Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Governo do Distrito Federal vai reduzir ICMS dos combustíveis

Será enviado Projeto de Lei à Câmara Legislativa para que o tributo caia 3% em três anos e retome ao patamar cobrado há seis anos. O GDF pretende renunciar a uma receita de R$ 345 milhões até 2024 com a redução do ICMS para combustíveis.

Atualmente, a alíquota no DF para o álcool e a gasolina é de 28% e, no caso do diesel, 15%. Os valores, no entanto, são praticados desde 2016, sem sofrer qualquer reajuste na atual gestão. De acordo com o texto do PL, até 2024, o governo abriria mão de da receita para praticaria as alíquotas reduzidas de  25% e 12%, respectivamente. Isto faria o DF retomar a menor taxa de ICMS praticada no Brasil, que gira entre 25% e 34% atualmente.

O secretário de Economia do DF, André Clemente,  explicou à coluna que foi uma determinação do governador Ibaneis Rocha, que já havia assumido o compromisso de retomar o patamar da carga tributária a anos anteriores. “Ele já tinha me pedido  a redução da alíquota assim que fosse possível, o que ocorre agora em um momento em que os gastos com a pandemia estão mais controlados.”.

Clemente acredita que a alíquota menor vai pressionar a redução inflacionária de produtos essenciais com a cesta básica e vai aliviar o bolso do consumidor.

Redução de 20 centavos

Paulo Tavares, Presidente do Sindicombustíveis-DF, disse que a medida vai ajudar a baixar o preço na bomba. “Esses 3% de diferença hoje pode significar até 0,20 de redução no preço no litro. Esperamos que isso seja aprovado na Câmara. Como eu sempre digo, o problema não é o posto, mas o imposto.”

O setor comemorou a iniciativa do GDF. “Tivemos a grata notícia hoje que o GDF, através do secretário André Clemente, nos ouviu. Tivemos uma reunião há  15 dias com ele em que solicitamos a força do GDF na tentativa de baixar um pouco o preço da gasolina que hoje já está ficando insuportável devido à política de preços da Petrobras”, contou Tavares.

Por Samanta Sallum

Policial Militar lotado no 17ºBPM em Codó vence campeonato de jiu-jitsu em Teresina-PI

No último domingo (22/08), aconteceu na cidade de Teresina-PI o Campeonato Estadual válido pela Federação Piauiense de Jiu-jitsu brasileiro. E o 17º BPM esteve representado pelo policial militar, professor e atleta Saul Oliveira, que tem o Nome de Guerra Cabo SAUL que é lotado na Unidade Policial Militar.
Cabo Saul é Policial Militar desde 2014, quando ingressou na corporação, mas desde a infância atua como atleta da modalidade que mais cresce o número de praticantes. Em Teresina o professor Saul realiza trabalhos sociais que possibilita aos jovens o distanciamento das drogas.

Esse não é o primeiro título de Saul na modalidade, o atleta tem um extenso currículo de muitas conquistas, o que o torna referência no esporte e motiva

Segunda Turma do STF derruba condenação de Geddel Vieira Lima e irmão por associação criminosa

Por 3 votos a 1, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou a condenação do ex-ministro Geddel Vieira Lima e do irmão, o ex-deputado Lúcio Vieira Lima, pelo crime de associação criminosa no caso das malas com milhões de reais encontradas em um apartamento de Salvador (BA).

condenação por lavagem de dinheiro, no entanto, foi mantida.

O caso foi julgado no plenário virtual, formato de deliberação em que os ministros apresentam os votos diretamente no sistema da Corte, sem a necessidade de sessão no plenário físico ou de forma presencial.

Com a decisão, a punição dos dois foi reduzida em um ano e meio. O ex-ministro passa a cumprir 13 anos e 4 meses de prisão; já o ex-deputado terá a pena reduzida para 9 anos de prisão.

O caso envolvendo os irmãos Vieira Lima se refere à apreensão de R$ 51 milhões encontrados em malas de dinheiro e caixas em um apartamento em Salvador em 2017Relembre no vídeo abaixo:

A Polícia Federal chegou a esse dinheiro em um desdobramento de uma operação que apurou os desvios na Caixa Econômica Federal. De acordo com o Ministério Público, era propina que estava sendo escondida pelos irmãos.

Os ministros analisaram um recurso da defesa à condenação dos irmãos, imposta pelo tribunal em outubro de 2019. Na ocasião, além da associação criminosa, os ministros entenderam que os dois também deveriam responder por lavagem de dinheiro.

 

Os votos

 

No julgamento que terminou nesta sexta-feira (20), três dos ministros que participaram da deliberação do caso em 2019 mantiveram suas posições – o ministro Edson Fachin, pela condenação; e os ministros Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes por considerar que o crime não ficou caracterizado.

O ministro Nunes Marques, que tomou posse no ano passado, se juntou à corrente que considerou que o delito de associação criminosa não ocorreu.

Segundo Gilmar Mendes, o Ministério Público não reuniu provas da indicação dos crimes supostamente cometidos pelo grupo que tinha ciência e/ou participação dos demais acusados. O ministro afirmou que o fato de dois acusados terem sido absolvidos pelo Supremo fragiliza a tese de que houve uma organização criminosa.

Mendes disse ainda que o vínculo entre a família de Geddel não é para a prática de crime. “Não se pode confundir os fortes vínculos familiares existentes, que já denotam certa estabilidade e permanência, com a associação para a prática indeterminada de crimes sem a existência das respectivas provas dessas circunstâncias”.

Mais de 330 mil empresas foram abertas em maio no Brasil, mostra Serasa Experian

Indicador de Nascimento de Empresas da Serasa Experian mostra que maio de 2021 teve 337.750 companhias abertas. O aumento foi de 53,7% com relação ao quinto mês do ano passado, quando foram registrados 219.749 novos negócios no país. Este crescimento foi impulsionado principalmente pelos Microempreendedores Individuais (MEI) que atuam no setor de serviços, as duas frentes que apresentaram maior volume na quantidade absoluta do mês. Apesar disso, foram as Sociedades Anônimas que apresentaram maior variação interanual, com aumento de 108,6%, veja abaixo:

Na análise por setores, Serviços apresentou alta de 56,2%, seguido pelo Comércio (51,6%) e Indústria (47,9%) no comparativo de maio/21 com maior/20. O economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, explica que “as expressivas altas anuais de maio/21 são um reflexo do impacto negativo que o início da pandemia de Covid-19 e o período de lockdown teve na abertura de empresas, muito por conta das incertezas econômicas da época. Assim, a base de comparação de maio/21 está fragilizada, mas tal distorção tende a se corrigir ao longo dos próximos meses, já que a partir do segundo semestre do ano passado a economia já estava em rota de recuperação”.

O Nordeste teve a maior variação interanual, 88,3%, com 56.738 novos empreendimentos abertos na região em maio/21. O Norte, Sudeste, Sul e Centro-Oeste aparecem na sequência, confira os dados completos aqui.

Utilizando o poder dos dados para trazer mais assertividade e segurança na tomada de decisão dos negócios, a Serasa Experian possui uma área voltada exclusivamente para atender as necessidades das micro, pequenas e médias empresas brasileiras. São soluções adequadas para quem precisa crescer a carteira de clientes, proteger o negócio, monitorar clientes e fornecedores e recuperar dívidas. Além disso, a área promove uma série de conteúdos e webinars gratuitos, auxiliando os empresários a encontrarem oportunidades e a enfrentarem os desafios do mercado.

Colombiano que realizava empréstimos é preso com drogas em Bacabal

Na tarde do último domingo (22/08), por volta de 13h, a Polícia Militar de Bacabal prendeu um indivíduo identificado como Victor Hernandez, ele é natural da Colômbia e trabalhava realizando empréstimos em Bacabal.

O indivíduo foi abordado em decorrência de operações preventivas, realizadas para conter delitos na região central. Os policiais o encontraram na Rua Padre Carvalho, local conhecido como ponto de venda de drogas, e com ele foi encontrado cinco papelotes com entorpecentes. Não foi comprovado se para uso próprio ou para venda.

Victor foi o terceiro colombiano abordado pela Policia Militar durante as operações do dia, porém, apenas com ele foram encontradas drogas.

Ele relatou na delegacia que trabalha para uma agência de empréstimos. Com Victor também foi encontrada vasta documentação, inclusive notas promissórias de cartão fidelidade, todas contendo valores de empréstimos que ele realizava. Todo material foi recolhido para serem tomadas as medidas cabíveis.

Victor foi levado à Delegacia Regional de Bacabal, agora, a Polícia Judiciária se encarregará de decidir seu destino.

Peritoró recebe mais de cem aparelhos de ar condicionado para climatização de escolas

A prefeitura de Peritoró recebeu nesta segunda-feira (23) mais de cem aparelhos de ar condicionado para climatização de todas as escolas da sede do município. A inédita conquista para a educação é fruto da solicitação do prefeito Dr. Júnior e da emenda parlamentar do deputado federal André Fufuca (PP-MA), que irá climatizar 100% das salas de aula da rede municipal de ensino na cidade.

O deputado destacou o trabalho competente do prefeito Dr. Júnior e enfatizou que a forte parceria irá continuar levando melhorias para o município de Peritoró. “Desde o início de sua gestão, o prefeito Dr. Júnior vem trabalhando incansavelmente para realmente levar o progresso a todas as áreas da administração pública, sempre buscando o crescimento e o desenvolvimento de Peritoró. Fico muito satisfeito por poder atender a solicitação do prefeito e contribuir para a climatização das escolas, pois sei como ele está trabalhando para tornar as unidades escolares mais modernas, atrativas e confortáveis para alunos”, afirmou o deputado.

O prefeito Dr. Júnior fez questão de agradecer o apoio do deputado e ressaltou a salutar parceria com o parlamentar, proporcionando um momento impar para a educação de Peritoró. “A educação é sem dúvidas a mais importante ferramenta de desenvolvimento de nossa cidade, nosso Maranhão e de todo país. A climatização não é um luxo, mas sim uma necessidade para o conforto e bem estar de nossos alunos e profissionais da educação. Por isso estamos com o coração cheio de felicidade e alegria, pela entrega dos mais de cem aparelhos de ar condicionado para climatizar todas as salas de aulas da sede do município, conquistados por meio da emenda parlamentar e essa tão proveitosa parceria com o deputado André Fufuca, que sempre trabalha por Peritoró”, concluiu o prefeito.

Asscom – PMP

Mulher tenta assassinar ex-namorado em Codó

Uma mulher que não teve sua identidade revelada, tentou assassinar seu ex-namorado após vê-lo com à atual na noite desta segunda-feira (23), na rua Osmarina Medeiros, bairro São Sebastião, em Codó (MA).

Segundo informações de vizinhos, o rapaz estava sentado na calçada de sua casa, quando a ex-namorada passava de bicicleta. Ao avistar o homem com sua atual namorada, a jovem ficou enfurecida e desferiu uma facada no braço do rapaz.

Vendo que a situação poderia se complicar ainda mais, a mulher fugiu do local após a crise de ciúmes. O rapaz foi socorrido pelo SAMU e não corre risco de morte.

Fonte:blog do sampaio

Máscaras e tratamentos capilares de acordo com o seu cabelo

Imagem:Internet

Cuidados capilares devem ser personalizados de acordo com o tipo de cabelo. Conheça 7 características dos fios e quais as máscaras indicadas para cada um deles

Cada tipo de cabelo demanda uma rotina de cuidados e tratamentos específica, incluindo limpeza, mas também hidratação com uso de máscaras.

Conhecer as necessidades do cabelo é o primeiro passo para adotar uma rotina capilar mais saudável tanto no aspecto da limpeza como também da hidratação regular dos fios.

A seguir, conheça quais as melhores opções de máscaras e tratamentos capilares para 7 tipos de cabelos.

Cabelos ressecados

Fios ressecados ocorrem principalmente em cabelos cacheados, enrolados e crespos nos quais a oleosidade natural concentra-se na raiz e não consegue espalhar-se pelo comprimento do fio.

Além do tipo de cabelo, também influencia no ressecamento dos fios os tratamentos químicos recorrentes, exposição ao sol, piscina e água salgada, uso intenso de equipamentos térmicos, dentre outros.

O fio ressecado fica mais propenso a quebrar, ter frizz e ficar com um aspecto sem vida. Para evitar esses problemas, a rotina de hidratação é essencial.

No caso das máscaras recomenda-se optar por aquelas com alta capacidade de hidratação que conseguem devolver os lipídios aos fios e fechar as cutículas abertas da fibra capilar.

Dessa forma, algumas opções indicadas aos cabelos ressecados são máscaras com manteigas naturais na formulação como de karité e castanha do pará.

Outra dica é manter uma rotina de umectação usando óleos, como o de coco, de argan ou de macadâmia.

Enquanto o fio estiver muito ressecado, a rotina de hidratação pode ser duas vezes na semana e, conforme ele fique mais brilhoso e macio, os cuidados podem ser semanais ou quinzenais.

Cabelos sem brilho

Muitas vezes o cabelo sem brilho é confundido com o cabelo ressecado. No entanto, a causa pode ser diferente, como por déficit nutricional ou desbotamento da cor.

Dessa forma, o primeiro passo é investigar quais as causas dessa falta de brilho, com participação médica especializada.

Para devolver o brilho aos cabelos pode ser adotada uma rotina de cuidados e produtos, principalmente com princípios ativos como algas marinhas, pantenol, lanolina e aloe vera. A frequência de cuidados nesse caso deve ser semanal.

Cabelos crespos e cacheados

Como já foi dito, os cabelos crespos e cacheados têm maior tendência ao ressecamento devido à estrutura do fio que dificulta a disseminação da oleosidade do couro cabeludo.

Existem máscaras capilares específicas às necessidades desse tipo de fio, sendo geralmente aquelas de reparação intensa com formulações que incluem: óleo de coco, argan, pantenol e aloe vera, por exemplo.

Além das máscaras com uso semanal, recomenda-se um condicionador de hidratação intensa sempre que lavar os fios, o que não precisa ser diariamente, e um shampoo suave para não remover excessivamente o sebo capilar.

Cabelos lisos

Diferentemente do que muitas pessoas pensam, o cabelo liso oleoso também precisa de uma rotina de hidratação, uma vez que o excesso de óleos não é indicativo de um cabelo bem hidratado.

Nesse caso, o uso de máscaras pode ser quinzenal e algumas das substâncias da formulação podem incluir óleo de coco, rícino ou abacate.

Cabelos loiros

Os cabelos loiros, mesmo naturais, precisam de cuidados específicos para manter a integridade do fio, evitando a quebra.

Com uma rotina de cuidado entre uma e duas vezes na semana, deve-se aderir às máscaras reconstrutoras e hidratantes de forma intercalada.

Cabelos com coloração

As tinturas capilares são bastante comuns, mas podem danificar os cabelos como qualquer outro agente químico utilizado sem a devida informação, principalmente em fios descoloridos.

A tendência é que o Sol, calor e água causem a perda gradual da cor, de forma que os cuidados incluem a rotina de hidratação e manutenção da cor.

Cabelos com química

A realização frequente de tratamentos químicos está entre os principais inimigos da saúde capilar, pois compromete a estrutura do fio e tende a ressecar os cabelos.

Esses problemas podem ser ainda mais graves quando não se respeita o intervalo mínimo entre os procedimentos ou quando são usados produtos químicos muito agressivos em quantidade superior às recomendadas por órgãos sanitários.

Dessa forma, pessoas que fazem procedimentos químicos com frequência devem intercalar o uso de máscaras para nutrição, hidratação e reconstrução do fio.

O uso é mais intenso devido aos danos no cabelo, mas se ele estiver saudável, os intervalos podem ser maiores. Para fios mais danificados, as máscaras devem ser usadas duas vezes por semana, intercalando entre os diferentes tipos.

É importante ter consciência de que a rotina de hidratação deve ser personalizada às necessidades do fio.

Além disso, é preciso diferenciar quadros como ressecamento e perda de cor com ocorrências mais graves como queda de cabelo, quebra por fraqueza do fio e dermatites no couro cabeludo.

Nesses casos, é imprescindível buscar auxílio do médico especialista em cabelos para diagnóstico e tratamento.

Chefe de gabinete de Randolfe doou para a campanha do senador

O economista Charles Chelala, atual chefe de gabinete do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), doou R$ 2 mil em serviços de motorista para a campanha do chefe. Outros dois integrantes da família Chelala – Cláudia, a mulher de Charles; e Nader, um dos filhos – também doaram recursos para a candidatura de Randolfe. Na prestação de contas apresentada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), consta o total de R$ 9 mil vindos do assessor.

As relações entre pessoas e empresas que atuaram na campanha, seja como doador ou fornecedor, não param no chefe de gabinete. Quatro fornecedores da campanha de Randolfe ao Senado em 2018 foram contratados para prestar serviços ao parlamentar depois de eleito e pagos com dinheiro público.

A empresa Eco Serviços cobrou R$ 26.208,00 por pesquisas eleitorais na campanha ao Senado em 2018, segundo dados enviados ao TSE. A mesma empresa recebeu do gabinete do senador R$ 29.222,00 desde janeiro de 2019.

Nas notas fiscais que constam na prestação de contas dos gastos de Randolfe no Senado, os serviços da Eco são de consultoria na área de pesquisa socioeconômica.

A mais recente pesquisa, realizada entre 14 e 17 de julho deste ano, custou R$ 15 mil. Segundo a nota fiscal, foram entrevistadas 988 pessoas em 9 cidades do Amapá, base eleitoral de Randolfe, que responderam as seguintes perguntas: “Qual o principal problema do Estado do Amapá? E o conhecimento sobre a CPI da covid-19”.

A maior fornecedora da campanha, a Set Filmes, recebeu R$ 561.151,59 para fazer os programas de televisão do candidato ao senado em 2018. Em julho deste ano, a produtora recebeu R$ 16.300,00 para produzir a campanha “Onde tem Trabalho, tem Randolph”, descrito desta maneira na nota fiscal anexada na prestação de contas.

Outros fornecedores de campanha, como a gráfica RMR de Almeida e a Aerotop, que fretou avião para o candidato na campanha, também prestaram serviços ao gabinete do político depois da eleição. Na prestação de contas do Senado, consta que foi feito fretamento aéreo usando a aeronave Sêneca III prefixo PT-RYT no dia 8 de maio, um sábado.  O valor pago foi de R$ 8.900,00.

O avião tem capacidade para até 6 passageiros, mas a nota fiscal não descreve quem viajou naquele dia. Consta apenas que a aeronave decolou do Aeroporto de Macapá, seguiu até o Aeroporto de Monte Dourado, em Almeirim, no Pará e, depois, retornou para a capital do Amapá.