Codó Notícias - O melhor e mais completo site da Região dos Cocais

Reino Unido emite alerta após reação alérgica à vacina da Pfizer

Duas pessoas que foram imunizadas contra a covid-19, na terça-feira (8) na Inglaterra, com a vacina da Pfizer/BioNTech sofreram reação alérgica grave levando as agências reguladoras britânicas a recomendar àqueles com histórico de alergias graves que não se vacinem.

O Serviço Nacional de Saúde (NHS, em inglês) da Inglaterra confirmou, nesta quarta-feira (9), que dois profissionais de saúde sofreram reação alérgica após receberem a primeira das duas doses da vacina, no primeiro dia do programa de vacinação britânico contra a covid-19.

A MHRA (Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde) emitiu um alerta para quem tem reações alérgicas graves a medicamentos, alimentos ou outras vacinas que evite o imunizante.

PUBLICIDADE

O NHS da Inglaterra afirmou que todos os hospitais ingleses que participam do programa foram informados.

Os reguladores pedem que os centros onde as vacinas estão sendo administradas tenham instalações adequadas para atender aos afetados no caso de algum tipo de reação.

Aparentemente, esses dois profissionais de saúde têm histórico clínico de alergias graves, pois carregavam autoinjetores de adrenalina, conforme divulgado pela mídia britânica nesta quarta-feira (9).

PUBLICIDADE

Pouco depois de serem vacinados, os dois profissionais de saúde sofreram um choque anafilático, mas se recuperaram assim que receberam o tratamento adequado, de acordo com as autoridades sanitárias.

Esse tipo de reação é repentina e generalizada, geralmente começando com uma sensação de formigamento e tontura.

As imunizações começaram na terça-feira (8) em 50 grandes hospitais do Reino Unido, no que o governo chamou de “Dia V” (dia da vacinação).

As primeiras doses são destinadas a idosos com mais de 80 anos, funcionários da área da saúde e lares de idosos, embora estes tenham que aguardar a logística que permita a transferência da vacina.

O Reino Unido comprou 40 milhões de doses, que irão imunizar 20 milhões de pessoas.

Por R7

Igreja Perseguida: Tribunal na China irá julgar cristão por venda de Bíblia em áudio

Um cristão chamado Lai Jinqiang, proprietário da Shenzhen Cedar Electronics na província chinesa de Guangdong, será julgado pelo fato de a empresa produzir a Bíblia em áudio no país.

Membro da igreja doméstica “China Gospel Fellowship” (CGF), ele deverá ser julgado por um Tribunal Popular de Bao’an, de acordo com a China Aid.

A sua família poderá participar do julgamento por transmissão ao vivo.

Lai foi preso ano passado, em 22 de julho, mais seis funcionários que trabalhavam para ele foram acusados de “operações comerciais ilegais”. Lai e os seus funcionários podem ser condenados a vários anos de prisão.

 

A empresa de Lai se tornou bem sucedida por causa da sua rede de igrejas e eles alavancaram nas vendas de Bíblia em áudio, sendo os maiores vendedores da China.

Eles eram especializados no desenvolvimento, produção e promoção de produtos de áudio bíblicos e seus acessórios.

Um pastor conhecido de Lai disse ao China Aid que a prisão dele pode ter como objetivo chegar aos pastores do CGF e incriminá-los, visto que eles são parte fundamental da rede de igrejas domésticas na China.

“As autoridades têm um plano para erradicar este canal gospel cristão e conspiram para incriminar os pastores do CGF”, afirmou o pastor não identificado.

Morre Maradona, lenda do futebol mundial

A Argentina parou. De acordo com o jornal Clarín, morreu nesta quarta-feira (25) um dos maiores ídolos da história do país, Diego Armando Maradona, aos 60 anos. Ele sofreu uma parada cardiorrespiratória em casa e não resistiu.

No começo deste mês, o eterno camisa 10 argentino passou por uma cirurgia para retirada de um coagulo no cérebro e ficou internado por dez dias. Durante o preíodo de internação, ele teve crises de abstinência devido ao vício em medicamentos e bebida.

Craque de futebol que ficou famoso por sua genialidade dentro de campo e sua personalidade expansiva e controvertida fora dele.

Craque da Copa 1986

O momento mais importante da carreira de Maradona ocorreu em 1986, quando ele foi determinante para a conquista da Copa do Mundo daquele ano pela Argentina. Realizado no México, o Mundial serviu para Maradona chegar a ser comparado a Pelé, tamanha a grandiosidade de sua performance.

Naquele Mundial, Maradona fez cinco gols. Todos diferenciados. Num deles, conhecido  como “a mão de Deus”, utilizou a malícia para enganar o árbitro tunisiano Ali Bennaceur, dando um leve soco na bola ao disputar pelo alto com o goleiro Peter Shilton, nas quartas contra a Inglaterra.

No outro, foi genial, marcando um gol antológico após driblar seis adversários, entre eles o mesmo Shilton desde antes do meio de campo.

Na final, deu um passe preciso para Burruchaga marcar o gol da vitória por 3 a 2 sobre a Alemanha. A atuação de Maradona ganhou nota 10 da revista italiana Guerin Sportivo, na única vez que a publicação deu nota máxima a um jogador.

Início da carreira

Nascido em Lanús, em 30 de outubro de 1960, Maradona, desde os nove anos se destacava nas peladas de rua na periferia de Buenos Aires. Jogava também pela equipe “Los Cebolitas”.

Foi apresentado ao treinador, Francis Cornejo,  das categorias de base do Argentinos Juniors e encantou pelo repertório de seu futebol, com uma canhota habilidosa, controle de bola e chutes precisos, acima da média para a sua idade.

O treinador teve de convencer os pais de Maradona, Dalma Salvadora Franco, e Diego Maradona, a aceitarem que o menino passasse a treinar no clube.

Depois que ele começou, sua carreira deslanchou de forma rápida, com multidões se acumulando no pequeno estádio (hoje chamado Diego Armando Maradona) para ver a revelação jogar. Maradona tinha outros sete irmãos: Hugo (que também foi jogador), Raúl, Rita, Maria Rosa, Ana Maria e Cláudia.

No time de coração

Atuou entre 1976 e 1981 no Argentinos, tendo marcado 149 gols em 166 jogos. Em 1981 foi emprestado ao Boca, que sempre foi seu clube de coração. Naquele ano ganhou seu único título pelo clube, o do Campeonato Metropolitano, terminando como destaque e artilheiro, com 17 gols.

Àquela altura, já havia sido convocado para a seleção argentina, aos dezessete anos. Mas com 19, defendeu a seleção sub-20 (antes chamada de juniores) e conduziu o time ao título mundial da categoria, na Rússia (então União Soviética), em 1979. Uma grande frustração foi não ter sido convocado pelo técnico Cesar Menotti para a Copa do Mundo de 1978.

Barcelona e Napoli

Em uma escursão do Boca Juniors pela Europa, passou a despertar interesse em clubes do continente, tendo se transferido em 1982 para o Barcelona, onde teve grandes atuações. Mas, por sua personalidade irreverente, permaneceu por menos de dois anos, mesmo tendo conquistado o Espanhol e a Copa do Rei em 1983, além da Supercopa da Espanha em 1984.

Como se fosse algo predestinado, se transferiu para o Napoli, um clube que nunca havia conquistado títulos nacionais, e fez a equipe se tornar a maior da Itália naquele período.

Graças às suas atuações, o Napoli ganhou seu primeiro Campeonato Italiano em 1987, repetindo a dose em 1990. Pelo Napoli, Maradona ainda foi campeão da Copa da Itália, em 1987; da Copa da Uefa, em 1989 e da Supercopa da Itália, em 1990.

Polêmicas

Polêmico, ardoroso defensor de causas da esquerda, ele se desentendeu com dirigentes, como o então presidente da Fifa, Joseph Blatter, a quem cumprimentou com frieza ao receber a premiação pela segunda colocação da Argentina na Copa de 1990. Na ocasião, Maradona estava aos prantos, mostrando toda a devoção que tinha pela camisa de seu país.

Maradona disputou ainda a Copa de 1994, aos 34 anos e, tendo iniciado bem a competição, com um golaço contra a Grécia, acabou sendo suspenso quando foi flagrado em um teste de doping, que teria detectado efedrina, norefedrina, pseudoefedrina, norpseudoefedrina e metaefedrina – estão presentes em descongestionantes nasais – antes do segundo jogo, contra a Nigéria.

Ele jurou nunca ter se dopado e garantiu que foi vítima de uma cilada para arranhar sua imagem e impedir o título argentino.
Maradona permaneceu no Napoli até 1991. Sua saída teve também relação com um certo desgaste ocorrido em função dele ter se irritado na Copa do Mundo na Itália, quando a seleção argentina foi vaiada durante o hino.

Decadência

Do Napoli, se transferiu para o Sevilla, já em um período de decadência futebolística. Ficou na equipe espanhola de 1992 a 1993, tendo participado de um amistoso contra o São Paulo no Morumbi, no qual previu que Cafu, em início de carreira, iria longe no futebol.

Depois do Sevilla, voltou para o futebol argentino, tendo atuado no Newell´s Old Boys entre 1993 e 1994 e depois no Boca Juniors, entre 1995 e 1997, ano em que se despediu com um jogo festivo em La Bombonera.

Maradona treinador

Maradona, depois, se aventurou na carreira de treinador. Fez um bom trabalho comandando a seleção argentina entre 2008 e 2010, tendo dado apoio nos primeiros anos de Messi, considerado seu sucessor, na seleção.

Mas deixou o cargo contrariado, após a eliminação na Copa do Mundo de 2010, nas quartas de final, reclamando do tratamento recebido de dirigentes. Trabalhou ainda como técnico do Textil Mandiyú (1994); Racing (1995); Al Wasl (Emirados Árabes, 2011 e 2012);

Al-Fujairah (Emirados Árabes, 2017 e 2018) e Dorados de Sinaloa, México, em 2018. Atualmente era o treinador do Gimnasia e Esgrima, na Argentina.

Vida pessoal

Maradona ficou casado com Claudia Villafañe, de 1984 a 2003, com quem teve as filhas Dalma e Giannina. Após um período de relutãncia, ele assumiu a paternidade de Diego Junior, filho de um relacionamento dele com a italiana Cristiana Sinagra, ocorrido quando o craque jogava no Napoli.

Jana  é fruto de sua relação com Valeria Sabalain. Diego Fernando é um dos outros filhos, tido em relacionamento com Veronica Ojeda, que durou oito anos. No fim de 2018, Maradona terminou sua relação com Rocio Oliva, cuja duração foi de cerca de seis anos.

E em março de 2019, seu advogado Matías Morla, anunciou que Maradona era pai de outros três filhos em Cuba, onde passou períodos em tratamentos contra o vício em drogas.

Inferno das drogas

Tal dependência foi algo que assolou a fase final da carreira do jogador. O uso de drogas, principalmente cocaína, se iniciou provavelmente durante sua passagem pelo Napoli, quando a idolatria subiu a patamares muito altos e ele teve dificuldades de lidar com sua condição humana.

A decisão de abandonar definitivamente a carreira ocorreu após novo teste ter detectado uso de cocaína. Ele teve de passar por algumas internações e idas ao hospital, muitas delas em função de problemas causados pelo vício.

Naqueles momentos, o povo argentino se mobilizava para rezar por seu ídolo. Desta vez, não houve sucesso. O homem Maradona se foi deste mundo. Mas o mito, ficará para sempre.

Primeira piscina transparente do mundo fica a 35 metros do chão

A primeira piscina transparente do mundo será inaugurada em Londres entre dois prédios do Embassy Gardens, uma vizinhança da capital britânica

A chamada “Sky Pool” (piscina do céu), possui 25 metros de comprimento e está posicionada a 35 metros do chão.

Prevista para inaugurar em março de 2021, a piscina só poderá ser frequentada por moradores do condomínio e membros do “Eg:le Club”. Os apartamentos mais simples do edifício custam US$ 730 mil, já os da cobertura estão disponíveis por US$ 6 milhões.

Fonte:BOL

Meteorito cai em casa na Indonésia e deixa morador milionário

Rocha teve valor estimado em US$ 1,8 milhão

Quando uma rocha cai do céu, o destino mais comum é o oceano. No entanto, em alguns casos, além de cair em um local acessível a algumas pessoas, elas não são totalmente destruídas ? o que pode render uma quantia de dinheiro bastante alta.

Foi o que aconteceu com Josua Hutagalung, indonésio que trabalha na fabricação de caixões. O homem conta que, enquanto trabalhava em uma encomenda, um meteorito de 2,2 kg atingiu a ponta de seu telhado. Segundo relatos, acredita-se que a rocha tenha aproximadamente 4,5 bilhões de anos e, de acordo com o preço por grama, está estimada em US$ 1,8 milhões (cerca de R$ 10 milhões em conversão direta).

“Eu estava trabalhando em um caixão perto da rua em frente à minha casa quando ouvi um estrondo que fez tudo tremer. Foi como se uma árvore tivesse caído. Estava muito quente para pegar, então minha esposa o pegou com uma enxada e nós o levamos para dentro”, conta Hutagalung.

De acordo com o The Sun, a pedra já foi vendida e o homem recebeu o equivalente a 30 anos de salário pelo item – apesar de o valor exato não ter sido especificado. A rocha foi comprada por um colecionador americano para que seja estudada por cientistas do Centro de Estudos de Meteoritos da Universidade Estadual do Arizona.

Acredita-se que o meteorito seja de um tipo específico que contém algumas informações sobre a formação de vida, como aminoácidos, o que o torna um fragmento estelar muito valioso, principalmente do ponto de vista científico.

A partir de agora, o homem de 33 anos disse que vai usar o dinheiro da descoberta com sua aposentadoria, mas também comentou que vai usar parte do valor para construir uma nova igreja para sua comunidade.

Será interessante ver quais descobertas poderão ser feitas a partir da rocha ? embora deva demorar um tempo até que sejam divulgadas. Os meteoritos já são raridades por si só, e este, em particular, é de um tipo bastante raro. Isso significa que os cientistas trabalharão de forma lenta para desvendar seus segredos.

Via: BGR

O que se sabe sobre o novo vírus Chapare, causador de febre fatal com transmissão entre humanos

O surto ocorreu no ano passado, na província de Caranavi, no departamento de La Paz. Dois pacientes com febre hemorrágica Chapare, doença causada pelo vírus Chapare, infectaram três profissionais de saúde (um médico residente, um médico de ambulância e um gastroenterologista). Três dos doentes morreram, entre eles dois médicos.

O Chapare faz parte da família dos arenavírus, a mesma de outros vírus que causam diferentes tipos de febre hemorrágica. Os arenavírus costumam ser transmitidos a seres humanos pelo contato direto com roedores infectados, como mordidas ou arranhões, e também pelo contato com saliva, urina ou fezes desses animais.

A confirmação de que houve transmissão de pessoa para pessoa do Chapare na Bolívia foi apresentada nesta semana durante encontro anual da Sociedade Americana de Medicina Tropical e Higiene.

A descoberta é fruto de colaboração entre pesquisadores do CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças, agência de pesquisa em saúde pública ligada ao Departamento de Saúde dos Estados Unidos), do Centro Nacional de Doenças Tropicais da Bolívia e da Organização Pan-Americana de Saúde.

Acredita-se que a transmissão entre humanos ocorra por meio de fluidos corporais (como sangue, saliva, urina, sêmen e secreções) ou contato com objetos contaminados com fluidos corporais, inclusive durante alguns procedimentos médicos, como intubação.

“É muito provável (que a transmissão seja por meio de fluidos corporais), com base nas evidências que temos nesses casos e também em exemplos na literatura médica sobre outros arenavírus”, diz à BBC News Brasil a virologista Maria Morales-Betoulle, uma das cientistas do CDC que participou da pesquisa.

Mas ela e outros cientistas ressaltam que, diante do pequeno número de casos documentados, são necessárias mais pesquisas para compreender como o vírus se propaga e causa a doença.

Diagnóstico

Enquanto a atenção mundial continua focada na pandemia de coronavírus, cientistas como Morales-Betoulle trabalham para identificar possíveis novas ameaças.

Vírus transmitidos por fluidos corporais costumam ser contidos com menos dificuldade do que aqueles transmitidos pelo ar, como o coronavírus.

Mas a descoberta de que o Chapare pode ser transmitido entre humanos abre a possibilidade de surtos maiores no futuro.

Segundo o CDC, houve outro registro da doença em 2003, também na Bolívia, na província de Chapare, no departamento de Cochabamba. Naquele caso, o paciente morreu 14 dias após o surgimento dos sintomas.

Os cientistas, porém, não descartam a possibilidade de que, no intervalo de 16 anos entre o caso inicial e os de 2019, o Chapare tenha circulado sem ter sido identificado, confundido com outras doenças.

“Como os sintomas são semelhantes aos da dengue, há a possibilidade de que tenha sido diagnosticado de maneira errada”, observa Morales-Betoulle.

Entre os sintomas relatados nos casos de 2019 estavam febre, dor abdominal, vômito, sangramento das gengivas, erupções cutâneas e dor atrás dos olhos. Morales-Betoulle afirma que o primeiro paciente foi inicialmente diagnosticado com dengue.

“O primeiro infectado era um trabalhador agrícola. Ele ficou doente, foi ao hospital, recebeu diagnóstico de dengue e foi enviado de volta para casa. Como continuava a piorar, retornou ao hospital”, relata a virologista.

O genro desse paciente, que trabalhava com ele na lavoura, também foi infectado.

Em áreas agrícolas, roedores silvestres infectados podem contaminar cereais armazenados. Há evidência preliminar do vírus em roedores na região do surto, mas ainda não há confirmação de que eles foram os causadores da doença.

Morales-Betoulle ressalta que o genro passou a noite no hospital ajudando a cuidar do sogro, e há a possibilidade de que tenha sido contaminado lá.

Sem tratamento

Não há tratamento para a doença, e os pacientes recebem apenas cuidados para aliviar os sintomas, como fluidos intravenosos e remédio para aliviar a dor.

O CDC salienta que, devido ao pequeno número de casos documentados, as informações sobre o período de incubação (entre a exposição inicial e o desenvolvimento de sintomas) e a progressão da doença são limitadas.

Os arenavírus costumam ter período de incubação variado, de entre quatro e 21 dias.

Entre outros sintomas relatados nos casos de febre hemorrágica Chapare estão dor de cabeça, dor muscular e nas juntas, diarreia e irritabilidade.

Esses sintomas costumam ocorrer antes do sangramento, que ocorre no estágio mais avançado.

“Sabe-se pouco sobre possíveis complicações de longo prazo ou imunidade após infecção com o vírus”, diz o CDC.

Morales-Betoulle destaca a importância da colaboração entre cientistas de diferentes países e organizações para a identificação dos casos. Ela observa que os pesquisadores isolaram o vírus e desenvolveram um teste para diagnosticar o Chapare.

 

Vírus mortal encontrado na Bolívia é transmissível entre humanos

Um vírus encontrado na Bolívia que causa febre hemorrágica com sintomas semelhantes aos do ebola pode ser transmitido entre humanos, afirmam pesquisadores do CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças) dos Estados Unidos, em uma publicação divulgada nesta segunda-feira (16).

No documento, que faz parte do relatório anual da ASTMH (Sociedade Americana de Medicina Tropical e Higiene), os cientistas detalham evidências de que o mammarenavírus de Chapare se espalhou entre profissionais de saúde no país em 2019.

“Nosso trabalho confirmou que um jovem residente médico, um médico de ambulância e um gastroenterologista contraíram o vírus após encontros com pacientes infectados — e dois desses profissionais de saúde morreram mais tarde”, disse Caitlin Cossaboom, epidemiologista da Divisão de Patógenos e Patologia de Alta Consequência do CDC.

O grupo diz acreditar que fluidos corporais podem carregar o vírus. Ao menos cinco casos da febre hemorrágica causada pelo vírus de Chapare foram registrados no ano passado perto da capital La Paz.

Até então, o único registro desse vírus datava de 2004, justamente na província que lhe deu o nome, a cerca de 600 km a leste de La Paz.

O surto do ano passado deixou autoridades sanitárias locais e regionais em alerta. Pesquisadores do CDC e da Opas (Organização Pan-Americana da Saúde) imediatamente viajaram à Bolívia atrás de mais informações sobre o vírus mortal.

Eles constataram que o Chapare é da família dos arenavírus, que incluem outros patógenos perigosos, como o vírus Lassa, que mata milhares de pessoas todos os anos na África Ocidental, e o vírus Machupo, que também já atingiu a Bolívia e provocou mortes.

Os sintomas da infecção pelo vírus estudado são semelhantes aos do vírus ebola: febre, dores abdominais, vômitos, sangramento nas gengivas, erupção cutânea e dor atrás dos olhos.

Como não há tratamento específico, os pacientes recebem suporte, na esperança de que o corpo consiga se defender do vírus.

Origem

Vírus é associado a roedores silvestres

Os pesquisadores tentam agora descobrir qual é o hospedeiro primário do vírus. Algumas provas genéticas compararam o RNA encontrado em humanos com o de roedores, mostrando grande semelhança com a espécie Oligoryzomys microtis.

Esses ratos analisados foram encontrados perto da casa do primeiro paciente do surto de 2019, um trabalhador agrícola que também morreu.

Entretanto, não houve como comprovar, até o momento, que os roedores eram capazes de transmitir o vírus.

Cientistas acreditam que o vírus Chapare esteja circulando na Bolívia há vários anos, mas os pacientes infectados podem ter sido erroneamente diagnosticados como portadores de dengue, uma doença comum na região e que pode produzir sintomas semelhantes.

Fonte:R7

Joe Biden vence na Pensilvânia e é eleito presidente dos Estados Unidos

Joe Biden foi eleito o 46º presidente dos Estados Unidos na tarde deste sábado (7). Após vitória na Pensilvânia, o democrata reuniu 273 delegados – três a mais do que o necessário para ganhar o pleito – e derrotou o republicano Donald Trump, que tentava a reeleição. A vitória de Biden foi declarada hoje pelas redes CNN e Fox News, pelos jornais The New York Times, e The Washington Post, entre outros veículos, após mais de três dias de indefinição dos resultados. O resultado oficial pode demorar ainda mais para ser conhecido, e a expectativa é de que haja uma batalha judicial no país.

De acordo com as projeções da imprensa americana, Biden venceu a disputa no estado da Pensilvânia, levando 20 delegados e ficando, portanto, com 273 votos no Colégio Eleitoral. Cinco estados seguem indefinidos, mas, pelas regras eleitorais, um candidato precisa de pelo menos 270 delegados para ser eleito. Os Estados Unidos não têm um órgão oficial que divulga, em tempo real, os resultados das urnas, como o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) no Brasil. Por isso, as projeções da imprensa são relevantes na divulgação da conquista dos delegados. Pouco após a divulgação da vitória de Biden pela imprensa americana, o democrata foi ao Twitter para a agradecer a população dos Estados Unidos.

“América, estou honrado por vocês terem me escolhido para liderar nosso grande país. O trabalho que temos pela frente será duro, mas eu prometo a vocês o seguinte: serei um presidente para todos os americanos —quer você tenha votado em mim ou não. Vou manter a fé que foi depositada em mim”, escreveu.

Sem apresentar provas, Trump tem falado em “fraude” nas eleições. Ele já recorreu à Suprema Corte para pedir a suspensão da contagem dos votos em diferentes estados. Em um comunicado que veio a público na tarde de hoje, Trump se recusou a aceitar a vitória de Biden e prometeu tomar medidas legais para questionar o resultado da disputa. “Joe Biden não foi confirmado como vencedor de nenhum estado, muito menos dos estados altamente questionáveis, que terão recontagem obrigatória”, disse Trump, segundo uma nota divulgada pela imprensa e reproduzida pelo site The Hill.

Rudi Giuliani, advogado da campanha de Trump, deu declarações semelhantes ao falar com jornalistas logo após o anúncio da vitória de Biden. “A gente vai mover ações, nós vamos processar”, disse, questionando a legitimidade dos votos enviados por correspondência. “Eles podem ter sido enviados por qualquer pessoa, podem ter sido alterados por pessoas no centro de convenções”.

Mais cedo, a advogada Ellen Weintraub, membro da Comissão Eleitoral Federal dos Estados Unidos, afirmou à CNN que “não há nenhuma prova de que tenha ocorrido fraude nas eleições americanas”.

A reta final da apuração dos votos foi marcada por uma disputa acirrada entre Trump e Biden em pelo menos cinco estados. Autoridades da Geórgia já confirmaram que, devido a essa margem estreita, haverá recontagem de votos no estado.Autoridades da Geórgia já confirmaram que, devido a essa margem estreita, haverá recontagem de votos no estado. A revisão dos votos deve ter início em 1º de dezembro. Pelo menos outros três (Pensilvânia, Nevada e Wisconsin) podem passar por esse processo. Na maior parte deles, a revisão dos votos é prevista pelas legislações estaduais quando a diferença de votos entre os candidatos é muito pequena.

Além disso, na Pensilvânia, a Suprema Corte já determinou que todas as cédulas de votação enviadas por correio que chegarem após o dia da eleição devem ser contadas separadamente. Os votos por correio no estado têm causado atrito com a campanha de Donald Trump. O republicano argumenta que as cédulas que chegarem após o dia 3 de novembro, quando as urnas foram, enfim, fechadas, não deveriam entrar na contagem. Ele chama esse procedimento de “fraude”.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, todos os estados aderiram ao voto pelo correio sem que o eleitor precisasse justificar o motivo de sua ausência presencial. Isso resultou em 65 milhões de votos pelo correio, o que corresponde a 40% do total.

UOL

Covid-19: OMS registra recorde de casos pelo terceiro dia consecutivo

A OMS (Organização Mundial da Saúde) anunciou hoje que registrou um novo recorde mundial de casos de covid-19 pelo terceiro dia consecutivo no sábado.

Segundo as estatísticas mundiais da OMS, 465.319 casos foram confirmados no sábado, contra os 449.720 de sexta e 437.247 na quinta-feira.

De acordo com os dados da organização, já há mais de 42,6 milhões de casos confirmados de covid-19 no mundo e cerca de 1,15 milhão de mortos, incluindo 6.570 no sábado.

Quase metade dos novos casos de sábado foram registrados na região Europa da OMS, com um recorde de 221.898 em um dia. Quase nove milhões de casos foram registrados na região desde o início da pandemia.

O Hemisfério Norte está em um “momento crítico” da pandemia de covid-19, alertou na sexta-feira o chefe da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, dizendo que muitos países estão registrando um aumento exponencial dos casos.

“Estamos em um momento crítico da pandemia, principalmente no Hemisfério Norte”, declarou.

“Muitos países enfrentam um aumento exponencial dos casos de covid-19 e isso faz com que os hospitais e as unidades de terapia intensiva (UTI) fiquem quase ou acima de sua capacidad e ainda estamos em outubro”, acrescentou.

Ghebreyesus estimou que “os próximos meses serão muito difíceis”, em um momento em que “alguns países estão em um caminho perigoso”.

Mãe escondia filha recém-nascida em armário para matá-la de fome; assista

Os irmãos pensaram que a ‘menina era fantasia’ nos seis meses de sofrimento e fome.

Uma moradora do distrito de Urais na Rússia escondeu sua filha recém-nascida no armário por seis meses.

Na cidade de Karpinsk, a moradora local Yulia, de 37 anos, manteve sua filha recém-nascida em um armário por seis meses. Segundo sua amiga, Yulia estava grávida, mas quando deu à luz contou a todos que a criança havia morrido. Ninguém sabia que a criança estava viva e que a mulher mantinha a menina em seu apartamento em uma bolsa no armário. Julia já tem dois filhos: um menino de 13 anos e uma filha de 3 anos.

O menino ficou calado, e a menina do jardim de infância disse que eles tinham uma boneca, “como se estivessem vivos, o nome deles é Polina”. Mas ninguém prestou atenção: eles pensaram que a menina era pequena, ela fantasia, – disse Irina, sua amiga, à mídia local.

O bebê foi encontrado por amigos da mãe durante uma visita à sua casa. Começaram a beber, depois ouviram sons estranhos, se valeram da condição da mãe que estava bêbada . Eles abriram o armário e viram a garota dentro de uma bolsa com sinais óbvios de fome. “Já estavam bêbados, começaram a chorar, ao filmar o bebê e a perguntar à mãe como era possível, por que a menina sofreu tanto”, relatou a mídia local.

Seus dois filhos foram levados para o orfanato.

Um morador local disse que a mulher queria matar a criança, e decidiu que a garota morresse de fome.

“Essa história terrível é difícil de acreditar, mas não importa o quão difícil seja falar sobre ela, parece que é verdade”, diz Valery Gorelykh(Ministério de Assuntos Internos). – Para confirmar isso, é necessário obter um parecer médico oficial de que a mulher em questão é de fato a mãe do bebê. O fato é que a suspeita não foi cadastrada em nenhum local do ambulatório de pré-natal durante a gravidez e não pediu ajuda ao médico na hora do parto. Talvez o nascimento tenha ocorrido em casa. . Ela, segundo dados preliminares, tem desnutrição de terceiro grau, além de suspeita de outras doenças graves.

Acrescentou Valery Gorelykh, sobre este fato,  abriram um processo criminal nos termos do artigo 156 do Código Penal da Federação Russa “Incumprimento de responsabilidades por criar um filho menor.”

A suspeita que estava criando mais dois filhos – um menino de 13 anos e uma menina de 3 ano sozinha, terminou com o marido no início deste ano.

Fonte:IG