioridades.

4) CONHEÇA O PARTIDO DO CANDIDATO (E A COLIGAÇÃO)

Além de saber sobre o histórico dos candidatos, é necessário conhecer também o passado do partido ao qual ele é filiado. Analise qual é conjunto de ideias que o partido defende, que programa ele tem para a sua cidade. Pesquise também se a legenda tem algum histórico de corrupção ou envolvimento em outros crimes eleitorais. Lembre-se que se o seu candidato for eleito, ele terá que governar seguindo os ideais do partido do qual ele faz parte.

Considere estes mesmos critérios quando for pesquisar os outros partidos da coligação, caso a sigla do seu candidato esteja em alguma. Isso porque em nosso sistema eleitoral, partidos coligados funcionam como um único partido. Nas eleições proporcionais, as coligações influenciam no cálculo do quociente eleitoral, isto é, uma transferência de votos entre candidatos de uma mesma coligação.

Na prática, funciona da seguinte forma: o partido que faz parte de uma coligação não conta somente com os votos destinados ao seu partido, mas também com os votos destinados aos partidos coligados. Os mais votados dessa coligação é que serão eleitos. Assim, o seu voto pode ajudar a eleger candidatos dos outros partidos políticos.

Além disso, a composição das coligações é um bom indicio de quais legendas o partido do seu candidato tem mais afinidade, e com quais partidos ele provavelmente fará alianças caso seja eleito.

5) CONHEÇA AS PROPOSTAS

Depois de conferir o histórico do candidato, chegou a hora de analisar suas promessas de campanha. As propostas devem ser possíveis de realização, bem elaboradas e é preciso constar quais mecanismos serão usados para colocar os projetos em prática, informando de onde será destinada a verba para sua execução. Normalmente, os candidatos disponibilizam suas ideias em suas redes sociais e sites.

Através destes meios, assim como dos atos de campanha, é possível que você os questione sobre temas que sejam do seu interesse. Ao fazer suas perguntas, observe se o candidato fornece respostas genéricas, e se ele foge das questões polemicas. É importante saber de que forma ele se posiciona, e também se ele tem receio de opinar sobre aquilo que você considera importante.

É possível também acompanhar as propostas por meio da propaganda eleitoral gratuita e pelos debates. Assim você pode comparar as promessas que o seu candidato faz com as promessas feitas pelos outros candidatos.

6) ENTENDA AS ATRIBUIÇÕES DE CADA CARGO

Para saber identificar se as promessas do seu candidato são válidas, é preciso que você conheça quais as funções do cargo que ele está disputando. Por exemplo, é necessário entender que um candidato a vereador, caso eleito, terá a função de legislar e fiscalizar o trabalho do prefeito. Se o seu candidato está prometendo realizar obras ou ampliar as vagas em creches, saiba que esta promessa não é válida, pois ambas são atribuições do prefeito. Além disso, as promessas devem ser possíveis de serem cumpridas no período de mandato, que é de quatro anos.

Promessas como esta podem significar duas coisas: ou o candidato não tem conhecimento do cargo que pretende ocupar, ou ele está agindo de má fé, fazendo promessas simplesmente porque ele sabe que dão mais votos. Ambos os casos são sinais de que o candidato não é o mais indicado para assumir uma função tão importante.

7) OBSERVE OS GASTOS DE CAMPANHA

Com a Reforma Eleitoral realizada em 2015, ficou determinado o fim das doações empresariais para as campanhas. Isto implica em uma drástica redução no financiamento das corridas eleitorais. Agora as campanhas dependem somente do Fundo Partidário e das doações de pessoas físicas, desde que dentro de um limite de gastos.

Com a redução das doações, as campanhas deverão ser muito menores do que eram até as eleições passadas. Por isso, o eleitor deve ficar atento. Sinais de que uma campanha está sendo muito cara pode indicar uso de dinheiro indevido, como nos casos de Caixa 2.

8) COBRE UM DIAGNÓSTICO DA CIDADE

Uma outra forma de avaliar o seu candidato é saber se ele tem um bom conhecimento acerca das necessidades do seu município, uma vez que as promessas devem ser baseadas naquilo que a cidade e os moradores precisam.

Observe quais problemas ele considera prioritários, e se esses problemas convergem com aquilo que as enquetes elaboradas pelos institutos de pesquisa afirmam. Se o seu candidato faz um diagnostico errado das necessidades da cidade, é sinal de que ele não está bem preparado para assumir o cargo. É preciso haver compatibilidade entre as necessidades da cidade e aquilo que o candidato propõe.

E você, já decidiu em quem vai votar nas próximas eleições? Usou algum destes critérios ou tem outro para recomendar? Deixe seu comentário!

Dicas para escolher seu candidato a vereador

503017-o-candidato-a-vereador-deve-prometer-somente-aquilo-que-podera-cumprir-fotodivulgacaoNo mês de outubro novos vereadores serão escolhidos através do seu voto. A maioria das pessoas fica em dúvida na hora de escolher o candidato, porém não existem fórmulas secretas na hora da escolha, mas alguns cuidados podem evitar o risco de arrependimento do voto. Pensando nisso, selecionamos dicas para escolher seu candidato a vereador.

Importância do Voto

Vivemos em um país democrático em que as eleições são muito importantes, além de serem um ato de cidadania. O voto possibilita à escolha de representantes e governantes que trabalham em prol da população de um município, Estado ou país.
Escolher um péssimo representante pode interferir na qualidade de vida da população. Por isso, devemos valorizar mais a política e acompanhar com atenção e cuidado tudo que acontece na nossa cidade.
O voto deve ser consciente e valorizado. Devemos escolher um candidato com passado limpo e com propostas de melhora de vida para todos.

Principais funções do Vereador

  • Analisar e aprovar leis associadas à prefeitura e ao poder executivo;
  • Votar em projetos de lei;
  • Fiscalizar órgãos da prefeitura e requerer prestação de contas do prefeito;
  • Ouvir sugestões, críticas e reivindicações dos eleitores;
  • Elaborar e redigir projetos;
  • Criar novas leis com o intuito de formar uma sociedade mais justa.
  • Promover ligação entre os eleitores com o governo.

Dicas de como escolher seu candidato a vereador

Existem alguns critérios que devem ser analisados na hora da escolha do seu candidato a vereador. Confira:
1. Liderança: o candidato a vereador deve ser um bom líder, pois o que se espera é que ele tenha a capacidade de incentivar as pessoas que trabalham com ele a atingir os objetivos em comum.
2. Ter paciência: o envolvimento político exige muita paciência, principalmente para uma boa gestão, cumprindo os prazos e objetivos propostos.
3. Ser gentil: talvez pareça algo desnecessário, mais o bom candidato deve saber discernir autoridade de poder.
4. Respeito: ele dever ser humilde, gentil e também deve respeitar a sociedade e as pessoas que dependem do seu trabalho.
5. Ser comprometido: uma das qualidades mais importantes no candidato é o comprometimento com seus eleitores. Por isso ele deve ser realista e prometer somente aquilo que irá cumprir.

6. Ser honesto: o candidato a vereador não deve “parecer honesto” e sim “ser honesto”. Uma forma de descobrir isso é analisando seu passado como candidato e como cidadão. O passado deve ser limpo e se existir algo duvidoso no seu passado, tudo deve ser esclarecido.

 
Na hora de escolher seu voto para candidato a vereador, avalie se as propostas feitas por ele são cabíveis para sua função. É importante também saber mais informações sobre o passado do candidato e analisar a forma como ele se envolve com a população em geral. O voto deve ser consciente e o candidato deve ser escolhido com segurança.

Caminhada das Mulheres do 12 mobiliza milhares de pessoas rumo a vitória final de Francisco Nagib e Ricardo Torres

img-20160924-wa0075No sábado, dia 24, o candidato a prefeito de Codó, Francisco Nagib, ao lado da esposa e futura Primeira Dama, Agnes Oliveira, do candidato a vice, Ricardo Torres, e do prefeito Zito Rolim, liderou a maior mobilização popular já vista no município. A Caminhada das Mulheres do 12 foi um grande sucesso e levou milhares de pessoas as avenidas e ruas de Codó, numa demonstração de alegria, esperança, foco, força e fé na candidatura de Francisco Nagib e Ricardo Torres, para fazer mais e melhor por Codó. A garra, determinação e a sensibilidade feminina aumentaram ainda mais a gigantesca Onda Azul e abrilhantaram o evento, que irá entrar pra história política do nosso município._mg_2914

A Caminhada das Mulheres do 12 teve início na Avenida Primeiro de Maio, em frente ao supermercado Carvalho e se estendeu pela Augusto Teixeira, até chegar ao palco montado em frente a Igreja São Sebastião. Para mostrar a capacidade de organização da mulherada o incrível toque feminino, a caminhada contou com uma enorme bandeira do 12 e um paredão de som de fechar as avenidas da cidade, que ficou a espera da multidão que chegava nas cercanias na Igreja São Sebastião.img_3074

De acordo com a organização, à caminhada tomou dimensões e adesão popular acima do esperado, tornando o encontro mais expressivo. “Foi uma manifestação histórica, digna da grandiosidade de nossas mulheres. O povo foi às ruas e mostrou que a alegria, a esperança, a vitalidade e a vontade do povo por continuar a mudança irá sair vitoriosa. Não tenho palavras para agradecer a todos as mulheres e a nossa população em geral, que fizeram a onda azul ficar gigantesca. Esse ato de amor e esperança de hoje ficará marcado em nossa memória e nossos corações ”, agradeceu Nagib._mg_2921

Nina Melo

A deputada Nina Melo esteve presente durante todo o percurso da caminhada ao lado do povo que estava presente e no final discursou agradecendo o carinho que sempre tem recebido quando esta em Codó, uma demonstração de amor.

img_3104 img_3097 img_2993 img_2961 img_2942 img_2940 _mg_3161 _mg_3126 _mg_3064 _mg_3057 _mg_3046 _mg_3041 _mg_3035 _mg_3034 _mg_3025 _mg_3022 _mg_2950 img-20160924-wa0107 img-20160924-wa0078 img-20160924-wa0099 img-20160924-wa0103 img-20160924-wa0106 img-20160924-wa0104 img-20160924-wa0105 img-20160924-wa0073 img-20160924-wa0077 img-20160924-wa0100 img-20160924-wa0096 img-20160924-wa0097 img-20160924-wa0102

Francisco Nagib e Ricardo Torres fazem comício e apresentam suas propostas na localidade Bacabinha

thumbnail_1Nesta sexta-feira, dia 23, o candidato a prefeito, Francisco Nagib, o candidato a vice prefeito, Ricardo Torres, o prefeito Zito Rolim e toda a Caravana do 12 estiveram junto com a população da localidade Bacabinha para a realização de comício. Estiveram presentes correligionários, lideranças politicas e representante de comunidades vizinhas.

Na ocasião, o prefeito Zito pediu o total apoio das famílias à candidatura de Ricardo Nagib e Ricardo Torres. “É com muito orgulho, seriedade, compromisso e tranquilidade que eu escolhi apoiar esses dois brilhantes jovens para continuar o meu trabalho. Tenho certeza no coração que Francisco e Ricardo irão concluir as obras que estão faltando finalizar, caso não de tempo, e ainda realizar muito mais para o povo de Codó”, observou o prefeito.img_2855

Em suas palavras, o candidato a prefeitura de Codó, Francisco Nagib, agradeceu a calorosa recepção de toda a comunidade e a expressiva presença do povo da Bacabinha. “Estamos caminhando de forma segura, em uma campanha cristalina, com propostas concretas e que objetivam apresentar a população de Codó as melhores soluções para nossas demandas e boas ideias para melhorar a qualidade de vida de todos os habitantes de Codó. Por isso que agradeço a população da Bacabinha, todo o apoio e carinho, para a nossa vitória no dia 02 de outubro”, finalizou Nagib

Confira tudo o que é preciso para votar com tranquilidade

codonoticiasNo próximo dia 2 de outubro, 144 milhões 88 mil 912 brasileiros vão às urnas para escolher 5 mil 568 prefeitos e 57 mil 931 vereadores. Só não votarão neste pleito municipal os eleitores do Distrito Federal e de Fernando de Noronha, onde não há representantes desses cargos, e os que estão cadastrados para votar no exterior, que só escolhem o presidente da República.
No Maranhão, somos 4 milhões 611 mil e 247 eleitores aptos a votar, sendo a maioria na faixa etária de 25 a 29 anos (12,29%) e de grau de escolaridade de ensino fundamental incompleto (28,30%). Em 2014, o número era de 4.495.864, ou seja, houve aumento de 115 mil 383 eleitores.
São Luís permanece com o maior número de eleitores do estado: 659 mil 779, seguida de Imperatriz: 151 mil 858. Estes e outros dados, como faixa etária, grau de escolaridade, evolução do eleitorado, sexo, podem ser consultados na estatística de eleitorado disponível no endereço eletrônico www.tre-ma.jus.br, guias Eleições / Eleições 2016 / Estatísticas.
Mais números do Maranhão
– 15.837 seções eleitorais;
– 2 milhões 91 mil 758 eleitores com biometria em 44 cidades (45,09%);
– 69.720 mesários; 217 municípios distribuídos por 111 zonas eleitorais;
– 168 juízes (111 das zonas, 16 de juntas especiais e 41 auxiliares), 671 servidores, 640 profissionais de apoio e 230 oficiais de justiça;
– 19.947 urnas (entre as que vão ser usadas e as de contingência), sendo 2.432 (modelo 2015 – que só será usada na grande ilha), 576 (2013), 2.070 (2011), 6.880 (2010), 6.871 (2009) e 1.118 (2008).
Horário da votação
O eleitor pode ir à sua seção eleitoral para votar das 8h às 17h, considerado o horário local de seu município.
Local da votação
No título de eleitor constam informações sobre a zona eleitoral e a seção onde você vota. Mas, se você não sabe onde vota ou perdeu o título, pode consultar o local de votação e o número do seu título no site do TRE-MA (www.tre-ma.jus.br), guias Eleitor / Título e Local de Votação. Para esta consulta, basta informar o nome, data de nascimento e nome da mãe.
Documento
No dia da eleição, não é obrigatória a apresentação do título de eleitor. No entanto, é necessário apresentar ao mesário um documento oficial com foto (carteira de identidade, passaporte, carteira de categoria profissional reconhecida por lei, certificado de reservista, carteira de trabalho ou carteira nacional de habilitação). Não será admitida a certidão de nascimento nem de casamento.
Ordem de votação
Todos os eleitores brasileiros votam na urna eletrônica. Nela, é mais fácil, rápido e seguro exercer o direito ao voto. O primeiro voto será para o cargo de vereador. O eleitor pode votar em um candidato ou somente na legenda. Para votar no candidato de sua preferência, digite os cinco números do candidato, confira o nome e a foto dele e, caso esteja correto, tecle “CONFIRMA”. Se você errou o número, tecle “CORRIGE”, digite os números corretos, e confirme o seu voto.
Para votar somente no partido, o chamado voto de legenda, o eleitor deve digitar somente os dois primeiros números, pois esses identificam o partido. Antes da confirmação do voto, a urna apresentará a informação do respectivo partido e mensagem alertando o eleitor que, se confirmado o voto, ele será computado para a legenda.
O segundo voto será para o cargo de prefeito. Para votar no candidato de sua preferência, digite os dois números do candidato, confira o nome e a foto dele e, caso esteja correto, tecle “CONFIRMA”. Se você errou o número, tecle “CORRIGE” e digite os números corretos, repetindo a operação até confirmar o seu voto. Ao final da votação, a urna eletrônica exibe a palavra “FIM” e emite um sinal sonoro indicando a conclusão do voto.
Justificativa
O eleitor que não puder comparecer ao seu local de votação e, em consequência, não votar, deve justificar a ausência. É necessária uma justificativa para cada turno em que o eleitor foi ausente, ou seja, se faltar à votação no primeiro turno, deverá fazer uma justificativa; se faltar ao segundo turno, outra justificativa. A justificativa pode ser feita no dia da eleição em um dos postos de justificativa ou em até 60 dias após a ausência.

Vídeo pode tirar candidata a vereadora Aureamélia Soares(PCdoB) da disputa eleitoral no Município de Caxias

candidata-aurameriaImagens  de uma suposta compra de votos teria sido realizado na casa da empresária Odete Gonçalves proprietária da empresa JM Transportes que teria como objetivo a compra de votos antecipadas para a eleição do dia 02 de Outubro.
Segundo o vídeo gravado no dia 18 de Setembro mostra as imagens de um esquema para compra de votos  no vídeo mostra o secretário de esporte do município de Caxias Anderson Soares e cabos eleitorais  do prefeito Léo Coutinho e da candidata pelo PCdoB, vereadora por Caxias Aureamélia Soares, esposa do Secretário de Agricultura familiar do estado Adelmo Soares, em situação bastante delicada perante a justiça eleitoral.
Nas Imagens mostram ônibus lotado de alunos do instituto IFMA indo para residência da empresária, Odete Gonçalves no residencial Hélio Queiroz onde seria feita as transações e os acertos finais. No vídeo mostra também o consumo de muitas bebidas alcoólicas.
Fonte:http://blogrepasseinformativocx.blogspot.com.br
Veja o Vídeo:

Abuso de poder pode comprometer candidatura do PCdoB Coroata

jerryO candidato apoiado pelo governador Flávio Dino (PCdoB) em Coroatá, Luís Filho, enfrentará na Justiça Eleitoral uma ação por abuso de poder econômico que, se julgada procedente, pode tirar-lhe da disputa deste ano.

O crime foi flagrado por populares. Um caminhão do programa Mais Asfalto iniciou o despejo de piche em rua sem qualquer preparo para receber o asfalto. Ruas estão sendo asfaltadas sem qualquer entendimento, consentimento, aviso prévio para a Prefeitura, com a empresa sem alvará, sem nenhuma licença, na marra, jogando asfalto às cegas.asfalto-1024x576

O caso é muito semelhante ao registrado em Raposa (reveja), quando o Governo do Estado também passou por cima da autonomia municipal para favorecer seu candidato.

Durante comício na terça-feira (20) na cidade, o todo-poderoso do governo comunista, secretário Márcio Jerry, não escondeu o objetivo da obra.

“Um exemplo de hoje: o Mais Asfalto chegando. O povo alegre, vendo as máquinas, aí aparece um ‘embusteiro’ parente da governadora que resolve implicar com a empresa, denunciar a empresa. Pra que? Pra não ter o programa Mais Asfalto aqui no município de Coroatá. Mas ele pode ficar tranquilo porque o Mais Asfalto vai continuar e vai chegar ao final em Coroatá”, disse.

Ação contra o abuso já está sendo preparada pelos advogados da Coligação “Coroatá nã pode parar”, Marcos Lobo e Elias Moura Neto.

Fonte:Blog Gilberto Leda