Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Aos 83 anos (68 deles na prisão), Joe Ligon é libertado nos Estados Unidos

Após quase sete décadas atrás grades, Joe Ligon foi libertado de uma prisão da Pensilvânia, aos 83 anos. Ele é considerado o condenado juvenil à prisão perpétua que passou mais tempo encarcerado nos EUA.

Ligon foi encarcerado em fevereiro de 1953 aos 15 anos de idade, recebendo uma sentença de prisão perpétua após se declarar culpado de acusações decorrentes de uma onda de roubos e esfaqueamentos na Filadélfia, ao lado de quatro outros meninos adolescentes.

Os crimes deixaram seis feridos e duas pessoas – identificadas pelo Philadelphia Inquirer como Charles Pitts e Jackson Hamm – mortas.

Apesar de uma audiência ter considerado Ligon culpado de duas acusações de assassinato de primeiro grau, e o próprio admitir ter esfaqueado pelo menos uma das oito pessoas atacadas à faca pela gangue em um dia, seu advogado Bradley Bridge disse à CNN que seu cliente afirma que não matou nenhum deles.

“A criança que cometeu esses crimes em 1953 não existe mais. A pessoa que saiu da prisão em 2021 tem 83 anos, cresceu, mudou e não é mais uma ameaça”, disse Bridge. “Ele retribuiu amplamente à sociedade pelos danos e prejuízos que causou. E agora, é apropriado que ele passe os últimos anos de sua vida em liberdade.”

“Sou um adulto agora”, disse Ligon à CNN. “Não sou mais uma criança. Não sou apenas um homem adulto, sou um homem velho e envelheço a cada dia.”

Ao longo dos sete décadas, Ligon teve diversas oportunidades de deixar a prisão.

Na década de 1970, ele e seus comparsas receberam a opção de clemência do governador da Pensilvânia. Enquanto dois dos homens optaram por aceitar a oferta – que significava estar em liberdade condicional – Ligon a rejeitou.

Rejeitando liberdade condicional

Ele recusou outra oferta de liberdade condicional em 2017, depois que uma decisão da Suprema Corte dos EUA o tornou elegível.

Um ano antes, em 2016, o tribunal decidiu que deveria ser aplicada retroativamente a jurisprudência do caso “Miller vs. Alabama”, de 2012, segundo o qual sentenças de prisão perpétua juvenis obrigatórias sem a perspectiva de liberdade condicional eram consideradas ilegais.

A decisão tornou Ligon elegível para liberdade condicional, após mais de 60 anos na prisão àquela altura.

Mas o prisioneiro rejeitou a oferta novamente, afirmando que a liberdade condicional não lhe daria a liberdade que ele desejava após décadas na cadeia.

“O conselho estadual de liberdade condicional presumivelmente o teria libertado, mas com a condição de que ele ficasse sob sua supervisão pelo resto de sua vida”, disse Bridge. “Ele optou por não buscar liberdade condicional sob esses termos.”

Bridge, que representa Ligon há 15 anos, acabou argumentando que uma sentença de prisão perpétua por um crime que Ligon cometeu quando jovem era inconstitucional. Depois de uma audiência fracassada no tribunal intermediário de apelação da Pensilvânia, o advogado conseguiu levar o caso ao tribunal federal e venceu a questão em novembro de 2020, que finalmente concedeu a Ligon a liberdade sob seus próprios termos em 2021.

Agora que Ligon saiu da prisão, seu trabalho de reentrada na sociedade começou.

John Pace, um ex-presidiário e atual coordenador de reentrada do Projeto de Sentenciamento e Reentrada Juvenil (YSRP) da Filadélfia, disse que está trabalhando com Ligon para ajudá-lo a se levantar.

Pace tinha apenas 17 anos quando ele próprio foi preso por assalto e agressão a um homem. Ele passou os 31 anos seguintes preso. Depois de ser liberado, Pace afirmou ter sentido uma espécie de enjoo depois de ser repentinamente exposto à sua nova realidade.

Entrando em um novo mundo

“Você está em um ambiente de prisão onde não há muitos estímulos. Você não tem permissão para ter contato com as pessoas. Suas interações são muito limitadas. E, portanto, não há muitos estímulos”, disse Pace. “Então, agora você sai da prisão e imagine tudo isso, você pode fazer o que quiser agora. E o que você faz com isso?”

Bridge, Pace e vários outros têm trabalhado com Ligon para resistir ao choque de entrar em um novo mundo.

Isso incluiu encontrar um alojamento para que o idoso tenha cuidados domiciliares, onde viverá com uma família da Filadélfia que desempenhou um papel importante no processo de retorno à sociedade.

“Sempre haverá pessoas que pensam que Joe deveria ficar na prisão pelo resto de sua vida”, disse Pace. “Joe tem controle sobre como demonstra quem ele é hoje, e ele espera que isso seja o suficiente para ajudar outras pessoas a perceberem como ele está tentando ajudar outras pessoas a usar o bom senso.”

Ligon disse que queria que outros aprendessem com sua experiência.

“Estou realmente ansioso para agradar as pessoas e ajudá-las da maneira como estão me ajudando”, disse Ligon, acrescentando, “conhecendo alguns da geração mais jovem, alguns da geração mais velha e alguns dos repórteres para compartilhar um pouco da minha história. ”

Questionado sobre como é estar de volta ao mundo um dia e meio após sua libertação, Ligon disse o seguinte:

“Lindo”, disse ele. “Bonito.”

Por seguro de vida, homem mata a própria mulher grávida ao jogá-la de penhasco

Hakan Aysal, de 40 anos, foi preso pelo assassinato de sua esposa Semra Aysal, de 32, e seu filho ainda não nascido, após jogar a vítima de um penhasco.

O casal estava passando férias em Butterfly Valley, na cidade de Mugla, na Turquia. Segundo o Daily Mail, Hakan teria empurrado sua esposa, que estava grávida de sete meses na época, do penhasco onde ela e o bebê foram mortos instantaneamente em junho de 2018.

A dupla estava tirando fotos no penhasco, e as autoridades dizem que o “acidente” foi na verdade um assassinato cometido por Aysal para que ele pudesse lucrar com o seguro de vida que ele fez pouco antes da morte de Semra.

Na acusação, preparada como “homicídio deliberado”, afirma-se que ele [Hakan] ‘planejou o assassinato de sua esposa, primeiro fazendo um seguro de acidentes pessoais em seu nome com uma garantia de  400.000 Liras Turcas (£ 40.865) e onde o único beneficiário era ele mesmo ‘.

Em uma entrevista, o tribunal ouviu Naim Yolcu, irmão da vítima, que contou: “Quando fomos ao Instituto de Medicina Legal para buscar o corpo, Hakan estava sentado no carro. Minha família e eu fomos destruídos, mas Hakan nem mesmo parecia triste”.

Naim também acrescentou: “Minha irmã sempre foi contra a contração de empréstimos. No entanto, depois que ela morreu, soubemos que ela tinha três empréstimos contraídos por Hakan em nome de minha irmã”.

Questionado sobre os prêmios de seguro questionáveis, Aysal afirmou: “Tenho me interessado por esportes radicais desde 2014; paraquedas, bungee jumping, rafting. É por isso que eu tinha seguro de vida antes de me casar”.

Hakan negou ser responsável pela morte da esposa. “Depois de tirar uma foto, minha esposa colocou o telefone na bolsa. Mais tarde ela me pediu para lhe dar o telefone”, disse. Ele continuou sua defesa. “Levantei-me e ouvi minha esposa gritar atrás de mim quando me afastei alguns passos para pegar o telefone de sua bolsa. Quando voltei, ela não estava lá. Eu não forcei minha esposa”, finalizou.

ISTOÉ

Por que os camelos podem ser a origem da próxima pandemia

Acredita-se que o vírus que causa a covid-19 tenha se originado em animais antes de saltar para a espécie humana. Agora, especialistas estão alertando para a possibilidade de uma próxima pandemia fazer o mesmo.

Setenta e cinco por cento das doenças emergentes que afetam as pessoas atualmente se originam em animais, de acordo com o Predict, projeto de cooperação internacional entre especialistas em doenças infecciosas financiado pelo governo americano.

Os cientistas do Predict já identificaram 1,2 mil novas doenças zoonóticas (de origem animal). Mas estimam que existam aproximadamente outras 700 mil que nem conhecemos ainda.

Um animal que está despertando fascínio — e medo — nos cientistas é o camelo.

Em todo o nordeste da África, Ásia e Oriente Médio, os humanos criam esses mamíferos com corcova e pescoço comprido aos milhões. Sociedades inteiras dependem dos camelos para obter leite e carne, casamento e riqueza.

BBC

Cientista diz que variante britânica do coronavírus varrerá o mundo

A chefe do programa de vigilância genética do Reino Unido, Sharon Peacock, fez um importante alerta em entrevista à BBC. Segundo ela, a variante britânica do coronavírus dominará o país, “com toda probabilidade de varrer o mundo”.

Para Peacock, a humanidade precisará de pelo menos 10 anos para finalmente controlar o vírus. “Assim que controlarmos [o vírus] ou ele sofrer mutação para deixar de ser virulento – causando doenças – podemos parar de nos preocupar com isso. Mas acho que, olhando para o futuro, faremos isso por anos. Ainda faremos isso daqui a 10 anos, na minha opinião”, afirma a cientista.

A grande preocupação com relação à variante B.1.1.7 é com o seu alto poder de transmissão. Detectada pela primeira vez em setembro de 2020 na Inglaterra, ela já foi encontrada em mais de 50 países. Os especialistas acreditam que essa variante esteja passando por novas mutações, o que pode comprometer a eficácia das vacinas.

Nova variante em Bristol

Além da B.1.1.7, outra variante preocupa as autoridades sanitárias no Reino Unido. Identificada como variante de Bristol, a nova cepa pode infectar pessoas que já tiveram covid-19 ou que já foram vacinadas contra a doença.

Ainda não se sabe, porém, se ela é mais contagiosa que a britânica descoberta primeiro.

Segundo o serviço público de saúde britânico, os casos identificados em Bristol têm em comum a mesma mutação registrada nas variantes da África do Sul e do Brasil.

Fonte catracalivre

Coreia do Norte deportou e matou famílias cristãs, diz relatório

A organização Portas Abertas compartilhou um relatório onde revela que a Coreia do Norte perseguiu, deportou e matou famílias cristãs inteiras em sua guerra para tentar eliminar o Cristianismo no país comunista. Nos últimos sessenta anos, a dinastia Kim tem perseguido ferozmente os seguidores de Jesus Cristo.

O relatório revela que desde o início da dinastia, com Kim Il-Sung, que foi sucedida pelo filho Kim Jong-Il, o atual ditador Kim Jong-Un tem sido o pior carrasco para os cristãos. Os dados fazem parte de entrevistas, cartas secretas, pesquisas e relatos do livro Escaping From North Korea, com pelo menos 300.000 cristãos do país

Depoimentos de assédio e perseguição, assassinato de pessoas que seguem o Cristiansimo ou que estão de alguma forma ligadas aos seguidores de Cristo são apresentados no documento. No relatório há também relatos de assassinatos até mesmo fora do país comunista, na vizinha Coreia do Norte.

Um sul-coreano foi morto envenenado quando esperava um táxi. Sem perceber um homem que se aproximava por trás, o cristão teve uma injeção letal aplicada em seu pescoço. A morte foi encomendada por conta do envolvimento do sul-coreano na construção de uma ferrovia subterrânea para ajudar refugiados norte-coreanos a escapar.

Outro sul-coreano foi alertado três semanas depois, pelo serviço de inteligência do país, que não deveria se encontrar com um conhecido norte-coreano, pois ele tentaria matá-lo. A polícia acabou prendendo o agente ligado ao regime de Kim Jong-Un carregando agulhas e veneno.

“Nunca percebi atividades religiosas quando morava na Coreia do Norte”, disse um refugiado. “Tudo o que aprendemos foi que os cristãos eram espiões que colaboravam com o inimigo americano e que não hesitariam em nos pegar e matar. Quando eu fugi para a China e estava completamente desamparado, não tinha outro lugar para ir além de uma igreja. Bati na porta. Meu corpo inteiro tremia. O pastor me deu algum dinheiro e eu fugi, feliz por ter sobrevivido”, relata.

Por  Michael Caceres

Homem tenta escavar aterro atrás de HD perdido com R$ 1,5 bilhão em bitcoins

O que você faria se jogasse fora um objeto que hoje valeria US$ 300 milhões, o que, em moeda nacional, o colocaria no seleto rol de bilionários do Brasil? Para o britânico James Howells, essa não é uma pergunta hipotética. Em agosto de 2013, ele acidentalmente jogou fora um HD contendo as chaves para 7.500 bitcoins, e agora está disposto a ceder uma parte de sua fortuna em potencial para escavar um aterro e tentar recuperar o disco rígido.

Howells é um nome lembrado pela mídia sempre que há um pico de valorização da criptomoeda. Em 2013, ele apareceu quando seu HD perdido valia US$ 7,5 milhões, quando a bitcoin rompeu pela primeira vez os US$ 1.000; depois, em 2017, quando a cotação beliscou os US$ 20 mil, seu HD chegou a valer US$ 150 milhões. Hoje, com a cotação atual, já são cerca de US$ 300 milhões com a cotação beirando os US$ 40 mil.

Com uma recompensa cada vez mais valiosa, ele tenta convencer as autoridades da cidade de Newport, no País de Gales, a revirar o lixo atrás do seu HD. E ele promete US$ 70 milhões para isso, o que seria apenas cerca de 25% do valor atual das bitcoins em seu disco perdido.

No entanto, o conselho municipal de Newport não parece animado com a ideia, mesmo com a fortuna em bitcoins prometida à cidade ser superior a R$ 2.500 por habitante. Em contato com a CNN, o governo local confirmou que já foi procurado várias vezes para tentar viabilizar a escavação do aterro em busca do dito HD, mas que as propostas foram negadas. Apesar disso, a representante afirma que a oferta não foi recusada, mas a operação é inviável.

“O conselho já disse ao Sr. Howells em várias ocasiões que a escavação não é possível pela nossa licença, e a escavação por si só traria um dano ambiental enorme nas áreas próximas”, afirmou a representante. Ela também afirma que os custos ficariam na casa das milhões de libras, e não há qualquer garantia de que o objeto procurado seria encontrado, ou que ainda estaria funcional caso fosse achado.

Howells segue defendendo que essa é uma tarefa viável com um sistema de referência em grades, e com respeito aos padrões de preservação ambiental. A obra seria financiada com o apoio de investidores, com 50% do dinheiro recuperado com bitcoins sendo devolvido a eles, 25% destinado à cidade e 25% que ficariam com o profissional de TI. O projeto também prevê o encaminhamento do disco para profissionais de restauração de dados para tentar reaver as chaves.

 

5 melhores apps para obter códigos de Gift Card válidos 2021

Como obter códigos de GIFT CARD válidos 2021

obter codigos gift card 2021

5 melhores apps para obter códigos de Gift Card válidos 2021

Neste artigo, você descobrirá como obter Códigos de GIFT CARD válidos 2021. Para fazer isso, falaremos sobre os melhores aplicativos para conseguir isso:

  1. RecargaPay – Cupons gràtis e até 70% OFF em Giftcards
  2. Cash of Apps – Ganhe gift cards fazendo tarefas
  3. AppNana – Teste apps e obtenha vales presente
  4. AppKarma – Obtenha gift cards jogando
  5. Pushreward – Gift cards com jogos e tarefas 

 

RecargaPay – Cupons GRÁTIS até 70% OFF em Giftcards 

O melhor aplicativo para obter Códigos de gift card válidos 2021 é RecargaPay. Esta ferramenta de pagamento oferece um grande portfólio de serviços, como Mcdonald ‘s, League of Legends (Riot Points) e Uber Pré-pago.

recargapay cupons gratis

Ademais, também oferece vales presente de: PlayStation Store, Steam, Free Fire (GG Credits), Spotify, Blizzard e Level Up Games. Com todos os serviços deste aplicativo você recebe 3% de reembolso!

Outro benefício de usar essa ferramenta é que ela também permite que você faça pagamentos por serviços domésticos em todo o país gratuitamente e tem uma carteira digital que se você faz uso dela para o pagamento, pode obter até 3% de desconto em sua transação.

Além disso, seu dinheiro está protegido 24 horas por dia, 7 dias por semana, pois segue os mais rígidos protocolos de segurança SSL.

League of Legend

Os fãs de League of Legends também encontram seu vale presente no RecargaPay. Desta forma, eles podem comprar RP (Riot Points), que são a moeda do jogo.obter codigos leage of legend

O procedimento é muito simples. Basta baixar o aplicativo, fazer o login e clicar na opção “Vale-presente”. Lá você encontrará o gift card que procura. Depois, terá que adicionar os dados para efetuar o pagamento.

Depois de receber o código do seu voucher atual, você deve resgatá-lo na loja LoL. Dessa forma, você pode aproveitar seu RP e se divertir com o jogo.

McDonalds Giftcards 

O vale-presente do McDonald’s pode ser comprado com RecargaPay em apenas algumas etapas. Este serviço foi recentemente incorporado ao aplicativo para proporcionar maior conforto aos usuários.

Segundo Mariana Passos, Community Manager da RecargaPay, os valores disponíveis para o cartão-presente McDonald’s variam de R$ 15 a R$ 100, também se podem fazer compras combinadas, é dizer, comprar mais de um giftcard por transação. Dessa forma, se você precisa.

Para utilizar esta gift card você deve adquiri-la no aplicativo e depois resgatá-la em uma loja física da rede de fast food. Se desejar, convidamos você a descobrir como obter um gift card do McDonald’s .

 

Uber Pré-pago

Esta ferramenta oferece a possibilidade de obter um vale presente do Uber Pré-pago. A opção foi habilitada em abril do ano passado e consiste em um código que é usado no aplicativo Uber para obter viagens.

Os passos para obter o vale-presente Uber pré-pago são os mesmos explicados acima: baixe o RecargaPay, entre no aplicativo e efetue a compra. Então, você tem que resgatar o código no aplicativo de transporte.

Quanto aos meios de pagamento, conta com boleto bancário, depósitos, cartões de crédito e débito, pagamentos em casas lotéricas, entre outros.

É importante ressaltar que recentemente o Uber anunciou uma mudança em seus métodos de pagamento. Na verdade, agora é possível pagar as viagens com bilhete e transferência bancária, deixando para trás o método do cartão de crédito único.

Cash for App: Ganhe gift cards fazendo tarefas

O Cash for Apps consiste em baixar aplicativos e testá-los, o que lhe dará pontos que você poderá trocar posteriormente por vales presente que variam de 5 a 15 dólares. Com esses créditos você pode comprar produtos no Google Play, Amazon, Walmart, eBay, música no iTunes e jogos no Steam.

Acumule pontos e vales presente com Cash for Apps

Acumule pontos e vales presente com Cash for Apps

Basta baixar um dos aplicativos recomendados pelo aplicativo e utilizá-lo em um período mínimo de 5 minutos. Esses aplicativos geralmente são jogos, portanto, quanto mais você joga e consome tempo, mais prêmios serão obtidos. Por 10 minutos de jogo, você pode obter até 500 pontos, dependendo da oferta.

Aqui estão algumas referências sobre as recompensas que podem ser ganhas:

  • Vale-presente de US $ 5 iTunes = 2.000 pontos
  • Vale-presente de US $ 5 da Amazon = 1.800 pontos
  • Vale-presente de US $ 10 da Amazon = 3.000 pontos
  • Vale-presente do Google Play de US $ 10 = 3.300 pontos

A partir de 2021, Leonardo Bendini, que é presidente da Mobvantage (criadora do Cash for Apps), decretou que, diante do bom momento pelo qual o app está passando, aumentou a margem de lucro ao realizar as tarefas de teste de apps. Agora, 300 pontos equivalem a 1 dólar americano, aproximadamente. 

Se você deseja utilizar esta plataforma, deverá baixá-la no seu celular e cadastrar uma conta com seus dados. Então, ao entrar no aplicativo, você encontrará na tela principal as tarefas disponíveis naquele momento e os pontos de recompensa que cada uma oferece.

 AppNana: Teste apps e obtenha vales presente

Com o AppNana também é possível obter Códigos de GIFT CARD válidos 2021 facilmente. Este aplicativo consiste em acumular pontos chamados “Nanas” por meio de determinadas tarefas, como assistir vídeos e baixar apps. Depois de acumular uma determinada quantidade de Nanas, você pode trocá-los por cartões-presente da Amazon, Paypal, Steam, iTunes e Google Play.

Obtenha vales presente baixando jogos e apps

Obtenha vales presente baixando jogos e apps

Com o AppNana, você ganha por minutos também. Portanto, 10 minutos são um total de 1000 pontos. Mas para poder trocar o código, você precisa de pelo mínimo 30mil pontos. Então, precisa de 5 horas de uso para fazer o cobro.

O responsável pelo AppNana no Brasil, Luiz Carlos Pereira, confirmou que para este ano, eles também vão tentar fazer uma parceria com o PayPal para que seja a carteira padrão do aplicativo e os usuários tenham a opção de sacar diretamente através desta plataforma.

Este aplicativo oferece vários valores para seus cartões-presente. No caso da Amazon, é possível trocar pontos por USD 1, 2, 3, 5 e 10. Para isso, é necessário acumular 30 mil, 45 mil, 60 mil, 90 mil e 160 mil nanas, respectivamente.

A primeira vez que você entrar no aplicativo, receberá uma recompensa de 10.000 nanas, e a partir daí, todos os dias que você entrar na plataforma receberá um bônus de 400 nanas.

Outra maneira de conseguir Nanas é por meio de referências. Na verdade, para cada amigo que se registrar com o seu código, o aplicativo pagará a você 2.500 Nanas.

Deve-se observar que o AppNana está disponível para uso em dispositivos Android e iOS.

AppKarma: Obtenha gift cards jogando

AppKarma oferece vales presente grátis baixando e testando jogos. Ao cumprir os requisitos de cada oferta, os usuários ganham pontos que podem ser trocados por vales-presente de Amazon, Google Play, PlayStation, Xbox Live e iTunes.

Obtenha giftcards com AppKarma

Obtenha giftcards com AppKarma

Com o AppKarma, você ganha por logros obtidos nos jogos baixados. Portanto, se você ganha um jogo, pode obter até 5.000 e 10.000 pontos, depende do jogo. 

Depois de obter seus pontos, você pode trocá-los por cartões-presente. Para isso, você precisará de 6 mil pontos, que equivalem a USD 5 em qualquer um dos serviços mencionados acima.

Mas se você quiser trocar seus pontos por saldo do Paypal, você deve ter um mínimo de 13.500 pontos que equivalem a USD 10.

Este não é um trabalho difícil para nós. Segundo levantamento da empresa Digital Turbine, 37,6% dos brasileiros baixaram mais de 20 novos JOGOS entre julho e setembro do ano passado. Isso mostra que grande parte da população já experimentou aplicativos e jogos para puro lazer.

Se você deseja obter Códigos de GIFT CARD válidos 2021, esta pode ser a opção perfeita para você, já que ao contrário dos aplicativos anteriores, AppKarma também oferece a possibilidade de resgatar os pontos por saldo no Payoneer.

Este aplicativo está disponível para dispositivos Android e iOS. No entanto, você também pode usá-lo no computador.

 

Maneiras de ganhar dinheiro com AppKarma

Este aplicativo oferece 5 maneiras de acumular pontos:

  1. Os “testes de Karma” consistem em responder a perguntas comuns.
  2. Assista a vídeos e leia e-mails.
  3. Por meio do “karma play”, que consiste em baixar jogos e aplicativos e usá-los para ganhar bônus extras.
  4. Consiga referidos, já que você ganha 30% do seu ganho vitalício.
  5. Os usuários que têm canais no YouTube podem ganhar de USD 6 a USD 10 por mil impressões.

Pushreward: Gift cards com captchas 

Este aplicativo permite que você obtenha recompensas muito suculentas por meio de várias atividades, como resolver captchas, raspar cartas e girar a roda da fortuna. Ao fazer isso, você acumula pontos que pode trocar por vales-presente para diamantes do Google Play, Paypal e Free Fire.

Obtenha vales presente com Pushreward

Obtenha vales presente com Pushreward

Os usuários podem resgatar 2.500 moedas por USD 5 em cartões-presente dos serviços mencionados, além do XBOX, Amazon e Steam.

O Pushreward também trabalha com um sistema de referencia, que consiste em compartilhar o código do usuário com outras pessoas para obter bônus extras, que podem ser de 1 a 5 USD.

É importante ressaltar que este aplicativo é gratuito e está disponível exclusivamente para Android. Da mesma forma, é muito intuitivo e fácil de usar, e possui uma interface muito agradável à vista. Além disso, garante o pagamento aos usuários no primeiro dia do mês.

Governo dos EUA executa 1ª mulher em quase 70 anos

O governo federal dos Estados Unidos executou, nesta quarta-feira (13), uma mulher condenada por um crime pela primeira vez depois de quase 70 anos.

Esse é um dos últimos atos do governo de Donald Trump. O presidente, um defensor da pena de morte, ignorou uma petição de clemência apresentada por apoiadores de Lisa Montgomery, de 52 anos, a condenada.

Montgomery foi morta com uma droga letal, o pentobarbital. Antes de receber a injeção no braços, ela bateu os dedos nervosamente e fechou os olhos. Ela engasgou quando a substância entrou no seu corpo –sua barriga chegou a mexer, mas ela parou rapidamente.

Um funcionário com um estetoscópio entrou na sala, ouviu o coração e o pulmão de Montgomery e, à 1h31 (horário local), declarou que ela estava morta.

Apelos antes da execução

A execução chegou a ser suspensa por um juiz de Indiana, mas o Supremo reverteu a decisão e ordenou que o ato prosseguisse.

A defesa de Montgomery, que tentava impedir a execução, alegava que ela sofria de distúrbios mentais.

Foi a primeira mulher executada pelo governo federal dos EUA desde 1953 –os estados seguiram com execuções nesse intervalo, no entanto.

O crime de Montgomery

Lisa Montgomery foi condenada por matar, remover e roubar o bebê de uma mulher grávida no Missouri.

Em dezembro de 2004, aos 36 anos, ela dirigiu por quase três horas de sua casa em Melvern, no estado do Kansas, até Skidmore, uma cidade no Missouri.

Ela foi à casa de Bobbie Jo Stinnett, uma jovem de 23 anos, que ela havia conhecido pela internet. Stinnett e o marido, Zeb, de 24 anos, esperavam o primeiro filho, e ela estava no oitavo mês de gestação.

Montgomery usou nome e e-mail falsos para marcar a visita, sob o pretexto de comprar um filhote de cachorro (a vítima era uma criadora de cães).

Segundo o Departamento de Justiça dos EUA, dentro da residência, Montgomery atacou e estrangulou Stinnett, que estava grávida de oito meses, até que a vítima perdeu a consciência.

“Usando uma faca de cozinha, Montgomery então cortou o abdome de Stinnett, o que fez com que ela retomasse a consciência. Uma luta se seguiu, e Montgomery estrangulou Stinnett até a morte”, diz o texto do Departamento de Justiça dos EUA.

Montgomery usou uma corda para estrangular Stinnett. Ela então removeu o bebê do corpo da mãe e o levou de volta à casa que dividia com o marido, Kevin, no Kansas. Ela tentou fingir que o bebê era seu.

O corpo de Stinnett foi encontrado horas depois por sua mãe.

17 anos sem execuções

O governo de Donald Trump retomou as execuções depois de um hiato de 17 anos.

Desde a retomada, em julho, dez homens receberam a pena de morte.

Além de Montgomery, o governo Trump planeja executar dois afro-americanos esta semana: Corey Johnson na quinta-feira e Dustin Higgs na sexta.

Nesses casos, há incerteza após a decisão de um tribunal federal de bloquear suas execuções. Os dois condenados à morte contraíram recentemente Covid-19, e a injeção letal poderia lhes causar sofrimento ilegal, consideraram os juízes.

Ex-agentes penitenciários de Terre Haute, por sua vez, escreveram ao secretário de Justiça interino, Jeffrey Rosen, pedindo-lhe que adiasse essas execuções “até que os funcionários da prisão sejam vacinados contra a Covid-19”.

Uma execução exige que dezenas de pessoas permaneçam em um ambiente fechado, um ambiente propício à disseminação do vírus. Por esse motivo, os estados suspenderam as execuções por meses.

A postura do governo Trump vai no sentido contrário, desejando prosseguir com as execuções o mais rápido possível antes de deixar o poder.

“Nas últimas horas da presidência de Trump, há uma corrida para executar pessoas que estão no corredor da morte há anos ou mesmo décadas. É uma loucura”, denunciou o senador democrata Dick Durbin na rádio NPR na segunda-feira.

G1

Enfermeira desmaia após tomar vacina contra a covid-19 da Pfizer-BioNTech

A enfermeira-chefe Tiffany Dover, do hospital CHI Memorial em Chattanooga, no Tennessee (Estados Unidos), desmaiou logo após receber a vacina contra a covid-19 Pfizer-BioNTech, segundo a Fox News.

Logo após tomar o imunizante, ela foi dar entrevista para a imprensa e perdeu a linha de pensamento. Aos jornalistas, informou que não estava se sentindo bem e tinha ficado com tontura. Ao se afastar da tribuna, ela desmaiou.

Os médicos que estavam no local disseram que os ingredientes da vacina não causaram o episódio, segundo a Fox News.

Segundo o Daily Mail, Jesse Tucker, diretor médico de medicina intensiva do CHI Memorial, disse que esta reação pode acontecer, com muita frequência, após o paciente tomar qualquer vacina ou injeção.

YouTube e Gmail fora do ar? Serviços do Google estão instáveis

Na manhã desta segunda-feira (14), os serviços do Google estão enfrentando instabilidade. O problema está afetando aplicações como Gmail, YouTube, Google Drive, Analytics, Trends e Google Meet.

De acordo com o site DownDetector, serviço que recolhe reportes de instabilidades em sites da web, os relatos de instabilidade começaram a aparecer por volta das 8h20. O mapa de reclamações indica problemas na Europa, Estados Unidos e Brasil.

Foi há minutos que o Gmail começou a apresentar a mensagem “Ups… o sistema encontrou um problema (#2014). O Gmail perdeu temporariamente o acesso aos seus Contactos. Pode deparar-se com problemas enquanto esta situação persistir.”.

Depois deste primeiro erro, outros serviços Google começaram a apresentar falhas, estando neste momento indisponíveis.

Gmail, YouTube e outros serviços Google em baixo

Os serviços Google, aparentemente, estão fora de serviço um pouco por todo o mundo. No serviço Downdetector, vê-se uma mancha vermelha pela Europa e nas principais cidades do mundo. O mapa abaixo refere-se ao Gmail, o primeiro onde detetámos o problema, com a mensagem:

Ups… o sistema encontrou um problema (#2014). O Gmail perdeu temporariamente o acesso aos seus Contactos. Pode deparar-se com problemas enquanto esta situação persistir.

Além do Gmail, todos os outros serviços Google estão sem funcionar para milhares de utilizadores há alguns minutos.

O painel de controlo de estado do Google Workspace, ainda não tem nenhuma atualização. Pelo que não existe, portanto, nenhuma indicação oficial da Google para o problema, nem para os serviços efetivamente afetados.

[em atualização]